Tag: saúde

🥇 Colágeno Sanavita funciona?- Anvisa, Bula, preço, onde comprar 🤔

Olá! No artigo de hoje vou contar a minha experiência com os dois colágenos hidrolisados mais famosos: o Sanavita e o BellaCare. Já adianto que um deles superou todas as minhas expectativas! 

Sei que se você está aqui é porque quer saber de todos os benefícios que o colágeno oferece à sua pele e à sua saúde, não é mesmo? Antes de mais nada, vou contar como a minha busca pelo colágeno se iniciou.

Eu sempre fui uma mulher muito vaidosa e sempre gostei muito de me cuidar. Para mim, nada melhor do que cuidar do corpo e da mente, afinal, como diria o ditado em latim “mens sana in corpore sano“. Ou seja, uma mente sã em um corpo são. Afinal de contas, uma coisa leva a outra.

Nem preciso dizer o quão triste e chocante foi para mim quando descobri os primeiros sinais da idade. A testa já aparentava algumas linhas de expressão. Além disso, quando eu ria, percebia o comecinho dos tão temíveis pés de galinha. 

Eu tentava correr contra o tempo, mas essa corrida eu estava perdendo. O tempo se mostrava cada vez mais cruel e impiedoso. Sempre que me olhava no espelho, parecia que não via a mim mesma, mas uma estranha. Uma jovem senhora, já madura. Não que eu tenha algum problema em aceitar a idade, mas rugas já é demais.

Isso tudo ficou ainda pior quando, de uma hora para outra, começaram a me chamar de “senhora” nos lugares. Primeiro foi na fila do cinema, ao comprar um ingresso. Depois no café próximo ao meu trabalho. Essas pequenas situações podem parecer bobas, mas me afetaram profundamente. Claro, pensei no famoso botox, mas eu não queria investir tanto dinheiro em um procedimento que nem durava tanto tempo assim.

Eu precisava de algo definitivo.

Também cheguei a considerar cirurgia plástica, mas desisti algumas semanas depois de falar com o cirurgião plástico. Isso porque uma amiga minha tinha feito uma cirurgia plástica há pouco tempo e surgiram diversas complicações. ela conta que sofreu muito com o pós cirúrgico e que era quase uma tortura suportar as dores.

Me desesperei. Será que não poderiam inventar algo que suavizasse as rugas e os sinais da idade sem que me causasse dor? Porque era dor, em todos os casos, né? Se não era dor física, como no caso da minha amiga, era dor no bolso, como é com o botox.

Poxa, as medicina está tão evoluída, pensei comigo. O que custa uma solução indolor? Comecei a pesquisar alucinadamente por uma solução para o meu problema. Nesse meio tempo, conheci uma infinidade de cremes, pomadas, remédios, ácidos. Testei todos eles, mas não fizeram efeito nenhum nas minhas rugas. Aliás, só me causaram mais, devido ao stress e à frustração de não ver nenhum resultado. 

Da simples indignação ao me olhar no espelho, passei a ter raiva. Era uma estranha que me olhava. Uma mulher com rugas e com uma cara de sofrida.

Aquilo não podia mais continuar.

Para piorar tudo, no meio de todo esse sofrimento, veio o divórcio.

Meu marido disse que eu era uma pessoa muito estressada e que me preocupava excessivamente com meu corpo. Simplesmente me deixou, assim, do dia para a noite. Eu fiquei inconformada. Tudo veio realmente abaixo quando vi que ele estava saindo com uma mulher bem mais jovem que eu.

Hipocrisia pura, não é? Mas eu tinha descoberto, afinal, o motivo do nosso divórcio. Não era porque eu me preocupava excessivamente com meu corpo, mas porque eu simplesmente não conseguia mais manter ele do jeito que era antes. Justamente por ter estado comigo, ele foi o primeiro a notar as minhas rugas e linhas de expressão.

Pois bem. Minhas amigas me ajudaram muito nesse processo todo e me disseram que eu precisava dar a volta por cima. Uma delas tem uma irmã com praticamente a minha idade, mas que aparenta ser ridiculamente mais jovem. Perguntei à minha amiga qual a fórmula mágica da irmã dela e ela respondeu que era um tipo de colágeno hidrolisado. Ela chamou de botox em cápsula.

Pesquisei muito na internet sobre o tal botox em cápsula. Vi que existiam duas marcas de colágeno hidrolisado que pareciam ser muito confiáveis e render bons resultados. Esses dois colágenos que achei foram o colágeno Sanavita e o colágeno hidrolisado BellaCare. A diferença principal entre os dois está na apresentação do produto.

O Colágeno Sanavita vem em pó e é preciso diluir em água ou suco. Enquanto isso, o colágeno BellaCare vem em cápsulas.

Comecei optando pelo colágeno Sanavita e aqui vai meu relato:

O que é Colágeno Sanavita?

O colágeno Sanavita é um tipo de colágeno Hidrolisado em pó, que precisa ser diluído em algo líquido para que possa fazer efeito. Confesso que a minha experiência não superou minhas expectativas. Achei fácil de diluir e o sabor era agradável. Usei pelo período de 3 meses e, infelizmente, não surtiu muitos efeitos em mim.

Quero deixar claro que, como cada organismo é diferente, reage de diferentes formas. Portanto, algo que não funcionou para mim, pode funcionar perfeitamente para outras pessoas. O fato é que no meu caso não fez muitos efeitos. Quando cheguei na metade da lata eu fiquei um pouco enjoada do sabor, mas não tinha o que fazer. Mudei a bebida, mas continuou sendo difícil.

Decidi parar e tentar a minha segunda opção.

Minha experiência com o Colágeno Hidrolisado BellaCare

A minha experiência com o BellaCare foi bastante diferente. Confesso que gostei mais da apresentação dele do que do anterior. Afinal, eram cápsulas que deveriam ser ingeridas diariamente, sem gosto nem nada. Eu costumo ser bem chata para sabores e fico enjoada com facilidade, então no meu caso foi um ponto bem positivo.

Além da apresentação, a estética do produto em si, da embalagem, das cápsulas, me chamou muito a atenção. Parecia coisa da realeza. Mas também não adiantava ser lindo sem fazer efeito, não é?

Comecei a tomar seguindo as orientações do fabricante e já na primeira semana fiquei de queixo caído. Ganhei uma disposição para o dia a dia que achei incrível. Eu vivia me sentindo sonolenta e sempre que eu podia e estava em casa, procurava tirar um cochilo. Depois do BellaCare isso acabou. Não que eu não pudesse, mas eu simplesmente não queria. Eu senti muito mais animação e disposição. Tanto que fiz matrícula na academia e comecei a malhar diariamente depois do trabalho.

Finalmente estava me sentindo com a mente e o corpo sãos.

Foi então que notei a suavização das minhas rugas e linhas de expressão. Quase chorei de alegria quando vi uma foto do antes e depois que eu tinha tirado para acompanhar os resultados. Aquela rede de rugas pequenas ao redor dos olhos praticamente desapareceu. As linhas da testa ficaram bem mais suaves e sem falar na textura da minha pele, que ficou extremamente macia.

Agora sim eu me sentia com a pele que eu deveria ter. Não uma pele de 20 aninhos, mas uma pele de mulher muito bem cuidada e praticamente sem rugas. Depois de conquistar esse sonho, minha vida engrenou novamente. Conheci um homem super charmoso em um jantar na casa de uma amiga. Trocamos telefone e conversamos muito. Ele me levou para jantar várias vezes e sempre elogiava a minha beleza.

Eu fiquei tão feliz que não cabia em mim! Me sentia linda, desejada e com a pele que eu sempre quis!

O que é Colágeno Hidrolisado BellaCare?

O Colágeno da Bellacare é colágeno hidrolisado mais recomendado para a renovação da sua pele! Ele é totalmente composto de colágeno tipo 1, que atua diretamente na renovação, no rejuvenescimento e na transformação da pele.

Se você está passando pelo mesmo sofrimento que eu passei, seja com as marcas de expressão, rugas, bigode chinês, estrias, celulites e maus da pele, saiba que BellaCare é a solução! Além de todos esses benefícios, o BellaCare também é composto por VITAMINA C. Ela tem um efeito que potencializa a atuação do colágeno no corpo e faz com que você mantenha sempre uma pele mais jovem, por um tempo muito maior.

Qual a composição do Colágeno Hidrolisado BellaCare?

Ele é composto de Colágeno Hidrolisado do tipo 1 e 3.  Esse tipo de colágeno está presente nos tendões, na cartilagem fibrosa, no tecido conjuntivo frouxo comum, além do tecido conjuntivo denso . O colágeno sempre forma fibras e feixes, ou seja, está presente em ossos, tendões e pele.

O colágeno é um aliado super conhecido e conceituado em questões estéticas, visto que contribui para retardar o surgimento das rugas.

Além de colágeno, o BellaCare também possui Vitamina C em sua composição. Saiba que a vitamina C é uma molécula usada na hidroxilação de várias reações bioquímicas nas células. Sua principal função é a hidroxilação do colágeno, que é a proteína fibrilar responsável por dar resistência aos ossos, dentes, tendões e paredes dos vasos sanguíneos. Além de tudo, a vitamina C é uma poderosa antioxidante.

Como o Colágeno Hidrolisado BellaCare funciona?

Por ser em cápsulas, o colágeno hidrolisado BellaCare age de dentro para fora, sendo a melhor opção do mercado. Seus componentes agem diretamente nas partes do corpo que mais necessitam de colágeno, acelerando a produção e regenerando a pele de forma rápida e natural.

Quais os benefícios de Colágeno Hidrolisado BellaCare?

São diversos os benefícios que o Colágeno Hidrolisado BellaCare tem a oferecer. Separei alguns dos principais benefícios:

  • Dá sustentação estrutural para ossos, dentes, pele, vasos e, inclusive, alguns órgãos;
  • Melhora a elasticidade e firmeza da pele;
  • Favorece a formação dos dentes e ossos;
  • Protege as articulações;
  • Auxilia na prevenção do surgimento das temidas estrias e celulites;
  • Previne gripes, fraqueza muscular e infecções;
  • Age na prevenção do envelhecimento das células e rejuvenesce a pele;
  • Protege os ossos, prevenindo contra a osteoporose;
  • Promove a renovação das células;
  • Potencializa e melhora a cicatrização;
  • Favorece a formação dos dentes e ossos;
  • Ajuda a resistir às doenças no coração;
  • Ajuda o sistema imunológico e respiração celular, estimula glândulas supra-renais e protege vasos sanguíneos;
  • A vitamina C, presente em sua fórmula, é essencial para o funcionamento adequado das células brancas do sangue. Além disso, ela é super eficaz contra doenças infecciosas e considerada um importante suplemento no caso de câncer.

Para quem é indicado o Colágeno Hidrolisado BellaCare?

O BellaCare é indicado a todas as pessoas que, assim como aconteceu comigo, se deparam com os primeiros sinais da idade. Sabemos que hoje em dia a sociedade é muito cruel, especialmente com pessoas que aparentam mais idade. Além do mais, um corpo e uma pele bonitos e saudáveis são essenciais sempre.

Seja para conseguir um trabalho, amizades ou até mesmo um amor, seu rosto é seu cartão de visita. Por mais que nós, mulheres, tentemos disfarçar esses sinais com maquiagem, muitas vezes o resultado é ainda pior.

Portanto, indico o BellaCare para todas as mulheres que desejam elevar sua autoestima e voltar a se amar e a amar seu corpo.

Colágeno Hidrolisado BellaCare e Anvisa

O BellaCare foi testado e aprovado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) e sua comercialização e uso é totalmente liberada a todas as pessoas residentes em território brasileiro.

Colágeno Hidrolisado BellaCare no Mercado Livre

Não recomendo que você compre o colágeno hidrolisado BellaCare no Mercado Livre, OLX, ou sites similares. o único meio de adquirir o BellaCare com total segurança e sem arrependimentos é através do site oficial. Esses outros sites, na maioria das vezes, ofertam falsificações do produto que, além de não fazer nenhum efeito, ainda podem trazer sérios riscos à sua saúde.

Colágeno Hidrolisado BellaCare no Reclame Aqui

Ao fazer uma longa pesquisa sobre esse produto na internet, fiquei muito surpresa ao notar que não tinha nenhum tipo de reclamação do BellaCare no Reclame Aqui. Pelo contrário, em todos os sites e blogs que eu li sobre o produto, ele é sempre muito elogiado e seus resultados são realmente incríveis.

Depoimentos de quem usou o Colágeno Hidrolisado BellaCare

Encontrei diversas pessoas que fazem questão de dar depoimentos afirmando o quão maravilhoso é o colágeno hidrolisado BellaCare. Separei alguns para você conferir:

Como usar o Colágeno Hidrolisado BellaCare?

É indicado o uso de BellaCare duas vezes ao dia, da seguinte forma: tomar uma cápsula de manhã e outra à noite. O recomendado pelo fabricante é a utilização do produto sem interrupções por um período mínimo de 6 meses. Cada frasco de BellaCare contém 60 unidades.

Dessa forma, o mais indicado é adquirir 6 unidades, para que você possa garantir um tratamento completo e eficiente.

Colágeno Hidrolisado BellaCare possui efeitos colaterais?

Não. Por ser um composto totalmente natural, o BellaCare não oferece riscos de efeitos colaterais. A única particularidade é quanto a gestantes, lactantes, pessoas que tenham alguma doença prévia ou que façam uso contínuo de algum medicamento. Nesses casos, é indicado consultar o seu médico antes de fazer uso do produto.

Como adquirir o Colágeno Hidrolisado BellaCare?

É muito simples, basta alguns cliques. Você pode comprar rapidamente através do site oficial e ainda garantir um super desconto clicando no link a seguir!

Colágeno Hidrolisado BellaCare funciona mesmo?

Olha, do funco do meu coração, eu digo que funciona, sim! Depois do divórcio, como eu disse, tudo piorou. Parecia que eu estava em uma maré de azar em que tudo só piorava, inclusive a minha pele.

Claro, não era para menos, afinal, eu me descuidei ainda mais, passei muito stress e nervosismo durante um longo período. Tudo isso acabou impactando profundamente a minha pele e deixando o aspecto dela pior do que estava.

Como resultado disso, minha autoestima foi para o espaço e eu nem suportava mais me olhar no espelho. Se não fosse o colágeno hidrolisado BellaCare eu nem imagino em que pé estaria a minha vida a essa altura. Só sei que não é uma imagem boa de imaginar.

Felizmente tudo deu certo e hoje sou uma mulher extremamente feliz e realizada em vários aspectos. Estou namorando, me sentindo super atraente e rindo à toa. Quem diria que alguns potinhos com cápsulas de colágeno seriam os responsáveis por esse mar de felicidade? Eu com certeza não tinha nem ideia quando sentei em frente ao computador e decidi comprar o colágeno hidrolisado BellaCare.

No entanto, essa atitude repercutiria lá na frente e me faria sentir maravilhosa.

Queria ter conseguido tomar essa decisão antes, mas sei que tudo acontece no seu tempo. Por exemplo, você, minha amiga leitora, que está acompanhando essa postagem agora.

Tudo acontece por uma razão e você veio até aqui para conhecer a melhor solução para os seus problemas de envelhecimento da pele. Agora, a decisão só depende de você. Não desejo que ninguém sofra nem tenha que passar nem por metade do que eu passei. Justamente por isso, para evitar todo esse sofrimento, indico sempre o BellaCare.

Aliás, algumas amigas usaram e aprovaram tanto que foram repassando a outras amigas. E é justamente assim que tem que ser, não é verdade? Quando a gente gosta de um produto e sabe que ele realmente resolve o problema, fazemos toda a questão do mundo de recomendá-lo para todas as pessoas que precisam.

Espero que você não siga meu exemplo sendo cabeça dura e saiba que a pele e a vida que você deseja estão a um click de distância! Muito sucesso para você e para a sua pele nova!

Para mais conteúdo, clique aqui.

🥇 Bicarbonato de Sódio: Descubra AQUI todos os Benefícios! 🤔

Olá meninas! Hoje eu vou falar desse verdadeiro curinga que é o bicarbonato de sódio. Primeiramente, já adianto que é um item indispensável na casa de qualquer pessoa. Há anos o bicarbonato de sódio vem sendo utilizado nas casas e indústrias ao redor do mundo. As receitas e o modo de uso se renovam, mas, seja como for, ele está sempre presente nas casas. Tenho certeza que depois dessas dicas você vai amar ainda mais esse item!

Portanto, se você não conhece todos os benefícios do bicarbonato de sódio e deseja descobrir, esse post foi feito para você! É só continuar lendo até o final para descobrir todos os benefícios desse item indispensável. Vem comigo!

Usos do Bicarbonato de Sódio para a saúde

As propriedades que o bicarbonato de sódio tem em sua composição correspondem a quase uma farmácia inteira. E não, eu não estou exagerando ao afirmar isso. Olha só alguns benefícios à saúde:

Esfoliação do rosto e do corpo:

Basta juntar 3 colheres de chá de bicarbonato de sódio a 1 colher de água. Use essa mistura sobretudo como esfoliante para o rosto ou para o corpo. Basta aplicar fazendo movimentos circulares e enxaguar com água morna na sequência.

Remoção do mau cheio das axilas:

O bicarbonato de sódio também serve como desodorante natural, tanto para os pés como para as axilas. Basta apenas aplicar o bicarbonato puro com os dedos ou então com auxilio de uma esponja de pó. Se você quiser criar um desodorante liquido, fica incrível.

Para isso, coloque 2 colheres de chá de bicarbonato de sódio em um copo de água. Deixe então a mistura em repouso por pelo menos 24 horas. Depois disso, armazene em um recipiente com válvula spray.

Confira o vídeo que separei para você sobre o assunto:

Limpeza das unhas:

Se você quiser que suas unhas fiquem bem limpas, praticamente transparentes, é super simples. É só colocar um pouco de bicarbonato de sódio em uma tigela com água e deixar as unhas de molho. Passados alguns minutinhos você vai notar a diferença!

Pés e mãos perfeitos:

Faça uma mistura usando:

  • 3 colheres de sopa de bicarbonato de sódio;
  • 1 colher de sopa de sal;
  • Água morna;
  • 1 colher de sopa de óleo essencial de hortelã-pimenta.

Feita a mistura, deixe então pés e mãos de molho por 20 minutos nessa mistura. Com isso, você aliviará coceiras, dor, cansaço e mau cheiro.

Depois da academia:

Basta tomar uma mistura de uma colher de bicarbonato com 200 ml de água. Ao ingerir esse preparo, ele irá ajudar a reduzir a dor e o inchaço muscular, que podem surgir depois da academia.

Alívio da má digestão e do refluxo gástrico:

Junte 1/2 colher de chá de bicarbonato de sódio a 2 colheres de sopa de suco de limão ou de vinagre de maçã. Aliás, faça essa mistura em um copo grande, pois essa mistura expande. Então, quando a espuma baixar, acrescente cerca de 200 ml de água e beba imediatamente.

Dessa forma você irá controlar os níveis de Ph do intestino, gerando um ambiente mais alcalino e praticamente, eliminando a acidez excessiva do estômago.

Para eliminar o mau hálito:

Basta mistura ½ copo de água morna a 1 colher de chá de bicarbonato e fazer bochecho por alguns minutos.

Para limpar aparelhos ortodônticos e dentaduras:

Dissolva uma pequena quantidade de bicarbonato em água quente. Em seguida deixe de molho os aparelhos dentários ou dentaduras. Dessa forma, você irá remover aqueles restos de comida difíceis de sair.

Para aliviar de picada de insetos:

Adicione 1 colher de chá de bicarbonato de sódio a um pouco de água, formando uma mistura pastosa. Essa mistura pode ser aplicada nas áreas afetadas por picadas de insetos. Ela irá aliviar a coceira e a dor.

Bicarbonato de sódio para a limpeza da casa

O bicarbonato é muito usado há tempos para a limpeza doméstica. No entanto, muitas pessoas não conhecem as receitas e formas de utilizá-lo. Veja as dicas que eu separei para você:

Eliminar manchas e gordura:

Com o bicarbonato de sódio é muito mais fácil remover aquela gordura da louça depois de um churrasco em casa. Basta dissolver 1 colher de sopa de bicarbonato de sódio em um pouco de água e deixar de molho por algumas horas. Acrescentar 1 colher de chá de bicarbonato de sódio na embalagem de detergente também é uma ótima maneira de aumentar o seu poder da limpeza.

Limpar o microondas:

Fácil, fácil: Água, bicarbonato de sódio e um pano limpo. Use então a mistura no pano para limpar o microondas por dentro e por fora. Depois, basta passar outro pano molhado para remover resquícios.

Limpeza de esponjas:

Em uma bacia de água morna junte 4 colheres de sopa de bicarbonato de sódio. Depois, deixe a esponja de molho por alguns minutos. Essa mistura irá eliminar a sujeira e tirar o mau odor da esponja.

Limpar e dar brilho a objetos de prata:

Você consegue polir talheres e objetos de prata sem esforço. Basta misturar 3 colheres de bicarbonato de sódio a 1 colher de água. Mergulhe um pano e então esfregue suavemente os objetos. Em seguida, basta enxaguar em água morna e secar.

Limpeza de pisos e revestimentos:

Se for mancha de difícil remoção, coloque um pouco de bicarbonato de sódio em uma esponja úmida. Em seguida esfregue o local. 1 copo de bicarbonato de sódio e um balde de água morna. Isso é tudo o que você precisa para substituir o detergente do mercado. Aliás, essa opção é muito mais econômica.

Limpeza de móveis:

Acrescente bicarbonato de sódio em uma esponja úmida. Para remover as manchas nos móveis basta esfregar suavemente. Depois basta enxaguar e secar usando um pano limpo.

Limpar cortinas plásticas:

Para fazer a limpeza de cortinas plásticas do chuveiro é muito simples. Use bicarbonato de sódio em um pano ou esponja úmida. Enxague e seque.

Limpeza de roupas:

Para aumentar o poder de limpeza do sabão de lavar roupas, é só colocar uma colher de sopa de bicarbonato de sódio junto com o sabão em pó.

Eliminar manchas de óleo e graxa:

Manchas de óleo e graxa no chão são facilmente removidas com bicarbonato de sódio em uma escova molhada.

Bicarbonato de sódio para cuidados com animais domésticos

Primeiramente, você é capaz de beneficiar não somente seu corpo e sua casa com o uso do bicarbonato de sódio. Saiba que em relação ao cuidado com seus animais de estimação ele também é incrível:

Caixinha de areia

Acrescente um pouco de bicarbonato no fundo da caixa de areia do gato e adicionar a areia normalmente. Você também pode colocar na caixa de outros animais de estimação, como hamsters, aves, entre outros. Aliás, esse gesto simples é capaz de reduzir odores como nenhum outro produto.

Cestas e cobertores:

Para que as cestinhas e os cobertores dos animais da casa fiquem sempre limpos é simples. Junte 2 colheres de sopa de bicarbonato de sódio em um pouco de água quando for lavar os objetos. Para fazer uma limpeza a seco, basta jogar o bicarbonato de sódio nos tecidos e esperar 15 minutos para retirar o excesso.

Brinquedos plásticos e de pano:

Esses objetos são mais fáceis de limpar do que você imagina. Coloque eles em água quente com um pouco de bicarbonato de sódio. Além disso, você também pode usar uma esponja e sabão neutro. Nos brinquedos de pano, polvilhe o bicarbonato de sódio e deixe agindo por bastante tempo. Depois é só escovar para retirar os resíduos.

Confira o vídeo a seguir, relacionado a esse tema, para aprender ainda mais:

Para mais conteúdo, clique aqui.

🥇 Primeiros socorros para o engasgo: Saiba tudo AQUI! 🤔

Olá meninas! Sabe quando você está jantando com os amigos e, de repente, nota que algo não vai bem? Aí você sente que a comida ficou presa em sua garganta e você não consegue respirar direito.

A tosse surge, você começa a ficar vermelha, sem fôlego, até que alguém finalmente a ajuda a desengasgar, salvando sua vida? Pois bem. Essa cena foi fictícia, mas tenho certeza que se não você, alguém próximo já passou por situação semelhante, certo? Isso acontece com uma certa frequência em adultos e com uma frequência ainda maior em crianças pequenas.

Aliás, no caso dos bebês, o engasgo é muito perigoso, podendo levar os bebês até mesmo à morte. Afinal, eles ainda não possuem todos os músculos operando corretamente, e não sabem o que deve ser feito caso a comida fique presa em sua garganta.

Portanto, é de suma importância que você saiba o que fazer caso presencie alguém engasgando, seja essa pessoa adulta ou criança.

Para saber tudo sobre esse assunto, como agir e de que forma, basta continuar lendo este artigo até o final. Tenho certeza que vai ser extremamente útil. Vamos lá?

Primeiros socorros para o engasgo de bebês

Caso um bebê venha a engasgar, o procedimento padrão é aplicar cinco tapinhas nas costas da criança. Ela precisa ficar de bruços e com a cabeça levemente inclinada em direção ao chão.

Você também pode combinar esses cinco tapinhas nas costas a cinco pressões no peito da criança, até que ela cuspa o objeto com o qual se engasgou. Caso a criança comece a tossir nessa hora, deixe que ela tussa até que o objeto seja expelido sozinho.

Se durante o episódio o bebê vier a desmaiar ou então parar de respirar, é extremamente importante que o adulto faça uma respiração boca a boca, para garantir que a criança não fique sem oxigênio.

Como fazer a manobra de Heimlich em bebês

A manobra de Heimlich é uma técnica amplamente utilizada para que a pessoa elimine um objeto que esteja obstruindo suas vias respiratórias. No caso dos bebês, entretanto, os movimentos tradicionais precisam ser adaptados, para que o adulto não machuque o corpo frágil deles.

Para isso, é preciso que um adulto deixe o bebê apoiado em um dos braços, com a cabeça mais baixa que o corpo, e com a boca aberta. Depois, é necessário dar cinco batidinhas nas costas, com a base das mãos, no ponto entre as escápulas do bebê.

Depois disso, a orientação é virar a criança de barriga para cima, mantendo a mesma inclinação em que a cabeça fica mais baixa que o corpo e então começar cinco compressões abaixo do esterno da criança, em uma linha imaginária  entre os mamilos.

Esse ciclo deve se repetir até que o bebê coloque para fora o objeto que o estava engasgando.

Primeiros socorros para o engasgo com idosos

Conforme a idade vai ficando avançada, o ato de se alimentar torna-se mais complexo. Aliás, os cuidados necessários são praticamente os mesmos que com as crianças. Isso ocorre porque os idosos se engasgam com a mesma frequência que as crianças pequenas, devido ao envelhecimento da musculatura responsável pela deglutição.

Portanto, caso você esteja em um mesmo local que um idoso engasgado, é necessário seguir os seguintes passos. O primeiro deles é não dar água para a pessoa engasgada. Afinal,  o líquido pode piorar ainda mais os efeitos do engasgo.

Também não é aconselhável induzir o vômito, colocando o dedo na garganta do idoso engasgado. Saiba que isso pode empurrar ainda mais o objeto que está obstruindo a passagem do ar.

Depois disso, observe o estado do idoso. Caso ele esteja chorando, falando ou tossindo, não coloque as mãos em sua garganta. Apenas tente acalmá-lo e aguarde que ele mesmo tente expelir o que estiver obstruindo sua garganta.

Entretanto, caso ele esteja sufocando ou respirando com muita dificuldade, o aconselhável é que você aplique a manobra de Heimlich.

Para isso, posicione-se atrás do idoso, feche o punho e posicione ele, com o polegar para dentro, entre o umbigo e o osso externo. Com a outra mão, segure o seu punho e puxe ambas as mãos em sua direção. Aplique um empurrão rápido para dentro e para cima a partir dos cotovelos.

É preciso comprimir a parte superior do abdômen contra a base dos pulmões. Dessa forma você irá expulsar o ar que ainda está no órgão, forçando a eliminação do que estiver bloqueando a garganta.

A manobra de Heimlich precisa ser repetida de cinco a oito vezes. Além disso, cada empurrão precisa ser vigoroso o suficiente para que possa deslocar o que está bloqueando a passagem de ar. Se você notar que o idoso está inconsciente, pare a manobra e comece imediatamente a reanimação cardiorrespiratória.

Confira o vídeo que separei para você sobre o assunto:

Primeiros socorros para engasgo com alimentos

Quem nunca comeu com bastante pressa e sentiu algo parar no lugar errado, provocando engasgo? Isso é bastante comum nas pessoas que costumam comer com pressa.

Quando isso ocorrer e você estiver próxima da pessoa engasgada com alimentos, é preciso forçar a pessoa a tossir. Dessa forma você poderá verificar se as vias aéreas estão só parcialmente ou totalmente obstruídas.

Quando a obstrução for parcial, a pessoa poderá tossir, falar ou respirar, e quando tossir ela vai conseguir expelir o objeto pela boca. No entanto, se a obstrução for total, além da pessoa não conseguir tossir, seus lábios começarão a ficar azulados. Esse é um reflexo da falta de oxigênio.

O que fazer nesses casos?

No caso de uma obstrução parcial, não é recomendado dar tapas nas costas. Isso poderá fazer com que o objeto se desloque, piorando a situação. O ideal mesmo é manter o engasgado calmo e pedir para que continue tossindo.

No entanto, caso isso não resolva, dê cinco tapas nas costas da pessoa. Bata entre as omoplatas com a base da mão. Caso isso também não resolva, o recomendável mesmo é aplicar a manobra de Heimlich.

Primeiros socorros para engasgo com líquidos

Algumas vezes um simples copo d’água pode ser motivo de engasgo. Quando isso ocorrer, é só a pessoa começar a tossir ou cuspir para que possa liberar as vias áreas. Mas quando isso não acontece, recomenda-se deitar a pessoa no chão, de lado, tentando fazer com que o líquido seja liberado.

Primeiros socorros para quem engasga sozinho

E quando a pessoa estiver sozinha e não houver ninguém para ajudar? O que fazer? Nesse caso, é necessário, inicialmente, manter a calma e forçar a tosse. Se a pessoa conseguir falar, deve pedir ajuda médica.

Caso a tosse não ajude, tente fazer a manobra de Heimlich em si mesma, pressionando a região acima de seu estômago. Dessa forma você irá forçar o objeto a ser expelido pela boca, ou então deslocado para que você o engula por completo.

Confira o vídeo a seguir, relacionado a esse tema, para aprender ainda mais:

Para mais conteúdo, clique aqui.

🥇 Clara de ovo pasteurizada: O que é? Para que serve? Quanto custa? 🤔

Para as pessoas que procuram uma dieta rica em proteínas, como os atletas, os fisiculturistas entre outros, uma ótima escolha é a clara de ovo. Ela contém uma proteína chamada albumina, diversos aminoácidos e também um alto valor biológico.

O problema, no entanto, é que o consumo de ovo cru pode aumentar a possibilidade de transmissão da Salmonela. Essa é uma doença que pode ocasionar infecções graves, visto que para matar as bactérias do ovo, deve-se cozinhar bem o alimento. Existe, no entanto, uma opção bem melhor, mais saudável e também mais prática do que consumir ovos crus: a clara de ovo pasteurizada.

Você conhece essa opção? Sabe das suas vantagens? Se qualquer uma das respostas for não, então esse artigo foi feito para você! Basta ler até o final para saber tudo sobre a clara de ovo pasteurizada, suas vantagens e formas de utilizar. Vamos lá?

O que é clara de ovo pasteurizada?

A Clara de ovo pasteurizada foi criada por meio de um processo totalmente mecânico, que separa as gemas das claras e então submete-as a um processo térmico a cerca de 72º C, para que possa ser feita a pasteurização.

Todo o processo de limpeza passa por essas altas temperaturas, eliminando dessa forma as bactérias e outros microrganismos que possam ser prejudiciais ao organismo.

Portanto, esse processo elimina todos os microrganismos patogênicos e os parasitas que podem estar presentes na clara do ovo. Se esse processo não for feito, as claras podem conter uma bactéria chamada salmonela. Essa bactéria transmite a salmonelose: uma doença que provoca diarreia, febre e vômitos. As claras de ovo pasteurizadas são vendidas em embalagens semelhantes às de leite.

Quais os benefícios da clara de ovo?

Ela é uma fonte alternativa de alimento, que não somente melhora a saúde, como também traz inúmeros benefícios para o bem estar geral. Separei as principais vantagens em seu consumo, para que você considere incluir as claras de ovo na sua alimentação:

Sem colesterol

O colesterol presente nos ovos é concentrado somente na gema. Ao consumir somente a clara, você estará eliminando essa concentração significativa de colesterol da sua dieta.

Alto teor de proteína

A clara de ovo também é uma incrível fonte de proteína, considerada a principal e seguida da carne magra, frango e peixe. As claras de ovo pasteurizadas contribuem para o aumento das proteínas no organismo sem contribuir com colesterol ou outras substâncias que possam ser nocivas.

Baixas calorias

O ovo branco contém somente 16 calorias, enquanto a gema pode conter cerca de 55 calorias. Se você fizer exercícios físicos regularmente, poderá eliminar essa quantidade em pouco tempo.

Clara de ovo pasteurizada vs não pasteurizada

A clara de ovo pasteurizada e a clara de ovo não pasteurizada tem as mesmas propriedades do ovo. No entanto, em relação aos benefícios para o consumo diário, são totalmente diferentes.

Clara de ovo pasteurizada é mais saudável

O benefício com maior destaque em relação ao ovo normal é o fato de que o consumo do produto pasteurizado está livre de qualquer tipo de bactéria, especialmente a salmonela;

Livre de odores

Devido ao processo de pasteurização em altas temperaturas pelo qual o produto passa,  não existe aquele famoso cheiro desagradável de ovo. Afinal, isso é totalmente relevante para quem costuma consumi-lo cru.

Confira o vídeo que separei para você sobre o assunto:

Produto de qualidade

Consumindo a clara de ovo pasteurizada, você tem a certeza de que, mesmo antes do processo de pasteurização, os ovos usados foram bem selecionados. Afinal, ovos estragados não servem.

Sem desperdício

Evita o desperdício, especialmente para quem costuma consumir apenas a clara do ovo. Pense em quantas gemas seriam desperdiçadas nesse processo.

Mais tempo para consumo

As embalagens com as claras de ovos pasteurizadas possuem uma data de validade bem maior do que os ovos naturais.

Economia de tempo

Sem precisar fazer aquele processo de separação entre clara e gema, você poupa muito mais tempo.

Melhor momento para consumir a clara de ovo pasteurizada

É possível consumir a clara de ovo pasteurizada a qualquer momento, por pessoas comuns e também por atletas. Elas podem, inclusive, ser consumidas no pós-treino. Para os praticantes de musculação, é ideal que seu consumo seja feito antes de ir dormir.

Dessa forma, você ajudará o organismo no processo de catabolismo. Esse processo é a degeneração do tecido muscular após o cansaço dos músculos. Isso pode ser devido a exercícios mais pesados, falta de descanso e até mesmo devido à má alimentação.

Além disso, seu consumo também ajuda no processo de anabolismo e no processo de construção de tecido muscular. Isso tudo é feito à noite, durante o sono.

Entretanto, existem profissionais que recomendam seu consumo no cafe da manhã. As pessoas que consomem clara de ovo durante o café da manhã apresentam maior atividade nas áreas do cérebro que controlam a sensação de satisfação e recompensa.

Pode se comer várias claras de ovo por dia?

Não existe nenhuma razão para evitar isso, embora também não haja nenhuma recomendação, exceto para os atletas e fisiculturistas. A única dificuldade é saber quantas claras estão contidas, visto que a embalagem mostra somente o peso total.

Aliás, diversas marcas não apresentam um indicador ou a informação de quanto se deve consumir em peso do produto para saber o equivalente em ovos. Se você deseja 8 claras de ovos, por exemplo, como pode saber a quantidade de claras de ovos que deve ser retirada da embalagem?

Para resolver questão, você pode recorrer à balança de cozinha (digital) para pesar as claras. Essa é, de longe, a maneira mais precisa para saber quantas claras você está consumindo. Se você não tiver uma balança digital, pode fazer o cálculo conforme mostrado abaixo:

1 clara de ovo de tamanho médio = 30 gramas

2 claras de ovo = 60 gramas

3 claras de ovos = 90 gramas

5 claras de ovo = 150 gramas

10 claras de ovo = 300 gramas

Como consumir as claras de ovo pasteurizadas?

Do jeito que vem na embalagem, o gosto da clara de ovo pasteurizada não é um dos melhores, por isso é indicado juntar as claras a outros alimentos. Você pode fazer diversas coisas: bater até atingir o ponto de neve, despejar canela e um pouco de suco de limão ou então outras frutas e colocar o microondas.

Outra opção é, depois que bater a clara em neve, misturar com fatias de banana e aveia. Pode acrescentar também canela e mel e bater mais tarde com um mixer ou liquidificador para fazer um shake nutritivo e delicioso.

Confira o vídeo a seguir, relacionado a esse tema, para aprender ainda mais:

Para mais conteúdo, clique aqui.

🥇 Dicas para manter a vida de casal sempre saudável 🤔

Olá meninas! As dicas de hoje são para quem, assim como eu, é casada e quer manter sempre uma boa relação. Primeiramente, conseguir manter um relacionamento saudável, mantendo uma convivência harmoniosa entre o casal não é algo tão simples. Não da forma como vemos nas novelas e nos filmes. Isso demanda muito jogo de cintura, muita criatividade e, principalmente, muita paciência.

