ūü•á Zumbido no ouvido – Saiba como se livrar deste inc√īmodo ūü•á

Ol√° meninas! No post de hoje eu vou falar sobre um inc√īmodo que muita gente apresenta, mas nem sempre acabam tratando e o quadro se agrava: o zumbido no ouvido.

Muita gente ouve alguns ruídos em seu ouvido, ainda que o ambiente esteja em completo silêncio. Geralmente, esse barulho incessante parece vir de dentro da cabeça e pode acompanhar uma leve tontura. Algumas vezes ocorrendo nos dois ouvidos simultaneamente, outras vezes apenas em um.

Isso se chama zumbido no ouvido e qualquer pessoa pode desenvolver essa condi√ß√£o, sendo bem mais comum em adultos. Ainda que seja bastante inc√īmodo, saiba que s√£o diversos os fatores que podem caus√°-lo, mas que isso tem solu√ß√£o.

Peço uns minutinhos do seu tempo, minha amiga, para que leia esse post até o final. Assim, você vai aprender tudo sobre esse mal que aflige muitas pessoas e o que fazer para revertê-lo.

Quais s√£o os sintomas?

Sei que vai soar bem óbvio afirmar que o principal sintoma é um tipo de barulho dentro do canal auditivo, certo? No entanto, esse barulho se apresenta de forma diferente para cada pessoa: para algumas, ele é mais alto e não dá um minuto de sossego, estando sempre presente; para outras pessoas, o zumbido pode acontecer com intervalos e ter um som mais baixo, quase imperceptível.

Geralmente, as pessoas que tem zumbido no ouvido tamb√©m relatam ouvirem cliques, como quando estalamos os dedos, al√©m de sons musicais: nesse caso, √© bem comum que o quadro n√£o tenha a ver com problemas auditivos, mas com dist√ļrbios de fator psicol√≥gico. A pessoa pode notar o zumbido nos dois ouvidos ao mesmo tempo, ou ent√£o perceber de um lado, e depois de outro.

O que provoca essa condição?

As raz√Ķes para o zumbido no ouvido s√£o muito distintas. Por isso separei algumas delas:

  • Traumatismo na cabe√ßa;
  • Doen√ßa de M√©ni√®re;
  • Bebida em excesso;
  • Colesterol elevado;
  • Problemas no osso do ouvido;
  • Excesso de cera;
  • Problemas na articula√ß√£o da mand√≠bula;
  • Problemas psiqui√°tricos;
  • Press√£o alta,
  • Problemas de circula√ß√£o;
  • Perda de audi√ß√£o devido √† idade.

Existem ainda outras causas poss√≠veis para a sensa√ß√£o de zumbido no ouvido, como tumores, problemas metab√≥licos, les√Ķes no pesco√ßo, ouvir m√ļsica muito alta, mudan√ßa no metabolismo, entre outros.

Por fim, vale ressaltar que existem alguns remédios cujo uso por tempo prolongado podem apresentar zumbido no ouvido. São eles os oncológicos (vincristina e mecloretamina), aspirina em excesso, antidepressivos (sertralina e fluoxetina), além de antibióticos (eritromicina, vancomicina, poliximina B e neomicina).

O indicado é sempre recorrer a um bom otorrinolaringologista para que possa diagnosticar corretamente.

Relação entre o zumbido no ouvido e o psicológico

Dist√ļrbios de ansiedade tamb√©m podem causar os zumbidos no ouvido. Mesmo que a causa se origine de um problema psiqui√°trico, fato √© que o sintoma √© f√≠sico e que pode debilitar a pessoa. Portanto √© muito importante um acompanhamento psiqui√°trico.

Além do mais, as pessoas que apresentam zumbido no ouvido por motivos físicos, também podem acabar desenvolvendo ansiedade: justamente por ficarem em alerta para perceber se há algum zumbido ou não, essas pessoas desenvolvem ansiedade. Algumas, inclusive, chegam a um ponto em que costumam não saber mais quando é só uma impressão e quando estão realmente ouvindo o barulho nos ouvidos.

Em suma, essa condi√ß√£o pode trazer diversos danos psicol√≥gicos √† pessoa. Aqueles que sentem tontura juntamente com o zumbido, tendem a ficar inseguros em sair de casa. Nesse caso, a pessoa pode desenvolver a s√≠ndrome do p√Ęnico ou at√© mesmo se tornar depressiva.