Afinal, um relacionamento é feito de duas pessoas, que tem visões de mundo, opiniões, gostos, crenças e preferências distintas umas das outras. Pois saiba que são justamente essas diferenças que, caso não sejam trabalhadas, podem gerar brigas e stress na relação.

Outra situação que pode ocorrer quando começamos a vida de casal é descuidarmos um pouco da nossa aparência. Comer alimentos muito calóricos, preferir lanches a uma refeição saudável e não se preocupar tanto com a saúde é algo que acontece. No entanto, tudo isso pode trazer sérias consequências.

Isso ocorre porque quando descuidamos da nossa aparência, não apenas a outra pessoa pode se sentir incomodada, mas nós mesmos. Afinal de contas, amor próprio é a primeira coisa que deve existir, antes mesmo do amor pela outra pessoa.

Se você, minha amiga, deseja ter um casamento saudável e sem discussões constantes, então recomendo que leia o artigo até o final. Separei diversas dicas que, tenho certeza, serão muito úteis para manter a harmonia no casamento. Vamos lá?

Procure montar uma lista de supermercado semanal

Na maioria das vezes, quando um casal passa a viver juntos, percebe que o ritmo dos dois não é igual, e muitos fatores podem interferir nisso. Trabalho, estudos, família e amigos. São tantas coisas para fazer que, muitas vezes, não sobra tempo nem mesmo para cozinhar.

Por esse motivo, é super comum que, na vida de um casal recente, o fast-food ou o delivery acabem entrando na rotina.

Para que você não caia nessa tentação, e também para aumentar o contato e o tempo que você e seu companheiro passam juntos, vai uma dica ótima. Vocês podem criar uma lista de compras semanal e irem juntos ao supermercado para comprar tudo o que falta.

Nessa hora, é super importante preferir produtos saudáveis, que normalmente não estariam na lista. Afinal de contas, se alimentando melhor e fazendo mais coisas juntos, vocês curtem os minutos que tem para relaxar aproveitando a companhia um do outro.

Se exercitem juntos

O sedentarismo não faz nenhum bem para a saúde de nenhum de nós. Quando deixamos de nos exercitar, nosso corpo passa a cobrar um preço bem alto. É aí que aumenta o risco de desenvolver doenças com mais frequência, o desânimo e até mesmo problemas com o ganho de peso.

No entanto, sei bem que abandonar o sedentarismo sozinha não é fácil. O fato de acordar cedo, alterar os hábitos e incluir exercícios na rotina acaba desanimando de você fizer sozinha. Então, que tal propor ao seu companheiro que promova a mudança junto com você, te acompanhando? Afinal, cabe às duas pessoas mudarem hábitos sedentários.

Confira o vídeo que separei para você sobre o assunto:

Vocês podem começar fazendo uma atividade simples. Pode ser uma caminhada pela manhã ou então no período da tarde/noite, depois de voltar do trabalho. Isso vai ajudar a deixar a preguiça de lado e levar uma vida com mais saúde.

Já sei. Vocês são do tipo que procuram algo que se pareça menos com uma academia. Nesse caso, que tal pensar em outra atividade lúdica, mas que faça os dois se exercitarem? Um ótimo exemplo disso são aulas de dança. Além de ser um ótimo exercício, dançar vai ajudar a manter o casal mais unido.

Tenha palavras de motivação sempre prontas

A rotina do nosso dia a dia nunca é fácil e, além disso, sempre temos que lidar com muita pressão. Em qualquer lugar que chegamos acabamos encontrando competição, pessoas que querem nos colocar para baixo ou até mesmo nos puxar o tapete.

Para as mulheres, isso acaba sendo ainda mais difícil. Infelizmente, ainda é comum que alguns homens se sintam ameaçados por suas companheiras e tenham um discurso que as coloca para baixo. Isso quando não fazem questão de tentar mostrar que elas valem menos do que eles.

Portanto, essa é a hora de remar contra a maré. Procure sempre ter palavras de otimismo e incentivo para a pessoa que você ama. Afinal de contas, botar para baixo já tem muita gente que faz. Ele ou ela passaram por um dia difícil? Procure estar sempre por perto, pronta ou pronto para motivá-los, evidenciando o quanto os admira.

Aliás, se alegrar com as pequenas conquistas é uma das maiores mostras de motivação que um parceiro pode dar ao outro.

Deixe o passado no passado

Em um relacionamento, é muito normal que aconteçam momentos de stress. Nesses momentos um acaba perdendo a paciência com o outro e dizendo algumas coisas as quais irá se arrepender logo depois. As coisas mais comuns são  trazer à tona os erros do passado da outra pessoa.

Nessas horas, é comum que uma das partes revolva tudo aquilo que incomoda e jogue essas “verdades” na outra pessoa, sem ligar para o tamanho do estrago que essas palavras vão causar.

Por isso, para assegurar que você tenha uma vida de casal sempre feliz, evite ao máximo esse tipo de atitude e deixe os erros do passado no lugar ao qual eles pertencem: no passado. Ninguém gosta de ser tachado como a pessoa que está sempre errada, cometendo um erro atrás do outro, não é mesmo?

Portanto, não seja a pessoa que desenterra situações passadas para provar que você está com a razão e que a outra pessoa está errada. Perdoar é com certeza uma das lições mais difíceis a se aprender para que possamos ter bons relacionamentos.

Nunca durmam brigados

Sabe aquele conselho que diz que você nunca deve ir dormir sem ter feito as pazes com a outra pessoa? Isso pode parecer forçado para algumas pessoas, mas essa é a maior verdade que você irá conhecer. Especialmente para quem quer viver em harmonia.

As brigas irão acontecer, isso é inegável e não tem como evitar. Ninguém consegue concordar com a outra pessoa o tempo todo. No entanto, vocês sempre podem sempre diminuir o estrago dos desentendimentos, impedindo que as mágoas surjam e, principalmente, ganhem força.

Ao dormir sem fazer as pazes com a outra pessoa, você acaba transformando a briga em uma bola de neve. O assunto vai ganhar uma importância muito maior do que merece e algo bobo pode acabar tomando uma proporção gigantesca.

Peça desculpas quando errar

Errar é humano. Todo mundo comete erros e não há nenhuma forma de nunca cometê-los. Entretanto, sempre podemos evitar atribuir a culpa ao outro quando o erro é nosso.

Uma das maiores regras para quem deseja viver uma vida a dois com tranquilidade e harmonia é não somente reconhecer seus erros, como também se desculpar.

Confira o vídeo a seguir, relacionado a esse tema, para aprender ainda mais:

Para mais conteúdo, clique aqui.

🥇 Óleo de cártamo: Saiba AQUI todos os Benefícios! 🤔

Olá meninas! Andei pesquisando muito sobre o assunto e vi que os produtos naturais ou fitoterápicos vem ganhando cada vez mais destaque. Principalmente no que se refere ao cuidado com a nossa saúde e também na melhoria da aparência da nossa pele. Aliás, eles geralmente estão associados ao combate do envelhecimento precoce.

Desses produtos naturais, um dos que estão ganhando cada vez mais importância é o óleo de cártamo. Ele é extraído do cártamo, considerada uma planta medicinal. O óleo de cártamo é bastante utilizado por pessoas que buscam combater a obesidade e perder peso de forma natural, sem ter que recorrer a remédios que prejudicam ainda mais a saúde.

No entanto, você sabia que esse produto possui muitas outras propriedades, que fazem uma verdadeira revolução no seu organismo? Sabia que ele é capaz de melhorar sua qualidade de vida? Não? Então esse texto foi feito para você! Basta ler até o final e ficar por dentro de todos os benefícios do óleo de cártamo.

O que é o óleo de cártamo?

O óleo de cártamo é, como o próprio nome sugere, um óleo retirado da planta medicinal Carthamus tinctorius. Ele tem origem asiática e é rico em diversos nutrientes, como as vitaminas do complexo A, B6, B12, C, D, cálcio, carboidratos, ferro e gorduras poli e insaturadas.  Além disso, também contém magnésio, ômegas 6 e 9, potássio, proteínas e sódio.

Para que serve o óleo de cártamo?

Muitas pessoas que conhecem esse óleo utilizam-no para o emagrecimento. No entanto, os nutrientes presentes em sua formulação trazem diversos outros benefícios à saúde.

Por exemplo, se consumido regularmente, o óleo de cártamo ajuda a aumentar os níveis de HDL, o colesterol bom, e diminui a quantidade de LDL, o colesterol ruim, no organismo. Isso se deve à presença dos ômegas 6 e 9, que limpam as artérias.

Os ômegas 6 e 9, além do potássio nesse componente ajudam também a prevenir doenças cardiovasculares, como o enfarto e o AVC. Isso ocorre justamente porque ele limpa as artérias e reduz o colesterol, evitando o acúmulo de placas de gordura nessas estruturas.

O óleo de cártamo ajuda também no controle dos níveis de açúcar no sangue. Ele aumenta a sensibilidade à insulina nas pessoas portadoras de diabetes. Além disso, impede os picos glicêmicos, que podem pôr a vida dessas pessoas em risco e também provocar graves sequelas.

As diversas vitaminas presentes no óleo de cártamo ajudam também a hidratar os cabelos e a pele, deixando-os mais jovens e com uma aparência saudável.

A vitamina C, também presente no óleo de cártamo, ajuda a suavizar as linhas de expressão, prevenindo os sinais de envelhecimento precoce e deixando a aparência muito mais jovem.

Além disso, ele também é um potente antioxidante, protegendo o organismo da ação dos radicais livres. Essa proteção ajuda também a melhorar o funcionamento do sistema imunológico, prevenindo infecções e inflamações.

Confira o vídeo que separei para você sobre o assunto:

Quais são os tipos de óleo de cártamo existentes?

O óleo de cártamo possui 2 tipos diferentes: o monoinsaturado e o poli-insaturado. Cada um deles é utilizado de maneiras diferentes.

O óleo de cártamo monoinsaturado, por exemplo, é rico em ômega 9 e amplamente utilizado na culinária, para a elaboração de pratos quentes e também frituras, substituindo o óleo de soja ou outros. Por ser insípido, o óleo de cártamo não interfere no sabor dos alimentos preparados.

Por outro lado, o óleo de cártamo poli-insaturado é rico em ômega 6 e não pode ser levado ao fogo. Ele é rico em vitaminas, minerais e traz diversos benefícios ao corpo. Ele ajuda a reduzir os níveis de colesterol, a limpar as artérias e também a reduzir as chances do surgimento de doenças cardiovasculares e de AVC.

Além disso, o óleo de cártamo poli-insaturado também combate o envelhecimento precoce, previne o aparecimento de rugas e confere à pele um aspecto mais jovem e hidratado. Além disso, ele fortalece o sistema imunológico e combate infecções e inflamações.

Afinal, o óleo de cártamo ajuda a emagrecer?

Sim. O óleo de cártamo é bastante famoso pelo seu uso como emagrecedor, visto que ele ajuda a diminuir os níveis de gordura abdominal.

Como é rico em gorduras poli e monoinsaturadas, ele aumenta a sensação de saciedade, portanto diminui a quantidade de alimentos ingeridos. Dessa forma, é reduzida também a quantidade de calorias ingeridas em cada refeição.

Além disso, o óleo de cártamo também ajuda a controlar os níveis de açúcar no sangue. No entanto, especialistas aconselham que óleo de cártamo seja consumido para ajudar no emagrecimento, não para ser essencial. É preciso praticar exercícios físicos e levar uma dieta balanceada.

Caso contrário, a gordura existente no óleo de cártamo não será consumida como energia e acabará se acumulando em alguns órgãos, como o fígado.

Como consumir o óleo de cártamo?

O óleo de cártamo poli-insaturado é o mais usado por quem quer emagrecer ou ter a saúde melhorada em pouco tempo. Ele é vendido em forma de cápsulas e pode ser encontrado na internet ou em lojas de produtos naturais.

Para conseguir todos esses benefícios, é importante consumir de uma a duas cápsulas dele todos os dias.

Óleo de cártamo + óleo de coco para turbinar os efeitos

Para potencializar ainda mais os benefícios que o óleo de cártamo traz ao organismo, é possível combiná-lo com outros produtos, que deixarão seu corpo funcionando ainda mais ativamente.

Um desses produtos é o guaraná. Combinando o óleo de cártamo com o guaraná, você não vai apenas melhorar seu desempenho ao praticar exercícios físicos, como também vai acelerar o metabolismo. Dessa forma você vai fazer com que a queima de gordura seja ainda maior.

Misturar óleo de cártamo com cafeína também é outra opção para as pessoas que buscam uma energia extra para as atividades físicas e que desejam perder muito peso.

Já a combinação do óleo de cártamo com o óleo de coco é a ideal para quem deseja emagrecer. Afinal, os dois produtos geram uma sensação de saciedade, aceleram o metabolismo e aumentam a queima de gordura corporal, especialmente na região do abdômen.

Seja como for, o importante mesmo é sempre cuidar da sua saúde fazendo exercícios físicos regularmente e levando uma alimentação balanceada.

Confira o vídeo a seguir, relacionado a esse tema, para aprender ainda mais:

Para mais conteúdo, clique aqui.

🥇 Amora: Conheça AQUI todos os seus Incríveis Benefícios! 🤔

Olá meninas! Hoje vou falar de uma das frutas preferidas de muitas pessoas e que tem benefícios maravilhosos: a amora! Devido à sua combinação agridoce e também ao seu formato, a amora vem sendo cada vez mais consumida. Isso não se deve apenas ao seu sabor, mas principalmente pelos benefícios que traz à saúde.

Ela é rica em fibras, fitonutrientes (resveratrol), flavonoides, ferro, magnésio, potássio, vitaminas do complexo A, B, C e zinco. Além disso, possui até 79% mais antioxidantes do que as demais frutas vermelhas. É a fruta ideal para quem busca levar uma vida com mais saúde.

Aliás, existem alguns estudos recentes que apontam que a amora não é somente benéfica para a saúde. Ela também é bastante útil nos tratamentos estéticos. Um exemplo disso são os suplementos à base de amora, que são usados para a melhora do organismo como um todo.

Se você deseja conhecer todos os benefícios que a amora pode oferecer à sua saúde, é só ler esse artigo até o final. Tenho certeza que vai ser super útil!

Quais os benefícios da amora?

A Amora é uma fruta que, apesar de pequena, é extremamente poderosa. Essa é a melhor definição para a amora, considerando todos os seus benefícios. Você duvida? Leia abaixo as maravilhas que essa frutinha maravilhosa pode fazer pela sua saúde.

Controle da pressão sanguínea

A amora é rica em resveratrol, um antioxidante flavonoide que ajuda a regular a vasoconstrição das veias. Além disso, ela ajuda no controle da pressão arterial. Isso se deve à ação conjunta do hormônio angiotensina, que causa a elevação da pressão nos vasos sanguíneos.

Além disso, a amora também contém potássio, magnésio e manganês. Esses minerais contribuem para o bom funcionamento da circulação sanguínea.

Prevenção de infartos e AVC

As propriedades que garantem o bom funcionamento do sistema cardiovascular tornam possível, também, a prevenção de certas complicações como ataques cardíacos e AVCs. Aliás, isso ocorre porque a amora reduz a pressão sanguínea, que é um dos causadores dessas doenças.

Reforço do sistema imunológico

Inegavelmente rica em vitamina C, pois cada amora contém 36,4 mg da vitamina por 100 mg. A amora ajuda  também no fortalecimento do sistema imunológico. Isso se deve à sua ação antioxidante, que previne a ação dos radicais livres.

Ajuda a visão

Igualmente rica em um antioxidante carotenoide, o zhea-xanthin, a amora atua protegendo a retina da ação dos radicais livres. Dentre os poderes desse componente da amora, destaca-se a prevenção da catarata e de outras doenças oculares.

Combate da anemia

A amora é uma poderosa aliada no combate à anemia, graças à alta concentração de ferro. Cada amora contém, em média, 1.85 mg/100 mg. Além de evitar a anemia, o ferro ajuda também na circulação sanguínea, pois é o responsável pela oxigenação do sangue.

Confira o vídeo que separei para você sobre o assunto:

https://www.youtube.com/watch?v=1AZPeWbZVvQ

Fortalecimento dos ossos

Surpreendentemente, a amora contém, também, vitamina K e cálcio. Estes elementos são essenciais na regeneração do tecido ósseo e no fortalecimento dessas estruturas. Por isso, a amora é imprescindível para prevenir o aparecimento da osteoporose e também para diminuir o desgaste natural dos ossos, que é provocado pelo envelhecimento.

Promoção da perda de peso

Já que contém poucas calorias e é rica em vitaminas que aceleram o metabolismo dos carboidratos, proteínas e gorduras, a amora é super indicada para quem procura uma alternativa natural de perder peso.

Além de consumir a fruta in natura, os chás preparados com as suas folhas podem ajudar bastante nesse quesito. Além disso ainda promovem um melhor funcionamento do intestino.

Prevenção do envelhecimento precoce

Uma vez que é rica em antioxidantes como as vitaminas A e E, a amora é ótima para combater o envelhecimento precoce. Isso se deve às suas propriedades antioxidantes, que são capazes de neutralizar a ação dos radicais livres.

Além disso, a amora ajuda também a proteger contra o surgimento de doenças como o câncer, enfermidades neurológicas, inflamações e infecções bacterianas.

Prevenção da diabetes

Outra propriedade incrível da amora, mas que poucas pessoas conhecem, é sua capacidade de fazer o controle do nível de açúcar no sangue.  Com isso, ela reduz as chances de que uma pessoa se torne diabética.

Fortalecimento dos cabelos

As vitaminas e minerais que estão presentes na amora também fortalecem e hidratam os cabelos, deixando-os mais fortes, bonitos e brilhantes. Além disso, a fruta ajuda também no crescimento dos fios, prevenindo a queda.

Ajuda na digestão

Por ser rica em fibras, a amora ajuda na digestão, evitando a prisão de ventre, graças ao bom trânsito intestinal.

Max Amora para amenizar os sintomas da menopausa

Além de todos os benefícios que eu frisei acima, a amora também é excelente no combate aos sintomas da menopausa. Especialmente aqueles que causam mais desconfortos, como os calores, os suores excessivos e a perda da libido.

Para ajudar as mulheres a passarem por essa fase, especialmente as que não tem o hábito de comer amoras, foi desenvolvido o Max Amora. Ele é um suplemento alimentar criado especialmente para as mulheres que estão passando pela menopausa.

O uso diário do Max Amora ajuda, por exemplo, a aumentar a qualidade do sono, diminuir a ansiedade e a irritação. Além disso, alivia os calores que provocam tanto incômodo. O Max Amora ajuda também a tratar a artrite, a osteoporose e o reumatismo.

Para que você possa experimentar todos esses benefícios, é importante tomar uma cápsula desse suplemento 30 minutos antes do almoço e outra 30 minutos antes do jantar, diariamente.

Chá de folhas de amora

Outro meio de experimentar os benefícios que a amora traz para as mulheres que estão passando pela menopausa é o chá de amora. O consumo dessa bebida ajuda, também, a controlar os níveis de colesterol, melhorar a qualidade do sono e prevenir a queda de cabelos.

Para fazer o chá de folhas de amora, basta colocar um litro de água para ferver em uma panela. Depois de fervida, coloque essa água em um recipiente com tampa e acrescente uma colher de sopa de folhas de amora secas. Deixe a bebida em infusão por 20 minutos. Coe quando estiver morno e beba sem adoçar.

A dosagem diária da bebida indicada é de três xícaras ao dia.

Chá de folhas de amora para emagrecer

O chá de folhas de amora pode ser usado também para ajudar no emagrecimento, pois ele possui poucas calorias. Para isso, você pode seguir a seguinte receita.

Em uma panela, ferva uma xícara de água com uma colher (chá) de folhas secas de amora e uma colher (chá) de folhas secas de chá verde (ele ajuda a acelerar o metabolismo). Deixe a bebida repousar por 10 minutos e tome uma xícara da bebida antes das principais refeições, por duas ou três semanas.

Confira o vídeo a seguir, relacionado a esse tema, para aprender ainda mais:

Para mais conteúdo, clique aqui.

🥇 Kefir: O que é? Quais os benefícios? Veja a receita! 🤔

Olá meninas! Hoje vou falar sobre o Kefir. Essa é uma ótima opção para fazer em casa e aproveitar todos os benefícios que ele oferece. Além disso, essa é uma opção maravilhosa para as pessoas intolerantes a lactose.

Ficou curiosa? Quer saber como cultivar o seu Kefir? Então leia esse artigo até o final para saber tudo sobre o Kefir. Vamos lá?

O que é Kefir?

O Kefir tem sua origem na Europa Oriental e no sudoeste da Ásia. Seu nome provém da palavra turca keyif, que significa “sentir-se bem” logo depois de comer. Kefir é o nome utilizado para chamar tanto o conjunto de microrganismos que é utilizado para fazer o Kefir, quanto o próprio Kefir pronto para consumo.

Os grãos do Kefir são formados pelas culturas de leveduras e bactérias do leite. Eles geralmente são brancos e semelhantes visualmente a uma couve-flor.

Ao adicionar esses grãos ao leite de vaca ou então ao leite de cabra, esses microrganismos agem fermentando os açúcares contidos no leite. Dessa forma surge a bebida do Kefir, que tem um tempo de fermentação de, em média, 24 horas. Também é bastante comum, ao invés de utilizar leite, prepará-lo com água.

Quando todo esse processo é finalizado, você pode remover os grãos. Dessa forma, poderá utilizá-los novamente para obter mais Kefir.

Quais os benefícios do Kefir de leite?

Grande parte dos benefícios que o Kefir oferece deriva da sua natureza probiótica e também das mudanças que ele produz no leite. No entanto, existem ainda diversas outras vantagens, como:

  • Auxílio a Problemas Digestivos:

Os alimentos probióticos, como o Kefir, geralmente contêm microrganismos vivos que se hospedam no intestino e ajudam a manter as bactérias intestinais equilibradas.

Aliás, você sabia que a fonte de probióticos mais conhecida pelas pessoas é o iogurte, mas que o Kefir tem um número ainda maior de probióticos do que o iogurte?

É justamente por esse motivo que o Kefir é muito eficaz no combate a certos problemas digestivos, como diarreia, a síndrome do intestino irritável, além das infecções bacterianas, entre outras.

  • Combate a osteoporose e auxilia na saúde óssea:

A osteoporose tem como principal característica a deterioração do tecido dos ossos e é bastante comum entre as mulheres mais idosas. O Kefir do leite é uma incrível fonte de cálcio e de vitamina K2. Esses nutrientes são imprescindíveis para manter os ossos saudáveis e também ajudam a prevenir o desenvolvimento da osteoporose.

Confira o vídeo que separei para você sobre o assunto:

  • Previne infecções bacterianas:

Devido à grande quantidade de probióticos contidos nele, o Kefir é capaz de proteger o organismo contra determinadas infecções causadas por bactérias.

  • Alivia sintomas de asma e alergias:

De modo geral, as reações alérgicas são uma resposta inflamatória resultante da luta do nosso organismo contra algumas substâncias ambientais que podem parecer ofensivas. De acordo com estudos realizados em animais, o Kefir é capaz de eliminar estas respostas anti-inflamatórias e, desse modo, melhorar os sintomas de alergias e da asma.

  • Intolerância a lactose

O organismo das pessoas que tem intolerância à lactose, geralmente é incapaz de decompor e digerir adequadamente a lactose contida nos produtos derivados do leite. Quanto ao Kefir, ele contém bactérias do ácido láctico, que fazem com que a lactose seja convertida em ácido láctico. Além disso, o Kefir também contêm enzimas que ajudam na decomposição da lactose.

Desse modo, as pessoas que apresentam intolerância a lactose, geralmente não tem problemas ao consumir o Kefir.

De qualquer forma, também é possível fazer Kefir com outros líquidos, como suco de frutas, chá, água de coco etc.

  • Inibe o câncer

Foram realizados alguns estudos que mostraram que o Kefir é capaz de inibir o crescimento das células cancerígenas. Os probióticos contidos no Kefir tem a capacidade de reduzir a formação de compostos carcinogênicos e, dessa forma, inibir o crescimento dos tumores.

Como fazer o Kefir de leite em casa

Geralmente, você consegue encontrar bebidas de Kefir em supermercados e também em lojas de produtos naturais, mas também tem a opção de fazer em casa. Se você não possui os grãos do Kefir e também não conhece ninguém que tenha, pode encontrar na internet. Sempre existem pessoas doando Kefir.

Ingredientes:

  • 1 ou 2 colheres de sopa de grãos de Kefir
  • 1 frasco com tampa
  • 2 xícaras de leite, de sua preferencia vaca, cabra etc.

Modo de preparo:

Coloque os grãos de Kefir no frasco e adicione o leite. Tente não encher o recipiente, deixe 2/3 livre.

Feche a garrafa e deixe descansar entre 12 e 36 horas à temperatura ambiente.

Quando começar a ter uma consistência irregular, coe com filtro ou peneira de plástico. Nunca use utensílios de alumínio para manipular o Kefir, nem mesmo talheres. Se você quiser beber fresco, deixe na geladeira por um tempo para esfriar e sirva depois.

Quais os benefícios do Kefir de Água?

O Kefir de Água é bem menos utilizado, quando comparado ao Kefir de leite, mas seu consumo frequente também traz diversos benefícios ao organismo.

O efeito do Kefir de água sobre o corpo é incrível, pois melhora a saúde por meio do fortalecimento do sistema imunológico e do sistema digestivo. Além disso, ajuda a eliminar as toxinas do corpo e a eliminar mais facilmente as gorduras e os elementos residuais, fazendo com que não se acumulem no corpo.

O Kefir de água ajuda também a reduzir a vontade de comer alimentos açucarados. Existem diversos estudos mostrando que as  pessoas que consomem frequentemente chocolate ou doces possuem uma composição bacteriana intestinal diferente das pessoas que não tem essa vontade. Além disso, seu consumo também inibe o desejo de consumir carboidratos.

Assim como ocorre com o Kefir de leite, o Kefir de água é desintoxicante e depurativo. Os microrganismos probióticos contidos nele melhoram a digestão e eliminam as toxinas e substâncias nocivas que percorrem o intestino.

Como fazer o Kefir de água em casa?

Primeiramente, vale ressaltar que os grãos do Kefir de água são os mesmos grãos que os do Kefir de leite. O que muda é a forma de prepará-los. Veja:

Ingredientes:

  • 1 frasco de vidro
  • 1 litro de água mineral
  • 3 colheres de sopa de açúcar mascavo
  • 1/2 limão
  • Suco da metade de um limão
  • 3 colheres de sopa de grãos de Kefir
  • 3 frutas secas podem ser ameixas, tâmaras, damascos secos, figos etc..

Modo de preparo:

Coloque no frasco de vidro todos os ingredientes, a água, os grãos, as frutas, a metade e o suco do meio limão mais o açúcar e agite bem.

Coloque uma gaze ou um papel toalha na parte superior com um elástico, para evitar que a poeira entre no frasco.

Nunca feche o recipiente completamente (com uma tampa). Deixe fermentar por 2 ou 3 dias.

Após o tempo de fermentação, coe com um filtro de plástico (nunca use coador de alumínio).

Confira o vídeo a seguir, relacionado a esse tema, para aprender ainda mais:

Para mais conteúdo, clique aqui.

 

🥇 Cuidados com a coluna na hora de relaxar: saiba tudo AQUI! 🤔

Olá meninas!  Sabe quando você levou um dia cheio e, depois de horas sentada em uma cadeira, finalmente chega em casa e vai sentar naquela poltrona confortável da sala? É bom, não é?

Mas, e naquelas vezes que, quando você senta na poltrona, sente aquela fisgada nas costas? Aliás, é de acabar com qualquer momento de relaxamento, não é? Além disso, é um sinal de que alguma coisa não vai muito bem na sua coluna.

Algumas vezes, essa dor aparece justamente quando você começa a se exercitar e deixar o sedentarismo de lado.

Não, definitivamente, isso não é um sinal para que você pare e volte à vida sedentária.

Na verdade, essas dores surgem quando você se alonga sem seguir as orientações corretas.

A coluna vertebral é uma das partes fundamentais de nosso corpo, mas acaba sendo uma das mais negligenciadas. É super comum nos levantarmos e sentarmos de qualquer jeito, sem pensar no mal que pode causar. Ou então, algo comum também é erguermos mais peso do que nosso corpo aguenta.

Pois todo esse descuido e essa negligência criam as situações ali de cima. Aliás, em alguns casos essas dores podem evoluir para quadros muito mais complexos. Um exemplo disso são as hérnias. Elas são provocadas pela pressão que as vértebras fora do lugar fazem sobre os nervos.

Portanto, é fundamental tomar alguns cuidados com a sua coluna em todos os momentos, especialmente na hora de relaxar. Afinal de contas, é justamente nesses momentos que a gente baixa a guarda e tende a cometer certos erros.

Você, por acaso já sentiu aquela fisgada ao tentar levantar algo pesado? Ou, então, quando foi descansar, sentiu aquela dor aguda? Pois bem, então esse artigo foi feito para você! Aqui você vai aprender tudo sobre como se alongar de forma correta e manter sua coluna saudável. Basta acompanhar o texto até o final. Vamos lá?

Escolha o sofá ideal para o seu descanso

Quando você chega em casa, depois de um dia exaustivo, tudo o que você quer é se jogar no sofá e passar horas nele. Seja trocando de canais, ouvindo música ou tirando um cochilo, não é?

No entanto, para que o momento de descanso não vire um momento de dor, você precisa escolher o sofá ideal para o seu descanso.

Se você gosta de ficar deitada no sofá assistindo TV, pode optar pelo sofá reclinável.

Esse móvel sai da posição sentada e, quando reclina para que você se deite, deixa sua coluna com a curvatura certa. Dessa forma, você evita aquelas conhecidas dores na hora de levantar.

Se você gosta mais do estilo tradicional, uma sugestão para relaxar é o sofá de canto com braço esquerdo e ilha lado direito. Ele tem aquele formato tradicional das poltronas antigas e permite que você possa descansar sem prejudicar a sua coluna.

Se você prefere dormir antes do jantar, pode optar pelo tradicional sofá cama. Esse móvel foi justamente desenvolvido para se tornar uma cama e dar o conforto e o espaço necessários para que você possa dormir confortavelmente, com a coluna na posição certa.

Além disso, não precisa ficar com medo de parecer uma casa de vovó. Hoje em dia existem diversos sofás-cama com estilos contemporâneos e maravilhosos.

Confira o vídeo que separei para você sobre o assunto:

Cuide da sua postura

Quando relaxamos, seja no sofá ou até mesmo na nossa própria cama, não damos atenção à postura. O sofá, aliás, é o número um das dores. Isso porque quando nos encolhemos para descansar, deixamos a coluna curvada de qualquer jeito.

Justamente por isso, para evitar as dores quando você estiver sentada confortavelmente no sofá, o correto é manter a coluna reta. Dessa forma ela não irá sobrecarregar os músculos ou os outros membros. Na hora de sentar ou de levantar, procure manter os ombros sempre retos, e fazer os movimentos do agachamento.

Fuja dos vícios de postura

Nos momentos em que relaxamos, é super comum nos descuidarmos da postura ou adotarmos certos vícios que podem prejudicar a coluna. Um exemplo disso é quando andamos curvados ou então sentamos ou deitamos de qualquer jeito.

Para que você possa evitar as dores na coluna e o aparecimento de doenças como as hérnias, é muito importante fugir desses vícios. Portanto:

  • Mantenha uma boa postura sempre;
  • Evite andar curvada;
  • Não carregue mais peso do que você consegue levantar.

Cuidado com os exercícios físicos

Os exercícios físicos são uma incrível alternativa para relaxar e ter uma boa noite de sono. No entanto, para isso, é importante tomar certos cuidados com a coluna. Assim, você evita que o relaxamento cause consequências que possam evoluir para um quadro de doença.

É importante usar sempre um calçado adequado, que seja resistente aos esforços que você fará durante as atividades. Dê preferência àqueles que absorvem os impactos, anulando, assim, os danos causados à coluna.

  • Preste atenção à sua postura ao correr.
  • Evite ficar muito curvada;
  • Antes de usar aparelhos que fazem pressão no corpo, procure a orientação de um profissional.

Dessa forma, você evitará o risco de causar lesões ao seu corpo.

Faça alongamentos diariamente

Quando relaxamos no sofá, por exemplo, depois daquele cochilo gostoso, é super normal levantarmos de uma única vez, às vezes até mesmo pulando de qualquer jeito.

Esse gesto de levantar sem qualquer preparo pode causar dores e até mesmo algumas lesões. Essas lesões podem ser leves ou até mesmo um pouco mais graves.

Para evitar esse problema, é importante se alongar sempre que for se levantar, ainda que tenha você passado pouco tempo deitada ou sentada.

Estique os seus braços, as pernas, as costas, o pescoço e a cintura com movimentos suaves. Faça séries de 20 segundos para cada parte do corpo. Crie o hábito de fazer isso diariamente, reservando pelo menos 10 minutos do seu dia para essas práticas.

Fique de olho na posição certa na hora de dormir

Sabe quando acordamos com aquela sensação de corpo travado? É uma das piores sensações, pois sentimos logo pela manhã e nada pior para começar o dia, não é? Isso é resultado de uma posição incorreta na hora de dormir.

O ideal mesmo é deitar-se em posição lateral, com as pernas flexionadas e com um travesseiro entre os joelhos. Se você preferir, pode também deitar de barriga para cima, com um travesseiro médio, garantindo que você não vai flexionar a coluna vertebral. O travesseiro que você for usar deve estar sempre alinhado com sua cabeça, de modo que você não precise dobrar o pescoço para cima ou para baixo.

São pequenos cuidados, nada que mude completamente a sua rotina. Adotando eles ao seu dia-a-dia você irá garantir uma melhor qualidade de vida, sem dores nas costas e sem prejudicar o seu corpo.

Confira o vídeo a seguir, relacionado a esse tema, para aprender ainda mais:

Para mais conteúdo, clique aqui.

🥇 Alimentos Ricos em Fibras: saiba tudo AQUI! 🤔

Olá meninas! Atualmente, grande parte das pessoas já sabe que uma quantidade elevada de fibras no organismo é imprescindível para se manter saudável. Afinal, as fibras têm como principal função auxiliar no trato intestinal, evitando que ocorra o inchaço abdominal, a dor de cabeça e as outras consequências do intestino preso.

Existem diversos produtos que prometem a reposição de fibras, como os iogurtes. No entanto, é possível ingerir esse nutriente por meio de alimentos. Basta acrescentá-los pouco a pouco na dieta. Se você deseja saber mais sobre alimentos que são fontes de fibra, esse artigo é para você! Vamos lá?

Por que as fibras são importantes?

Não é nada incomum encontrar nos rótulos, sejam de produtos industrializados ou naturais avisos sobre a presença de fibras, para que os consumidores fiquem atraídos. Realmente, esse nutriente é super importante para o funcionamento saudável do corpo, inclusive para o emagrecimento.

As pessoas que não têm um intestino ativo tendem a ficar com o abdômen inchado e reter líquidos. Isso é solucionado pela  ingestão de fibras, que tornam a flora intestinal mais saudável.

Além disso, os alimentos ricos em fibras também costumam reduzir a fome.  As fibras deixam o estômago saciado por mais tempo. Com a menor ingestão de alimentos, o emagrecimento é facilitado. As fibras também ajudam a equilibrar os níveis de açúcar no corpo. Isso faz delas grandes aliadas no combate à diabetes.

Além de tudo isso, o consumo regular de fibras ajuda a melhorar o humor. Todos sabemos que os problemas intestinais costumam deixar as pessoas desconfortáveis e irritadiças. Com o trânsito intestinal normalizado, o bom humor pode ser restaurado.

Quais são os alimentos ricos em fibras?

As leguminosas são uma ótima fonte de fibra. Principalmente o feijão preto, que também contém magnésio e altos níveis de cálcio. Além disso, é importante consumir lentilhas para repor as fibras. Você encontra 8 g de fibras a cada 100g de lentilha, que, aliás, também contém vitamina C.

Diversos grãos beneficiam a saúde por serem ricos em fibras, como a aveia. Ela contém vitamina do completo B e é ótima para manter o peso. A quinoa é outro grão bastante consumido por quem busca uma vida saudável. Aliás, ela pode substituir o arroz branco.

Os alimentos integrais também são uma ótima forma de incluir as fibras na alimentação, como o pão integral. Ele é ideal para quem gosta de pão, mas não quer engordar, pois apresenta 1,1 g de fibras. O arroz integral também possui um alto nível de fibras e é muito mais saudável que o arroz branco. Aliás, ele melhora a saciedade e contém cálcio.

As frutas são uma ótima pedida para quem precisa consumir fibras.

Muitas frutas contam com esse nutriente e são ótimas para consumir cruas ou para fazer receitas. A maçã, por exemplo, tem altos níveis de fibra, além de vitamina A e ferro. Para aproveitá-la completamente, você pode comer em pedaços assados, com um pouco de canela ou de aveia. Outra receita incrível é consumi-la juntamente com iogurte natural.

O morango é uma opção mais doce, mas que também contém bastante fibra: meia xícara d morangos somam 3 g. É ideal para fazer vitaminas naturais ou então para ser comido sozinho. Além disso, pode-se adicionar linhaça em cima ou até mesmo aveia.

As amêndoas possuem um número incrível de fibras: cada porção de 100 g apresenta 12 g desse nutriente. Portanto, é muito importante não abusar. No entanto, pode-se comer algumas como lanche ou então acrescentá-las em bolos light, por exemplo. Aliás, a amêndoa também possui gorduras boas para a saúde e muita proteína.

O consumo regular de pera também é muito indicado para a reposição de fibras. Entretanto, é preciso comê-la com a casca. Assim, você estará ingerindo 5,5 g de fibra. Escolher as mais aguadas é uma boa opção para quem deseja comer a pera crua, podendo-se também assá-la com canela.

A banana é muito conhecida por ser uma fonte incrível de potássio, mas ela tem mais de 3 g de fibras. Por isso, comer banana picada com aveia é um ótimo café da manhã para o dia-a-dia.

A uva passa não precisa ser consumida apenas no Natal: é muito importante comê-la durante todo o ano, pois ela concentra 3,6 g de fibras a cada porção de 100 g. Isso sem falar que também possui vitamina C.

Confira o vídeo que separei para você sobre o assunto:

https://youtu.be/bAfCDhhQR8Q

Qual é a diferença entre fibra solúvel e fibra insolúvel?

Elas são duas categorias de fibras e as duas trazem benefícios ao corpo: as fibras insolúveis são as que não se dissolvem na água e sua função é melhorar o funcionamento do intestino. Além disso, elas também reduzem as doenças comumente associadas ao sistema excretor, como as hemorroidas.

As fibras solúveis, por sua vez, são as que se dissolvem na água. Elas criam uma espécie de gel que ocupa uma parte do estômago. Por esse motivo, geralmente diminuem a fome. Existem ainda outros benefícios das fibras solúveis, como: baixar o nível de açúcar e também de colesterol ruim.

Como incluir as fibras na alimentação?

Consumir descontroladamente alimentos ricos em fibras, no entanto, pode fazer mal ao intestino. Por ser muito estimulado, pode gerar flatulência e outros desconfortos. Sendo assim, é preciso incluir a fibra na dieta aos poucos. Uma ótima forma de fazer isso é verificar os rótulos dos produtos. Ao invés de comprar o biscoito que não fibras,  por que não levar um semelhante, mas que tenha uma quantidade maior de fibras?

Existem ainda alguns alimentos que devem ser consumidos em menor quantidade quando se pretende ter uma dieta rica em fibras. São eles: o polvilho, a semolina, a farinha de trigo refinada, a maisena, o fubá e, acima de tudo, o arroz branco.

Além de consumir alimentos ricos em fibras, é indispensável consumir muita água diariamente. Independentemente se a sua intenção for melhorar o trânsito intestinal ou conseguir saciedade. Saiba que nenhum dos efeitos vai ser alcançado se você não consumir os níveis apropriados de água.

Caso você procure aveia em flocos, você encontra na sessão de cereais do supermercado. Além disso, você também encontra em lojas de produtos naturais, que oferecem várias versões da aveia, até mesmo em farinha. Essas lojas também costumam vender quinoa e amêndoas, além de balas dietéticas, com boas concentrações de fibras.

Confira o vídeo a seguir, relacionado a esse tema, para aprender ainda mais:

Para mais conteúdo, clique aqui.

🥇 Sangue nas fezes: O que pode ser? Veja AQUI as possíveis causas! 🤔

Olá meninas! Quando o nosso corpo não funciona de forma natural ou saudável, qualquer pequeno problema já costuma nos deixar apreensivas, não é?. Essa apreensão aumenta ainda mais quando as pessoas se deparam com sangue nas fezes. Justamente por não ser algo normal, nem corriqueiro, é o indicativo de que existe um problema no organismo da pessoa.

Primeiramente, é preciso observar como ocorreu, quando esse quadro começou, qual a quantidade de sangue e com que frequência ele tem surgido. Tudo isso é preciso para que você possa entender a razão do sangue estar aparecendo nas fezes.

Ocorre que as causas para o surgimento de sangue nas fezes podem ser variadas, assim como seus tratamentos. Se você apresentou esse quadro e deseja saber mais sobre o assunto, este artigo é para você. Aqui você vai saber as causas e os tratamentos dessa condição. Vamos lá?

O que pode significar o aparecimento de sangue nas fezes?

Os fatores que levam o sangue surgir nas fezes podem ser diversos, bem como a forma que ele se apresenta. Aliás, saiba que aí pode estar uma das respostas do que pode estar ocorrendo.

Se o aparecimento do sangue ocorre em pequenas quantidades e são pouco visíveis, pode significar uma lesão em algum ponto do sistema digestivo. No entanto, existe casos em que o aparecimento de sangue ocorre em grandes quantidades, a ponto de deixar as fezes escurecidas, quase negras e com um cheio muito ruim. Nesse caso, o sangue nas fezes pode ser o resultado de uma hemorragia digestiva alta no estômago.

Caso o sangue esteja com uma cor bastante viva, esse sangramento pode ser o resultado de uma hemorragia digestiva baixa, que acontece no intestino, no reto ou no ânus. Vale ressaltar que quanto mais perto do ânus estiver a ferida, mais avermelhado será o sangue.

Além disso, o aparecimento de sangue nas fezes também pode ser o resultado de alguns outros problemas, como:

  • Endometriose;
  • Hemorroidas;
  • Fissuras no ânus;
  • Úlcera no estômago;
  • Câncer no intestino;
  • Divertículos;
  • Má formação dos casos sanguíneos;
  • Doenças inflamatórias;
  • Pólipos intestinais.

Sangue nas fezes pode ser causado por vermes?

Sim. O surgimento de sangue nas fezes também pode ser causado pela presença de algum tipo de verme no organismo. No entanto, para saber com precisão o que pode ser, é preciso consultar um médico.

Apenas ele poderá solicitar exames, incluindo exame de fezes. Assim, o diagnóstico será feito com precisão.

É preciso consultar um médico caso eu note sangue nas fezes?

Com toda a certeza. É de suma importância que um médico seja consultado sem demora. Isso porque a presença de sangue nas fezes pode indicar diversos tipos de causas, desde as mais graves até as mais amenas.

Para que você possa ter certeza do motivo desse sangramento, é preciso consultar um médico. Assim, você não corre o risco de se automedicar ou de realizar o tratamento para a situação errada.

O médico poderá fazer o diagnóstico correto, bem como o tratamento indicado para o seu problema. Além disso, o médico também poderá solicitar exames de fezes e endoscopia digestiva. Esses são os procedimentos mais adotados para descobrir a causa do sangramento nas suas fezes.

Portanto, se atente ao aparecimento do sangue nas fezes. Caso tenha ocorrido apenas uma vez, não há motivo para grandes preocupações. Nesse caso, é bem provável que seja devido a algo que a pessoa tenha comido.

No entanto, é preciso olhar com muita atenção caso ocorra algo como:

  • O sangramento persistir durar um período superior a uma semana;
  • Depois de uma semana, ocorrer um aumento na quantidade de sangue nas fezes;
  • Você passar a apresentar outros sintomas, como febre, cansaço, perda de apetite e dor de barriga.

E quando o sangue surge nas fezes dos bebês?

Se em nós, adultos, o aparecimento de sangue nas fezes já causa preocupação, imagine quando isso ocorre nas fezes do bebê? Com certeza o medo será ainda maior, não é?

Pois saiba que na maioria das vezes, isso tem relação direta com o alimento que o bebê ingeriu, como beterraba, tomate e gelatina. Afinal, esses são os alimentos mais comuns dados aos bebês quando começam a se alimentar de comidas sólidas. O corante desses alimentos podem, na maioria das vezes, ser o responsável pelo tom avermelhado, que é confundido com sangue nas fezes. No entanto, independentemente disso, o aparecimento de sangue nas fezes pode também estar relacionado a outros fatores, como:

  • Prisão de ventre:

Esse quadro é  super comum nos bebês, especialmente quando eles começam a se alimentar com leite que não é o materno, além de outras comidas que possuem poucas fibras. Isso dificulta a saída das fezes, causando machucados na pele fina do ânus do bebê, fazendo com que o sangue saia nas fezes;

  • Fissura no ânus:

Isso pode ser o resultado da prisão de ventre, que torna as fezes endurecidas. Quando elas são eliminadas, acabam gerando pequenas fissuras que sangram quando as fezes passam pelo local.

  • Leite de vaca:

Ainda que não seja amamentado diariamente com leite de vaca, o bebê pode acabar desenvolvendo uma reação alérgica ao leite. Isso pode ocasionar o surgimento se sangue nas fezes, tanto na forma de gomo ou tirinhas, o que deixa o cocô do neném escurecido e com um cheiro mais forte;

  • Assadura:

A presença do sangue das assaduras pode ser confundido com o sangue nas fezes. Portanto, deve-se observar com atenção de onde o sangue está vindo, além de verificar a sua cor. Caso seja vermelho vivo, é bem provável que o motivo seja as assaduras.

Além disso: caso o sangue nas fezes seja acompanhado de febre e diarreia, o mais indicado é levar o bebê ao pediatra o quanto antes. Se for um caso de prisão de ventre ou fissuras anais, é recomendado que o bebê tome bastante água, além de frutas ricas em fibras.

Confira o vídeo que separei para você sobre o assunto:

O que pode ser sangue nas fezes durante a gravidez?

No caso de gravidez, é bastante comum que surjam hemorroidas e também fissuras anais. Esses dois fatores podem ser os causadores desse quadro. No entanto, pode ser que a causa seja uma úlcera gástrica ou então um pólipo intestinal.

É preciso observar como o sangue tem surgido, bem como se existem outros sintomas. É recomendado consultar um médico o quanto antes caso você note:

  • Altas quantidades de sangue nas fezes;
  • Febre e diarreia;
  • Alguma doença manifestada nos últimos dias;
  • Sangramento anal mesmo sem evacuar.

A consulta frequente ao médico é sempre o mais recomendável. Nos casos de sangramento nas fezes, ainda mais. Geralmente, os fatores causadores são simples e seu tratamento é rápido. De qualquer forma, ainda que seja algo mais grave, quanto antes for tratado, melhores serão as chances de se recuperar rapidamente.

Confira o vídeo a seguir, relacionado a esse tema, para aprender ainda mais:

Para mais conteúdo, clique aqui.

🥇 Gravidez Ectópica: O que é? Quais os cuidados necessários? Saiba AQUI! 🤔

Olá meninas! Todas sabemos que a gravidez é o momento mais bonito na vida da mulher. Afinal, nesse período o corpo da mulher se transforma. Dessa forma, ele leva nove meses para compreender todo o processo pelo qual está passando.

Aliás, nesse período, a gestante vai descobrindo novas sensações, antes nunca sentidas. É sem dúvida alguma, um processo de redescoberta, tanto do corpo quanto da mente.

Durante esses nove meses a mulher é colocada à prova de uma forma intensa. Ela descobre aos poucos um sentimento nobre, puro, que ela nunca tinha imaginado antes. Esse sentimento se destina a alguém que ela ainda nem conhece, mas que, desde que soube da sua existência, passou a ser a pessoa mais importante desse mundo.

A gestação é algo bastante emocionante. Infelizmente, não são todas as gestações que seguem a forma comum, com o óvulo sendo fecundado dentro do útero. Além da gravidez convencional, existe ainda um outro modo que também acontece, chamado de Gravidez Ectópica.

Ela se dá quando acontece de o óvulo ser fertilizado fora do útero. Isso faz com que seja um período bastante delicado para a mãe. Existem tratamentos capazes de reverter esse quadro, e é exatamente isso que o artigo de hoje irá abordar. Além, é claro, de muitas outras informações sobre esta condição. Vamos lá?

O que é Gravidez Ectópica?

A Gravidez Ectópica ocorre quando o óvulo não é fecundado no útero. Geralmente, nesse caso, ele é fecundado nas trompas de Falópio, mas também é possível que ocorra em outros lugares também.

Esse tipo de gravidez é bastante fácil de ser detectada, pois possui sintomas específicos. No entanto, trata-se de uma gravidez bem mais delicada, que precisa ser acompanhada frequentemente pelo médico responsável, para que ele possa acompanhar a saúde da mãe e do bebê. O médico, aliás, deverá recomendar as medidas e os medicamentos necessários para que o feto consiga se formar completamente, sem que apresente sequelas no futuro.

Na maioria dos casos, para esse tipo de gravidez, o procedimento de retirada do bebê é feito por meio da cesariana.

Quais são os sintomas da Gravidez Ectópica?

Os sintomas apresentados nos casos de Gravidez Ectópica são facilmente percebidos, pois, além dos sintomas de uma gravidez normal, a mulher sente dores e alterações no corpo que não são comuns em uma gestação normal.

Dessa forma, você pode identificar uma Gravidez Ectópica quando a mulher apresenta os seguintes sintomas:

  • Sangramentos;
  • Dores intensas no abdômen, principalmente em apenas um lado da barriga;
  • Sensação de peso sobre a vagina;
  • Dores no útero;
  • Inchaço no abdômen;
  • Exame Beta HCG pode dar um resultado negativo, o que pode parecer que a mulher não está grávida. Nesse caso, é recomendado a realização de um ultrassom para confirmar a gravidez.

Quando a mulher apresentar esses sintomas, seguindo dos sintomas comuns à gestação, como sono, apetite maior, enjoo, vômito, dores pelo corpo e ausência de menstruação é importante se atentar. Ainda que o teste de gravidez seja negativo, é preciso ir ao médico para que seja feito um exame de ultrassom. Dessa forma, é possível confirmar seguramente se é ou não o caso de Gravidez Ectópica.

Confira o vídeo que separei para você sobre o assunto:

Até quando pode ocorrer a Gravidez Ectópica?

Quando a gravidez da mulher ocorre  na forma Ectópica, ela é descoberta até a 14ª semana (quando o embrião ainda não se desenvolveu). Nesse caso, o médico poderá prescrever medicamentos que ajudem a ida do feto para o útero, salvando o embrião.

No entanto, isso vai depender de onde está sendo realizada essa gestação. Se for em um local mais complicado, a única solução pode ser um aborto espontâneo. Nesse caso, ele é feito com os devidos medicamentos e é possível somente até a 8ª semana. Caso a gestação passe de 14 semanas, a possibilidade de salvar o embrião é inexistente. Nesse caso é preciso realizar uma cirurgia para a retirada do feto.

Se a mulher tiver Gravidez Ectópica, ela poderá engravidar novamente?

Sim. Caso uma mulher tenha tido uma Gravidez Ectópica, poderá engravidar novamente, desde que seja feito o acompanhamento médico. Nesse caso, ela terá que fazer uso de medicamentos que evitarão uma nova fecundação fora do útero.

A gravidez vai acontecer de forma natural, sem que haja a necessidade de tratamentos para aumentar a fertilidade.

Quais são os fatores de risco para uma Gravidez Ectópica?

Até hoje, não é possível dizer exatamente o que causa a Gravidez Ectópica. No entanto, existem alguns fatores que contribuem para que ela ocorra. É preciso se atentar às informações abaixo, para que você possa diminuir os riscos de uma Gravidez Ectópica.

Os principais fatores que contribuem para uma Gravidez Ectópica são:

  • Gravidez Ectópica prévia;
  • Estar com as trompas infeccionadas ou inflamadas;
  • Tabagismo;
  • Problemas hormonais;
  • Engravidar depois dos 35 anos;
  • Histórico de endometriose;
  • DST’s anteriores;
  • Utilização incorreta do DIU;
  • Gravidez, mesmo depois de ter realizado uma laqueadura;
  • Problemas de infertilidade;
  • Falta de acompanhamento médico.

É preciso observar de perto esses fatores no momento em que a mulher pretenda engravidar. Afinal, com a ajuda do médico, será possível usar corretamente os medicamentos para que ela possa ter uma gestação normal, sem demais complicações.

Nos casos em que foram diagnosticadas Gravidezes Ectópicas, quando no começo, cerca de 60% das mulheres conseguiram manter a gestação de forma normal, sem a necessidade de realizar tratamentos para engravidar.

No entanto, é preciso estar sempre acompanhada de um médico, para que ele possa avaliar a real condição da mãe, da gravidez e, dessa forma, consiga evitar uma nova Gravidez Ectópica.

Esse artigo foi feito pensando nas futuras mamães e nas mulheres que pretendem engravidar. É sempre muito importante se atentar aos fatores de risco. O principal deles é o tabagismo, que é extremamente prejudicial ao bebê. Não somente porque pode causar a gravidez ectópica, mas principalmente porque irá afetar o bebê.

É preciso estar ciente que, durante a gestação, seu corpo não é apenas seu, mas também do seu bebê. Portanto, tudo o que você come, bebe ou utiliza, chega até o feto, seja bom ou ruim. Seja como for, é sempre extremamente importante fazer um acompanhamento com seu médico. Dessa forma, além de prevenir a Gravidez Ectópica, você ainda garantirá uma gestação completamente saudável.

Confira o vídeo a seguir, relacionado a esse tema, para aprender ainda mais:

Para mais conteúdo, clique aqui.

🥇 Fibromialgia: O que é, Causas e Tratamentos – Saiba tudo AQUI! 🤔

Olá meninas! Hoje o assunto é Fibromialgia. Provavelmente você é ou então você conhece alguém que está sempre com dores no corpo. O grande problema é que, por não ter diagnóstico ou nenhum motivo aparente, pode parecer que não se trata de nada sério, Pelo menos nada que precise de uma atenção médica.

Aí é que mora o perigo. Muitas pessoas acabam até achando que a outra pessoa está inventando dores, mas isso é uma tremenda injustiça. Isso porque a Fibromialgia é uma doença silenciosa, que ainda não tem cura e não é muito conhecida pelas pessoas.

Talvez o nome não pareça tão estranho assim, ainda mais se você acompanha as notícias e está sempre sendo informada de alguém que teve de se afastar das atividades devido à Fibromialgia. Pois então, este texto tem o objetivo de esclarecer um pouco mais sobre essa doença, para que você possa se informar ainda mais sobre ela.

Se você não sabe do que se trata, ou então deseja saber ainda mais, esse texto é para você. Basta acompanhar até o final para saber tudo sobre esse mal silencioso, que é a fibromialgia. Vamos lá?

O que é a Fibromialgia?

A Fibromialgia é uma doença crônica e isso, infelizmente, significa que ela não tem cura. Mas isso não quer dizer que as pessoas que tem essa doença tenham que ficar sofrendo. O ideal é que o diagnóstico seja feito de forma rápida, quanto mais cedo melhor. Isso irá facilitar a investigação dos médicos por métodos que possam aliviar as dores o quanto antes.

A dor principal da Fibromialgia atinge todo o corpo. Isso faz com que as pessoas que sofrem com essa doença fiquem impossibilitadas de desempenhar as atividades que costumavam fazer antes.

Qual é o diagnóstico da Fibromialgia?

O diagnóstico da Fibromialgia pode levar até mesmo anos para ser realizado. Isso acontece porque mesmo os exames não fazem com que seja fácil detectar algo anormal acontecendo. Muitas vezes esse quadro deixa os médicos até mesmo sem saber o verdadeiro motivo das dores.

Dessa forma, não é possível diagnosticar de onde vem as fortes dores que os pacientes sentem. No entanto, isso não quer dizer que a pessoa terá que viver sem saber o que tem. Ocorre que, mediante algumas consultas e analisando os sintomas relatados pelos pacientes, o médico poderá chegar ao diagnóstico da Fibromialgia.

Portanto, quanto antes ele for feito,mais facilmente o paciente irá se adaptar à doença, se acostumar com o tratamento e amenizar os efeitos dele. Tratamento este, aliás, que deverá ser feito pelo resto da vida.

Trata-se de uma doença não escolhe sexo nem idade. Ou seja, pessoas que qualquer faixa etária podem sofrer com ela. No entanto,  os casos de Fibromialgia são mais comuns em pessoas entre 30 e 50 anos de idade. Mas ela também pode se desenvolver em crianças, que deverão realizar um tratamento adequado. Dessa forma, as dores dessa doença poderão ser aliviadas.

A Fibromialgia é uma doença curável?

Infelizmente, não. A Fibromialgia ainda não tem cura. Ainda assim, seu tratamento é extremamente eficaz e as pessoas conseguem levar uma vida normal, mesmo portando a doença.

No entanto, vale ressaltar que, às vezes, as dores podem ser tão fortes que nem os medicamentos são capazes de amenizar o sofrimento dos pacientes. Nesses casos, é necessário procurar o seu médico responsável. Dessa forma, ele poderá recomendar um analgésico que seja mais potente e adequado para esse caso.

Quais são os sintomas da Fibromialgia?

Por muitos anos, era extremamente difícil diagnosticar essa doença. Muitas pessoas acreditavam que as dores que os pacientes sentiam não eram reais. Isso porque não eram capazes de identificar o que estava causando dor neles. Contudo, hoje em dia já é bem mais fácil conseguir um diagnóstico preciso. Isso se deve aos sintomas da Fibromialgia, que foram descobertos ao longo dos anos, como:

  • Dores nas articulações, nos músculos, e em todo o corpo. Isso sem apresentar nenhuma causa específica, como batidas, acidentes, e outros motivos que possam ser os causadores dessas dores;
  • Cansaço. A pessoa apresentar um cansaço excessivo quando realiza pequenas atividades físicas, ficando sem disposição para fazer qualquer coisa;
  • Perda de concentração, de foco, e alguns problemas de memória;
  • Dores na cabeça que continuam por muito tempo, mesmo depois de ter tomado remédio;
  • Dormência e formigamento nas mãos e nos pés;
  • Palpitações;
  • Problemas de sono.

Quais são as causas da Fibromialgia?

Não existe nenhuma causa  que seja específica da Fibromialgia. Ainda assim, existem algumas pessoas que se encontram em grupos de risco, como no caso das mulheres com idade entre 30 e 50 anos. Afinal, essa é a faixa etária na qual mais se identificam os casos de Fibromialgia.

Contudo, essa doença pode ser causada por três fatores:

Genética – Isso significa que, caso alguém da sua família tenha essa doença, é bastante provável que você seja diagnosticado com a Fibromialgia. As chances são maiores do que com qualquer outra pessoa;

Infecções e doenças causadas por vírus – Nesse caso, a Fibromialgia pode ser causada por essas doenças virais.

Sedentarismo, problemas de sono, má alimentação e falta de atividades físicas – Esses fatores também já foram assimilados às pessoas que apresentaram essa doença.

Qual é o tratamento para a Fibromialgia?

O tratamento da Fibromialgia é uma combinação de diversos tratamentos. Isso porque, além do remédio para aliviar as dores, também é feito todo um trabalho de fisioterapia, além de um plano de atividades moderadas, para que os músculos não sejam forçados.

As massagens e a acupuntura também são bastante indicadas para o tratamento da Fibromialgia. Isso porque elas conseguem relaxar o corpo. Com isso, os músculos ficam mais soltos, leves e menos tensos, o que faz com que as dores, quando ocorrem, ocorram em menor intensidade.

Para que o paciente possa ter uma vida normal, mesmo depois de ter sido diagnosticado, também são recomendadas terapia ocupacional e a prática de alguns métodos que ajudem a aliviar o stress e a diminuir a quantidade de pensamentos negativos.

O mais importante de tudo é não desanimar nunca. Muitas pessoas, por saberem que é uma doença incurável, acabam tomando o diagnóstico como uma sentença de morte, mas a verdade está longe disso. É totalmente possível conviver com a doença e sem sentir dor a todo momento. Basta receber o diagnóstico o quanto antes e trabalhar no tratamento. Lembre-se que você é muito mais forte do que pensa.

Confira o vídeo a seguir, relacionado a esse tema, para aprender ainda mais:

Para mais conteúdo, clique aqui.

🥇 Dieta DASH – Tudo o que você precisa saber sobre essa dieta! 🤔

Olá meninas! Hoje o assunto é muito interessante: a dieta DASH. Tenho certeza que vai ser de grande ajuda para você!

Primeiramente, o nome dessa dieta provém da sua sigla em inglês: Dietary Approaches to Stop Hypertension (DASH). Ela pode ser caracterizada como a estratégia alimentar mais recomendada para a prevenção ou a redução da pressão alta.

Além disso, também costuma ser muito útil no processo de perda de peso. Sem contar que é indicada para enfrentar com sucesso o tratamento das síndromes metabólicas onde coexistem obesidade, hipertensão, diabetes e até mesmo outras patologias.

Independentemente do objetivo que você almeja para incorporar esse tipo de alimentação, é fundamental saber exatamente no que consiste a dieta DASH. Portanto, se você não sabe do que se trata ou quer saber ainda mais, esse artigo foi feito para você!

Basta acompanhar até o final ara ficar sabendo tudo sobre a dieta DASH. Vamos lá?

Em que consiste a dieta DASH?

As práticas que compõem a dieta DASH não são super complexas. Na verdade, trata-se de uma maneira  mais saudável de se alimentar. Em suma, as principais características da dieta DASH são:

  • Possui altos níveis de fibras, potássio, cálcio e magnésio. Por esse motivo, o recomendado é consumir regularmente e em quantidades adequadas os grãos inteiros, as frutas e os legumes.
  • É uma dieta pobre em sódio e açúcares refinados. No entanto, é rica em alimentos frescos e se propõe a evitar alimentos processados, que são ​​ricos em sal e açúcar.
  • Dispõe de fitoquímicos com efeito antioxidante, em grandes quantidades. Especialmente de flavonoides, carotenos de todos os tipos e fitosteróis, que são derivadas de alimentos vegetais, como legumes, sementes e frutos secos.
  • É uma dieta pobre em gorduras saturadas e colesterol. Isso porque incorpora peixe e carne magra de aves como amais importante fonte de proteína. Além disso, produtos lácteos desnatados e, em pequena quantidade, carnes vermelhas magras. Além disso, dificilmente oferece fontes de gorduras trans. Afinal, com toda a disposição de produtos naturais, pode-se evitar os alimentos processados.

Essas são as características principais da dieta DASH: é uma dieta rica em grãos integrais, legumes, frutas e vegetais. Além de produtos lácteos desnatados e carnes magras, especialmente no caso de peixes e aves.

Quais os benefícios da dieta DASH?

Algo que não pode ser ignorado neste tipo de dieta é que ela não somente é capaz de abrandar como também de prevenir a hipertensão. Além disso, também pode trazer outros benefícios pela proposta da ingestão de alimentos naturais. Eles ajudam a obter nutrientes como potássio, magnésio e cálcio e também a reduzir outros dos processados, tais como sódio e a gorduras trans.

Aliás, especialistas avaliaram e analisaram 38 dietas populares em todo o mundo e criaram um ranking com cada uma delas. Pois saiba que ano após ano a dieta DASH é eleita a melhor dieta do mundo. Isso não é pouca coisa, hein?

Dieta DASH é a melhor para emagrecer segundo especialista

De acordo com um grupo de especialistas, a Dieta DASH é a forma mais saudável e eficaz de perder peso. Isso porque ela é  bastante segura e ajuda a prevenir a diabetes e algumas outras doenças metabólicas e cardiovasculares.

Primeiramente, a melhor dieta é você quem escolhe. Pois, além da eficácia e dos cuidados de saúde, deve considerar as características pessoais de cada um. Portanto, uma ótima alternativa para perder peso e também para prevenir doenças é a DASH.

Segurança e eficácia

Ainda que a dieta DASH não seja a mais popular dentre todas as dietas, ela foi escolhida pela a sua segurança e pela sua eficácia como a dieta número um entre as 38 alternativas para perder peso e cuidar da saúde.

 

A Dieta DASH – Por que é adequada para quem tem pressão alta?

Ela foi desenvolvida para controlar a pressão arterial elevada e se baseia na ingestão de grãos integrais, frutas, legumes, laticínios com pouca gordura e carnes magras.

Além de encorajar também o consumo de leguminosas, sementes e nozes. É importante frisar que recomenda-se o baixo consumo de sal.

A DASH não é uma das “dietas da moda“, nem apresenta embasamento científico. No entanto, essa dieta é um incrível recurso para prevenir e reduzir a pressão arterial elevada.

A dieta DASH se baseia, principalmente, na ingestão de frutas, vegetais e produtos lácteos com baixo teor de gordura. Além disso, ela inclui gordura em quantidades moderadas e encoraja a baixa ingestão de gordura saturada e colesterol.

Esse plano alimentar também é acompanhado por uma redução significativa na quantidade de sal ingerido.

Como fazer a dieta DASH?

Começar a dieta DASH é super fácil e exige pouco trabalho para criar um plano alimentar saudável. Basta seguir algumas dicas:

  • Use condimentos, ervas e especiarias para substituir o sal dos alimentos e da mesa.
  • Procure deixar de lado as carnes defumadas, salsichas, enlatadas, processadas ou conservadas. Dê preferência a carnes magras, frango sem pele ou então peixe.
  • Sirva-se de porções moderadas durante as refeições principais e quando for fazer um lanche.
  • Evite os alimentos congelados, pratos feitos e pizzas. Fuja das sopas em pacote, dos caldos prontos e dos molhos prontos para salada. Esses alimentos geralmente estão carregados de sódio.
  • Comece o dia com um café da manhã saudável, com cereais de baixo teor de sódio e sem adição de sal.
  • Procure cozinhar o macarrão, o arroz e os outros alimentos sem acrescentar sal e prepare as refeições sempre em sua casa. Afinal, as misturas pré-cozidas contêm um alto teor de sódio.
  • Procure escolher legumes frescos ou congelados, com o rótulo e sem adição de sal.

Prefira a água em vez de refrigerantes com alto teor de açúcar.

  • Quando for comer longe de casa, retire o saleiro da mesa e evite molhos como ketchup, maionese ou outros molhos.
  • Limite o seu consumo de fast-food e alimentos processados, pois eles são ricos em sal.

Como você pode ver, basta seguir estas dicas para controlar não somente a pressão arterial e a diabetes, mas levar uma vida bastante saudável. Afinal, uma alimentação saudável favorece o seu corpo, seu coração e regula os níveis de colesterol e de glicose

A dieta DASH é uma das melhores opções no tratamento e na prevenção de diversos problemas de saúde. No entanto, também é preciso complementar essa estratégia com um estilo de vida saudável. Basta incluir atividades físicas, descanso, não fumar, reduzir o stress e evitar o álcool em excesso.

Confira o vídeo a seguir, relacionado a esse tema, para aprender ainda mais:

Para mais conteúdo, clique aqui.

🥇 Óleo de Peixe – O que é? Quais os seus benefícios? Saiba tudo AQUI! 🤔

Olá meninas! Estamos sempre buscando uma vida mais saudável, com mais proteínas e vitaminas, não é?  Para isso, muitas pessoas consomem mais suplementos alimentares. Eles prometem reposição dos nutrientes perdidos e alguns outros benefícios, como a perda de peso.

Um desses suplementos incríveis é o óleo de peixe. Ele é rico em vitaminas e minerais e traz benefícios não somente para a saúde, mas para o uso cosmético. Afinal, ele é capaz de melhorar a beleza, atuando de dentro para fora.

Se você procura um suplemento alimentar que te ajuda em vários aspectos, definitivamente precisa descobrir o óleo de peixe. Tenho certeza que esse artigo será de grande ajuda para você, minha amiga leitora! Quer descobrir tudo sobre esse suplemento? É só ficar comigo até o final do testo. Vamos lá?!

 

O que é o óleo de peixe?

O óleo de peixe é um tipo de gordura extraído de peixes marítimos como o salmão, o atum e o bacalhau. Ele possui diversas vitaminas e minerais em sua composição. Saiba que cada uma delas atua em diferentes partes do corpo, garantindo uma saúde de ferro.

Para você, minha amiga, ter uma ideia, o óleo de peixe contém:

  • Gorduras saturadas;
  • Gorduras poli-insaturadas;
  • Gorduras monoinsaturadas;
  • Vitaminas A, B6, B12, C;
  • Cálcio;
  • Ferro;
  • Magnésio;
  • Carboidratos;
  • Sódio.

Aliás, ele pode inclusive ajudar quando alguma delas estiver em falta, funcionando como uma suplementação ao organismo.

Confira o vídeo que separei para você sobre o assunto:

Quais os benefícios do óleo de peixe?

O óleo de peixe possui diversos benefícios à saúde. Ele auxilia, por exemplo, no tratamento de doenças graves, como o Alzheimer e o mal de Parkinson. Além disso, previne:

  • Doenças cardiovasculares, como ataques cardíacos e o AVC;
  • A diabetes;
  • O reumatismo;
  • E pode também reduzir a pressão arterial.

Além disso tudo, o consumo frequente de óleo de peixe:

  • Melhora as funções cognitivas;
  • Aumenta a saúde das unhas, dos cabelos e da pele;
  • E ajuda também a perder peso!

Veja agora um resumo dos seus principais componentes e os benefícios de cada um deles:

Ômega 3

O óleo de peixe é extremamente rico em ômega 3. Esse componente aumenta a saúde dos olhos, protegendo-os contra a degeneração macular (DMRI). Essa doença causa a perda do centro do campo de visão e pode acontecer tanto de forma seca (quando o centro da retina acaba se deteriorando), como na variedade úmida (na qual vasos sanguíneos com vazamentos se espalham sobre a retina).

Ao consumir o óleo de peixe, você previne, também a síndrome do olho seco. Essa é uma doença mais comum em mulheres de meia-idade ou então na fase da menopausa. Ela é caracterizada por olhos secos, avermelhados e inflamados, que se tornam bastante sensíveis à luz.

O ômega 3 presente no óleo de peixe ajuda também a fortalecer o sistema imunológico, prevenindo o surgimento de doenças mais comuns, como resfriados, tosses e gripes.

Colesterol bom

O óleo de peixe vem se mostrando bastante eficiente também na proteção do sistema cardiovascular, visto que diminui os níveis de LDL, conhecido como colesterol ruim e dos triglicérides. Além disso, ele aumenta a concentração de HDL, chamado de colesterol bom, no organismo.

Essa combinação poderosa limpa as artérias, retirando os coágulos e prevenindo algumas doenças como derrames, AVC, infartos e também arritmias cardíacas.

Colágeno

Ao consumir óleo de peixe regularmente, você estimula a produção de colágeno. Ele é o responsável por deixar suas unhas, sua pele e seus cabelos bonitos e saudáveis. O colágeno devolve a eles a força e evita que eles se tornem quebradiços e sem vida.

Serotonina

Além de todos os benefícios já vistos, o consumo de óleo de peixe ajuda ainda a aumentar os níveis de serotonina, que é o hormônio da felicidade. Quando está presente em níveis adequados, a serotonina diminui os sintomas da depressão, da ansiedade e também os ataques de pânico, além de ajudar no combate ao stress.

O que é o ômega 3 e porque ele é tão importante?

Como você pôde perceber, em boa parte desse texto eu falei sobre o ômega 3, que está presente em grandes quantidades no óleo de peixe. Mas, afinal de contas, o que é esse composto e porque ele é tão importante para a saúde?

O ômega 3 é considerado um conjunto de gorduras que são encontradas somente em alguns peixes de água fria, como o salmão, a cavala, o atum, o arenque e a sardinha. É importante frisar que o Ômega 3 não é produzido pelo corpo humano.

Ele é formado por ácidos graxos poli-insaturados, e é considerado um incrível anti-inflamatório. Além disso, ele produz uma substância benéfica ao sistema cardiovascular e ao sistema circulatório, além de ter uma ação antioxidante e de ser ótimo para a memória.

O óleo de peixe emagrece?

A resposta mais rápida para a pergunta é: sim. Ele, de fato, ajuda a emagrecer. Aliás, isso ocorre porque ele tem ação antioxidante e também é capaz de exercer controle sobre o apetite e os picos de queda de insulina.

Além disso, o óleo de peixe reduz a frequência com que a pessoa sente vontade de comer doces. Isso, com toda a certeza, ajuda no controle do peso.

Entretanto, ele não é capaz de fazer milagres sozinho. Para que o óleo de peixe te ajude no emagrecimento, você precisa adotar uma dieta equilibrada e praticar exercícios com regularidade. Por meio dessa combinação, você vai começar a perceber os resultados em até um mês!

O óleo de peixe é seguro? Tem efeitos colaterais?

Por ser um produto totalmente natural, sem conservantes nem compostos artificiais, ele pode ser usado por praticamente qualquer pessoa. Basta querer uma vida mais saudável.

Porém, como todos os produtos, ainda que naturais, o óleo de peixe tem alguns efeitos colaterais. Geralmente eles estão relacionados ao consumo excessivo dele, e podem causar problemas como diarreia, vômito e cólicas abdominais.

Como tomar o óleo de peixe?

Para que você possa aproveitar todos os benefícios que o óleo de peixe pode oferecer, é preciso usar o produto seguindo sempre a orientação do fabricante e respeitando a dosagem diária recomendada.

Portanto, o aconselhável é tomar até duas cápsulas de um grama cada, diariamente, até 20 minutos antes do almoço ou do jantar, totalizando dois gramas diários. Dessa forma você não correrá nenhum risco de efeito colateral e estará colaborando para uma vida muito mais saudável.

Confira o vídeo a seguir, relacionado a esse tema, para aprender ainda mais:

Para mais conteúdo, clique aqui.