Confira o vídeo que separei para você sobre o assunto:

Qual o tratamento adequado?

O tratamento pode ser feito com o uso de ansiolíticos. Eles servem para que a pessoa fique menos ansiosa e, dessa forma, reduzem o zumbido que é causado pela ansiedade. Se a pessoa tem pressão alta ou outra condição que afete o ouvido, também precisará ser tratada. Afinal, é super importante levar uma vida saudável.

As pessoas que apresentam esse problema auditivo devem evitar álcool, café, produtos que contenham cafeína, cigarros e edulcorantes artificiais. Se o zumbido tem como origem a perda auditiva, pode ser necessário o uso de um aparelho auricular. Quando a causa é a circulação sanguínea, o médico pode prescrever vasodilatadores.

Existe uma terapia que √© bastante funcional para o zumbido no ouvido: a terapia do som. Nessa terapia a¬†pessoa recebe est√≠mulos auditivos leves e o objetivo √© fazer com que a sensibilidade diminua. √Č importante frisar que a pessoa n√£o vai ter a audi√ß√£o diminu√≠da, apenas o inc√īmodo por causa desse tipo de som cont√≠nuo e baixo, geralmente constante.

A cura total é possível, mas os tratamentos geralmente são combinados e, quando a pessoa abandona os bons hábitos, há chances de o zumbido voltar. Uma pessoa que se recuperou totalmente do zumbido, mas que deixa de dormir adequadamente, pode voltar a ter barulhos no ouvido. O tratamento mais recomendado é o Programa Restauração auditiva.

Como prevenir o zumbido nos ouvidos?

As pessoas podem evitar esse problema auditivo de diversas formas, sendo uma delas a retirada da cera excessiva. √Č indicado usar o cotonete uma vez por semana, e vale frisar que ele precisa ser passado de maneira leve: nunca force o cotonete para dentro do ouvido. Al√©m de correr o risco de se machucar, isso pode levar a cera para √°reas mais profundas.

Tamb√©m √© indicado n√£o usar fone de ouvido por muitas horas seguidas. Para as pessoas que adoram ouvir m√ļsica o dia todo, vale a pena tirar o fone de tempos em tempos e deixar o ouvido livre e o som tocando de forma ambiente. Ali√°s, um fator muito importante tamb√©m √© cuidar com o volume. Quando se ouve m√ļsica alta com frequ√™ncia, voc√™ corre o risco de danificar seu canal auditivo. Isso pode fazer com que voc√™ comece a ouvir zumbidos nos ouvidos.

Ademais, é muito importante evitar o uso excessivo de aspirina. O zumbido nos ouvidos é o seu principal efeito colateral. Se você tem dores com muita frequência, a dica é sempre procurar um especialista ao invés de se automedicar.

Existem tratamentos naturais?

Sim! Saiba que muitos alimentos podem diminuir ou at√© mesmo acabar com o zumbido no ouvido. No entanto, √© preciso ingeri-los de forma regular. O abacaxi n√£o somente favorece a circula√ß√£o sangu√≠nea como tamb√©m combate as inflama√ß√Ķes.

A ginkgo biloba, aliás, é outro composto que melhora o sistema circulatório, inclusive do ouvido. Geralmente, ela é comercializada em cápsulas e pode ser facilmente encontrada em farmácias ou nas casas de produtos naturais.

O alho é um analgésico e traz conforto para quem apresenta zumbido no ouvido. Ele precisa ser ingerido cru e a pessoa pode mastigá-lo ou colocá-lo em saladas, torradas, etc. Não utilize ele assado ou cozido, visto que ele só tem propriedades se consumido cru.

Ademais, existem outros produtos naturais que combatem o zumbido: mirra, raiz de bardana, casca de pimenta malagueta, raiz-amarela e folhas de espinheiro.

Uma mistura de mel e gengibre tamb√©m favorece o ouvido. Ela √© usada para cuidar da garganta, uma regi√£o que √© conectada ao ouvido. Os resultados s√£o excelentes.¬†Voc√™ deve ferver uma colher de mel em uma x√≠cara de √°gua com peda√ßos de gengibre. √Č s√≥ tomar algumas colheres de ch√° durante o dia.

Confira o vídeo a seguir, relacionado a esse tema, para aprender ainda mais:

Para mais conte√ļdo, clique aqui.

Leave a Reply