🥇 Cisto no Ovário – Saiba TUDO aqui! 🤔

Olá meninas! Hoje vou falar sobre um assunto super importante a todas nós, mulheres: O cisto no ovário.  Esse é um problema bastante comum nas mulheres, especialmente nas mulheres que ainda estão em seu período fértil. O número de casos chega a 2 milhões por ano, aqui no Brasil. Ainda assim, esse problema causa enormes preocupações.

Um medo bastante comum das mulheres portadoras de cisto no ovário é que isso dificulte a gravidez ou até mesmo que isso as torne inférteis. No entanto, será que isso é realmente possível?

Se você quer saber a resposta dessa pergunta e esclarecer muitas outras dúvidas sobre esse problema, é só acompanhar esse artigo até o final. Vem comigo!

O que é o cisto no ovário?

O cisto no ovário é, de modo geral, uma bolsa contendo líquido que pode surgir dentro, fora ou sobre o ovário. Os cistos costumam aparecer quando existe um descontrole hormonal e isso não afeta a ovulação.

No geral, esses cistos se manifestam em mulheres na idade adulta, especialmente nas que estão entre os 20 e os 35 anos  e que tem alguma doença inflamatória pélvica ou então nas que são portadoras de endometriose.

Confira o vídeo que separei para você sobre o assunto:

Quais são os tipos de cistos?

Existem diversos tipos de cistos no ovário. O tipo de cisto irá influenciar nos exames necessários para o seu diagnóstico e também na forma como seu tratamento será feito. Veja agora todos os tipos:

Cisto folicular

Esse é o mais comum dentre os tipos de cistos. O cisto folicular se forma quando não existe ovulação e o folículo não libera o óculo, o que resulta na formação do cisto. Essas bolsas tem, geralmente, o tamanho máximo de 6%.

Além disso, grande parte das mulheres que possuem cistos foliculares costumam sentir dor. Para que possa ser descoberto, é necessário realizar um exame de ultrassom.

Cisto Lúteo

Esse tipo de cisto pode sofrer rompimento durante a menstruação e demorar até cerca de três meses para que possa desaparecer por completo.

Ele surge da seguinte forma: quando o folículo se rompe, o corpo passa a liberar hormônios com o intuito de preparar o corpo para que o óvulo seja fecundado. Quando isso não acontece, o corpo lúteo é descartado.

Em determinadas situações, esse corpo pode ficar cheio de sangue ou de fluído e entrar em expansão. Isso se transforma em um cisto, que pode atingir até 10 centímetros. Entretanto, esse tipo de cisto não manifesta sintomas.

Cisto hemorrágico

O cisto hemorrágico surge no ovário e pode aparecer ou desaparecer de forma natural no intervalo entre os ciclos menstruais.

De modo geral, não é preciso ser feito nenhum tratamento. Porém, quando acontecem situações graves, é preciso realizar uma intervenção cirúrgica.

Quais são os sintomas dos cistos no ovário?

Ainda que a maioria dos cistos passe despercebida, algumas mulheres chegam a sentir dores, que surgem durante as relações sexuais, além de inchaço no abdômen, dor ao ir ao banheiro e também dor pélvica.

Já em alguns outros casos, pode ocorrer uma torção ou ruptura, sangramento e também dor abdominal aguda.

Como é feito o tratamento dos cistos?

Geralmente, os cistos no ovário não necessitam de tratamento, pois desaparecem de forma natural. Só é preciso que seja feito um acompanhamento médico, até que o cisto possa ser eliminado de forma completa.

Entretanto, alguns casos necessitam de tratamento especializado, para que o cisto não cresça de forma descontrolada ou provoque até mesmo consequências mais sérias.

Portanto, pode ser recomendado que a mulher passe a tomar medicamentos anticoncepcionais, para que dessa forma possa impedir o aparecimento . Além disso, também pode se fazer necessária a realização de uma cirurgia, para que o cisto possa ser completamente removido.

Contudo, esse tipo de cirurgia é realizada somente em último caso, quando os outros tratamentos não apresentaram resultados significativos.

Como é feita a cirurgia para a retirada dos cistos no ovário?

A cirurgia para a remoção dos cistos no ovário é bastante delicada e só é prescrita em casos extremos. Ao longo desse procedimento, o médico remove apenas os cistos, sem que atinja os ovários.

No entanto,  caso seja detectada a presença de um tumor maligno durante os exames, pode ser necessária a retirada completa dos ovários, para que isso possa impedir que o câncer se espalhe para os outros órgãos saudáveis.

Cistos no ovário podem atrapalhar a gravidez?

O medo bastante comum de que os cistos no ovário tornem a gravidez mais difícil é o maior temor de se tornar infértil.

Porém, esse medo é injustificado na maioria dos casos. Afinal de contas, geralmente esses cistos desaparecem sozinhos e não há necessidade de intervenção cirúrgica.

Esses cistos provocam, no máximo, pequenos desconfortos, mas não influenciam na ovulação. É justamente isso o que faz  com que muitas mulheres convivam com os cistos por anos, sem nem desconfiar que os tem.

Em suma, os cistos podem dificultar que a mulher engravide, mas não impede que isso ocorra. Entretanto, caso a gravidez já esteja em curso, é preciso muita atenção ao tamanho do cisto, pois alguns deles podem provocar abortos.

Além do mais, os cistos considerados malignos podem colocar a vida da mãe e do bebê em risco, sendo necessário um acompanhamento médico durante todo o período da gravidez.

Qual a diferença entre cistos no ovário e ovário policístico?

Essa é uma dúvida super comum que muitas mulheres têm.  Acaba existindo uma confusão entre cistos no ovário e o quadro de ovário policístico.

Primeiramente, é importante esclarecer que se tratam de dois problemas bem diferentes. O cisto no ovário tem como principal característica uma única bolsa com conteúdo líquido. Já no que se refere à síndrome dos ovários policísticos (SOP), sua denominação é o quadro em que os ovários aumentam de tamanho e ficam repletos de bolsas contendo um material líquido ou semi-sólido.

As pessoas que tem a SOP pode sofrer, ainda, de transtornos físicos e desequilíbrios hormonais. Isso tudo pode ser tanto a causa quanto a consequência desta doença.

Além do mais, os ovários policísticos são um dos principais motivos pelos quais várias mulheres acabam tendo dificuldade para engravidar.

Como prevenir os cistos no ovário?

Para que você possa prevenir o surgimento de cistos no ovário, é preciso ir regularmente ao ginecologista, de preferência mensalmente ou, ao menos, a cada 6 meses.

Portanto, procure conversar com seu médico. Comente sobre qualquer sintoma que você venha a apresentar e faça exames regularmente. Caso você tenha endometriose ou o histórico de cistos no ovário, é recomendado o uso de anticoncepcionais regularmente. Dessa forma você poderá impedir o surgimento novos cistos.

Confira o vídeo a seguir, relacionado a esse tema, para aprender ainda mais:

Para mais conteúdo, clique aqui.

🥇 Prisão de Ventre – Saiba AQUI tudo sobre esse distúrbio! 🤔

Olá meninas! O assunto de hoje já é bem conhecido pela maioria das pessoas: prisão de ventre. Afinal, quem já não passou ou ouviu falar de alguém que passou por uma situação assim. Sentar-se ao vaso sanitário, fazer força e não conseguir evacuar.

Essa sensação é simplesmente terrível e muito mais comum do que parece. Aliás, milhares de pessoas sofrem desse distúrbio diariamente.

Ainda que não seja uma sentença de morte, a prisão de ventre pode ser um verdadeiro incômodo. Além disso, se não for devidamente tratada, ela pode evoluir para quadros mais sérios.

Se você não sabe o que é a prisão de ventre, ou então sabe e quer aprender ainda mais sobre isso, está no lugar certo. Nesse post você vai ficar por dentro do assunto e descobrir tudo sobre esse distúrbio que acomete milhares de pessoas. É só continuar comigo até o final desse artigo. Vamos lá?

O que é a prisão de ventre?

A prisão de ventre afeta cerca de 20% da população mundial, principalmente as mulheres e os idosos. Trata-se de um problema relativamente simples, mas que pode causar enormes desconfortos.

As pessoas que sofrem desse mal, geralmente não conseguem evacuar. Ou então, quando evacuam, o processo não é completo ou, ainda, é caracterizado por fezes endurecidas. Essa condição nada mais é do que o reflexo de uma má alimentação.

Como acontece a prisão de ventre?

Quando ingerimos os alimentos, eles passam pelo sistema digestivo. Enquanto isso, os nutrientes e a água, que estão presentes nesses alimentos são absorvidos de forma progressiva pelo corpo.

O que não pode ser aproveitado nesse processo, transforma-se no bolo fecal.  Ele então é expelido para fora do corpo, com o auxílio das contrações musculares da parede do intestino.

Quando essas contrações se enfraquecem, o material que não foi digerido acaba se acumulando no intestino. Isso faz com que a água, que está ali presente, seja reabsorvida e isso torna os resíduos endurecidos.

Confira o vídeo que separei para você sobre o assunto:

Quais são os tipos de prisão de ventre?

Principalmente caracterizada pela dificuldade de evacuar, a prisão de ventre se diferencia em alguns tipos, que são denominados devido às suas características e aos sintomas que causam.

Prisão de Ventre Orgânica/brutal

Nesse tipo, o intestino acaba sofrendo um bloqueio mecânico devido à aderências, tumores no intestino, estreitamento do ânus ou devido a alguns processos inflamatórios.

Isso tudo ocorre quando o corpo sofre determinadas mudanças físicas. No entanto, esse tipo de prisão de ventre pode ocorrer devido ao uso de medicamentos, que favorecem a condição.

Prisão de Ventre Funcional/crônica

Nesse caso, a prisão de ventre surge devido aos maus hábitos intestinais e alimentares, distúrbios emocionais, sedentarismo, cólon irritável e também a colite espástica.

Esse tipo de problema não está associado à alterações de outras partes do sistema digestivo.

O que causa a prisão de ventre?

Primeiramente, de modo geral, a prisão de ventre está totalmente relacionada ao estilo de vida que uma pessoa leva. Ou seja, os principais motivos para desenvolver prisão de ventre são:

  • Consumir pouca água;
  • Não consumir quantidades suficientes de fibras;
  • Alimentar-se de muita proteína (principalmente consumir carne em excesso);
  • Consumir produtos ricos em amido;
  • Sedentarismo;
  • Fazer uso de alguns medicamentos que tem a prisão de ventre como efeito colateral.

Além disso, a prisão de ventre também pode aparecer devido a fatores psicológicos. Um exemplo bem comum disso é segurar a vontade de ir ao banheiro. Existem também os casos de não conseguir usar o sanitário fora de casa. Além desses fatores, sentar-se de maneira errada no vaso pode acabar piorando esse problema.

Entretanto, existem algumas doenças que acabam facilitando o surgimento da prisão de ventre, como a síndrome do intestino irritável, a diabetes e também o hipotireoidismo.

Passar grandes períodos com febre, estar com parasitas intestinais, ter diverticulite, fazer uso indiscriminado de laxantes ou então sofrer de colite também são fatores que facilitam o surgimento da prisão de ventre.

Quem tem mais chance de sofrer com prisão de ventre?

Ainda que esse problema afete praticamente todas as pessoas, nas mais diferentes idades, existem alguns grupos que  tem uma maior facilidade para desenvolver esse problema. Veja quais são eles:

Mulheres

Algumas mulheres desenvolvem a prisão de ventre durante o período menstrual. Isso se deve aos hormônios sexuais femininos. Além disso, a gravidez e a menopausa também são facilitadoras da prisão de ventre.

Durante a gravidez, o útero acaba pressionando o reto e a parte inferior do cólon. Isso prejudica a saúde do trânsito intestinal.

Além disso, as mulheres também costumam apresentar bastante timidez em usar o banheiro fora de casa. Por isso, muitas delas acabam facilitando o surgimento da prisão de ventre.

Idosos

Em relação aos mais velhos, o sedentarismo e o uso de certos remédios favorecem o quadro de prisão de ventre.

Pessoas com hipotireoidismo

Nas pessoas que apresentam hipotireoidismo, os baixos níveis do hormônio produzido pela tireoide prejudicam o movimento do intestino grosso. Isso torna a digestão mais lenta e facilita o surgimento da prisão de ventre.

Diabéticos

Diabéticos também podem sofrer com a prisão de ventre, especialmente os que não mantém seus níveis glicêmicos devidamente controlados.

Isso pode ocorrer porque a doença afeta os nervos do corpo e isso pode influenciar os estímulos recebidos pelo intestino.

Pessoas que usam alguns tipos de medicamentos

Pessoas que utilizam frequentemente medicamentos como analgésicos e antidepressivos também podem sofrer com a prisão de ventre.

Quais são os sintomas da prisão de ventre?

As pessoas que sofrem de prisão de ventre, geralmente precisam fazer um esforço excessivo para conseguirem evacuar. Além disso, os principais sintomas são:

  • Fezes ressecadas e endurecidas;
  • Sensação de evacuação incompleta;
  • Bastante dor ao evacuar.
  • Gases;
  • Indisposição;
  • Mau humor ;
  • distúrbios digestivos.

Como tratar a prisão de ventre?

O tratamento da prisão de ventre, em grande parte dos casos, não necessita do uso de medicamentos.  Geralmente é feita apenas uma mudança de determinados hábitos alimentares e de vida. Separei as principais formas de tratar a prisão de ventre, olha só:

Beba bastante líquido

Beber muita água ajuda na diminuição da frequência com que a prisão de ventre surge. Afinal de contas, 80% das fezes são compostas de água. No entanto, é muito importante tomar cuidado com o excesso de bebidas com cafeína e bebidas alcoólicas, pois elas provocam desidratação. Isso, consequentemente, pode facilmente levar a um quadro de prisão de ventre.

Consuma mais fibras

As fibras são extremamente importantes para combater a prisão de ventre, pois elas ajudam na formação do bolo fecal.

Portanto, considere aumentar o consumo de:

  • Frutas, como a ameixa e o mamão;
  • Legumes e verduras;
  • Cereais integrais, como semente de linhaça, aveia ou pão integral.

O ideal mesmo é consumir todos esses alimentos diariamente. Dessa forma você irá mobilizar o bolo fecal e combater a prisão de ventre de forma saudável.

Ademais, procure evitar:

  • Alimentos ricos em amido;
  • Alimentos processados;
  • Consumir laticínios em excesso;
  • Alimentos gordurosos ou muito apimentados;
  • Fazer dietas à base de proteínas.

Todos esses alimentos, além de apresentarem baixo teor de fibras, também irritam a mucosa intestinal e deixam o pH do intestino bastante ácido, o que acaba dificultando o seu funcionamento como um todo.

Confira o vídeo a seguir, relacionado a esse tema, para aprender ainda mais:

🥇 Endometriose: Saiba AQUI tudo sobre esta doença 🤔

A endometriose é um problema muito comum entre as mulheres. Ela afeta principalmente as mais jovens e que estão em se período fértil. Ela é considerada uma doença comum, que afeta cerca de 2 milhões de mulheres anualmente no Brasil.

Suas marcas registradas são a dor e as cólicas intensas. A endometriose pode surgir depois da primeira menstruação e causar enormes danos à qualidade de vida da mulher, devido a todo esse desconforto.

Apesar de ser bastante comum, muitas mulheres não entendem o que é a endometriose e as formas de conviver ou até mesmo de tratar essa doença.

Se você não sabe o que é a endometriose, ou já sabe, mas quer aprender ainda mais, você veio ao lugar certo! É só continuar comigo até o final desse artigo para que você possa aprender tudo sobre o assunto. Vem comigo!

O que é a endometriose?

A endometriose surge quando o endométrio, que é o tecido que recobre a parte interna do útero, cresce de forma descontrolada.

Quando a gravidez não ocorre, o endométrio descama e é eliminado na menstruação. Entretanto, quando ele cresce em demasia, acaba se acumulando em outros locais do sistema reprodutor feminino, como nos ovários e nas  trompas, o que caracteriza a endometriose.

Em suma, ela é um distúrbio no qual o tecido que geralmente reveste o útero, cresce fora do útero.

Confira o vídeo que separei para você sobre o assunto:

Quais os tipos de endometriose?

Ainda que se caracterize pelo crescimento exagerado do endométrio, a endometriose possui tipos diferentes, que influenciam não somente a área atingida pelo tecido estranho, como também os efeitos que são provocados por essa doença. Veja agora todos os tipos:

Endometriose profunda

Esse é o tipo mais grave de endometriose. Os seus sintomas são bastante intensos e frequentes, além de acontecer a formação de nódulos que afetam o reto, os órgãos genitais e até mesmo o intestino.

As mulheres que sofrem de endometriose profunda, aliás, tem maiores chances de se tornarem inférteis, devido ao seu nível de gravidade. Além disso, acabar com os sangramentos intensos é bem difícil, o que gera muitos riscos.

Endometriose ovariana

Nesse caso, o sangue que fica alojado nos ovários a cada ciclo menstrual forma pequenos ciclos, que vão crescendo todos os meses.

Esse crescimento prejudica a fertilidade feminina.  Por esse motivo é super importante procurar as opções de tratamento rapidamente. Apesar disso, em diversos casos, não é necessário fazer a retirada dos cistos para que o problema se resolva.

Endometriose superficial

Nesse tipo de endometriose, que é o mais leve de todos, são formadas pequenas lesões na região da pélvis. Apesar de ser o tipo mais leve, seu diagnóstico é mais difícil, justamente pelo dato de atingir uma região mais superficial.

Dessa forma, boa parte das mulheres que sofrem de endometriose superficial acabam descobrindo o problema somente depois de realizar algum procedimento cirúrgico.

Apesar de não ser classificada como um tipo grave da doença, depois que for diagnosticado é preciso  o acompanhamento constante com um ginecologista.

Endometriose septo reto-vaginal

Esse tipo de endometriose é bastante raro e afeta a região localizada entre o reto e a vagina.Esse tipo é tão difícil de ser diagnosticado que ainda existem bem poucas informações sobre como o endométrio chega até esse local.

Endometriose de parede

Esse tipo de endometriose aparece geralmente depois de uma cirurgia. É caracterizado pela formação de cistos na região próxima à área onde o procedimento foi realizado.

Endometriose pulmonar ou pleural

Este também é um caso bastante raro de endometriose, no qual há o comprometimento dos vasos sanguíneos localizados no pulmão, o que gera tosse com sangue.

Quais os fatores de risco para a endometriose?

A endometriose pode surgir mais facilmente nas mulheres com casos dessa doença na família. Pesquisas realizadas recentemente apontam que em 51% dos casos de endometriose, as mulheres diagnosticadas possuíam irmãs ou mães com a mesma doença.

Além disso, existem também outros fatores que podem contribuir para o desenvolvimento dessa doença, como os ciclos menstruais irregulares, os períodos menstruais com duração maior do que sete dias, não ter passado por nenhuma gravidez ou, ainda, apresentar algum tipo de anomalia no útero.

Como a endometriose pode ser classificada?

Além de ser dividida em diferentes tipos, a endometriose também pode ser classificada de acordo com a intensidade dos seus sintomas. Eles influenciam, inclusive, na forma como ela vai ser tratada.

No caso de endometriose leve, as dores e sintomas da doença costumam ser bem fracos e suportados com facilidade. Ou seja, não é preciso o uso de medicamentos para que a doença seja controlada.

Quanto às mulheres que sofrem com endometriose moderada, geralmente é preciso o uso frequente de medicamentos, para que possam aliviar os sintomas.

Já no caso das mulheres que precisam lidar com a endometriose severa, as dores são tão intensas que nem mesmo o uso de medicamentos é capaz de resolver.

O que pode causar a endometriose?

Alguns eventos podem desencadear a endometriose, como a menstruação retrógrada. Nesse caso, o fluxo sanguíneo proveniente da menstruação percorre um caminho que acaba sendo levado às tubas uterinas, vazando para os ovários ou e até mesmo para os intestinos.

Além disso, os problemas que afetam o sistema imunológico também podem facilitar o surgimento da doença. Afinal, o organismo, que estava funcionando de forma inadequada, passa a produzir as células do endométrio em locais onde elas não deveriam estar presentes.

Quais são os sintomas da endometriose?

Quando se pensa em endometriose, o primeiro sintoma que vem à mente é a dor, e esse pensamento está super correto. Aliás, saiba que 60% das mulheres que possuem endometriose relatam cólicas menstruais intensas e frequentes.

No entanto, a doença não causa apenas cólicas muito fortes. A endometriose manifesta outros sintomas, como:

  • Dores abdominais muito fortes no período pré-menstrual;
  • Sensação constante de cansaço;
  • Sangramento intenso e abundante durante o período de menstruação;
  • Presença de nódulos ou cistos.

Além disso, pode também surgir uma sensação de dor ao urinar, constipação e dor intestinal. Além disso, náuseas e vômitos durante as crises mais intensas de dor.

A endometriose tem cura?

Infelizmente, não. Por ser um problema crônico, é necessário o tratamento por toda a vida fértil da uma mulher.

Os médicos podem também sugerir, por exemplo, alguns procedimentos cirúrgicos (se o quadro for muito grave). Ou então, o uso de alguns medicamentos para o tratamento a longo prazo.

Além disso, também pode ser necessária a utilização de analgésicos e anti-inflamatórios. Eles são usados para combater as dores frequentes. Além disso, pode ser recomendado o uso de métodos anticoncepcionais, como a pílula ou o DIU.

Confira o vídeo a seguir, relacionado a esse tema, para aprender ainda mais:

Para mais conteúdo, clique aqui.

🥇 Colite – Saiba AQUI tudo sobre essa doença 🤔

Olá meninas! Você sabia que sentir dores na região do abdômen é algo bem comum? Sabia que isso afeta tanto os homens quanto as mulheres? Pois é. Algumas vezes, o incômodo nessa região é provocado pelo acúmulo de gases.

Já em outros casos, é a menstruação a responsável por provocar essas dores. Elas passam rapidamente e necessitam apenas do uso de analgésicos simples. Em alguns casos, somente o repouso já é o necessário para resolver esse problema.

No entanto, em outros casos, essa dor se torna algo tão frequente que pode ser um alerta de que alguma coisa mais séria está acontecendo. Saiba que uma das causadoras mais comuns é a colite.

Você já ouviu falar dessa doença? Conhece seus sintomas e sabe como tratá-la? Não? Então é só continuar comigo até o final desse artigo para aprender tudo sobre a colite.

    

O que é a colite?

A colite é uma doença inflamatória que geralmente atinge uma ou mais camadas do cólon e provoca disfunções em seu funcionamento.

Aliás, qualquer alteração no funcionamento dessa estrutura pode ser considerada um tipo de colite. Ela provoca sintomas bastante sérios, além de variar seus graus de intensidade.

Quais são os tipos de colite?

Assim como a maioria das doenças, a colite possui diferentes tipos, com sintomas diversos. Veja agora cada um desses tipos:

Colite ulcerativa

É o tipo de colite mais comum e ocorre quando o sistema imunológico de uma pessoa acaba atacando as bactérias do trato digestivo. É considerada uma doença crônica. A pessoa diagnosticada com esse tipo de colite, geralmente lida com períodos onde a doença é aguda. Mas também apresenta períodos de remissão, no qual os sintomas são poucos ou praticamente inexistentes.

As pessoas que sofrem com a colite ulcerativa costumam apresentar inflamações e ulcerações que vão desde o início do reto até a camada mais superficial do cólon. Além disso, essas pessoas apresentam constantes diarreias e dores abdominais.

Colite isquêmica

Essa doença ocorre quando o fluxo sanguíneo que deveria ir para o cólon é cortado ou restringido. Ela é provocada pelos coágulos de sangue.

Esse tipo de colite pode ser provocado por aterosclerose na região do cólon ou então outra doenças como a vasculite, a hérnia, a diabetes, o câncer de cólon, a desidratação ou então pode ser provocada pelo uso de certos medicamentos.

Essa doença ocorre com maior frequência no lado esquerdo do cólon e causa diarreia, dores abdominais, além de sangramento intestinal.

Colite provocada por infecção viral

Nesse caso, a doença é provocada por um vírus que se aloja na região do cólon e pode ser contraído por meio de relações sexuais sem uso de preservativo, transfusões de sangue ou então o contato com saliva, urina ou gotículas respiratórias.

Enterocolite

Esse tipo de colite é provocado por infecções bacterianas ou virais, por medicamentos ou até mesmo por intoxicação alimentar, e pode atingir o intestino grosso ou o delgado.

Pessoas que sofrem com a enterocolite podem apresentar diarreia, dores abdominais e febre, além de náusea e vômitos.

Colite pseudomembranosa

Essa doença se deve a um desequilíbrio entre as bactérias boas e ruins que ficam no intestino. Nesse caso, o uso de antibióticos ou de outros remédios pode eliminar as bactérias boas, o que provoca infecções.

No caso de colite pseudomembranosa, o paciente pode apresentar como sintomas a diarreia e o surgimento de placas esbranquiçadas no interior do cólon.

Colite nervosa

Esse tipo de colite é chamado também de síndrome do intestino irritável. Ela é o resultado de uma dieta pobre em fibras ou, ainda, pode ser provocada devido a um quadro de stress elevado. Ela é considerada uma doença crônica e pode piorar, de acordo com a alimentação e também durante o ciclo menstrual.

Colite microscópica

Este é um dos tipos mais raros de colite e se dá, geralmente, em pacientes com mais de 60 anos e está quase sempre associada a casos de doenças autoimunes. Ela pode provocar diversos sintomas, como diarreia aquosa, dores abdominais e cólicas, perda de peso não intencional e náuseas.

Doença de Crohn

Esta é uma doença crônica que afeta principalmente a parte inferior do intestino delgado e do intestino grosso, podendo chegar a atingir todo o sistema digestivo.

Soa causa é desconhecida e ela não tem cura. A doença de Crohn pode ser controlada, e apresenta como principais sintomas a diarreia, a dor abdominal, a febre, a fraqueza e a perda de peso. Ela é bem mais frequente em pessoas entre 20 e 30 anos.

Colite alérgica em crianças

Esse tipo de colite pode afetar crianças com menos de um ano. Ela é provocada por uma alergia ao leite de vaca ou de soja e seu surgimento é mais comum em crianças que ainda estão sendo amamentadas com o leite materno.

Colite hemorrágica

Ela é provocada por uma bactéria. No caso dessa doença, a pessoa sofre com um quadro de diarreia sanguinolenta e dor abdominal bastante intensa.

O que causa a colite?

Os fatores causadores da colite variam de acordo com o tipo de colite, embora grande parte dos casos ela seja desconhecida. Entretanto, existem algumas causas possíveis:

  • Infecções agudas e crônicas, causadas por vírus e parasitas;
  • intoxicação alimentar causada por bactérias;
  • Síndrome do intestino irritável;
  • Baixa circulação sanguínea;
  • Radiação passada para o intestino grosso.

Como é transmitida a colite?

De modo geral, a colite não é transmissível. Isso só ocorre quando ela é causada por algumas infecções virais. Nesses casos, o vírus que é o causador da doença pode ser transmitido através de relações sexuais, transfusões de sangue, saliva, fezes, leite materno, urina e também gotículas vindas das vidas respiratórias.

Quem pode desenvolver colite?

A colite é uma doença que afeta tanto homens quanto mulheres. Entretanto, ela é mais comum em pessoas com idade entre 15 e 35 anos. Ou, ainda, entre os 60 e os 80 anos.

Além disso, o fator genético também pode facilitar o surgimento dessa doença, assim como os fatores ambientais (como a poluição do ar) e algumas dietas. Os fatores emocionais, como o stress em excesso e os desequilíbrios emocionais contribuem para agravar a situação.

Quais os sintomas da colite?

No caso da colite, os sintomas variam de acordo com a extensão do problema e também do local afetado.

Entretanto, as pessoas que sofrem com essa doença podem apresentar esses principais sintomas: dilatação abdominal, dor abdominal frequente ou recorrente, fezes com sangue, calafrios, necessidade constante de evacuar, desidratação, diarreia, febre e aumento de flatulência ao longo do dia.

Como a colite é tratada?

Ainda que seu tratamento varie de acordo com o tipo de colite diagnosticada pelo médico, as principais medidas envolvem uma alimentação saudável, incluindo os probióticos , a ingestão de muita água e também o uso de medicamentos que são destinados ao combate das dores e que amenizam os sintomas.

Confira o vídeo a seguir, relacionado a esse tema, para aprender ainda mais:

Para mais conteúdo, clique aqui.

🥇 Truvada – Saiba TUDO sobre este medicamento 🤔

O que é HIV?

O HIV é uma sigla em inglês para o Vírus da Imunodeficiência Humana, que é o causador da AIDS. O vírus age infectando o sistema imunológico, que é responsável por defender o corpo de doenças.

Nos dias atuais, ter HIV e ter AIDS não significam a mesma coisa. Muitas pessoas são portadoras do vírus HIV, no entanto, não apresentam os sintomas nem chegam a desenvolver a AIDS. Entretanto, é necessário muito cuidado, pois, mesmo sem ter AIDS, a pessoa pode transmitir o HIV.

Ainda não existe cura para o HIV, mas atualmente já existem ótimos medicamentos para reduzir a progressão dessa doença. Esses remédios diminuíram significativamente o número de mortes, no entanto, não é um tratamento fácil e é muito importante tomar diversos cuidados.

Qualquer pessoa corre o risco de ser infectada pelo HIV, pois ele pode ser contraído:

  • Através do sexo vaginal sem camisinha;
  • Através do sexo anal sem camisinha;
  • Através do sexo oral sem camisinha;
  • Através do uso da mesma seringa por mais de uma pessoa;
  • Através da transfusão de sangue contaminado;
  • Através da mãe infectada, que pode transmitir para o filho durante a gravidez, no parto ou na amamentação;
  • Através do uso de instrumentos que podem furar ou cortar a pele que não estejam esterilizados.

Vale lembrar: É muito importante fazer o teste frequentemente e nunca fazer sexo sem proteção.

Como ocorre o desenvolvimento da doença?

O HIV evolui para Aids quando não é feito o tratamento e a imunidade do corpo diminui gradativamente. Mesmo sem que haja o aparecimento dos sintomas, o vírus continua se multiplicando e atacando as células de defesa do corpo. As medicações de combate à AIDS têm a função de impedir a evolução da doença para aids.

Uma pessoa pode estar com HIV, sendo soropositiva, e não apresentar um comprometimento do sistema imunológico, podendo viver normalmente sem manifestar sintomas ou chegar a desenvolver a AIDS.

Sintomas

Grande parte das pessoas apresentam sintomas com os de resfriado cerca de um ou dois meses depois da exposição. Essa fase primária, ou aguda, pode perdurar por algumas semanas e é bastante perigosa. Afinal, ela pode acabar não recebendo a devida atenção e a carga viral nesta fase é bem alta, de modo que o vírus começa a se espalhar facilmente. No entanto, após esse período, os sintomas podem simplesmente desaparecer por anos antes do HIV poder ser diagnosticado.

Alguns sintomas mais comuns em pessoas infectadas com o vírus a pouco tempo:

  • Febre, mal-estar e tosse;
  • Manchas vermelhas pelo corpo;
  • Aumento dos linfonodos, ou ínguas;
  • Dores de cabeça, nos músculos e articulações;
  • Problemas na pele;
  • Calafrios com dor de garganta;
  • Úlceras na boca ou na parte genital;
  • Diarreia.

Caso você apresente estes sintomas e ainda não tenha sido diagnosticado, é preciso procurar um médico o mais rápido possível e solicitar um exame.

Como são feitos os testes?

Primeiramente, saiba que existem diversos tipos de teste capazes de detectar a presença do vírus no organismo. São eles:

Testes convencionais: primeiramente é colhida uma amostra do sangue em busca de anticorpos contra o HIV. Se for encontrado algum anti-HIV no sangue, então é necessário a realização de um teste adicional.

Teste rápido: ele funciona da mesma forma que o teste convencional, no entanto, o resultado sai no mesmo dia. O tempo estimado para o resultado é de 30 minutos até 2 horas depois do exame.

Fluído oral: essa é uma nova modalidade de testagem, na qual a amostra é coletada do fluido da boca, das gengivas e da mucosa da bochecha, através de uma haste coletora. O resultado sai em 30 minutos.

Testes confirmatórios: nesse caso são feitos exames Western Blot, o Teste de Imunofluorescência indireta para o HIV-1 e o Imunoblot.

Tratamento

Primeiramente, quando é iniciado o tratamento, é preciso estar ciente de que ele não pode ser interrompido sem motivo grave e que as medicações devem ser tomadas exatamente na forma que foram prescritas. Se for feito de forma irregular, o tratamento irá falhar e fazer com que surjam vírus ainda mais resistentes.

Os medicamentos agem de diversas formas durante os ciclos de multiplicação do HIV, para que possam evitar novos vírus e a destruição das células imunológicas. Ademais, existe uma medicação para cada fase do ciclo, de modo a garantir que o tratamento seja mais eficaz. Ainda não há nenhuma medicação que seja capaz de destruir os vírus existentes.

Conheça o Truvada

Truvada é um medicamento destinado à prevenção e tratamento do HIV e da AIDS. O uso deste medicamento tem aumentado exponencialmente, pois ainda existem muitas pessoas que continuam a fazer sexo sem camisinha. Se uma pessoa fizer sexo com uma pessoa soropositivo sem usar preservativo, ela deve ir ao posto de saúde mais próximo, o mais rápido possível, para que possa conseguir o Truvada e fazer o uso do medicamento.

No entanto, não há 100% de certeza de que o Truvada irá bloquear a multiplicação desse vírus no organismo. A única forma realmente eficaz na luta contra o HIV/AIDS é com o devido uso da camisinha. O Truvada age impedindo que o vírus se multiplique pelo resto do corpo. Isso permite que a pessoa não fique de fato infectada e possa seguir sua vida normalmente, sem o risco de ter o vírus ou então passar o vírus para outras pessoas.

O Truvada contém em sua fórmula Emtricitabina e Tenofovir disoproxil, que possuem propriedades antirretrovirais. O Truvada é bastante indicado para pessoas com alto risco de contaminação, como parceiros de pessoas soropositivas, médicos, enfermeiros, dentistas, profissionais do sexo e pessoas que trocam de parceiros com bastante frequência ou então que usam drogas injetáveis.

O Truvada deve ser uma última opção, e não uma forma de prevenção. É preciso estar sempre atento.

Quais os efeitos colaterais do Truvada?

Ele pode causar:

  • Dor de cabeça;
  • Tontura;
  • Vômito;
  • Gases;
  • Diarreia;
  • Náusea;
  • Inchaço;
  • Coceira da pele;
  • Dores no estômago;
  • Urticárias;
  • Cansaço extremo;
  • Muita dificuldade de dormir;
  • Confusão mental;
  • Infarto.

Quais as contraindicações do Truvada?

Este medicamento é contraindicado para menores de 18 anos, pessoas com alergia à emtricitabina, ao tenofovir disoproxil fumarato ou a outros componentes da sua fórmula. Já no que se refere à gestantes ou lactantes, pessoas que tenham problemas ou doenças nos rins ou fígado, hepatites crônicas de tipo B ou C, pessoas obesas, pessoas com diabetes, colesterol alto ou maiores de 65 anos, essas pessoas precisam de orientação médica.

Truvada  no SUS

Desde o mês de maio de 2017, o SUS fornece esse medicamento para as pessoas dos grupos de risco. Basta ir a um posto de saúde, fazer o cadastro e aguardar a liberação do medicamento. Entretanto, o SUS reforça que a melhor garantia contra a AIDS é sempre o uso da camisinha.

Fazer a compra desse remédio não é fácil, pois a distribuição é feita pelo SUS e, além disso, ele não é  comercializado no Brasil. Entretanto, existem farmácias online em que é possível encontrar o Truvada.

Como tomar?

A maioria dos médicos recomenda, para o caso dos adultos, uma combinação com outros medicamentos. A dosagem e o tempo de tratamento devem ser prescritas por um médico. Porém, normalmente, é indicado tomar 1 comprimido ao dia.

Confira o vídeo a seguir, relacionado a esse tema, para aprender ainda mais:

Para mais conteúdo, clique aqui.

🥇 Chá branco – Saiba todos os seus benefícios! 🤔

O chá branco é extraído de uma planta chamada Camellia Sinesis, a mesma planta que origina o chá verde e o chá preto. Para conseguir obter o chá branco é necessário utilizar as folhas novas, colhidas antes de surgirem as flores.

Primeiramente, ele possui grande poder antioxidante, porque apresenta grandes quantidades de catequinas e pouca quantidade de cafeína. Além disso, o chá branco também ajuda na prevenção do câncer, doenças cerebrais degenerativas, emagrecimento, doenças cardiovasculares, apresenta ação anti-inflamatória, entre outros benefícios.

Sendo assim, além de você aproveitar um chá com sabor delicioso, você ainda cuida da sua saúde!

Chá preto, chá verde e chá branco

A diferença entre os chás branco, verde e preto está, sobretudo, no período da colheita e na forma de Modo de Preparo.

Chá preto

Ele surge das folhas mais velhas da Camellia sinesis, que sofre fermentação por um tempo maior do que as folhas do chá verde. Ele tem bastante cafeína e seu poder antioxidante é o menor dentre os 3 chás.

Chá verde

É extraído das folhas mais velhas do que as do chá branco, porém sem ter passado por um tempo de fermentação tão grande.  Portanto, a ação antioxidante é menor do que o branco, mas maior que a do chá preto, com grande quantidade de cafeína.

Chá branco

Ele é obtido das folhas mais novas e dos brotos colhidos antes das flores abrirem. Aliás, os brotos e folhas possuem uma cor levemente prateada e não sofrem processo de fermentação. Portanto, justamente por não ser obtido de fermentação, a ação antioxidante se torna mais forte. Dessa forma, as folhas e brotos são vaporizados de forma parcial e são secas ao ar livre à luz natural.

Primeiramente, se compararmos o chá verde com o chá branco, o número de catequinas do branco é maior. Isso é importante na prevenção de diversas doenças, mas o baixo teor de cafeína acaba diminuindo o seu poder emagrecedor.

O chá branco, aliás,  possui mais oxidantes que o chá preto, que tem a maior quantidade de cafeína dentre os 3, porém com menos benefícios.

Ainda que tenha pouca quantidade de cafeína, o consumo do chá branco não é indicado a pessoas que apresentam sensibilidade à cafeína, pois, ainda, estarão assim sujeitas aos efeitos colaterais.

Motivos para tomar o chá branco:

  • Ajuda a prevenir o câncer e as mudanças genéticas, devido ao seu poder antioxidante;
  • As catequinas diminuem os processos inflamatórios, principalmente os da cartilagem. Além disso, reduzem a velocidade de desgaste das articulações;
  • Ajuda a baixar o nível do colesterol ruim, diminuindo o risco de doenças cardiovasculares;
  • Traz bem-estar e relaxamento, agindo no cérebro e favorecendo o aumento a quantidade de ácido GABA, dopamina e serotonina;
  • Previne as doenças degenerativas devido à sua forte ação antioxidante;
  • Diminui a oxidação da retina e previne as doenças da retina;
  • Acelera o metabolismo;
  • Combate a retenção de líquidos;
  • Evita o envelhecimento precoce;
  • Previne a aterosclerose, limpando o colesterol da corrente sanguínea e relaxando os vasos sanguíneos, além de reduzir a pressão arterial;
  • Combate vírus e bactérias no corpo;
  • Age como antigripal e anti-inflamatório;
  • Combate os radicais livres;
  • Desincha e desintoxica;
  • Previne a formação de placas e de cáries nos dentes.

Confira o vídeo que separei para você sobre o assunto:

Chá branco emagrece?

O chá branco auxilia inegavelmente na perda de peso, mas essa perda não é tão grande comparando com o chá verde, pois o que ajuda a emagrecer é a cafeína, que não está presente em grandes quantidades nessa bebida.

No entanto, é possível sim emagrecer com o chá branco. Contudo, as pessoas que precisam emagrecer bastante, devem escolher um outro chá. Aliás, ele é muito benéfico para a prevenção de inúmeras doenças e também para melhorar o funcionamento do corpo.

Aumento do metabolismo

Para emagrecer, é indicado o consumo de 2 a 3 xícaras do chá por dia sem açúcar nem adoçante. O chá precisa ser tomado 1 hora antes ou então 1 hora depois das refeições, para que não diminua a quantidade de nutrientes absorvidos durante a alimentação.

Onde encontrar o chá branco?

Ele pode ser comprado em forma natural ou em cápsulas, e está disponível em mercados e farmácias de manipulação. Pode ser encontrado também em casas de produtos naturais, vendido a granel.

Como preparar o chá branco

Ingredientes: 300 ml de água, 3 g de folhas secas de chá branco

Modo de Preparo: Coloque a água em uma chaleira ou panela para ferver. Quando entrar em estado de ebulição, desligue o fogo e coloque o chá branco na água quente. Tampe e deixe descansar por 5 minutos. Depois, é só coar e tomar.

O chá pode ser tomado quente ou frio até 24 horas após o seu preparo.

Se preferir adoçar, utilize 1 colher de chá de mel para 1 xícara.

Se quiser, também, pode colocar canela na água antes de ferver.

Receitas com chá branco

Ele pode ser usado em receitas como sucos, vitaminas e gelatinas.

Chá branco com suco de Abacaxi para aumentar o metabolismo

Ingredientes: 200 ml de chá branco, ½ limão, 2 rodelas de abacaxi, 1 colher de raspas de gengibre.

Modo de Preparo: Misture todos os ingredientes no liquidificador, bata, coe e tome.

Gelatina de chá branco para aumentar o metabolismo

Ingredientes: 600 ml de água, 400 ml de chá branco, 2 caixas de gelatina de limão.

Modo de Preparo: Misture a água e o chá e dilua a gelatina. Depois é só levar a geladeira.

O chá branco pode ser comprado de forma natural ou então com sabor de limão e pêssego.

Chá branco com uvas

Ingredientes: 100 ml de chá branco, 8 uvas.

Modo de Preparo: Em um copo, amasse as uvas e coloque o chá por cima.

Use gelo se quiser.

Chá branco com frutas

Ingredientes: 1 l de chá branco, frutas de sua preferência picadas.

Modo de Preparo: Coloque tudo em uma jarra, misture e beba.

Chá branco com lichia

Ingredientes: lichia, água, chá branco em pó.

Modo de Preparo: Bata a água e a lichia no liquidificador adicionando 1 colher (chá) de chá branco.

Chá branco com hibisco

Ingredientes: 300 ml de água, folhas de chá branco, folhas de hibisco

Modo de Preparo: Coloque a água para ferver, desligue o fogo antes das primeiras bolhas aparecerem e coloque 1 colher com as folhas do chá branco e também 1 colher de folhas de hibisco. Depois coe e tome.

Contraindicações

O chá branco não deve ser tomado por grávidas e lactantes. Pessoas que apresentam hipertensão, úlceras gástricas, insônia e batimentos cardíacos irregulares podem tomar, mas com bastante cuidado.

Seu consumo excessivo também pode causar aumento da pressão, desordens gástricas, insônia, excitação do sistema nervoso, convulsões, delírios, cefaleia e taquicardia.

Confira o vídeo a seguir, relacionado a esse tema, para aprender ainda mais:

Para mais conteúdo, clique aqui.

🥇 Autismo – Saiba tudo sobre este transtorno 🤔

O autismo é um transtorno que se dá no desenvolvimento do sistema nervoso e prejudica a capacidade de interagir e de se comunicar, originando danos à linguagem e sociabilidade do indivíduo. Esse transtorno também recebe o nome de Transtorno do Espectro Autista (TEA), porque, como você verá adiante, existem diferentes graus e níveis de autismo, distribuídos dentro de um espectro. O autismo uma doença considerada comum, que afeta cerca de 150 mil pessoas por ano, aqui no Brasil.

O problema dessa doença envolve o preconceito que seus portadores sofrem. Os pacientes vítimas do autismo também sofrem nas mãos da sociedade, que estimula todo o tipo de discriminações devido à falta de informação. Visto que a enfermidade se manifesta desde a infância, essa questão também envolve a falta de preparo das escolas e creches. Existem diversos relatos de crianças autistas que sofrem bullying na escola por parte de seus próprios colegas. Todos nós sabemos que esse tipo de marginalização gera profundos traumas na psique de uma pessoa, muitas das vezes de forma irreversível.

Ainda não existem pesquisas conclusivas sobre qual é a causa do autismo. Alguns ponderam sobre as questões genéticas e hereditárias da doença, outros, no entanto, apontam uma disfunção no próprio sistema cerebral. Contudo, não existem conclusões precisas em nenhum dos dois lados. Isso leva a uma ignorância geral em relação a esse transtorno, o que consequentemente acaba agravando o problema do preconceito e também dificultando as pesquisas sobre os melhores métodos de tratamento e de uma eventual cura para esta doença.

Quais as características do Autismo?

Como visto anteriormente, o autismo é um transtorno que se manifesta desde o período da infância. A criança com autismo apresenta, sobretudo, dificuldade em socializar com as crianças de sua idade. No entanto, nem toda falta de sociabilidade pode ser relacionada diretamente a um quadro autista.

Muitas vezes, existe apenas uma grande timidez relacionada à personalidade da criança. É super importante procurar uma opinião médica antes que você chegue a um diagnóstico por conta própria. Os profissionais responsáveis pelo diagnóstico são os psicólogos e os psiquiatras.

Se você reconhecer alguns dos sintomas de autismo em seu filho ou filha, é importantíssimo levar a criança a um atendimento médico o quanto antes. Quanto mais cedo houver a confirmação do diagnóstico, mais chances a criança terá de levar uma vida saudável e ser um membro ativo na sociedade. Tudo isso é parte de um processo médico, que deve ser começado o mais cedo possível. Dessa forma, as chances de uma maior sociabilidade e comunicabilidade da criança serão bem maiores. Existem diversos casos que apontam para essa possibilidade. Tudo se inicia com o diagnóstico.

Quais os sintomas do autismo?

Primeiramente, é sempre muito importante se atentar aos sintomas e, caso a criança demonstre um ou mais deles, ela deve ser levada o quanto antes a um profissional da área.

Os sintomas do autismo abrangem o aspecto da comunicação e da sociabilidade da criança. Existem vários graus desse transtorno, e cada pessoa manifesta o autismo de diferentes formas. É preciso muita atenção para os seguintes comportamentos na sua criança:

  • Dificuldade em se relacionar com as outras pessoas, muitas vezes não conseguindo manter uma conversa ou o contato físico (abraços, beijos etc.);
  • Dificuldades na alfabetização, como quando a criança não consegue ler, escrever, desenhar. Em suma: quando não é capaz de se expressar de forma adequada utilizando os meios gráficos e verbais comuns;
  • Repetição de padrões de comportamento, como reorganizar brinquedos de forma constante, repetição de palavras, sons ou palmas com muita frequência;
  • Ataques de fúria, stress e raiva em situações de frustração de expectativas (por exemplo quando os brinquedos e objetos estão fora daquele padrão desejado, ou quando a criança é forçada a interagir com as outras).

Vale sempre lembrar que  é essencial saber a distinção entre esses sintomas em sua criança da mera timidez ou traços de uma personalidade mais introspectiva. Ademais, ignorar esses sintomas, ou então tratá-los com indiferença, como se fossem “frescura”, certamente irá piorar ainda mais a situação da criança e atrapalhar no tratamento.

Quais os graus de Autismo?

Existem três graus diferentes do autismo, sendo eles:

O primeiro nível, que é o menos grave, no qual a criança pode apresentar algumas dificuldades para interagir socialmente, no entanto sem prejuízo de comunicação, cuja funcionalidade irá depender da relação que a criança tem com a pessoa que está interagindo. Alguns outros traços de comportamento incluem inflexibilidade, dificuldades para estudar, dificuldade de planejamento e desorganização geral.

O segundo nível já traz alguns sintomas mais graves. A criança com autismo desse grau apresenta mais dificuldades para interagir socialmente, e não consegue interagir mesmo quando recebe apoio. Seu comportamento é ainda mais inflexível. As crianças com autismo nesse grau não lidam bem com mudanças que vão contra seus sistemas de organização pessoal. Além disso, costumam apresentar repetições mais frequente em seus comportamentos.

Já o terceiro grau é o mais grave desse espectro. Nesse grau de autismo, a criança tem sua comunicabilidade totalmente prejudicada. Essas crianças vivem de forma isolada das outras, abominam contato físico e tem um comportamento extremamente repetitivo.

Como é feito o tratamento do autismo?

Primeiramente, tudo de inicia pelo respeito à condição da criança. O tratamento não progredirá se for feito baseado em preconceito e ignorância. É fundamental respeitar a maneira de ver as coisas de seu filho ou filha autista. Caso ele/ela evite contato físico, é melhor não insistir, pois isso poderá agravar ainda mais a interatividade social da criança. Procure aceitar as orientações médicas de coração aberto, acompanhando sempre o tratamento de perto e colocando em prática tudo o que o profissional de saúde solicitar, de modo a criar um vínculo saudável com a criança. Dessa forma a criança também irá criar um vínculo saudável com a sociedade.

Antes de mais nada, é preciso entender que o autismo se manifesta de maneiras diferentes em cada indivíduo. Cada criança autista, portanto, tem um jeito de interagir e de se comunicar com as pessoas e o mundo ao seu redor. É muito importante que os pais se empenhem para entender esse comportamento em sua criança, para que possam ter uma boa relação com ela.

É muito importante destacar a seguinte informação: autismo não tem cura. O tratamento, no entanto, visa atacar os principais sintomas dessa doença e diminuí-los na medida do possível. A intervenção médica é principalmente psicológica, valendo-se cada vez menos de remédios à medida que o tratamento for progredindo. Outro ponto que é bem importante frisar é que os pais também devem fazer acompanhamento psicológico, tanto quanto a criança. Para que possam aprender a lidar com a situação da forma mais apropriada.

Confira o vídeo a seguir, relacionado a esse tema, para aprender ainda mais:

 

Para mais conteúdo, clique aqui.

🥇 Labirintite – O que é? Sintomas e Tratamento – Saiba TUDO aqui! 🤔

Olá meninas! O assunto de hoje é labirintite. Se você não sabe o que é, ou então sabe quer aprender ainda mais, é só ler esse artigo até o final. Vem comigo!

O que é labirintite?

A labirintite é um distúrbio que se caracteriza por uma inflamação na parte interna do ouvido, onde afeta os nervos que fazem a ligação dessa estrutura com o cérebro. Devido a essa proximidade com o cérebro, que é o órgão mais essencial do corpo humano, a labirintite é considerada um distúrbio bem séria e que afeta grande parte da população.

Além de prejudicar a audição, esse distúrbio também provoca episódios de vertigem e tontura. A explicação disso se deve ao fato de que a labirintite atinge a estrutura do vestíbulo, que é um conjunto de órgãos internos do ouvido, responsável por detectar movimentos corporais. Por esse motivo, uma vez que essa estrutura se compromete, ocorre o desequilíbrio corporal.

Essa estrutura também é muito conhecida como labirinto, daí a origem do nome desse distúrbio. O labirinto transmite informações ao cérebro acerca da posição do corpo por meio do movimento do líquido que está presente no interior dessa estrutura óssea.

O diagnóstico desse distúrbio é bastante problemático, pois os sintomas corriqueiros da labirintite não se limitam apenas a ela, podendo demonstrar outros quadros clínicos. Em grande parte dos casos, no entanto, a labirintite desaparece do mesmo jeito que apareceu: de uma hora para outra. O organismo se cura da inflamação e, com isso, a labirintite vai embora.

Se os sintomas persistirem por longos períodos de tempo, no entanto, um médico deverá ser consultado. Alguns medicamentos ajudam a controlar os sintomas mais sérios. Nos casos mais graves de labirintite, pode ser necessário realizar uma terapia de reabilitação vestibular. A função dessa terapia é fazer com que o equilíbrio e a saúde auditiva melhorem.

Confira o vídeo que separei para você sobre o assunto:

Qual a causa da labirintite?

A labirintite, como o próprio nome indica, é originada por uma inflamação na estrutura do labirinto. Essa inflamação se deve a uma infecção, em geral resultante de um resfriado ou uma gripe. Devido a isso, costuma-se que não existe nenhum fator hereditário relacionado à labirintite.

Contudo, a labirintite pode, de fato, ter uma conexão com fatores genéticos, mas somente em casos de extrema gravidade. Alguns exemplos são: o contato direto com componentes químicos fortes ou radioativos, distúrbios raros e outras ocorrências também improváveis.

Vale ressaltar que não existe uma causa única para a labirintite. A medicina, no entanto, relaciona a ocorrência da labirintite com diversos fatores de risco, geralmente relacionados a hábitos de vida comuns do ser humano.

A inflamação pode ser contraída devido à ação de organismos estranhos, como os vírus ou bactérias. Ou, ainda, ser causada por fatores emocionais e psicológicos, comumente relacionados a picos de stress e ansiedade.

Os principais fatores de risco para desenvolver labirintite incluem:

  • Consumo excessivo de substâncias como álcool, tabaco, café e determinados medicamentos;
  • Hábitos alimentares inadequados;
  • Altos níveis de ácido úrico, colesterol ou triglicérides;
  • Hipertensão;
  • Diabetes;
  • Idade avançada.

Como resultado disso, um dos principais meios de prevenir a labirintite é ter uma dieta saudável e balanceada. Aliás, manter uma dieta equilibrada  ajuda tanto na prevenção quanto no tratamento dessa condição. Uma dica muito valiosa é evitar o consumo em excesso de bebidas alcoólicas, doces, frituras gordurosas e carboidratos.

Quais os sintomas da Labirintite?

O sintoma mais conhecido desse distúrbio é a sensação de vertigem, que ocorre de uma hora para outra. No entanto, caso o quadro se agrave, existem outros sintomas que podem se manifestar.

Entre esses sintomas mais graves, podem ocorrer:

  • Enjoos;
  • Vômitos;
  • Sudorese excessiva;
  • Sensação constante de desequilíbrio;
  • Zumbido;
  • Audição prejudicada e sensivelmente diminuída;
  • Complicações no sistema gastrointestinal;
  • Queda de cabelo;
  • Perda da audição (apenas nos casos gravíssimos).

Como é feito o tratamento da Labirintite?

Primeiramente, antes de iniciar o tratamento propriamente dito, é necessário ter um diagnóstico médico confiável de que você apresenta esse distúrbio.

Como já frisei anteriormente, vale relembrar que os sintomas característicos da labirintite não são exclusivo dela, podendo sinalizar outra enfermidade. Por isso, caso haja de suspeita de labirintite, procure sempre uma segunda opinião médica, além da realização de uma bateria de exames, para confirmar, de fato, o diagnóstico.

Isso é bem importante porque, geralmente, os medicamentos para tratar a labirintite tem fortes ações no organismo. Os efeitos colaterais dos medicamentos podem provocar ainda mais complicações, além dos sintomas inicialmente sentidos, como excesso de tremor nas mãos.

Portanto, o tratamento desse distúrbio só pode ser realizado com a medicação prescrita por um profissional de saúde, depois de uma avaliação criteriosa.

Quando ocorre o influxo de bactérias, é comum o médico prescrever o uso de antibióticos, que devem sempre ser ministrados com muita cautela. No caso de uma infecção viral, eles costumam ser destruídos de forma autônoma e sem necessidade de interferência, sendo necessários apenas remédios para controlarem os sintomas.

De modo geral, o corpo tende a resolver a labirintite natural e autonomamente. Portanto, o procedimento comum do médico é acompanhar o caso do seu paciente, tratando os sintomas e também aguardando a resposta do organismo.

Quando o organismo não reage de forma espontânea, o médico recorre à prescrição de alguns medicamentos mais fortes, como corticoides, anti-histamínicos, além de uma série de sedativos. Vale ressaltar que esses remédios possuem diversos efeitos colaterais e só podem ser tomados de forma estritamente controlada por um profissional da área.

O que fazer em casos de crise de labirintite?

Primeiramente, é fundamental que o paciente procure manter a calma e a serenidade durante as crises. Evite agitar o corpo de forma abrupta, pois isso poderá piorar a crise. Em seguida, procure se apoiar em algum encosto (pode ser uma cadeira, um sofá etc.) e aguarde até que haja o desaparecimento dos sintomas.

Se você não tiver como se sentar, procure fixar o olhar em um ponto específico. Essa técnica geralmente ajuda a recobrar um pouco do seu equilíbrio. Não hesite e busque ajuda para que você possa encontrar um local calmo até que os sintomas desapareçam.

Como já mencionei, a labirintite é um distúrbio que pode ter graves e duradouros sintomas a longo prazo, caso não seja tratada de forma adequada.

A medicação deve sempre ser adequada para a gravidade do caso, conforme ocorre a recuperação ou não do corpo de forma independente. Não use remédios por conta, pois o risco de uma surdez é muito grande!Procure sempre um médico para que possa ter o diagnóstico, bem como a prescrição correta.

Confira o vídeo a seguir, relacionado a esse tema, para aprender ainda mais:

Para mais conteúdo, clique aqui.

🥇 Polifenóis – O que são? Saiba todas as suas vantagens! 🤔

Todos buscamos uma melhor qualidade de vida, para que possamos ter uma vida mais saudável e duradoura, certo? Aliás, um dos pontos mais importantes a serem levados em conta é a alimentação. Não é possível levar uma vida saudável sem que você tenha uma alimentação balanceada, rica em todos os nutrientes necessários. Portanto, uma alimentação correta faz verdadeiros milagres no o seu dia a dia. Ela melhora o bem-estar, a animação e confere aquele sentimento de corpo descansado e revigorado. Afinal, como podemos almejar uma vida de boa qualidade, se levamos uma dieta inadequada, composta de hábitos alimentares nada saudáveis?

Para falar a verdade, a falta de uma dieta devidamente balanceada causa uma série de danos à saúde do corpo. Primeiramente, de não receber os nutrientes que precisa para a manutenção das atividades diárias, o corpo precisará gastar mais energia do que tem. Isso produz aquela conhecida sensação de cansaço constante. No entanto, vale lembrar também que, caso você se exceda do outro lado, consumindo alimentos ricos em gordura ou transgênicos, isso irá prejudicar igualmente a sua saúde, fazendo com que você ganhe muito peso e viva com uma constante sensação de mal-estar.

Para não viver com esse constante incômodo, basta evitar os dois extremos. Como dizia Aristóteles, a virtude está na moderação. Com toda a certeza isso vale também para a alimentação. Nessa busca constante por uma vida mais saudável, o que você não pode deixar faltar na sua dieta são os polifenóis.

O que são os polifenóis?

Com certeza você já ouviu falar dos polifenóis. Segundo a definição da química orgânica, os polifenóis são substâncias que contém uma ou mais hidroxilas ligadas a um anel aromático. Os polifenóis são encontrados em abundância nas plantas, como cacau e também em diversas ervas medicinais. Existem vários estudos que apontam uma correlação direta entre os benefícios para a saúde do nosso organismo e o consumo dos polifenóis na alimentação diária.

Dente vários dos seus benefícios e propriedades terapêuticas, pode-se citar o estímulo da ação antioxidante no corpo, o que combate os radicais livres. Além disso, a ingestão de polifenóis também garante um estoque maior de energia armazenada no corpo. Saiba que isso é de suma importância para as pessoas que sofrem os efeitos negativos dos hábitos alimentares ruins, como o cansaço e o desânimo constantes. Muitas vezes, uma simples mudança na dieta pode resolver o problema de uma vez por todas, sem grandes esforços. Aliás, o consumo dos polifenóis é bastante indicado para as pessoas que querem emagrecer e precisam de uma quantidade maior de energia para que possa praticar atividades físicas.

Confira o vídeo que separei para você sobre o assunto:

Para que servem os polifenóis?

Entre as principais vantagens que eles trazem, pode-se considerar em primeiro o já mencionado ganho de energia para o corpo, que contribui de forma direta  para o aumento da disposição diária. Além disso, outra função extremamente importante dos polifenóis inclui também a já citada contribuição para que o corpo tenha uma ação antioxidante. Aliás, os polifenóis são vistos como um tipo de antioxidante natural.

Ademais, não se pode deixar de mencionar sua atuação na prevenção de determinadas doenças, como o câncer, a diabetes e a osteoporose. Os polifenóis também trazem benefícios para a dieta de pessoas que sofrem de doenças cardiovasculares. Por último, mas não menos importante, os polifenóis são ótimos aliados de quem quer perder peso e precisa de mais disposição e energia para que possa realizar atividades físicas.

Quais são os alimentos ricos em polifenóis?

É possível alcançar toda essa lista de benefícios simplesmente consumindo alimentos ricos em polifenóis. Ou então, até mesmo consumindo suplementos alimentares, como detalharei melhor no próximo e último tópico desse artigo. Por terem uma variação muito grande em sua classificação, podendo ser diferenciados em mais de 500 tipos distintos, os polifenóis estão presentes em grandes quantidades de alimentos. Isso significa que não é preciso fazer uma mudança radical na sua alimentação para que você possa incluir esses nutrientes na dieta. Aliás, muito deles, provavelmente, você já consome e não tem nem noção disso.

Os principais alimentos que são extremamente ricos em polifenóis são:

  • Amora;
  • Ameixa;
  • Alcachofra;
  • Chocolate amargo ou meio amargo;
  • Maçã;
  • Iogurte de soja;
  • Diversas nozes;
  • Espinafre;
  • Cebola roxa;
  • Farinha de linhaça.

Existem também alguns temperos que contêm grandes quantidades de polifenóis. São eles:

  • Cacau em pó;
  • Cúrcuma;
  • Orégano mexicano desidratado;
  • Cravo da Índia.

Finalmente, existem ainda algumas bebidas  que são ricas em polifenóis. São elas:

  • Café;
  • Chá verde;
  • Vinho tinto.

Conheça o VITAL 4K

Se a sua mudança na dieta não se mostrar suficiente, você também pode optar pelo consumo de um suplemento alimentar. Existem diversas alternativas no mercado. No entanto, vou deixar a dica de um deles a você, minha amiga leitora: o VITAL 4K.

Primeiramente, o VITAL 4K é um suplemento feito com uma fórmula totalmente natural e rica em polifenóis. O suplemento age a fim de estimular o organismo, pois fornece um aumento da energia e, como consequência disso, aumenta a disposição para que você possa realizar tranquilamente as atividades de seu dia a dia. Posso citar como efeito colateral positivo a ação oxidante dele, que é extremamente benéfica ao corpo. Isso porque estimula a perda de peso de forma natural e, portanto, totalmente segura.

Ele é feito à base de cafeína e taurina, e também é rico em vitaminas e minerais. Além disso, tem a vantagem de não conter açúcar nem glúten. O VITAL 4K é um produto que vem em pó e é indicado para o preparo de um composto líquido, que vem no sabor morango e cranberry.

Cada pote do suplemento tem 300 gramas e ele rende, em média, 60 porções.

O VITAL 4K só pode ser adquirido em seu site oficial.  A notícia ainda melhor é que você tem preços promocionais comprando mais de uma unidade e o frete dele é gratuito para todo o Brasil. Além disso, esse suplemento também tem uma garantia de satisfação, no período de 30 dias. Esse é o prazo para que você possa pedir o reembolso do dinheiro que investiu, caso o resultado não te agrade nesse período. Ou seja, você só tem vantagens, afinal, não tem nada a perder com essa incrível garantia. Mas eu tenho certeza que você vai sentir os resultados do VITAL 4K muito antes de terminar esse período.

Existem vários depoimentos de clientes super satisfeitos. Várias mães relatam um aumento enorme de energia, que agora pode ser gasta brincando com os filhos e também indo para a academia.

Confira o vídeo a seguir, relacionado a esse tema, para aprender ainda mais:

Para mais conteúdo, clique aqui.

🥇 Psoríase – O que é, Causas e Tratamentos 🤔

Primeiramente, a psoríase é uma doença que atinge diretamente o sistema imunológico do organismo. Seu principal sintoma é o surgimento de uma irritação na pele com a formação de escamas e também manchas secas. Ela pode se espalhar por todo o corpo e afetar até mesmo unhas e articulações.

Essas lesões tendem a afetar especialmente a raiz dos cabelos, os cotovelos e os joelhos, formando cascas esbranquiçadas. É uma patologia crônica, que pode ser causada por uma série de fatores. Entretanto, acredita-se, atualmente, que ela tenha algo em comum com um fator genético.

No entanto, existem outros fatores que podem desencadear o aparecimento da psoríase. Eles incluem stress, infecções e baixas temperaturas. Aliás, durante períodos como o inverno, as manchas características podem ressurgir, após um período em latência. O stress é tido como um dos principais fatores agravantes dessa doença, bem com o consumo exagerado de bebidas alcoólicas.

Existe, ainda, outro agravante, que se dá quando o paciente coça ou até mesmo arranca as casquinhas da pele lesionada. Isso pode aumentar ainda mais o tamanho da lesão. A psoríase é uma doença bastante comum, tendo registrado mais de 2 milhões de casos ao ano, no Brasil.

Entretanto, algo que deve ser destacado em relação à psoríase é que ela não é uma doença contagiosa, diferentemente do que muitas pessoas acreditam.  Devido à aparência escamosa e esbranquiçada das manchas provocadas pela doença, algumas pessoas no passado acabavam sofrendo o estigma de “leprosos”. Era como se a psoríase fosse transmitida pelo toque ou até mesmo pelo ar.

Felizmente, nos dias atuais já se sabe muito sobre essa doença, e as pessoas se conscientizaram mais.

As lesões que a psoríase provoca tem um aspecto avermelhado e a pele descama bastante no local. Isso se deve ao acúmulo de células cutâneas, o que resulta na  formação de escamas. As manchas avermelhadas também provocam coceira, o que acaba intensificando o quadro do paciente.

Características da Psoríase

Primeiramente, é muito importante repetir que a psoríase não é uma doença contagiosa. Caso você conviva com alguma pessoa que sofre dessa doença, saiba que é cientificamente impossível contraí-la através de contato físico. De todos os tipos de psoríase, nenhuma delas é transmissível.

Em segundo lugar, a psoríase é caracterizada como uma doença crônica, portanto não tem cura. Apesar de diversos estudos recentes mostrarem a importância de um componente genético como causa dessa doença, e também esclarecer acerca dos gatilhos como o stress e o frio, a causa da psoríase não é totalmente conhecida, o que dificulta ainda mais a busca de uma cura.

No entanto, existem formas de combater os sintomas dessa doença, por meio de certos métodos de tratamento, como você verá adiante. Em suma, a psoríase é uma doença que não tem cura, mas que pode ser devidamente controlada.

Aliás, ainda que a doença afete o sistema imunológico, ela não chega a ser classificada como uma doença autoimune. De acordo com os médicos, os medicamentos mais eficazes no tratamento dessa doença são os modificadores de resposta biológica.

Os métodos mais aconselhados no tratamento são: hidratação da pele e também exposição ao sol. Somente essas duas medidas já ajudam a manter essa doença sob controle.

Quais são os tipos de Psoríase?

Como já mencionei, a psoríase apresenta algumas variações, sendo que nenhuma dessas variações é contagiosa. Os tipos mais conhecidos de psoríase incluem:

  1. Psoríase do couro cabeludo: esse é um dos tipos mais comuns de psoríase. Ele afeta grande parte da população com essa doença doença. É caracterizada por lesões na raiz dos cabelos e varia de casos leves até os mais graves;
  2. Psoríase gutata: esse é o tipo de psoríase mais frequente nas crianças e adolescentes. Na psoríase gutata pequenas manchas vermelhas se espalham  pelo corpo e podem se agravar, tornando-se placas escamosas;
  3. Psoríase em placas: esta é a variedade mais comum da psoríase. Ela é caracterizada pelo aparecimento de placas avermelhadas e com descamação em locais como as articulações (joelhos e cotovelos), as costas e o couro cabeludo;
  4. Psoríase inversa: esse é o tipo mais raro dessa doença. Ele também provoca manchas avermelhadas, no entanto, elas apresentam aspecto liso e brilhoso. Geralmente são localizadas nas dobras do corpo, como a virilha, na parte inferior dos seios e também nas axilas;
  5. Psoríase eritrodérmica: esse é o estágio mais avançado da psoríase. Além disso, é bem mais raro de ocorrer. Nesse estágio o corpo fica praticamente todo coberto pelas lesões.
  6. Artrite psoriásica: essa é a combinação da psoríase com artrite. Ela atinge cerca de 30% dos pacientes de psoríase e é acompanhada de inchaço, inflamação e dores nas articulações.

Ao observar esses principais tipos de psoríase, é possível perceber que nenhum deles tem caráter contagioso. Sei que talvez isso seja repetitivo, mas é super importante frisar esse ponto, para que, dessa forma, possamos combater o preconceito para com as pessoas que sofrem dessa doença.

Como é feito o tratamento da Psoríase?

Ainda que não tenha uma cura definitiva, existe uma série de medidas que podem ser tomadas para que a pessoa possa aliviar os sintomas da psoríase. Os dois principais pontos do tratamento da psoríase são medidas bem simples para controlar a doença: hidratação da pele e exposição ao sol.

Todos os tratamentos de psoríase começam com o uso de hidratantes, que devem ser aplicados na pele diretamente nos locais afetados pelas lesões. A exposição solar também faz muito bem, mas sempre usando filtro solar e, de preferência, nos horários em que os raios UV não estiverem fortes.

É de suma importância que as pessoas cuidem atentamente da pele. Caso você note o aparecimento de algo diferente na sua pele, como o surgimento de lesões, manchas, pintas ou verrugas, é super importante consultar um dermatologista o mais rápido possível.

No pior cenário imaginável, o diagnóstico adiantado dessa doença vai ser de fundamental ajuda no tratamento, podendo conter os sintomas de antemão e até mesmo prevenindo o surgimento das lesões.

Seja como for, a psoríase deve ser vista como uma doença normal, ainda que não tenha cura. Como já frisei em diversos pontos do artigo, não se trata de uma doença contagiosa, portanto, não há motivo para pânico. Milhares de pessoas convivem normalmente com a psoríase, sendo necessário apenas o cuidado com a hidratação da pele e a exposição ao sol.

Confira o vídeo a seguir, relacionado a esse tema, para aprender ainda mais:

Para mais conteúdo, clique aqui.

🥇 Benzetacil – Saiba tudo sobre este medicamento 🤔

Olá meninas! Hoje o assunto é benzetacil. Tenho certeza que se você nunca teve que tomar, já ouviu falar sobre, não é? Pois bem, se você quer saber tudo sobre o assunto, é só ficar comigo até o final desse artigo.

O que é Benzetacil?

Benzetacil nada mais é do que um medicamento injetável que muitas pessoas já ouviram falar, mas poucas sabem do que realmente se trata. “Benzetacil” é o nome comercial usado para a veiculação de uma substância conhecida pelos especialistas como benzilpenicilina benzatina.

Como o próprio nome sugere, é um tipo de penicilina. Ou seja, é um antibiótico, aliás muito forte, diga-se de passagem, que é utilizado tanto para o tratamento de infecções e doenças causados por organismos como bactérias.

O uso desse medicamento não é dos mais confortáveis.

Por ter uma concentração muito grande da substância mencionada, o medicamento é bastante denso e tem um aspecto pastoso.

Isso sem falar que o benzetacil é um medicamento aplicado de forma intramuscular. Sendo assim, seu aspecto pastoso acaba dificultando a entrada do medicamento na corrente sanguínea. Devido esses fatores, a injeção desse medicamento provoca um grande desconforto que pode durar desde algumas horas até dias inteiros.

Existe ainda a questão do local em que esse medicamento deve ser injetado: nos glúteos ou então na região lateral da coxa (no caso de bebês de até 2 anos de idade), pois é o local mais flácido do corpo, que apresenta mais gordura e menor concentração de músculos.

O que torna o processo ainda mais difícil não é somente a aplicação do medicamento, que já é dolorosa devido à sua alta concentração de penicilina, mas também o fato de que, na hora da injeção, o paciente não pode forma alguma contrair os glúteos. Caso contrário, isso pode fazer com que a agulha se quebre e provoque uma dor ainda maior, além de fazer com que a aplicação da injeção tenha que ser repetida.

É por todos esses motivos que a aplicação da benzetacil só deve ser feita por profissionais devidamente orientados: de forma lenta e contínua, evitando dessa forma o entupimento da agulha e também procurando reduzir ao máximo a dor que o paciente irá sentir, de preferência variando o local de aplicação, caso seja necessário.

É um procedimento realmente delicado e que pode até mesmo provocar maiores danos ao corpo, caso seja feito por um profissional despreparado.

Confira o vídeo que separei para você sobre o assunto:

Para que serve o Benzetacil?

Ainda que seja bastante dolorido esse processo,  o benzetacil é um medicamento bastante eficiente contra diversos tipos de infecções bacterianas, como:

  • Amigdalite;
  • Faringite;
  • Laringite;
  • Doenças renais e reumáticas;
  • Infecções no aparelho respiratório;
  • Sífilis, entre outras.

Devido à sua alta eficiência, o benzetacil é apenas utilizados em casos realmente graves, nos quais a infecção já atingiu um estágio avançado e corre o risco de contaminar as outras partes saudáveis do corpo.

Além de totalmente eficiente no combate a esse tipo de infecção no corpo, o benzetacil também é muito utilizado devido à sua rápida ação no organismo. Sua ação é quase que imediata, dificilmente levando mais do que 48 horas para eliminar a infecção.

Em algumas horas, por exemplo, a ação do benzetacil já faz uma diferença considerável no combate à enfermidades de grau leve a médio, como a amigdalite. No caso de infecções mais graves, como no caso da sífilis (que não tem cura), é possível alcançar um alívio considerável nos sintomas e até mesmo reduzir o avanço dessa doença.

O que diz a Bula?

Por ser um medicamento extremamente forte e potente, a dosagem bem como a aplicação do benzetacil só podem ser feitas em locais médicos controlados. O uso desse medicamento se dá apenas em casos mais graves, e geralmente é o próprio médico quem aplica o remédio no consultório, ou então no pronto atendimento, dependendo do caso.

O benzetacil, vale ressaltar, é um antibiótico, portanto sua prescrição só pode ser feita mediante avaliação médica. A comercialização de antibióticos é estritamente controlada no Brasil, e só pode ser realizada com a retenção de uma via da receita pelo profissional.

A bula do benzetacil aponta a concentração do componente benzilpenicilina benzatina no medicamento, a posologia conforme o consenso médico e, ainda, os principais efeitos colaterais do seu uso.

Entretanto, a posologia específica é somente o médico quem pode determinar, seguindo as particulares de cada caso.

É de suma importância não arriscar e se automedicar com benzetacil.

Não apenas pela potência do medicamento, mas também pela dificuldade e os demais riscos durante a aplicação.

Além disso, vale ressaltar que o uso de benzetacil é restrito aos casos de maior gravidade, nos quais a infecção já se espalhou consideravelmente e precisa ser combatida o mais rápido possível. Na maioria dos casos, entretanto, o tratamento pode ser feito com antibióticos mais fracos, sem a necessidade do benzetacil.

Vale lembrar também que existem algumas contraindicações para o uso do medicamento. A principal delas é que pacientes que apresentem alergia a penicilina não devem usar o benzetacil. A pessoa sempre deve verificar se não tem alergia a nenhum dos componentes da benzetacil. Eles incluem citrato de sódio, povidona, edetato dissódico, propilparabeno, metilparabeno, metabissulfito de sódio e água para injetáveis.

O uso desse medicamento também não é indicado a mulheres grávidas ou lactantes, a não ser em casos de extrema gravidade. Por fim, o benzetacil não deve ser misturado com o consumo de bebidas alcoólicas. Isso irá aumentar o efeito do álcool no fígado, podendo causar sérios danos ao órgão.

Quais os efeitos colaterais?

Quando se discute os efeitos colaterais do benzetacil, o principal deles é a dor. Sim, o uso desse medicamento provoca dores intensas, principalmente no momento da aplicação. Entretanto, essa dor vai além do momento da injeção e costuma perdurar por longos períodos, que vão até em média 24 horas após a aplicação.

Entretanto, existem ainda alguns outros possíveis efeitos colaterais , listados na bula. Não é incomum que a pessoa apresente certos efeitos colaterais negativos depois da aplicação. É possível apresentar náusea, enjoo, diarreia, enxaqueca, vômito e algumas outras complicações no sistema gastrointestinal.

Além disso, também é possível a manifestação de outros sintomas como herpes e candidíase e retenção de líquidos. Existem ainda as reações cutâneas como coceiras, erupções na pele, urticária, vermelhidão, queda da pressão arterial e até laringite.

Confira o vídeo a seguir, relacionado a esse tema, para aprender ainda mais

Para mais conteúdo, clique aqui.

🥇 Furúnculo – Saiba TUDO sobre esta Infecção de Pele 🤔

Olá meninas! Hoje vou falar tudo sobre essa infecção de pele. Se você não sabe o que é ou quer aprender ainda mais, é só ler esse artigo até o final.

O furúnculo pode ser uma simples infecção, no entanto, essa infecção deve ser cuidada e tratada para que não hajam complicações. Essas complicações agravam ainda mais o quadro e geram diversos desconfortos.

O que é o furúnculo?

O furúnculo é caracterizado por uma infecção de pele causada por bactérias. Essas bactérias provocam inflamações nos chamados folículos pilosos, que são formados por glândulas sebáceas e tecido subcutâneo. A associação dessa inflamação com a infecção forma uma espécie de caroço que é o chamado furúnculo.

Sua característica principal é a presença de um nódulo avermelhado, bastante dolorido, rígido e quente. Além disso, geralmente tem uma área amarelada na parte central, indicando a presença de pus. O tamanho do furúnculo varia de acordo com a profundidade em que a infecção atingiu os tecidos.

Confira o vídeo que separei para você sobre o assunto:

Por que o furúnculo aparece na pele?

Como dito anteriormente, o furúnculo surge quando uma bactéria encontra uma área lesionada, onde ela se reproduz. Aliás, isso pode acontecer com qualquer pessoa, sem ter relação nenhuma com o sangue.

Acne mal tirada, lesões na pele, entre outros fatores podem fazer com que o furúnculo surja. Essas bactérias podem ser encontradas em qualquer lugar do corpo humano. No entanto, existem algumas partes do corpo que são as preferidas. São elas: as partes mais úmidas e também que apresentam mais gordura, como as pernas, as coxas, as axilas, os glúteos e o rosto. No entanto, ainda que surjam nesses locais com mais frequência, não é uma regra.

Quais as causas do furúnculo?

Não existem causas específicas para que o furúnculo apareça. O simples fato de uma pequena lesão apresentar alguma bactéria já pode ser motivo para o seu aparecimento. A bactéria que geralmente é a responsável pelo furúnculo é a Staphylococcus Aureus. Ele é super comum e pode ser encontrada na nossa própria pele.

Entretanto, o furúnculo também é causado por algumas outras bactérias ou até mesmo fungos que se encontram na superfície da pele. Essas bactérias ou fungos se desenvolvem nos locais que tenham alguma ferida ou picada de inseto. Os furúnculos podem aparecer em folículos pilosos de qualquer parte do corpo, inclusive podendo surgir mais de um ao mesmo tempo.

Pelo encravado ou furúnculo?

O pelo encravado geralmente surge de forma bem mais superficial na pele e causa muito menos dor. Quanto ao furúnculo, atinge até mesmo as camadas mais profundas da pele, o que costuma causar muita dor.

O furúnculo é contagioso?

Não existe nenhuma definição concreta de que o furúnculo seja contagioso, visto que ele está ligado a bactérias que já se encontram presentes no corpo humano. Essas bactérias podem ser passadas de uma pessoa para outra, entretanto, isso não quer dizer que a pessoa vai necessariamente desenvolver furúnculo.

O furúnculo aparece em peles oleosas, úmidas, sujas, ou lesionadas. O fato de já ter a bactéria no seu corpo não significa necessariamente que você terá um furúnculo no decorrer da sua vida. É bem possível que você tenha essa bactéria na sua pele, mas não tenha apresentado nenhuma das condições para que elas se desenvolvessem e formassem o furúnculo.

Quais os tipos de furúnculo?

O furúnculo apresenta dois tipos diferentes. São eles:

Carbúnculo

Esse tipo é caracterizado pelo agrupamento de vários furúnculos próximos, que, inclusive, podem se expandir com muito mais profundidade. A causa desse tipo de furúnculo são as bactérias e também a ruptura de cistos.

Furunculose

Esse tipo de furúnculo é caracterizado pela presença de múltiplos furúnculos ao mesmo tempo, mas que não se encontram próximos uns dos outros.

A infecção de um folículo piloso pode acabar passando para outros folículos. Especialmente nos locais de fricção ou mais propícios a apresentarem lesões.

Pessoas mais propensas a ter furúnculo

Qualquer pessoa pode vir a ter furúnculos. No entanto, existem fatores de risco que contribuem para o aparecimento desses nódulos:

– Contato físico com a área lesionada por pessoas que estejam com furúnculo.

– Pessoas diabéticas, pois têm seu sistema imunológico enfraquecido pela doença.

– Pessoas que têm acne, eczema e também outras doenças de pele estão mais suscetíveis ao surgimento de furúnculos

– Imunidade baixa dificulta a reação dos anticorpos do organismo no combate à infecções.

– Pessoas que possuem HIV estão mais vulneráveis a doenças infecciosas, devido à baixa imunidade.

– Obesidade também pode facilitar a ocorrência dessas lesões.

Sintomas

Os furúnculos surgem com mais facilidade no rosto, no pescoço, nas axilas, nas nádegas e também coxas, podendo aparecer como um nódulo inchado, sensível e vermelho rosado. Com o decorrer do tempo, o furúnculo fica cheio de água ou assume a aparência de um cisto. A dor aumenta de acordo com o acúmulo de pus e tecido morto no interior dele.

Sintomas mais comuns:

  • O aparecimento de um nódulo avermelhado, dolorido e cheio de pus;
  • Aparecimento de vermelhidão e suor na pele ao redor do local inchado;
  • Aumento gradual do tamanho do nódulo ao passo em que ele vai acumulando pus;
  • Surgimento de uma área amarelada no centro do furúnculo, que pode se romper e deixar vazar o pus;
  • Cansaço, mal-estar, coceira e febre antes do surgimento do furúnculo.

Sintomas emergenciais

Procure um médico imediatamente, quando:

  • O furúnculo aparecer na sua face;
  • O furúnculo crescer de forma muito rápida ou estiver muito dolorido;
  • Caso o furúnculo provoque febre;
  • Se você apresentar uma sensação de dor muito forte;
  • Caso apareçam furúnculos frequentemente;
  • Se o furúnculo não cicatrizar no prazo de duas semanas.

Quanto tempo demora para o furúnculo desaparecer?

O período de desenvolvimento do furúnculo é de 4 a 10 dias. Já o tempo de transmissão permanece enquanto a bactéria estiver presente no ferimento. Nos casos em que há multiplicação de furúnculos, pode levar até 6 meses para que eles possam ser totalmente curados, sendo necessário o tratamento com antibióticos.

Como é feito o tratamento?

De modo geral, o furúnculo desaparece naturalmente depois de alguns dias ou semanas. Entretanto, o processo pode ser mais rápido com o auxílio de alguns remédios e pomadas que aliviem a dor e acabam com a infecção.

É possível tratar os furúnculos de menor gravidade em casa, por meio de compressas quentes que aliviam a dor e auxiliam no processo de drenagem natural. O local do furúnculo deve estar sempre limpo, para que não haja complicações.

Situações mais graves

Em certos casos mais graves, o médico poderá prescrever alguns tratamentos mais específicos, como:

Incisão e drenagem

Nesse caso o médico faz uma pequena incisão no centro do furúnculo, para que dessa forma possa induzir a drenagem do pus contido nele.

Uso de Antibióticos

Para casos de furúnculo acompanhados de infecções bacterianas, o médico pode prescrever antibióticos específicos de uso tópico ou oral.

Vale lembrar: o furúnculo não deve ser espremido em hipótese alguma, pois isso pode agravar a lesão e levar a infecção ainda mais para o interior da pele.

Como é feito o diagnóstico?

O exame físico, normalmente, já é o suficiente para obter o diagnóstico de furúnculo. Se o paciente sofre com furúnculos recorrentes ou apresenta um quadro infeccioso grave, o médico pode coletar uma amostra do pus para que seja feita uma análise em laboratório.

Confira o vídeo a seguir, relacionado a esse tema, para aprender ainda mais:

Para mais conteúdo, clique aqui.

🥇 Fimose – Saiba tudo sobre esta condição 🤔

Olá meninas! No post de hoje vou falar sobre fimose. Você sabe o que é esta condição? Se não sabe ou se quer aprender ainda mais, está no lugar certo! É só ler esse artigo até o final que você vai ficar por dentro. Vem comigo!

O que é fimose?

Primeiramente, é preciso esclarecer que a fimose não é uma doença. Ela é uma condição a qual alguns homens já nascem. A fimose é formada nas primeiras semanas do feto. Desde o nascimento do bebê até os primeiros anos, o prepúcio fica colado à glande do pênis. No entanto, caso essas duas partes continuem juntas, chega um estágio em que a pele do pênis não consegue ser puxada para trás da cabeça do órgão, sem que machuque. Essa condição, então, é chamada de fimose.

Quais os tipos de fimose?

Existem 2 tipos de fimose. São eles:

Fimose fisiológica:

É quando a fimose não desaparece durante os primeiros anos de vida, tornando-se, dessa forma, fisiológica. Há também casos em que o homem nasce com a abertura do prepúcio muito estreita, o que impede a retração da peleA fimose também pode ser causada quando os pais forçam a retração do prepúcio, o que acarreta em lesões e cicatrizes.

Fimose adquirida:

Nesse caso, a fimose surge em determinado momento da vida de um homem, que não tinha fimose quando era criança. No entanto, após um quadro infeccioso ou então de traumatismo,surgem cicatrizes que levam à aderência do prepúcio. Isso resulta na retração do pênis e, geralmente, acontece devido à falta de higiene no pênis, o que leva ao acúmulo de secreções e à proliferação de bactérias.

Quando o prepúcio fica muito apertado, a urina pode ficar retida no local, o que aumenta tremendamente o risco de infecções urinárias. A fimose pode ainda criar dificuldade na higienização, causando dor na hora do sexo e também uma maior probabilidade de desenvolver alguma DST, HPV ou até mesmo câncer de pênis.

Alguns homens conseguem conviver normalmente com a fimose. É possível fazer com que o prepúcio se torne mais elástico, movendo-se com o corpo do pênis mais facilmente.

No entanto, uma grande parte dos homens precisa realizar o procedimento para que possa retirar uma parte dessa pele.

Confira o vídeo que separei para você sobre o assunto:

Quais as causas da fimose?

Existe um fator primário, que não é considerado como causa, que é a formação do prepúcio durante o período fetal. Nesses casos, o prepúcio não consegue expor a glande facilmente. Quando essa situação não se altera com o passar do tempo, ela é caracterizada a fimose primária.

No entanto, existem casos mais raros de fimose adquirida, devido à falta de higiene no local, alguma DST, trauma nessa região ou até mesmo uma infecção diretamente na pele do pênis.

A fimose também pode aparecer em episódios repetidos de infecção prepucial ao longo dos primeiros anos de vida, o que impossibilita a exposição natural da glande.

Aliás, o ideal mesmo é que todos os homens realizem a cirurgia de retirada do prepúcio, mesmo que consiga retraí-la.

Quais os sintomas da fimose?

Primeiramente, como não se trata de uma doença, não existe nenhum tipo de sintoma. O que ocorre é que quando o homem tenta puxar a pele do prepúcio para trás da cabeça do pênis, ele geralmente sente muita dor. Isso pode causar sangramento e até mesmo fazer com que ele tenha dificuldades em higienizar o órgão genital.

Alguns homens apresentam problemas mais graves. São eles: a infecção urinária, por falta de higienização no local, dificuldade para urinar, lesões, ferimentos e também dor intensa depois do sexo.

Como confirmar o quadro de fimose?

A fimose é descoberta quando o homem tenta retrair a pele que recobre a glande do pênis de forma manual. Se não é possível ver toda a glande, isso significa que existe fimose. A primeira verificação da presença ou não da fimose é feita no bebê recém-nascido. Isso faz parte de todas as consultas com o pediatra até que a criança complete 5 anos.

No caso em que a fimose surge na adolescência ou na vida adulta, o homem pode observar se apresenta alguma dificuldade para retrair a pele. Se houver dificuldades, é preciso se consultar com um urologista.

Prevenção e diagnóstico

Não existe nenhum tipo de prevenção para a fimose, visto que o prepúcio se forma ainda no período fetal. A união do prepúcio à glande é inseparável e acontece na maioria dos meninos recém-nascidos. Vale lembrar que a fimose não é contagiosa. Algumas pessoas nascem com essa condição e outras não.

O diagnóstico só pode ser feito mediante um exame físico, observando se a glande consegue ou não ser exposta completamente.

Fimose e fertilidade

A fimose atrapalha o ato sexual, uma vez que pode causar dores e incômodos devido ao atrito na pele sensível. Essa pele se corta com facilidade, arranha e costuma deixar o pênis bastante dolorido.

No entanto, isso não é tão grave a ponto de levar à infertilidade. A ejaculação ocorre da mesma forma e o esperma vai conseguir entrar no canal vaginal. As chances de engravidar não são prejudicadas de forma alguma.

Qual é o tratamento para fimose?

A forma mais eficaz de tratar a fimose é realizar uma operação que retira o prepúcio da cabeça do pênis por completo.

Há alguns pais e mães que costumam puxar a pele do pênis desde o nascimento do bebê, não somente por conta da higiene, mas também para permitir que a pele ganhe elasticidade e consiga colocá-la para trás da cabeça do pênis sem nenhum sangramento ou dor.

Esses exercícios de fato funcionam, no entanto, o mais indicado é realmente fazer a cirurgia. É a única forma de resolver de vez o problema, além de melhorar a vida sexual, a higiene e consequentemente a saúde.

A cirurgia é bastante rápida e prática, feita com uso de uma anestesia. A recuperação da cirurgia ocorre após 30 ou 40 dias. Depois desse período, o órgão já vai estar em perfeitas condições, limpo e completamente livre de infecções.

Tratamentos de fimose nas crianças

A fimose infantil tem cura e nem sempre é necessário recorrer a tratamentos específicos.

Pomadas para fimose: o uso de pomadas à base de corticoides, com propriedades anti-inflamatórias, analgésicas e antibióticas facilitam bastante  o deslize da pele da glande.

Exercício de retração: os meninos com mais de 5 anos podem fazer um exercício para que haja a retração da pele do prepúcio, sem forçar demais nem causar dor.

Contraindicações da cirurgia

A cirurgia para fimose não deve ser realizada se a pessoa apresentar dificuldade na coagulação sanguínea ou infecções locais. Existem também casos de anormalidades no pênis, como hipospadia ou o pênis embutido em que é necessário aproveitar a pele do prepúcio.

Importância da higienização

Manter sempre uma boa higienização pode ser a primeira e a principal forma de prevenção ou mesmo de tratamento. Durante o banho, é possível que aconteça a liberação do prepúcio. Essa exposição irá permitir uma melhor higienização do local.

No entanto, caso ocorram fissuras dolorosas durante o banho, o ideal é recorrer à cirurgia para que possa ser feita a remoção do prepúcio.

Confira o vídeo a seguir, relacionado a esse tema, para aprender ainda mais:

Para mais conteúdo, clique aqui.

🥇 Dicas para perder peso e medidas: Volte a usar as roupas que te deixam linda! 🤔

Olá meninas! Hoje eu trouxe umas dicas super simples e incríveis que vão te ajudar a perder peso bem rápido! Se interessou? Então é só ler até o final e você vai saber tudo! Vem comigo!

Se você já está fazendo uma dieta para reduzir medidas, não tem problema. Com certeza umas dicas só vão melhor ainda mais, não é? Vou te dar várias dicas nesse artigo para te deixar com aquele corpão que você sempre sonhou.

Coma de frente para um espelho

Após uma extensa pesquisa, foi descoberto que as pessoas que comem em frente a um espelho reduzem a quantidade de alimentos em quase um terço! Portanto, se você  quer perder peso rapidamente, pode começar fazendo as suas refeições em frente a um espelho. Pode ser até no seu quarto, caso tenha um espelho de corpo inteiro. O importante é assistir a si mesma enquanto come.

Dilua os sucos

Essa dica também é super fácil. As frutas são ricas em açúcares que, apesar de naturais, são cheios de calorias. AO invés de tomar um copo cheio de suco natural, você pode usar apenas 1/3 de suco e completar com água. Dessa forma você chega a eliminar cerca de 85 calorias por copo!

Coloque pouca comida no prato

Esse truque, sem dúvida, é o mais antigo de todos, mas nem por isso deixa de funcionar! Pegue pequenas porções e coma lentamente. Muitas pessoas foram ensinadas desde a infância que tem que deixar o prato limpo.

Esses hábitos não são fáceis de mudar, no entanto, se você pegar pouca quantidade de comida, não problema nenhum em limpar o prato!

Assista a filmes de terror

Quando uma pessoa sente medo, sua fome é eliminada, ou, no mínimo, diminui consideravelmente. Em contrapartida, quando a pessoa está feliz ou então com raiva, a fome aumenta consideravelmente. Nesse caso, assistir a filmes de terror vai ser de grande ajuda!

Você começa a comer pelo olfato!

Quando você faz um bolo em casa, aquele cheirinho é uma tentação, não é? Mas é preciso ter controle. Primeiramente, cheire profundamente o bolo recém assado. Concentre-se no aroma e então coloque um pedaço do bolo na ponta da sua língua. Respire fundo e sinta o sabor por um bom tempo. Aproveite cada mordida, sentindo os ingredientes. Provavelmente você vai comer bem menos.

A explicação disso é científica: Quando você come rapidamente, não dá tempo suficiente para que o estômago possa sinalizar ao cérebro que já está cheio. Dessa forma você come mais do que deveria. Ao comer lentamente, você dá ao seu estômago a oportunidade de sinalizar na mesma hora em que estiver cheio, evitando assim de se empanturrar.

Mascar chiclete ao longo do dia também aumenta sua saciedade em cerca de 20%.

Pague pelos doces que você ganha

Esse truque é pouco conhecido aqui no Brasil, mas é super eficaz. Procure colocar em um cofrinho cerca de 20 centavos por cada doce que você ganhar de uma pessoa, seja o que for.

Você pode doar esse dinheiro para uma pessoa carente. Isso vai fazer com que você, aos poucos, pare de aceitar esse tipo de presente em forma de comida. Dessa forma, as pessoas também vão parar de te oferecer doces e guloseimas. Ao conferir o seu cofrinho, você vai finalmente reparar na quantidade de comida que ganha sem pedir.

Coma em casa sempre que possível

Essa dica é para quem deseja perder peso rapidamente. Acredite, não falha! As refeições e jantares em restaurantes ou lanchonetes estão cheios de conservantes e ingredientes que você nem tem ideia. Além disso, você nunca tem como garantir a procedência dos alimentos que são servidos a você. Geralmente se usa muita gordura hidrogenada; farinhas para engrossar os molhos; migalhas de pão, entre outras coisas.

Além disso, os restaurantes são cheios de tentações que você pode evitar facilmente comendo em casa, como sobremesas, cafés, refrigerantes. Pensa na quantidade de açúcar que vai em tudo isso! Isso tudo soma de 300 a 500 calorias a mais do que você consumiria em casa.

Comendo 5 dias por semana em restaurantes e lanchonetes você certamente desenvolverá obesidade e até mesmo outros problemas relacionados.

Não use manteiga nem margarina

Use somente azeite e, se possível, azeite extravirgem. Uma torrada com azeite e uma pitadinha de sal fica deliciosa no café da manhã! Além de ser super saudável, também fornece nutrientes de qualidade e acaba com a sua fome.

Beba muita água!

Quanto mais água você toma, mais rápido seu metabolismo vai trabalhar e queimar as gorduras. Sem falar na hidratação da pele que é estritamente ligada ao consumo de água.

Além disso, a água diminui a fome e faz seu corpo queimar energia ao digerir esse liquido. Essa é a melhor e mais efetiva dica para perder peso dentre todas! Aumente seu consumo de água e, além de perder peso, sua saúde vai aumentar como um todo!

Mastigue bem durante as refeições

Para. Respira. Sei bem que a rotina é cansativa e todo mundo usa a desculpa da correria para tudo. Isso virou quase uma moda na atualidade. É preciso parar e respirar. A refeição é um momento muito importante para ser feito na correria! Quando você mastiga bastante, você favorece uma boa digestão e o melhor aproveitamento dos nutrientes. Além disso, você engana o seu estômago e acaba comendo quantidades menores.

Encha seu estômago antes de comer

Se vinte minutos antes da refeição você consumir algo como um copo de leite ou então um pedaço de fruta, você estará informando o seu cérebro que você já comeu. Dessa forma, você já chega na mesa quase sem fome; ou pelo menos sem aquela fome desesperadora.

O processo de sentir fome dura cerca de 20 minutos. Depois disso, sua mente já recebeu a informação que você acabou de comer. Essa dica é usada muito pouco, mas é uma das melhores na perda de peso!

Tome nota do que você come ao longo do dia

Esse simples gesto pode fazer você controlar melhor o que come e em que horário você come. Você não precisa seguir os horários de refeição à risca, mas também não pode pular nenhuma.

Você vai se surpreender ao ler tudo o que você comeu no final da semana. Essa dica é ótima para controlar mais os impulsos alimentares. Muitas vezes comemos mesmo sem fome, quase como um gesto automático.

Perca seu controle remoto

Sim. Isso mesmo. Se você deseja perder 200 calorias a mais no dia, é só esconder o controle da TV e dos outros aparelhos. Procure fazer tudo à mão: coloque um filme, ligue a televisão, mude de canal, abra a porta da garagem, abra uma lata de comida.

Além disso, evite usar as escadas rolantes em shoppings centers ou no metrô. Aos poucos você vai notar que grande parte das invenções para facilitar nosso dia-a-dia acabam deixando as pessoas gordas e sedentárias, o que é extremamente prejudicial à saúde.

Confira o vídeo a seguir, relacionado a esse tema, para aprender ainda mais:

Para mais conteúdo, clique aqui.

🥇 Cefalexina: O que é, para que serve, efeitos colaterais e mais! 🤔

Olá meninas! Hoje eu vou falar um pouco sobre a cefalexina. A cefalexina é um medicamento super importante, que é usado para eliminar algumas infecções. Eu fiz uma pesquisa bem extensa e hoje vou trazer para você, minha amiga leitora, tudo sobre esse medicamento. Qual a sua indicação, os riscos que pode apresentar, os efeitos colaterais e a indicação. Portanto, se você quer aprender tudo sobre a cefalexina, é só ficar comigo até o final do artigo!

Cefalexina: O que é?

A cefalexina é caracterizada como um antibiótico que pertence ao grupo das cefalosporinas. As cefalosporinas são indicadas para o tratamento das infecções que são causadas por bactérias. Elas agem direto na raiz, eliminando as bactérias do organismo. Além disso, as cefalosporinas impedem que essas bactérias façam a sintetização da parede que as rodeia. Dessa forma,esses microrganismos acabam se quebrando e morrendo.

Vale ressaltar que existem diferentes tipos de cefalosporinas. Cada um deles é indicado para agir em diferentes tipos de infecções. Justamente por esse motivo, nem sempre determinado tipo de cefalosporina pode ser simplesmente trocado por outro. Aliás, nenhum deles é útil no tratamento de resfriados, gripes ou então outras infecções causadas por algum vírus.

A cefalexina é um antibiótico semissintético composto de cefalosporina e feito para ser administrado via oral. Ela é usada no tratamento de infecções bacterianas, agindo de modo que impede a sintetização da parede que as rodeia, matando assim os microrganismos. A cefalexina também é pertencente aos tipos de medicamentos chamados antimicrobianos.

Trata-se de um grande grupo de medicamentos, que inclui remédios antivirais, antifúngicos e antiparasitários. Vale ressaltar que só pode ser adquirido com prescrição médica, haja visto que uma das vias da receita é retida.

Qual a indicação de uso da Cefalexina?

A cefalexina é indicada para o tratamento dos seguintes quadros incecciosos:

  • Infecções no trato respiratório;
  • Otite média;
  • Infecções na pele e nos tecidos moles;
  • Infecções dos ossos e articulações;
  • Infecções geniturinárias, que incluem prostatite aguda;
  • Infecções dentárias.

Confira o vídeo que separei para você sobre o assunto:

Como a Cefalexina age no organismo?

A cefalexina, da mesma forma que as penicilinas, é um antibiótico betalactâmico. Ao se ligar a proteínas específicas de ligação à penicilina (PBPs), que estão localizadas dentro da parede celular bacteriana, ela inibe o terceiro e também o último estágio da síntese da parede celular da bactéria.

A lise celular (processo de destruição da célula) é então mediada por enzimas autolíticas da parede celular bacteriana, como autolisinas; É possível que a cefalexina interfira com um inibidor da autolisina. Ou seja, a falta de parede bacteriana provoca a morte devido à destruição das células das bactérias.

Dosagem da Cefalexina

A dose indicada de cefalexina varia de pessoa para pessoa. A dose, assim como o tempo entre uma dosagem e outra e também o tempo em que deve ser administrada são estabelecidos com base em certos aspectos: analisando a gravidade da infecção, a sensibilidade do microrganismo responsável, a idade da pessoa, o seu peso e também o seu estado geral de saúde .

As doses recomendadas com maior frequência estão listadas em seguida. No entanto, caso seu médico tenha indicado uma dosagem diferente, não a altere.

  • Dose oral comum em adultos: 1 a 2 g por dia, em doses divididas. Geralmente 250 mg a cada 6 h; Dose máxima de 4 g por dia.
  • Dose oral comum em crianças: 25 a 50 mg por kg diariamente, a cada 6 horas.No caso de infecções graves, essas doses podem ser dobradas.

O tratamento precisa ser mantido por pelo menos 48 a 72 horas depois que os sintomas houverem desaparecido. É importante frisar que o tempo da medicação deve ser seguido rigorosamente sem que seja interrompido, mesmo com a melhora dos sintomas.

Vaso a pessoa tenha problemas renais, é recomendado ingerir doses mais baixas do que o normal. Nesse caso a pessoa deve consultar um médico.

É de suma importância respeitar o cronograma agendado.  Se a pessoa esquecer de tomar uma dose, deve tomar o mais rápido possível. Caso não haja tempo suficiente para a próxima dose, nunca duplique a dose e continue com a medicação de acordo com o indicado.

Quais as contraindicações da Cefalexina?

A cefalexina é contraindicada em pessoas que apresentem alergia ao grupo de antibióticos de cefalosporina. Além disso, a cefalexina deve ser administrada com cautela em pessoas que tenham demonstrado hipersensibilidade a quaisquer outros medicamentos.

É preciso observar também se a pessoa apresenta alergia a penicilinas, cefalosporinas ou a qualquer um dos componentes da preparação. Caso haja qualquer tipo de reação alérgica, pare imediatamente de tomar o medicamento e procure informar o mais rápido possível o seu médico ou o farmacêutico.

Precauções de uso:

Se você ainda tem ou se já teve colite ulcerativa, a enterite regional ou a colite associada a antibióticos deve ser bastante controlada pelo seu médico enquanto você estiver fazendo uso desse medicamento.

Caso não haja melhora nos sintomas em poucos dias ou caso eles se agravem, informe o seu médico.

Alguns medicamentos podem ter interação com a cefalexina, como o probenecide. E também antidiabéticos orais, como a metformina. No entanto, informe o seu médico sobre qualquer outro medicamento que você esteja tomando, especialmente se fizer uso contínuo de algum.

Gravidez

Esse medicamento pode ser tomado normalmente, pois não prejudica o bebê. Entretanto, ainda que os estudos clínicos e laboratoriais não tenham mostrado qualquer evidência de teratogenicidade, é preciso ter cuidado ao receitar às gestantes que possuam alguma outra doença.

No entanto, apenas o médico poderá indicar se é necessária ou não a administração deste medicamento.

Possíveis efeitos sobre as gestantes:

Quando administrado em altas doses, foram observados episódios de convulsões e também alterações psicológicas. O medicamento raramente causa algum efeito tóxico. Já anemia hemolítica imune, diarreia, vômitos, tontura são os sintomas mais comuns. Além disso, também houveram casos de vaginite, prurido genital e anal, monilíase vaginal e vulvovaginite.

Só foram manifestadas dermatite e urticária em pacientes que apresentavam mononucleose infecciosa.

Lactância Materna:

A liberação da cefalexina no leite materno aumenta até 4 horas depois de uma dose de 500 mg. O medicamento atinge o nível máximo de 4 mg / ml.  Depois disso, diminui gradativamente e desaparece 8 horas depois da administração.

Mães que amamentam devem ter bastante cautela ao se medicar com a cefalexina, visto que o medicamento pode alterar a flora intestinal do bebê.

O recomendado é verificar com o médico o melhor horário para que o medicamento não afete o leite materno. Há também a opção de retirar o leite nos períodos em que ele não está afetado pelo medicamento.

Efeitos do Álcool

Nunca deve ser feita a ingestão de álcool enquanto a pessoa estiver sendo medicada com antibióticos. Isso pode causar graves problemas cardíacos e do sistema respiratório.

Por fim, esse artigo foi preparado para que você, minha amiga leitora, possa ter uma noção do que é este medicamento, de como ele age e para quê é indicado. No entanto, como eu frisei diversas vezes, você nunca deve se automedicar.

Pesquisar sobre o assunto é bom, mas achar que a internet é capaz de te dar um diagnóstico completo é totalmente enganoso. Apenas um médico pode prescrever quaisquer medicamentos, afinal, ele estudou por anos e apenas ele tem a autonomia para informar com precisão o que deve ou não ser administrado.

Confira o vídeo a seguir, relacionado a esse tema, para aprender ainda mais:

Para mais conteúdo, clique aqui.

🥇 O que é queratose pilar e qual o tratamento 🤔

A queratose pilar, é caracterizada pela produção excessiva de queratina pelo corpo. Isso resulta na obstrução do folículo piloso, local onde nascem os pelos. A queratina, por sua vez, é a responsável pela proteção da pele contra os agentes que prejudicam e causam infecções.

Como surge e qual a causa da queratose pilar?

É comum que, muitas vezes, o problema seja confundido com um quadro simples de espinhas. Como consequência disso, a pessoa acaba não realizando o tratamento que deveria ter feito.

A queratose pilar se manifesta na aparência de pequenas bolinhas de cor branca, marrom ou vermelha. Geralmente são ressecadas e causam um incômodo estético.

A probabilidade de desenvolver a queratose pilar é consideravelmente maior nas pessoas que já possuem algum tipo de doença de pele, como a dermatite atópica ou que tenha origem genética.

Confira o vídeo que separei para você sobre o assunto:

Como é feito o diagnóstico e qual o tratamento?

Somente um dermatologista é capaz de identificar e diagnosticar, se uma pessoa apresenta ou não a queratose pilar. Infelizmente, ainda não existe um tratamento específico. Existem apenas certos cuidados que a pessoa deve ter para  poder controlar e também amenizar as pequenas marcas na pele.

Dentre esses cuidados necessários, estão: a esfoliação de pele usando cremes, hidratantes, ou loções que possam remover as camadas da pele. Além disso, também existe a opção do peeling ou então o laser. Não existe cura para a queratose, no entanto, não é um problema grave. O máximo que ela causa é uma leve coceira e o espessamento daquela região da pele. O desconforto é, muitas vezes, mais estético do que físico.

Os cremes que são utilizados para o tratamento tem ação hidratante, além de diminuir e diminuir a visibilidade das bolinhas na pele. Além disso, o hidratante resolve também o problema do ressecamento.

Geralmente, os dermatologistas recomendam cremes que possuem por volta de de 30% de ureia e 0,05% de tretinoína em sua composição. De modo geral, esse creme é aplicado nos locais afetados durante o dia e antes de dormir. Depois de uma semana de uso, os primeiros resultados já podem ser vistos.

Além disso, o uso de cremes que apresentem ácido lático em sua composição também são uma boa opção para esse problema. Afinal, essa substância ajuda na quebra da queratina que está obstruindo o folículo piloso.

Vale lembrar que o ácido acetilsalicílico também é ótimo para acalmar a irritação, a coceira e a vermelhidão da pele.

Basta pegar alguns comprimidos de ácido acetilsalicílico, esmagar alguns acrescentando um pouco de água em um recipiente. Em seguida, aplique a mistura pela área afetada e deixe agir. Por fim, basta retirar com água morna ou fria.

Para hidratar a pele ressecada você pode usar óleo de coco. ele também é super eficaz na prevenção da inflamação e do desenvolvimento de bactérias na pele.

Existe, ainda, o vinagre de maçã, que também é um bom aliado contra a queratose pilar. Afinal, além de seu efeito anti-inflamatório, ele limpa profundamente a pele, eliminando os resíduos e o acúmulo de células mortas.

Pegue um algodão embebido em vinagre, passe-o nas áreas afetadas e deixe agir por alguns minutos. Depois é só remover com água morna ou fria.

Existem ainda certos dermatologistas que recomendam aos pacientes o consumo de cápsulas de óleo de fígado de bacalhau, ou então de vitamina D. Nos dias quentes, nosso corpo perde bastante água. Isso acaba causando o ressecamento e a desidratação da nossa pele.

Beba mais de dois litros de água por dia, além de sucos naturais, vitaminas e água de coco. Isso certamente ajudará o corpo a se manter hidratado tanto por dentro quanto por fora.

Sintomas comuns da queratose pilar

Primeiramente, vale frisar que os sintomas da queratose pilar não são graves, nem oferecem risco à saúde. São eles:

  • Pele ressecada, que quando se coça fica esbranquiçada e espessa;
  • Bolinhas brancas, marrons ou vermelhas por toda a pele;
  • Coceira moderada ou intensa, dependendo do clima. Em dias mais frios, a pele fica bem ressecada e a tendência é coçar mais;
  • Surge geralmente nas coxas, nos braços e no bumbum;
  • Em alguns casos raros, a queratose pilar pode afetar o rosto, onde a pele é mais sensível. Nesses casos, é importante ter mais cuidado.

Em média 40% das pessoas no mundo tem essa doença em algum nível. Além disso, ela é mais comuns nas mulheres. A queratina na pele, quando produzida em quantidades normais, também previne a desidratação da superfície.

Vale lembrar que essa doença não é infecciosa, nem contagiosa. As primeiras bolinhas na pele podem aparecer ainda durante a infância, e em certos casos, na adolescência. Existe ainda o fator hereditário: de os pais tem a doença, é possível que seus filhos também desenvolvam-na.

Pessoas que tem asma e rinite tem uma tendência maior a desenvolver a queratose pilar.

Além disso, os especialistas afirmam também que uma alimentação pobre em vitamina A agrava o problema. A vitamina A é encontrada nos seguintes alimentos:

  • Bife de fígado;
  • Leite de vaca;
  • Óleo de peixe;
  • Manteiga;
  • Queijo;
  • Ovo cozido;
  • Cenoura crua;
  • Batata-doce;
  • Manga;
  • Espinafre cozido;
  • Mamão formosa;
  • Vegetais no geral (pois apresentam beta-caroteno, que é convertido em vitamina A no intestino).

Além disso, a manteiga de gado de pasto, os peixes de água fria, como o atum, o salmão e cavala, bem como o tomate, ajudam a prevenir a queratose pilar.

A doença pode ser facilmente confundida com foliculite, acne ou então um simples ressecamento de pele.  Portanto, apenas uma investigação baseada em exames físicos e de sangue poderão determinar se o aparecimento das bolinhas refere-se a queratose pilar ou se é algum outro quadro.

A falta de vitamina A, D e K, também podem deixar o organismo sem energia e nutrientes suficientes. Isso irá  favorecer o aparecimento dessa doença. Entretanto, não é recomendado que a pessoa se automedique, ou que pare com o tratamento prescrito pelo médico.

Além de arriscado para a saúde, isso poderá piorar o quadro de queratose pilar. Agravando, assim, as irritações e correndo o risco de que os rins, o estômago e o fígado se sobrecarreguem de medicamentos sem necessidade (como no caso da automedicação).

É importante também evitar coçar essas lesões. Ao invés disso, a pessoa pode aplicar álcool em gel ou então cremes refrescantes à base de arnica ou aloe vera. Tome cuidado ao se depilar com lâmina, pois isso pode lesionar ainda mais a pele.  Utilize mais espuma ou creme, evitando assim que o aparelho agrida as bolinhas originadas pela queratose pilar na pele.

Confira o vídeo a seguir, relacionado a esse tema, para aprender ainda mais:

Para mais conteúdo, clique aqui.

🥇 O que é Artrose? Como tratar? Saiba tudo AQUI! 🤔

Olá meninas! O assunto de hoje é artrose. Você sabe o que é? Então fica comigo até o final para saber tudo sobre essa doença.

Primeiramente, a artrose é uma doença relativamente comum. Ela atinge cerca de 2 milhões de pessoas por ano aqui no Brasil.

A artrose também é chamada de osteoartrite, e é causada pelo desgaste nas articulações do corpo. Esse quadro causa muita dor e até mesmo dificuldade para andar normalmente. As articulações ligam um osso a outro, e são compostas por cartilagem.

A cartilagem, por sua vez, ajuda o osso a se movimentar junto com os ligamentos, a membrana sinovial e também o líquido presente nele. Ela evita que o osso entre em contato direto com o músculo.

 

Quais as causas da Artrose?

O desgaste dessa cartilagem que está presente nas articulações e nos ligamentos que a envolvem é o verdadeiro causador da artrose. No seu estágio inicial, a doença não apresenta muitos sintomas. No entanto, à medida que o desgaste vai piorando, surgem as dores e o desconforto.

O fator da hereditariedade também conta muito nesse caso. Se alguém apresenta a doença, é bem provável que seus descendentes também desenvolvam-na.

A obesidade, por sua vez, causa um desgaste maior nas articulações de todo o corpo. Como consequência do sobrepeso, as articulações sofrem maior pressão e a cartilagem não consegue aguentar por muito tempo.

Os hormônios também afetam. Mulheres durante a menopausa tendem a desenvolver essa doença. Isso se deve à falta de cálcio, que enfraquece os ossos.

A questão da idade acaba influenciando. O envelhecimento natural pelo qual o corpo passa pode aumentar ainda mais o desgaste já sentido. Isso acaba agravando as dores e ocasiona o inchaço no local.

Além disso, cirurgias nas estruturas articulares,  ou então anormalidades congênitas, gota, artrite, reumatismo e diabetes pioram o quadro de artrose.

A má formação de ossos, articulações ou cartilagens, bem como lesões nessa área vindas da prática de esportes intensos, ou acidentes influenciam diretamente.

Profissões que demandam movimentos repetitivos, intensos e que fazem com que a pessoa fique em pé por muito tempo, como professores, cabeleireiros, pedreiros, atletas, entre outras.

Confira o vídeo que separei para você sobre o assunto:

Quais os sintomas da Artrose?

  • Dor que se agrava quando a pessoa faz movimentos comuns na região das articulações. No estágio inicial da artrose, o corpo não manifesta nenhum inchaço ou vermelhidão na área. Isso acaba atrasando o diagnóstico do desgaste sofrido.
  • Articulações endurecidas: quando a pessoa permanece parada por muito tempo durante o dia. Vale lembrar que é importante um meio termo. Nem a falta, nem o excesso de exercícios.
  • Barulhos: assim que o desgaste vai aumentando, a pessoa passa a ouvir pequenos estalos nas articulações, devido à falta de cartilagem. Aliás, isso geralmente ocorre quando a pessoa se levanta, abaixa ou anda.
  • Fraqueza manifestada nos membros superiores ou então inferiores do corpo, bem como fraturas, traumas, pancadas e outros incidentes.

Existe algum tratamento definitivo?

Infelizmente não.  No entanto, existem alguns tratamentos contínuos que previnem a dor intensa. Um ótimo exemplo são os exercícios feitos com moderação e a fisioterapia.

Injeções de cortisona e soluções lubrificantes, como o ácido hialurônico vem se mostrando eficientes contra as dores e incômodos causados pelo desgaste nas articulações. No entanto, somente um profissional qualificado pode avaliar e prescrever essas medicações.

Aliás, danos nas cartilagens das articulações, causados pelas calcificações ou osteófitos (chamados de bico de papagaio), na coluna, acabam piorando a artrose nesses locais.

O ortopedista é o profissional ideal para diagnosticar a artrose. Aliado a ele, o fisioterapeuta poderá indicar exercícios para melhorar a dor e permitir que o paciente conviva com ela de forma normal.

Ademais, não deixe de mencionar na sua consulta os fatores hereditários de artrose e os problemas de saúde que você tem ou teve. Além do uso de medicamentos controlados (se você fizer) e qualquer outra informação que você julgue importante e que deve ser compartilhada com o médico.

Os exames necessário para o diagnóstico da artrose incluem radiografia com contraste, ressonância magnética, hemogramas completos (exames de sangue), e também exames físicos. Além disso, a retirada do líquido da articulação para análise também pode ser solicitada pelo médico. Dessa forma pode ser determinada a existência ou não de inflamações e infecções.

Se você tiver uma dor leve ou moderada, os analgésicos comuns podem resolver. Entretanto, vale lembrar que eles não removem a inflamação das articulações. É necessário usar anti-inflamatórios sem esteroides, para que se possa reduzir a inflamação e acabar com a dor.

Alguns anti-inflamatórios podem provocar dores no estômago, zumbido nos ouvidos, problemas de coração, no fígado ou nos rins, além de náuseas, constipação e sonolência extrema.

As pessoas que possuem alergia a qualquer composto desses medicamentos, precisam ter o cuidado redobrado em relação às dosagens. Em alguns casos de artrose, as pessoas recorrem a uma cirurgia de realinhamento dos ossos e das articulações.

Nesse caso, são inseridas próteses de articulações de plástico ou de metal. Entretanto, a longo prazo, pode ser necessária a realização de nova cirurgia. Afinal, o desgaste pode continuar acontecendo com o passar dos anos e também da idade.

Pessoas com artrose devem sempre se movimentar com bastante cuidado, além de fazer atividades leves, alongar-se com frequência e controlar o peso. É importante deixar os detalhes mais fáceis e evitar dores. Um bom exemplo é substituir as maçanetas das portas, para evitar a dor de girá-las.

Além disso, é muito importante não carregar objetos pesados, usar facas, escovas de dente e de cabelo elétricas. Procure inserir barras de ferro nas paredes do banheiro, além de tomar cuidado com os tapetes em casa (devido ao risco de queda), e não ficar na mesma posição por muito tempo.

Primeiramente, siga com o tratamento e os medicamentos que o médico recomendou de forma contínua, assim como as consultas e os exames periódicos, para que você possa fazer o acompanhamento da doença.

Quem possui artrose, ou então convive diariamente com algum familiar que a tem, deve ter muita paciência, carinho e a compreensão da limitação ocasionada por ela. Pois assim evita-se conflitos desnecessários e aquela sensação de impotência ou então de que a pessoa é incapaz realizar qualquer atividade.

Aliás, o fator psicológico é muito importante.  Não só para os pacientes com artrose, mas como em qualquer outro caso de enfermidade. Todos nós temos nossas limitações, e tratar mal uma pessoa, ou com indiferença não vai ajudar a resolver o problema.

Faça com que a pessoa esteja cercada das pessoas que ela ama. Praticando atividades leves, mas que sejam prazerosas. Se informe sobre os medicamentos e os tratamentos que possam melhorar a condição de vida da pessoa.

Confira o vídeo a seguir, relacionado a esse tema, para aprender ainda mais:

Para mais conteúdo, clique aqui.

🥇 Como identificar e tratar a dor de garganta 🤔

Olá meninas! Com o friozinho chegando, vem também aquele incômodo na garganta, não é? No artigo de hoje vou falar tudo sobre esse mal e como tratá-lo de forma eficaz.

Seja devido a uma gripe, um resfriado ou até mesmo à mudança do clima, a dor de garganta surge e pode se tornar bastante incômoda. Em algumas pessoas, isso ocorre com uma frequência bem maior do que com outras pessoas.

Quais as causas para o surgimento da dor de garganta?

As dores de garganta podem surgir tanto nas crianças quanto nos adultos. As razões para que isso aconteça geralmente se devem a inflamações das amígdalas, da faringe ou então da laringe.

A consequência dessa inflamação é a dificuldade para engolir, febre, dores de cabeça, indisposição, vômitos e até mesmo o inchaço, que é provocado por bactérias ou vírus. No entanto, de modo geral, esse quadro melhora no período de uma semana.

Já nos casos mais graves, quando a febre não abaixa ou então o paciente não consegue nem mesmo tomar água ou se alimentar, é importante procurar a ajuda médica. Existem também algumas outras causas para o surgimento da dor de garganta. São elas:

  • As gripes e resfriados;
  • Quadros de laringite ou faringite;
  • Amigdalite e inflamação da epiglote;
  • Casos mais raros de doenças sexualmente transmissíveis, como a clamídia e a gonorreia, também podem causar dor de garganta.
  • Dores de ouvido e garganta juntas, podem indicar um problema no ouvido médio. Nesse caso um otorrinolaringologista deve ser consultado.
  • Dor de garganta frequente: isso pode significar que o seu sistema imunológico está enfraquecido. Nesse caso é extremamente necessário uma dieta com mais nutrientes, para que você possa fortalecer o sistema de defesa do seu corpo.

Prevenção e tratamento das dores de garganta

Uma forma bastante simples de evitar as dores de garganta é evitar locais fechados com muitas pessoas reunidas e pouca ventilação natural.

É bastante normal que no inverno e com o clima seco a garganta pareça um pouco seca e passe aquela sensação de estar arranhando. Lembre-se de sempre lavar muito bem as mãos e, se possível, desinfetá-las com álcool gel. Seja ao andar de ônibus, depois de usar o banheiro, quando voltar para casa, é fundamental higienizar bem as mãos. Vale lembrar que também é super importante higienizar muito bem os alimentos e objetos com os quais você se alimenta.

Além disso, o consumo de alimentos ricos em vitamina C ajudam a prevenir e combater dores de garganta, resfriados e gripes.

Nos casos de dor de garganta de origem bacteriana (quando você consegue enxergar pontinhos brancos, que são placas de pus), o tratamento é geralmente feito à base de antibióticos e anti-inflamatórios, que devem ser prescritos por um médico.

Remédios caseiros para dor de garganta

Nos casos de dor de garganta de origem viral, não existe nenhum medicamento específico contra ela, visto que não terá efeito algum. No entanto, os gargarejos caseiros com água, sal, vinagre ou bicarbonato de sódio, se mostraram bem eficazes nesses casos.

Aliás, fiz uma lista com alguns tratamentos que você pode fazer em casa para aliviar a dor de garganta. Mas, caso não se resolva em uma semana, procure um médico, ok?

  • Gargarejo com água morna, limão e sal:

Basta fazer gargarejos 4 ou 5 vezes por dia usando água morna, suco de limão e um pouquinho de sal. Isso vai ajudar na desinflamação da sua garganta.

  • Chá de gengibre:

Corte e descasque cerca de 5 gramas de gengibre fresco em formato de cubos e coloque em 500 ml de água fervente. Espere o chá esfriar e beba ao longo do dia. O gengibre é um ótimo remédio natural, que ajuda na desinflamação e desinfecção da sua garganta.

  • Dente de alho:

Basta triturar um dente de alho e mastigá-lo. O alho tem propriedades naturais anti-inflamatórias e curativas.

  • Pastilhas que tenham mentol, hortelã e ação refrescante, irão te ajudar a aliviar a dor de garganta.
  • Tome 2 colheres de mel junto com 5 gotas de própolis. Isso vai aliviar a dor de garganta e desinflamá-la.
  • Junte 6 gramas de casca de romã a 150 ml de água fervente. Espere até que esfrie e beba duas vezes por dia.
  • Comer chocolate amargo alivia a dor. Ele possui flavonoides, que são conhecidos como anti-inflamatórios naturais. O cacau, por  possuir um tipo de gordura boa, lubrifica a garganta e ajuda a diminuir a dor.
  • Chá de orégano e limão

Em um recipiente, acrescente três colheres de sopa de orégano a um pouco de água fervente. Coe o chá, e acrescente o suco de um limão. Espere até que fique morno e beba.

  • Vinagre de maçã com água morna:

Ajuda a desinflamar e amenizar a dor de garganta.

  • Bicarbonato de sódio com água:

Basta aquecer uma xícara de água, meia colher de chá de sal e meia colher de bicarbonato de sódio. Em seguida, faça um gargarejo com a mistura, sem engolir, assim que a água estiver morna.

  • Mastigar alguns cravos na boca

Isso também poderá aliviar a dor na garganta, devido ao eugenol, que é o óleo que está presente no cravo. Ele é antibacteriano e não é prejudicial à saúde, caso engolido.

Seja qual for o tipo da dor de garganta, é recomendado consumir alimentos gelados, como sucos e sorvetes. Isso irá ajudar a aliviar o incômodo e a inflamação do local.

Em alguns casos, é necessário a cirurgia de remoção das amígdalas, par que se possa cortar pela raiz a infecção.

Vale lembrar que a inflamação e infecção dos sisos também pode contaminar a garganta e provocar a inflamação do local.

Aliás, as infecções e inflamações dos dentes devem ser tratadas de forma adequada, para não espalhar as bactérias para outros órgãos no corpo, como o coração, pulmão e cérebro. Essas bactérias podem causar sinusite e, em casos mais graves, podem causar uma infecção generalizada que leva ao óbito.

Para evitar isso, recomenda-se visitas regulares ao dentista. Além disso, esses casos devem sempre ser acompanhados do uso de antibióticos, para tratar e combater as bactérias.

Pode parecer até improvável, mas uma única bactéria ou vírus invisíveis a olho nu, podem causar graves problemas à saúde, caso não sejam diagnosticados e tratados de forma adequada.

Gengivas e dentes sangrando com frequência, surgimento de pus, febre baixa, secreção saindo do nariz, dores de cabeça constantes, diminuição do olfato, mal-estar, além de crescimento desregulado dos dentes também merecem atenção extra.

Caso a infecção ou inflamação não passem, procure um médico. Afinal, podem surgir diversos tipos de doenças no ouvido, nariz e garganta. Essas doenças, por sua vez, podem resultar em infecções e inflamações as quais somente um otorrinolaringologista pode diagnosticar e tratar de forma adequada.

Aliás, se o problema for frequentemente nas amígdalas, considere uma cirurgia de remoção o quanto antes. Principalmente nas crianças, pois a sua capacidade de cicatrização é maior e mais rápida.

Vale lembrar também que é preciso evitar as bebidas quentes, como café, leite e chás. Afinal, elas podem atrapalhar a produção das defesas do corpo.

Confira o vídeo a seguir, relacionado a esse tema, para aprender ainda mais:

Para mais conteúdo, clique aqui.

🥇 Suco de couve – Benefícios à saúde! 🤔

Olá meninas! Hoje o artigo é super saudável. A couve é super versátil, cheia de nutrientes e também ajuda quem quer emagrecer. Da mesma forma que os outros vegetais de folhas verdes, a couve fornece grandes quantidades de vitaminas e minerais. Eles são fundamentais para o bom funcionamento do nosso organismo. Além de ser saborosa,  a couve tem poucas calorias, traz saciedade e diversos nutrientes.

As folhas verdes

Grande parte das folhas verdes são perfeitas para fornecer nutrientes com poucas calorias. Elas são uma ótima fonte de cálcio, que é livre de gordura e também é facilmente absorvida.

As folhas verdes são uma excelente fonte de vitamina A, na forma de betacaroteno. Aliás, elas protegem contra o câncer, doenças cardíacas, catarata e outras doenças. Isso se deve às suas propriedades antioxidantes,o que faz com que o sistema imunológico mantenha-se em forma.

Muitas delas são ricas em magnésio e ácido fólico, o que auxilia na saúde dos ossos e do coração. O ácido fólico, por sua vez, oferece benefícios adicionais. Ele ajuda na produção de glóbulos vermelhos, bem como nas atividades do cérebro. Além disso,  reduz os níveis de homocisteína do sangue, mantendo o corpo protegido de fraturas ósseas.

Você sabe o que são os fitonutrientes?

Primeiramente, saiba que os fitonutrientes, também chamados de fitoquímicos, são um grupo de nutrientes que trazem melhoria no sistema imunológico. Além disso, possuem ação anti-inflamatória, antiviral, antibacteriana, e antioxidante, reparando dessa forma o tecido das células.

A couve possui fitonutrientes carotenoides que cuidam da visão, prevenindo a degeneração das células responsáveis pela visão. Isso sem falar que também são antioxidantes, ajudam a repor as vitaminas C e E e também produz mais energia para o corpo.

Quais os benefícios da Couve?

Inegavelmente, a couve traz diversos benefícios à saúde! Separei uma lista com os principais deles:

  • Ela é excelente no combate ao colesterol, visto que possui a maior capacidade de redução dos níveis de colesterol de todos os vegetais geralmente consumidos.
  • A couve é rica em vitamina K. Isso faz com que beneficie os ossos, o sistema nervoso, a coagulação do sangue e também aumente a massa óssea e ajude os pacientes com a doença de Alzheimer.
  • Previne o câncer, pois seus compostos contêm enxofre. Isso impede a proliferação do câncer de pulmão, colorretal, de mama e de próstata, em diferentes estágios.
  • Combate a diabetes, pois suas fibras diminuem os níveis de glicose. Para diabéticos tipo 2, melhora os níveis de lipídios e de insulina no sangue. A couve também é rica em ácido alfa-lipóico, que diminui os níveis de glucose e aumenta significativamente a sensibilidade à insulina.
  • As fibras que ela possui ajudam a manter a quantidade de água no intestino e previnem as constipações, promovendo a regularidade e mantendo o sistema digestivo saudável.
  • As folhas de couve são ótimas para a pele e o cabelo, pois apresentam muita vitamina A.  Ela produz o sebo que mantém a hidratação das células. A couve é importante, também, para o crescimento e a renovação de todos os tecidos corporais. Isso inclui os da pele e do cabelo. Já a vitamina C ajuda a produzir e manter o colágeno na pele, enquanto o ferro atua na prevenção à queda de cabelo.
  • O ácido fólico presente na couve possui a função de produzir novas células. Além disso, diminui o risco de problemas cardíacos e o surgimento de lábio leporino nos bebês.
  • Limpa o organismo de toxinas nocivas.

O suco de Couve

O suco de couve vem sendo cada vez mais utilizado em dietas para perder peso. Afinal, ele é um dos melhores desintoxicantes para corpo, pois tem o poder de eliminar toxinas e gordura do organismo, sendo uma rica fonte de vitaminas e minerais.

Seu suco é “detox”, ou seja, é um suco que ajuda a desintoxicar o organismo. Aliás, o suco de couve também ajuda na perda de peso. Além disso, é super fácil de ser preparado, barato, rico em fibras e vitaminas do complexo B, que regulam o funcionamento do intestino.

Receitas de suco de couve

Primeiramente, é importante frisar que o indicado é que os sucos sejam tomados pela manhã, em jejum, e sem utilizar nenhum tipo de adoçante.

Suco de couve com laranja

Ingredientes: 2 laranjas, 2 folhas de couve, mel, 1 l de água

Modo de preparo: Lave as folhas e retire os talos. Corte as laranjas em rodelas e retire as sementes. Bata no liquidificar por 30 segundos e coe.

Suco de couve com limão

Ingredientes: 1 folha de couve, ½ limão, 1 l de água

Modo de preparo: Lave bem as folhas e retire os talos, coloque a couve no liquidificado com o suco de limão, acrescente a água e bata todos os ingredientes. Use mel, caso deseje adoçá-lo.

Suco de couve com cenoura

Ingredientes: 4 folhas de couve, 2 cenouras, 2 l de água, mel

Modo de preparo: Lave as folhas de couve e pique a cenoura. Bata tudo no liquidificador com a água e adoce a gosto.

Suco de couve com laranja e gengibre

Ingredientes: 1l de água, 1 folha de couve manteiga, suco de 3 laranjas, 2cm de gengibre, mel

Modo de preparo: Bata no liquidificador a couve manteiga, sem o talo, junto com o suco de 3 laranjas, o gengibre picado e a água. Adoce com mel se desejar.

Suco de couve com limão e hortelã

Ingredientes: 250 ml de água, 2 folhas de couve manteiga, o suco de 1 limão, folhas de hortelã, mel

Modo de preparo: Bata os ingredientes no liquidificador e adoce se quiser.

Suco de couve com cenoura, maçã e limão

Ingredientes: 3 folhas de couve, 4 cenouras, 2 maçãs, 2 limões, mel

Modo de preparo: Coloque a couve, as cenouras e a maçã picadas no liquidificador e acrescente o suco de limão. Adoce se quiser.

Suco de couve e pepino

Ingredientes: 5 folhas de couve, 3 maçãs, 1 limão, 1 pepino, mel

Modo de preparo: Lave os ingredientes, tire os talos da couve, pique a maçã, corte o pepino em rodelas depois de descasca-lo e esprema o limão. Coloque tudo no liquidificador e bata. Adoce se quiser.

Suco de couve com melancia

Ingredientes: 3 fatias de melancia, 2 folhas de couve,1 colher de gengibre ralado, 1 colher de linhaça triturada, 250ml de água.

Modo de preparo: Retire o talo da couve, acrescente os demais ingredientes e bata tudo no liquidificador.

Suco de couve com melancia e açaí

Ingredientes: 2 fatias de melancia 1 folha de couve, 1 colher de açaí, 1 limão, 1 colher de gengibre ralado.

Modo de preparo: Retire o talo da couve, retire o suco do limão, junte com o açaí e o gengibre ralado. Bata tudo e adoce com mel, se desejar.

Confira o vídeo a seguir, relacionado a esse tema, para aprender ainda mais:

Para mais conteúdo, clique aqui.

🥇 Conheça as indicações e efeitos colaterais da Losartana 🤔

O que é Losartana?

Losartana é um medicamento que funciona para combater problemas de pressão arterial. É um medicamento fácil de encontrar em farmácias e drogarias, e que tem um valor acessível, que se aproxima de R$10,00.

Contudo, é possível encontrar variações do valores de estabelecimentos para estabelecimento. Via de regra, cada caixa do Losartna contém 15 comprimidos.

Entretanto, a forma de tomar desses medicamento devem seguir a risca as orientações na bula.

Como funciona o Losartana?

A ação do Losartana acontece principalmente nos vasos sanguíneos, e age diminuindo a resistência para fazer com que o sangue flua com mais facilidade. Portanto, melhora significativamente a circulação do sangue.

E é exatamente isso que faz com que a pressão arterial permaneça estável. Afim de atingir o efeito máximo da medicação é muito importante usar o medicamento nos horários certos.

A sua ação, enfim, demora de 3 e 6 semanas para que os pacientes consigam perceber os efeitos.

Como posso iniciar o tratamento com o Losartana?

Primeiramente antes de começar o tratamento com Losartana é importante consultar a opinião do seu médico. Contudo, o fabricante, através da indicação da bula, aconselha o início do tratamento com 50 mg ao dia.

Via de regra a manutenção do tratamento varia entre 25 a 100 mg, entretanto qualquer medicamento deverá ser usado apenas com orientação do seu médico especialista. Apenas ele poderá verificar as condições de saúde.

Portanto, não respeitar essa orientação poderá colocar em risco a efetividade do tratamento e a saúde do paciente.

Quais são os efeitos colaterais de Losartana?

A maior parte dos medicamentos sempre podem vir a causar algum tipo de efeito colateral. Isso é algo realmente esperado quando consumimos qualquer que seja a substância.

Da mesma forma, no caso da Losartana foram verificados os seguintes efeitos colaterais: dor peitoral, cansaço, fraqueza, anemia, diarreia, dores na região das costas, sensação de ter contraído gripe e bronquite.

Portanto, se  ao iniciar o tratamento você perceber algum desconforto que pareça estar fora do normal vá par ao médico! Apenas ele poderá te ajudar a identificar os sintomas.

É importante dizer que sempre que iniciar um novo tratamento, ao surgir qualquer sintoma o paciente deverá estar atento.

Veja aqui: Como Tratar a Diabetes Gestacional?

Quais são as contraindicações da Losartana?

Da mesma forma que os efeitos colaterais, Losartana tem contraindicações. Não é indicado para mulheres gestantes ou lactantes não devem fazer o uso desse medicamento em nenhuma hipótese.

O cuidado nesse período da vida da mulher é redobrado, pois além do organismo estar passando por inúmeras transformações, muitas substâncias podem ser repassadas ao bebê através do sangue e do leite.

Então há muita vigilância sobre qualquer tipo de medicamento administrados por mulheres grávidas, uma vez que tudo que ela ingere pode afetar negativamente a geração do feto ou o desenvolvimento do bebe que mama.

Se houver qualquer suspeita de gravidez antes do início do tratamento, não hesite em fazer um teste de gravidez, o mais seguro é o teste de sangue.

Se uma gravidez foi descoberta após o início do tratamento, pare imediatamente a administração do medicamento e marque uma consulta o quanto antes com seu médico ginecologista ou obstetra.

Losartana e o Câncer

Alguns estudos científicos apontaram uma contribuição do uso do Losartana em pacientes que estão em tratamento de câncer de mama e de pâncreas.

O estudo apontou que o Losartana atuou como um facilitador da dilatação dos vasos sanguíneos localizados próximos ao local do tumor, fazendo com que a ação da quimioterapia fosse mais eficaz nessa região.

Ainda serão necessários mais estudos para comprovar esses benefícios, mas a comunidade científica já atua na observação do tratamento combinado para que possa comprovar ou não essa ajuda.

Todas as notícias de auxílio no tratamento ao câncer são feitas com muita responsabilidade e cuidado para não nutrirem falsas esperanças as pessoas que lutam contra essa doença.

Por isso é preciso a realização de estudos sérios e que realmente comprovem a melhoria no tratamento. Sempre questione a comprovação científica de qualquer informação que poderá comprometer sua saúde de alguma forma.

Informações gerais para os pacientes

É sempre importante ressaltar a importância de acompanhamento médico antes de administrar qualquer tipo de medicamento.

As informações que constam na bula são baseadas em casos mais comuns, ou seja, não possuem informações suficientes para levar em conta as condições individuais de cada paciente.

Nunca faça automedicação e não aconselhe ninguém a fazer, essa atitude pode prejudicar tratamentos e colocar em risco a saúde das pessoas.

Outra questão importante é a responsabilidade na administração do Losartana, o paciente deverá seguir rigorosamente as indicações do seu médico.

Se por acaso vier a esquecer de tomar, calma!

Se por acaso houver superdosagem entre em contato com seu médico sem hesitar. Sempre carregue consigo informações sobre as medicações que você ingere, pois além dos efeitos colaterais comuns podem surgir outros.

Em casos de acidentes, essas informações poderão auxiliar na decisão médica mais assertiva para garantir sua saúde

Como todo medicamento, o Losartana deverá ser guardado em local adequado, longe do alcance de crianças, com abrigo do sol e sem umidade.

Não consuma medicamentos que possuírem o lacre de segurança violado ou danificado.

Portanto sempre compre em farmácias e drogarias que você confia. Nunca aceite remédio de outras pessoas pois a eficácia da ação do Losartana não depende apenas do remédio, mas das suas condições.

Bula e Informações

Para informações sobre opções genéricas desse medicamente consulte um médico especialista. Só substitua medicação se seu médico indicar.

A bula com as principais informações sempre estará dentro da caixa, mas se por algum motivo ela for extraviada, consulte a bula na internet.

Busque por informações do laboratório fabricante para garantir fidelidade da informação.

A manutenção da saúde também está atrelada a uma boa alimentação e à prática de exercícios físicos regulares.

Com ajuda do seu médico monte um programa de exercícios que poderão contribuir para a circulação sanguínea e se alimente de maneira saudável. Comunique seu médico sobre o histórico de saúde dos seus familiares próximos.

Para mais conteúdo, clique aqui.

🥇 Diabetes gestacional: O que é? Quais os tratamentos? Saiba TUDO Aqui! 🤔

Olá meninas! Hoje o assunto é Diabetes Gestacional. Você sabe o que é? Se não sabe ou quer saber ainda mais, é só ler esse artigo até o final!

Aliás, você sabe como ocorre a Diabetes? O nosso pâncreas, quando saudável, produz um hormônio chamado de insulina. Esse hormônio armazena os excessos, enquanto uma outra parte se transforma em fonte de energia. Pois a diabetes surge justamente quando essa produção da insulina não fornece ao organismo a quantidade necessária de energia.

O que é a diabetes gestacional?

A diabetes gestacional consiste no aumento dos níveis de açúcar no sangue durante o período gestacional, em gestantes que antes de engravidar não apresentavam diabetes. Ela é, geralmente, diagnosticada por volta do 3º trimestre e é curada sozinha após o parto. No entanto, apesar de se curar sozinha, é preciso tratar para evitar o surgimento de complicações, como em qualquer doença.

Quando a mulher engravida, ela necessita de insulina em dobro para que possa fornecer energia para o bebê. Afinal, ele precisa da insulina para que possa equilibrar os níveis de açúcar do seu próprio organismo. Aliás, a necessidade de insulina vai aumentando conforme o bebê cresce.

A falta de insulina, nesse caso, ocorre porque, durante a gestação, o organismo passa por diversas alterações hormonais. A diabetes gestacional é desenvolvida pelos hormônios da placenta, que fazem com que aumente o açúcar no sangue durante a gravidez.

Diabetes antes da gravidez

Primeiramente, algumas mulheres acabam recebendo o diagnóstico de diabetes gestacional quando, na verdade, já tinham diabetes anteriormente e não sabiam. Nesse caso, a diabetes não se cura, por não se tratar de diabetes gestacional.

Para as mulheres que já sabem que são diabéticas, é preciso procurar um médico antes de tentar engravidar, para que possa manter sob controle os níveis de açúcar. No entanto, existem determinados remédios para diabéticos que não devem ser usados durante período gestacional.

Como é feito o diagnóstico?

Durante o pré-natal, o ginecologista ou então o obstetra, solicita alguns exames para detectar os possíveis fatores de risco. Por volta de 20 semanas de gestação, é comum o pedido de exames para checar o nível da glicemia, ainda que não hajam riscos evidentes para o problema. Alguns dos exames gestacionais são:

O ultrassom

Esse exame não mede a glicose do sangue, mas é super importante para detectar quaisquer alterações que podem ser causadas devido à diabetes gestacional.

Por exemplo, o aumento do líquido amniótico e o crescimento rápido do bebê, podem indicar que o organismo da mãe não está conseguindo controlar os níveis de glicose. Nesse caso, alguns outros exames complementares podem ajudar no diagnóstico.

Exame de glicose em jejum

Esse exame mede o nível de açúcar no sangue, após um jejum de 8 a 12 horas.  Trata-se de um exame de sangue padrão. O sangue é coletado através de uma punção na parte interna do braço. Caso o nível de glicose esteja alto, pode ser que a insulina gerada não esteja sendo o suficiente.

Exame da curva glicêmica

Quando há alguma alteração nos resultados, o médico geralmente solicita um exame de curva glicêmica. Ele mede a quantidade de glicose fica no sangue após a ingestão de alimentos ricos em açúcar.

Para que seja feito esse exame, a gestante deve bebe um líquido doce e, após aguardar uma hora, uma amostra do sangue é coletada. Depois de duas horas, outra amostra é coletada, e na terceira hora, mais uma amostra. Dessa forma é possível descobrir de que forma os níveis de glicemia  decaíram naquele período de tempo.

Mulheres que apresentam diabetes gestacional devem sempre acompanhar o nível de glicose no sangue por meio de testes frequentes. Após 1 mês e meio do nascimento do bebê, novos exames devem ser refeitos, para que o médico possa se certificar de que se tratava de diabetes gestacional.

Diabetes gestacional tem cura?

Como eu disse anteriormente, ela normalmente desaparece depois do parto, visto que o metabolismo da mãe volta ao normal. Caso os sintomas da diabetes persistam após 1 mês e meio do parto, é bastante provável que a pessoa já tivesse diabetes antes de engravidar, e esse quadro apenas se agravou por conta da gestação.

Confira o vídeo que separei para você sobre o assunto:

Quais são os sintomas?

A diabetes gestacional, geralmente, não apresenta nenhum sintoma. Por isso é tão importante realizar os exames frequentes. Através deles o diagnóstico pode ser feito logo no início e a diabetes gestacional pode ser controlada.

No entanto, podem aparecer aluns sintomas:

  • Visão embaçada;
  • Aumento de sede e / ou fome;
  • Cansaço no corpo;
  • Pernas e pés inchados;
  • Inflamação urinária;
  • Aumento da vontade de urinar;
  • Ganho de peso exagerado da mãe e do bebê.

Quais são os riscos da diabetes gestacional?

  • Rompimento da bolsa antes da data do nascimento, levando a um parto prematuro.
  • Aumento do risco de pré-eclâmpsia.
  • Doenças cardíacas no bebê.
  • Desenvolvimento da síndrome da angústia respiratória no bebê ao nascer.
  • Desenvolvimento de doenças cardíacas no bebê.
  • Hipoglicemia no bebê após o nascimento.
  • Risco de obesidade infantil.
  • Desenvolvimento de diabetes mellitus tipo 2.
  • Ter diabetes gestacional numa outra gravidez.
  • Quanto maior a idade da mãe, maior a possibilidade de desenvolver a doença.
  • Ter parentes de primeiro grau com diabetes aumenta as chances de diabetes gestacional.
  • Mulheres que já possuem intolerância ao açúcar costumam ter maiores riscos de desenvolver diabetes gestacional.
  • Dar à luz a bebês acima do peso.

O que pode acontecer durante a gravidez?

Caso não seja controlada, a diabetes gestacional trará vários riscos para mãe e para o bebê. Afinal, 2/3 do açúcar da mãe atravessará a placenta e chegará ao bebê. O pâncreas da mãe irá produzir mais insulina do que o necessário.

Dessa forma, o bebê irá crescer mais do que deveria. Ao aumentar o crescimento dos órgãos e tecidos, pode ocorrer a malformação do feto, levando a hipertrofia em diversos órgãos. Isso irá prejudicar a função do coração e do fígado, além de dificultar a respiração. Todas essas alterações podem fazer com que o bebê acabe não sobrevivendo depois do nascimento.

Como prevenir a Diabetes Gestacional?

Existem certos meios de evitar a diabetes gestacional. Eles estão geralmente relacionados a uma alimentação saudável. Além de controlar a alimentação durante a gestação e ganhar peso de forma moderada, é muito importante fazer exercícios físicos regularmente, além de fazer o pré-Natal.

Qual a forma de Tratamento?

O tratamento irá depender dos níveis de açúcar no sangue. Pode ser indicado apenas uma dieta adequada, exercícios físicos ou então remédios hipoglicemiantes orais e até mesmo insulina, em alguns casos.

É importante que a gestante evite consumir doces, frituras, manteiga, chocolate, refrigerantes e sucos industrializados em excesso.

Exercícios recomendados para diabetes gestacional

  • As caminhadas são ótimas para mulheres grávidas que sejam sedentárias.
  • As gestantes que já fazem exercícios podem começar a fazer uma corrida leve.
  • Fazer pilates não só melhora o condicionamento físico, como também ajuda na postura, na respiração, no batimento cardíaco e no fortalecimento dos músculos.
  • A bicicleta ergométrica também pode ajudar a gestante a manter a forma durante a gravidez.
  • O alongamento impede que os músculos atrofiem e também fornece maior resistência a lesões.

Confira o vídeo a seguir, relacionado a esse tema, para aprender ainda mais:

Para mais conteúdo, clique aqui.

🥇 Leucemia: O que é, tipos e tratamento 🤔

O câncer é, com certeza, uma das piores doenças que afetam as pessoas. Além de ser também aquela que gera mais medo, afinal de contas, alguns tipos são uma sentença de morte. Além de ser uma doença que impõe muito sofrimento.

Existe um tipo de câncer que requer bastante atenção e deixa as pessoas bastante inseguras. Principalmente porque algumas pessoas desconhecem a sua gravidade. Esse tipo de câncer é chamado de Leucemia.

Você sabe precisar quando uma pessoa apresenta leucemia? Sabe como pode lidar com esse problema? Não? Então fique tranquila. Eu criei esse artigo justamente para dar a você, minha amiga leitora, um norte. Acompanhe a postagem até o final e saiba tudo sobre o assunto.

O que é leucemia?

A leucemia é um tipo de câncer maligno. Ele começa afetando a medula óssea, que é onde as células sanguíneas são produzidas.

Os leucócitos (chamados de glóbulos brancos) são afetados e passam a se reproduzir de forma descontrolada, causando todos os sinais e sintomas que caracterizam a Leucemia.

A leucemia é dividida em duas categorias. A primeira é a mieloide. Nesse caso, as estruturas afetadas são a célula-tronco mieloides. Isso pode afetar granulócitos, basófilos, monócitos, eosinófilos ou eritrócitos.

A segunda categoria é chamada de linfoide, na qual os linfócitos é que são afetados.

A leucemia pode, também, ser classificada dependendo da velocidade em que as células doentes se dividem. Quando essa divisão ocorre rapidamente, caracteriza-se como leucemia aguda. No entanto, se a divisão for lenta, é provável que o diagnóstico seja de leucemia crônica.

No caso da leucemia crônica, a doença se desenvolve lentamente. As células cancerígenas se desenvolvem de forma semelhante às estruturas normais. Isso permite que os pacientes,ainda que doentes, possam manter certas funções normais do seu organismo.

A leucemia aguda evolui de forma rápida, afetando os blastos (células jovens que ainda não se formaram completamente). Isso acaba comprometendo todas as funções e incapacita o organismo de se defender das infecções.

Quais os tipos de leucemia?

A leucemia apresenta quatro tipos. Cada um deles tem características diferentes e afeta um determinado público. Veja quais são os tipos:

  • Leucemia mieloide aguda

Esse tipo pode aparecer em qualquer pessoa, entretanto, ela geralmente se desenvolve com mais frequência nas pessoas com mais de 65 anos.

É caracterizada pela produção de glóbulos brancos imaturos. Ou seja, produz células de defesa que não conseguem proteger o organismo contra a ação dos vírus e bactérias.

Esse tipo de leucemia tem de ser combatido rapidamente. Afinal, se desenvolve rapidamente e inclusive pode bloquear a formação dos demais componentes do sangue, como as plaquetas e os glóbulos vermelhos.

  • Leucemia mieloide crônica

Nesse tipo de leucemia, a parte afetada é a medula óssea. Ele é mais frequente em pessoas em torno de 50 anos.

Durante a leucemia mieloide crônica, os glóbulos brancos são prejudicados, resultando em estruturas com anormalidade genética. No entanto, essa doença apresenta um alto percentual de cura. Sete entre dez pessoas conseguem se ver livres dela completamente.

  • Leucemia linfoide aguda

Esse é um dos tipos de câncer mais comuns nas crianças. Ela é uma doença não hereditária e que apresenta um alto índice de cura. A cada dez crianças diagnosticadas, nove se curam completamente.

Nesse tipo de leucemia, as células-tronco encarregadas de desenvolver os componentes do sangue adoecem, dificultando o combate a infecções, hemorragias ou, ainda, a oxigenação do corpo.

  • Leucemia linfoide crônica

Esse tipo de doença afeta, mais frequentemente, pessoas que tem mais de 50 anos. Não é considerada uma enfermidade hereditária. Ela é adquirida por hábitos ao longo da vida.

Diferentemente das outras formas de leucemia, o tipo linfoide crônico apresenta casos nos quais um tratamento não se faz necessário. Ele deve ser feito somente quando os glóbulos brancos passam a se desenvolver de forma descontrolada, perdendo funções.

Quais os fatores de risco?

Ainda que as causas exatas de um câncer como a leucemia não sejam conhecidas, existem certos fatores de risco que acabam favorecendo o seu aparecimento.

Um deles é quando ocorrem certas doenças do sangue, como a mielodisplasia e também neoplasias mieloproliferativas.

Pessoas que sofrem com doenças genéticas, como anemia de fanconi, neurofibromatose ou então a Síndrome de Down, apresentam maiores chances de acabar desenvolvendo algum dos tipos listados de leucemia.

A exposição a produtos químicos derivados do benzeno também eleva as chances de desenvolver leucemia. Além disso, se a pessoa já tiver feito algum tratamento prévio com radioterapia ou quimioterapia, ou então tiver sido exposta à radiação ionizante, pode apresentar um dos tipos de leucemia citados.

Quais os sintomas da leucemia?

Primeiramente, uma pessoa portadora de leucemia pode apresentar hemorragias, infecções e também anemias. Isso se deve ao dano na produção de plaquetas, glóbulos brancos e glóbulos vermelhos.

Entretanto, o crescimento descontrolado de células como os linfócitos desencadeia diferentes sintomas. Um exemplo disso é a síndrome anêmica, que surge devido à produção de eritrócitos na medula óssea.

A diminuição das plaquetas pode ainda resultar na síndrome trombocitopênica, causando pequenas hemorragias.

Ademais, a queda dos leucócitos normais pode fazer com que surjam os seguintes problemas: febre, língua dolorida, infecções frequentes, aftas, sudorese excessiva durante a noite e gânglios linfáticos bastante inchados.

Além disso, pessoas com leucemia podem apresentar dores nos ossos, aumento do tamanho do baço, dores nas articulações, problemas relacionados aos órgãos, além de dores no esterno.

De que forma a leucemia é tratada?

Como eu esclareci em algumas partes desse artigo, a leucemia, em vários casos, tem cura. No entanto, para possa ser feito o tratamento ideal, é necessário saber qual tipo de leucemia a pessoa está enfrentando.

No entanto, de modo geral, as pessoas diagnosticadas com leucemia têm a quimioterapia e a radioterapia à disposição para combater esse problema. Além disso, também podem ser feitos a terapia biológica ou então o transplante de células tronco.

Aliás, é se suma importância esclarecer que o tratamento da leucemia é feito em fases. A primeira parte do tratamento é feita até que a doença entre em estágio de remissão completa. A cura surge então com o uso de poliquimioterapia.

Após esse primeiro momento, o tratamento da leucemia vai variar de acordo com o tipo. Ele pode levar menos de um ano ou então até dois anos. Tudo irá depender do tipo e da gravidade da doença.

Ser diagnosticado com leucemia é algo bem difícil, mas saiba que o problema pode sim ser enfrentado e vencido!

Confira o vídeo a seguir, relacionado a esse tema, para aprender ainda mais:

Para mais conteúdo, clique aqui.

🥇 CLEAN 24K FUNCIONA? → Anvisa, Bula, Preço e Onde Comprar! 🤔

Olá meninas! Se você, assim como eu, sempre fica de olho em tudo o que os famosos usam, falam, fazem e indicam, tenho certeza que você vai se apaixonar por uma descoberta maravilhosa que eu fiz essa semana.

Pois bem, eu já tenho os meus bem vividos 32 anos né, minha amiga? E isso acaba pesando um pouco, pois as rugas e marcas de expressão começaram a aparecer e notei que minha pele já não tinha o brilho nem o viço de antes. Claro que eu não esperava uma pele de 23, mas também não queria denunciar a idade no rosto.

Eu sou mãe de 2 filhos adolescentes. Faz tempo que não consigo descansar bem à noite porque eles sempre estão  fora de casa e nem preciso falar do quanto a gente se preocupa, né? Se é ou já foi mãe de adolescente sabe bem do que eu estou falando.

Todas essas noites mal dormidas foram cobrando o seu preço com o passar do tempo.

Do dia para a noite os famosos pés de galinha começaram a aparecer. Isso sem falar no irritante bigode chinês. Foi insuportável me olhar no espelho e não ver mais um rosto jovem, mas quase uma senhora.

Dessa forma, para fugir um pouco desses problemas do dia a dia eu acabo vidrada nas novelas,  revistas de fofoca e também fico sempre muito atenta ao que os famosos fazem. Em uma dessas pesquisas eu descobri a Máscara de Ouro Clean 24K.  Fiquei totalmente surpresa e um pouco incrédula de saber que minhas rugas e marcas de expressão podiam acabar de vez.

O resultado é que esse produto me fez tão bem, que resolvi escrever esse artigo para que você não precise sofrer o tanto que eu sofri ao olhar meu rosto com rugas no espelho.

Vou falar tudo o que eu descobri e o que eu senti usando o Clean 24k. Além disso, se você ficar comigo até o final vai ganhar um presente, por ter separado um tempinho para ler e para te incentivar a cuidar de si mesma.

Vamos lá?!

O que é a Máscara de ouro Clean 24K 

Para que você entenda certinho o que a Máscara de ouro Clean 24K pode fazer para melhorar a sua vida, é super importante saber a origem dela e quais as suas propriedades.

Ela é a mais nova solução disponível no mercado. Além disso, promete acabar com as crises femininas em relação a pele flácida, sem vida e com as rugas e marcas de expressão.

A Máscara de ouro Clean 24K foi desenvolvida através de uma fórmula norte-americana. Depois de fazer um sucesso estrondoso no mundo todo, ela foi finalmente importada diretamente para o Brasil. E o que faz esse produto ter uma fama mundial é o fato de não agir somente nas camadas externas da pele.  Sua ação é de dentro para fora, por meio de uma absorção rápida e poderosa. Essa é a chave do combate eficaz ao inimigo em comum de todas nós mulheres: o tempo.

Tenho certeza que você já pensou em realizar procedimentos cirúrgicos.  Eles com certeza trazem resultados maravilhosos, mas já pensou na recuperação? Além das dores, ainda tem os riscos de uma cirurgia e pós-operatório.

Por isso mesmo a Máscara de Ouro Clean 24K chega para rejuvenescer a pele sem precisar realizar um procedimento tão invasivo. Depois do seu uso, a pele fica cheia de energia, renovada e jovem. O resultado disso é uma pele nova, mais clara, mais suave, mais firme e completamente hidratada. A Máscara de ouro Clean 24K te devolve a pele que você tinha aos 20, só que aos 40!

Quais os benefícios do uso da Máscara de ouro Clean 24K?

Alguns dos muitos benefícios que a Máscara de Ouro Clean 24k oferece são:

  • Reparação de danos causados por fatores ambientais e também devido ao envelhecimento – uma pele 95% mais restaurada;
  • A formação de uma barreira que protege contra os radicais livres – afinal, eles são os principais agentes de envelhecimento – além de diminuir a perda de água da pele, deixando-a mais firme e resistente;
  • Total regeneração celular – renova e revitaliza a sua pele em 100% a Máscara de ouro Clean 24K hidrata e nutre intensamente o rosto e estimula o metabolismo cutâneo.

Além de todos esses benefícios, existem os benefícios emocionais, que você vai notar assim que começar o seu tratamento com a Máscara de ouro Clean 24K.

Minha experiência ao usar a Máscara de ouro Clean 24K 

Não resisti. Depois de ler tudo aquilo que eu te falei ali em cima, eu tive que comprar. E foi super coincidência porque no mesmo dia que chegou, eu tinha um jantar da empresa do meu marido. E era uma coisa bem chique. Eles tinham conquistado um novo contrato e tinham sido convidados para um restaurante internacional, tudo bem luxuoso.

Naquela noite eu usei a Máscara de ouro Clean 24K e logo ao toque, consegui sentir que faria toda a diferença. Apliquei uma camada bem espessa com a ponta dos dedos por todo o rosto, cuidando com a área dos olhos e boca. Depois fui me preparar para o tal jantar.

Escolhi um vestido preto incrível com detalhes em dourado, um decotão que mostrava um pouco demais (mas eu nem me importei porque estava me sentindo incrível). Soltei os meus cabelos e usei eles encaracolados e jogados de lado, do jeito que as mulheres usavam na Grécia antiga.

Chegando lá, encontramos logo de cara os colegas de trabalho do meu amigo e ficamos na mesa que estava reservada. E pensa só, o assunto da noite foi o brilho da minha pele. Chegaram a me perguntar por qual procedimento cirúrgico eu tinha passado, você acredita?

Tudo isso porque segui meu instinto e tomei a decisão de comprar a Máscara de ouro Clean 24K !

Confira o vídeo que separei para você sobre o assunto:

Depoimentos de quem usou:

Como utilizar a Máscara de ouro Clean 24K ?

É super simples: basta aplicar uma camada generosa sobre a pele, espalhando de modo uniforme e tomando cuidado com os olhos e a boca.

Esse único passo, uma vez por  dia, é capaz de te trazer resultados inimagináveis.

Quem pode usar a Máscara de ouro Clean 24K? Tem alguma contraindicação?

Qualquer pessoa pode usar sem nenhum problema. Afinal, é um produto 100% natural, desenvolvido para  promover restauração, limpeza profunda e revitalização da sua pele. Se por acaso você estiver grávida ou com alguma doença crônica, é aconselhável consultar um médico. Caso contrário, sé só curtir a sua pele renovada e muito mais jovem!

Lembrando que todos os resultados foram comprovados cientificamente, e eles entregam totalmente o resultado que prometem: uma pele rejuvenescida, viçosa e firme!

E o melhor de tudo: tanto homens quanto mulheres podem usar sem nenhum problema.

Onde comprar a minha Máscara de ouro Clean 24K?

Você sabe, tudo o que é bom causa uma inveja né? E, com o sucesso da Máscara de ouro Clean 24K, algumas empresas mal-intencionadas resolveram se passar por revendedoras e a comercializar produtos sem procedência e garantia. Isso causa um problema sério e a Máscara de ouro Clean 24K não tem como se responsabilizar por produtos que não são vendidos através do site oficial.

Por isso, eu comprei a minha diretamente no site da Máscara de ouro Clean 24K e te indico a fazer a mesma coisa.

Deixei ali em cima o link que eles me passaram. Esse link vai te dar direito a um desconto mega especial, pois eu tinha falado a eles que eu indicaria a Máscara de ouro Clean 24K para as minhas amigas em um artigo. Então, peço que aproveite e compre rápido, porque não sei por quanto tempo o link vai ficar no ar.

Quero também aproveitar o ensejo para falar do prazo de entrega. Ele é de no máximo 72 horas e só vai depender da sua localidade. Super rápido né?

A Máscara de ouro Clean 24K tem garantia?

Só a Máscara de ouro Clean 24K para garantir o resultado prometido. E se por acaso você achar que não atingiu o objetivo? A Máscara de ouro Clean 24K vai devolver o valor integralmente e sem burocracia. Simples assim!

O risco é zero!

Estou indo, minha amiga leitora, mas antes…

Quero te agradecer imensamente por ler até aqui. Tenho certeza que esse artigo vai ser de grande ajuda. SUa pele vai mudar e com ela a sua autoestima vai para as alturas! Você merece cuidar melhor de si. Você merece o melhor que a tecnologia pode oferecer. Volte a se amar com uma pele livre de rugas e hidratada.

Sua nova vida começa agora!

Confira o vídeo a seguir, relacionado a esse tema, para aprender ainda mais:

Para mais conteúdo, clique aqui.

🥇 MixGreen funciona mesmo?- (LEIA ISSO ANTES DE COMPRAR) 🤔

Olá meninas! Hoje o conteúdo é para vocês que estão buscando um  emagrecimento saudável, e que decidiram que é mais do que hora de mudar a sua vida! Só leia se você estiver determinada a fazer algo por si mesma. Afinal, a mudança sempre começa na nossa mente, não é?

Se você chegou aqui para saber se Mixgreen é uma enganação, eu tenho algo muito sério para dizer: você chegou no lugar certo! E já adianto que não, Mixgreen definitivamente não é uma enganação!

Já chega de comer aquela lasanha à bolonhesa, ou então se acabar naquela torta hiper gordurosa de frango. E  sabe aqueles salgados fritos da panificadora? Nem pensar!

Existe um novo marco chegando na sua vida e o nome dele é: Mixgreen!

Esse composto de nutrientes, aliado a uma dieta balanceada fornecerá a você toda a força que você precisa para sua perda de peso e ainda vai te proporcionar uma melhora significativa na sua saúde.

Além de ser rico em vitaminas, Mixgreen é totalmente saboroso e bem nutritivo. Sem contar que você não precisa ficar picando legumes, couve e nenhum outra chá: basta misturar o composto na água ou no leite e está pronto! Com esse simples gesto você estará perdendo o peso que precisa, ao mesmo tempo em que nutre o seu corpo e melhora a sua qualidade de vida.

Aposto que você ficou interessada né? É só ficar comigo até o final desse artigo que eu vou te contar tudo sobre esse produto que está fazendo o maior sucesso ao redor do mundo.

Quais benefícios ao tomar o Mixgreen?

São inúmeros os benefícios que você irá proporcionar ao seu organismo  fazendo o consumo diário de Mixgreen. No entanto, os principais benefícios notados ao consumir o Mixgreen são:

  • Maior energia e disposição para executar as tarefas diárias;
  • Uma desintoxicação de forma completa do seu organismo;
  • Renovação da saúde dos cabelos, unhas e pele;
  • Alívio e combate aos sintomas do stress;
  • Dá ao corpo as vitaminas e minerais que são fundamentais para a saúde;
  • Proporciona um emagrecimento de forma saudável;

E além de todos esses benefícios, o Mixgreen é super fácil de preparar e consumir. Aliás, ele pode ser preparado em qualquer lugar, pois não precisa de liquidificador. Olha como é prático! Agora não tem mais desculpas para deixar de seguir uma rotina saudável.

 

O Mixgreen funciona, mesmo?

Com toda a certeza! Ele apresenta os mesmos benefícios que um detox natural, além de fazer com que o seu organismo ganha um fortalecimento a mais contra os males dessa vida moderna.

Além disso, pesquisei e encontrei facilmente depoimentos de milhares de pessoas ao redor do mundo, que contaram como sofreram verdadeiras transformações em suas vidas depois de consumir Mixgreen, olha só:

Qual a composição de Mixgreen?

Primeiramente, você precisa saber que o Mixgreen é totalmente natural. Em suma: todos os componentes e vitaminas que você pode encontrar em vegetais, legumes, frutas e outros alimentos, estão concentrados em doses ideais para você dentro do Mixgreen.

Separei alguns componentes da fórmula do Mixgreen para mostrar para você, minha amiga:

  • Chlorella: é pura vitamina B12;
  • Spirulina: possui qualidades desintoxicantes, antioxidantes e anti-inflamatórias;
  • Maca Peruana: Melhora a saúde do coração e deixa o seu sistema imunológico blindado, por conter ômega 3;
  • Coco em Pó: Ajuda no transporte de alimentos, vitaminas e minerais ao longo da sua corrente sanguínea;
  • Vitaminas e minerais: essenciais para se manter sempre saudável;
  • Limão: estabiliza os níveis de açúcar no sangue;
  • Grama de Trigo: uma pequena porção apresenta muito mais valor nutricional que os vegetais.

Para quem é indicado o Mixgreen?

Não existe nenhuma contraindicação para o uso de Mixgreen, pois ele é um produto 100% natural.

Entretanto, é sempre importante consultar um médico antes de tomar no caso de mulheres grávidas ou lactantes, afinal, as mudanças que o corpo sofre nessa fase da vida podem influenciar os cuidados do bebê.

Mas, de modo geral, homens e mulheres podem consumir o Mixgreen sem medo e perceber gradualmente a gigantesca melhora na saúde não apenas física, mas também psicológica.

E como o Mixgreen deve ser consumido?

É super simples:basta adicionar 10g do produto em 250ml de água ou leite e tomar uma vez por dia! O mais indicado é que você tome ele pela manhã e em jejum. Assim você irá melhorar ainda mais a absorção dos nutrientes pelo organismo.

Qual o valor do Mixgreen?

A pergunta que eu te faço é: quanto você acredita que vale a sua saúde? Pois é, eu tenho certeza que para você ela não tem preço, não é? Para te auxiliar nesse processo de restauração da sua saúde, consegui com o fabricante um link com um desconto especial para você, minha amiga leitora.

É só clicar no link que eu vou deixar aqui embaixo, que você será redirecionada para o site oficial, já com o desconto aplicado. Lembrando que quanto mais quantidades você compra, maior é o desconto:

Mixgreen tem alguma garantia?

Com certeza! Só uma empresa de total confiança como Mixgreen consegue oferecer um produto com um preço acessível, de muita qualidade e, caso você ache que ele não está fazendo o efeito desejado (o que eu acho bem improvável), você recebe seu dinheiro de volta e sem burocracia.

Isso em um prazo de 30 dias a partir da data de compra, certo? Mas eu tenho certeza que vai funcionar muito bem e mudar sua vida para melhor!

Onde devo comprar o Mixgreen?

Fico muito feliz em saber que decidiu adquirir esse produto incrível. Quero deixar um aviso importante: o Mixgreen só é vendido no site oficial e em nenhum outro lugar. Alguns sites como Mercado Livre, OLX ou similares acabam ofertando, mas muito cuidado, porque os produtos não são confiáveis.

Além de se tratarem de falsificações, você ainda corre o risco de consumir um produto extremamente prejudicial à sua saúde!

O Mixgreen só pode se responsabilizar pelos produtos que são vendidos no site oficial. Vou deixar aqui embaixo o link que consegui com o fabricante, garantindo um desconto maravilhoso para você:

Mas corre aproveitar, porque eles me informaram que o link não ficaria muito tempo no ar, ok?

Agradeço imensamente por ter dedicado seu tempo lendo esse conteúdo. Tenho certeza que vai ser de grande ajuda para você, que busca um emagrecimento de forma saudável, sem ter que apelar para dietas malucas que te matam de fome.

Mixgreen funciona e vai te ajudar não somente a alcançar um corpo e uma saúde como nunca antes, mas também irá deixar sua autoestima nas alturas!

Você merece ser a sua melhor versão. Sua nova vida está a um clique de distância! Vou ficando por aqui, e qualquer dúvida é só deixar aqui nos comentários que eu respondo rapidinho, certo?

Confira o vídeo a seguir, relacionado a esse tema, para aprender ainda mais:

Para mais conteúdo, clique aqui.

🥇 Lift Xtreme funciona mesmo?- [descubra tudo aqui] 🤔

Olá meninas! No post vou te contar um segredinho que descobri e que deixou a minha pele novinha em folha! Esse post é para você, minha amiga, que já está sentindo os sinais da idade na sua pele e não sabe mais o que fazer para reverter isso.

Eu bem sei que você já não aguenta mais essas rugas no seu rosto, Também sei que provavelmente você já tentou de tudo pra mudar isso, mas nada resolveu, né? Até agora!

Como eu disse, nesse post vou compartilhar com você, minha amiga leitora, um verdadeiro tesouro que eu descobri e que me deixou com a pele renovada! Se quiser saber meu segredo, é só continuar lendo esse artigo até o final.

Ah! Se você reservar 5 minutinhos do seu tempo lendo esse artigo, além de descobrir um truque poderoso para combater o envelhecimento da pele, ainda vai ganhar um presente para te incentivar a cuidar mais e melhor de você mesma.

Vamos lá?

O que é Lift Xtreme e como ele funciona?

Descobri esse segredo depois de muitas pesquisas na internet e de testar produtos que prometiam e não resolviam nada. Depois de gastar muito tempo e dinheiro, conheci o Lift Xtreme.

Através da mais alta tecnologia que o mercado atual oferece, Lift Xtreme promove um rejuvenescimento facial maravilhoso desde a primeira aplicação! Sim, desde a primeira aplicação! Nada de esperar dias ou semanas para surgir algum efeito!

Claro, bem sei que nem você nem a sua pele são as mesmas de 15 anos atrás, não é? Mas isso não precisa ser um problema. O Lift Xtreme acompanha você ao longo da sua vida! Ele é um produto especial de rejuvenescimento e está a sua disposição, hoje mesmo!

Ele é um sérum natural, feito à base de ácido hialurônico e muitos outros componentes benéficos à sua pele, que irão rejuvenescer a sua pele de forma natural.

Será que Lift Xtreme funciona mesmo?

Primeiramente, eu entendo bem a sua incredulidade. Aliás, sou dessas que tem que ver, provar, testar a aprovar para crer! Por isso mesmo fui atrás e pesquisei muito, depois comprei e testei. Para poder vir aqui no meu blog e dizer se realmente vale à pena ou se é só conversa fiada. Enfim, você sabe que eu sou sincera, né, amiga? Se não funciona eu sou a primeira a sair falando aos quatro ventos.

Pois bem. Primeiramente, pesquisei muuuito (você sabe que sou a louca da pesquisa na internet, né?) e encontrei vários depoimentos de pessoas que usaram o Lift Xtreme e disseram que suas vidas foram realmente transformadas. Isso sem falar na autoestima que ficou nas alturas.

E, realmente, o produto fez jus ao que prometia, porque os resultados foram inegavelmente maravilhosos já nas primeiras semanas, e a melhora só continuou aumentando. Minha pele já não é mais a mesma, e digo isso no bom sentido!

Lift Xtreme não apenas reduziu as minhas linhas de expressão, mas rejuvenesceu minha pele, hidratou e tornou ela cada vez mais uniforme e natural!  Sem precisar gastar rios de dinheiro com cirurgia nem botox.

Então, sim, ele realmente funciona! Aliás, o resultado não é de uma hora para outra, ok? Afinal os cremes que fazem isso, com efeito Cinderela, duram apenas algumas horas e depois volta tudo para o lugar.

O Lift Xtreme trata realmente o problema de dentro para fora. Primeiramente, você precisa usar certinho, conforme as orientações do fabricante e a partir da segunda semana você já vai ver a diferença gigantesca que ele faz. Recomendo que você tire uma foto antes e uma depois dessas primeiras semanas para comparar a maravilha que é!

Veja os resultados comprovados do Lift Xtreme

O Lift Xtreme não é um produto qualquer, não, amiga. Ele foi testado dermatologicamente direto nos Estados Unidos. Os resultados superaram e muito as expectativas, olha só:

  • Em pouco menos de 3 semanas, 98% das pessoas que usaram notaram sua pele mais macia;
  • A pele de 93% dessas pessoas apresentou ações reparadoras devido à hidratação;
  • E mais de 75% dos usuários apresentaram uma significativa melhora na elasticidade e na firmeza da pele.

Sabe o melhor de tudo?  É um produto totalmente seguro, pois ele foi testado e aprovado pela ANVISA!

Qual a composição do Lift Xtreme? 

Lift Xtreme  leva diversos componentes benéficos em sua fórmula. No entanto, o que o torna diferente dos demais produtos anti-aging, é que ele leva em sua fórmula diversas vitaminas e nutrientes que são essenciais para a renovação da pele. Em suma: você vai estar com a sabedoria dos 40, mas com uma pele de 20! Isso é o que eu chamo de unir o útil ao agravável, não é?!

Como se isso já não fosse maravilhoso, ele também traz em sua composição ácidos graxos poli-insaturados, principalmente os ácidos linoleico e linolênico, que são extremamente benéficos à sua pele.

Confira o vídeo que separei para você sobre o assunto:

Quais os benefícios do Lift Xtreme?

Sinceramente: a gente bem sabe que a pele vai perdendo aquela maravilhosa elasticidade com o passar dos anos. A produção de colágeno cai muito e isso afeta nossa pele diretamente. É por isso que Lift Xtreme é tão revolucionário: ele influencia diretamente na produção de colágeno do nosso organismo! Com isso você conseguirá:

  • Uma pele mais macia e bonita;
  • Uma pele mais jovem;
  • Uma pele mais saudável;
  • Uma redução considerável nas suas rugas;
  • A redução gradual das linhas de expressão;
  • Valor totalmente acessível, em comparação com os outros produtos do mercado;
  • Lift Xtreme é validado e amplamente usado pelo povo norte americano.

Aliás, mesmo sendo em forma de creme, o Lift Xtreme age na sua pele de dentro para fora: nutrindo e hidratando as células e fazendo com que você fique ainda mais linda e jovem.

Como eu devo usar o Lift Xtreme?

A aplicação de Lift Xtreme é super fácil! Você deve aplicar pela manhã, à tarde e à noite. Vale lembrar que sempre que for aplica o incrível Lift Xtreme, você deve deixar a pele bem limpa, usando água e um sabonete neutro.

Mas pode ficar tranquila, que pedindo hoje no link que vou deixar nesse artigo, você vai receber um guia bem prático que vai te ajudar na aplicação do produto. Esse guia foi criado especialmente para você, que deseja ter a pele que sempre sonhou sem precisar recorrer às cirurgias ou às agulhas.

Você conhece outras pessoas que já usaram Lift Xtreme?

Nossa amiga, eu realmente já perdi as contas! Eu separei alguns depoimentos das minhas amigas que já provaram Lift Xtreme e estão maravilhosas com suas vidas em dia e com uma pele digna de revista! Dá uma olhada:

      

Eu quero! Como faço para comprar?

Lembra que eu falei que você ganharia um presente para cuidar mais e melhor da sua pele? Pois bem! Consegui com o fabricante um link exclusivo com um desconto já aplicado! É só acessar ali embaixo:

  1. Clique no botão que está ali embaixo e você será direcionada para o site oficial do Lift Xtreme (já com o desconto aplicado);
  2. Clique no campo que diz “Compre agora”;
  3. Preencha seus dados e clique onde diz “Mostrar ofertas e preços”;
  4. Selecione o kit que você deseja, lembrando que quanto maior a quantidade, maior o desconto;
  5. Você será direcionada para a página de pagamento, que é super tranquila e segura;
  6. Preencha então todos os seus dados de pagamento ali mesmo;
  7. Realize o pagamento e pronto! É só aguardar esse verdadeiro tesouro chegar na sua casa!

E as vantagens não param por aí!

O Lift Xtreme é tão eficaz e tem tanta certeza e propriedade que trabalha com política de ressarcimento. Se, por acaso, você achar que não fez o efeito necessário (o que eu acho praticamente impossível!), Lift Xtreme irá te ressarcir o valor integralmente, sem perguntas e sem maiores problemas!

Enfim, vale MESMO à pena usar o Lift Xtreme?

Olha, minha amiga, vou ser bem sincera com você. Vale à pena e muito. E não digo só pelos benefícios que notei na minha pele, não.

Eu costumava ter muita vergonha das minhas rugas e marcas de expressão. Já passei por poucas e boas na minha vida e a gente que sofre muito acaba refletindo isso na nossa pele, né? Sabe aquelas pessoas que você olha e diz que tem cara de sofridas? Então, essa era a minha cara.

Eu não sentia vontade de sair, de usar maquiagem, nada. Afinal, nenhuma maquiagem poderia disfarçar aquelas rugas. Até que encontrei o Lift Xtreme. Ele realmente foi um salvador para a minha pele. Olhando fotos antigas, nem acredito que minha pele era daquele jeito.

Portanto, sim. Vale MUITO à pena.

Você merece cuidar de si mesma, minha amiga. Se você não se colocar em primeiro lugar, ninguém vai fazer isso por você! A mudança que você precisa está a um clique de distância!

Confira o vídeo a seguir, relacionado a esse tema, para aprender ainda mais:

Para mais conteúdo, clique aqui.

🥇 Melhor Colágeno hidrolisado → Bula, Preço e Onde Comprar! 🤔

Olá meninas! Hoje eu trouxe um assunto incrível: o colágeno hidrolisado! Nesse artigo você vai descobrir tudo sobre o colágeno hidrolisado e também como ele pode deixar sua pele com um aspecto até 20 anos mais jovem!

Nós que somos mulheres sabemos que a vida é bem curta e que os anos passam muito rápido. Um dia você acorda e está no auge dos seus 25 anos,  no outro, o que você vê no espelho é uma senhora na casa dos 40 anos, com rugas e linhas de expressão em seu rosto.

É claro que as suas amigas não te falam, mas elas reparam nessas coisas. Você também sabe disso, tanto que repara na pele flácida da sua amiga. E também no bigode chinês da sua vizinha. Isso sem falar que você acha horríveis as estrias da sua irmã. E não tem problema, você não é nenhum monstro por isso.

Todas as mulheres reparam nessas coisas.

A verdade é que essas coisas realmente são bem ruins. A gente que é mulher bem sabe disso. E nós também sabemos que a gente sofre bem mais que os homens quando o assunto é estar sempre bonita. E o pior é que a gente pode passar o dia na academia, mas isso não adianta nada. Se você não tiver uma pele bonita, minha amiga, o máximo que você vai conseguir é parecer aquelas “tias” que a gente vê na rua e diz que não aceitam a idade que tem.

Então, se você não quer fazer parte desse time e quer saber como ter uma pele 20 anos mais jovem sem nenhum creme milagroso, sem cirurgia e muito mais rápido, é só ler esse artigo até o fim! O verdadeiro milagre vai acontecer na sua mente. No momento em que ela ficar sabendo dos benefícios do colágeno BellaCare, a sua pele vai te agradecer, e muito!

Vem comigo!

O que é e para que serve o melhor colágeno hidrolisado?

Essa é a primeira coisa que você precisa conhecer: o colágeno hidrolisado. Ingerir colágeno parece algo bem simples, mas saiba que se você tomar algum tipo de colágeno que não seja o hidrolisado, ele não vai surtir o efeito que você deseja em relação à sua pele.

Para que o seu corpo possa absorver o colágeno totalmente e sem eliminá-lo quando vai ao banheiro, o que você precisa realmente é tomar colágeno hidrolisado. E saiba que nem todo colágeno é hidrolisado, não! Por isso, BellaCare é a opção perfeita para tratar os problemas da sua pele: esse colágeno hidrolisado age na raiz do problema, de dentro para fora.

Confira o vídeo que separei para você sobre o assunto:

O que é o colágeno hidrolisado da BellaCare?

Ele é um composto nutritivo a base de colágeno hidrolisado tipo 3 e 1 e também vitamina C, além de diversos outros nutrientes que ajudam a manter o seu bem-estar geral. Com ele você vai finalmente poder eliminar rugas, marcas de expressão, bigode chinês, estrias, celulite, flacidez e aquela indisposição rotineira para viver a vida. Ele é aprovado pela Anvisa e é altamente recomendado por milhões de dermatologistas ao redor do mundo.

 

Por que devo usar o colágeno hidrolisado da BellaCare?

Você precisa estar sempre atenta aos sinais que o seu corpo apresenta. Se você se olhar no espelho e perceber que a sua pele está flácida, sempre com aquela aparência murcha, com rugas e as temidas marcas de expressão começando a surgir, então está  mais do que na hora de usar o suplemento de colágeno da BellaCare.

Em suma, respondendo à pergunta de forma direta: você deve usar BellaCare porque ele é o único colágeno hidrolisado que já traz a Vitamina C em sua composição. Ela faz com que seu organismo absorva ainda mais rapidamente o colágeno. Ou seja: dois em um para melhorar a saúde da sua pele.

Quais os benefícios de usar o Colágeno Hidrolisado BellaCare?

Você vai perceber os benefícios na pele, literalmente! Mas eu separei aqui uma lista com os principais benefícios que eu notei. Ao usar o Colágeno Hidrolisado BellaCare você irá:

  • Eliminar as rugas;
  • Eliminar as estrias;
  • Suavizar muito as marcas de expressão;
  • Eliminar o bigode chinês;
  • Diminuir a flacidez na barriga;
  • Diminuir a flacidez no bumbum;
  • Diminuir a flacidez nas coxas;
  • Eliminar a celulite no bumbum;
  • Abandonar o cansaço físico;
  • Acabar com as dores nas juntas;
  • Acabar com as dores nas costas;
  • Acabar com as dores nos joelhos.

E você sabe como isso tudo pode ser possível? É porque o BellaCare é  feito com um puro colágeno hidrolisado e tem alta absorção pelo organismo. Seu organismo é capaz de absorver 100% do colágeno das cápsulas e é justamente por isso que os resultados são tão eficazes: nada se perde!

Além de todos aqueles benefícios que eu já destaquei ali em cima, ao usar BellaCare você:

  • Vai se sentir mais à vontade para usar roupas curtas e decote;
  • Vai poder mostrar as pernas sem que se sinta envergonhada;
  • Não terá mais receio de mostrar seu corpo para o seu companheiro;
  • Poderá fazer amor de luz acesa se quiser (afinal, você vai amar seu novo corpo!);
  • Vai notar que tem mais disposição no dia-a-dia para lidar com as suas atividades;
  • Vai sentir prazer em usar aquele batom vermelho que destaca bem o seu rosto, sem medo de que as pessoas notem rugas ou marcas de expressão;
  • Será um apessoa muito mais alegre e com a autoestima lá em cima!

Viu só porque ele faz tanto sucesso? Não se trata apenas de um repositor de colágeno: o BellaCare é uma mudança definitiva na sua qualidade de vida!

Casos de sucesso com o uso de BellaCare

Tenho certeza que você ficou interessada. E aposto que se eu estivesse te vendo pessoalmente agora, notaria um sorriso no seu rosto! E a verdade é que BellaCare te proporciona exatamente isso: felicidade! Separei alguns depoimentos das pessoas que usaram. Veja o que elas tem a dizer:

BellaCare tem efeitos colaterais? Todo mundo pode usar?

Por ser um produto 100% natural, não há nenhum tipo de efeito colateral e pode ser consumido por todo mundo. A única restrição, assim como é para todo suplemento de colágeno, é para as mulheres que estejam amamentando, grávidas, pessoas que estejam fazendo uso de medicação contínua ou então pessoas que apresentem doenças preexistentes.

Como usar o Colágeno BellaCare?

Você deve tomar duas cápsulas por dia, as duas pela manhã. Não é preciso fazer nenhuma suplementação de vitaminas A e C durante o tratamento, para intensificar os resultados, pois a fórmula do BellaCare já possui essas vitaminas. Portanto, você vai estar totalmente segura porque estará ingerindo o colágeno de melhor qualidade disponível no mercado.

BellaCare é vendido na farmácia ou no Mercado Livre?

Não. É muito importante salientar que a venda do BellaCare é feita apenas através do site oficial. Dessa forma você irá adquiro-lo de forma totalmente segura. Alguns vendedores do Mercado Livre, OLX e similares oferecem produtos aparentemente iguais, mas não caia nessa. Além de se tratarem de falsificações, esses produtos são potencialmente prejudiciais à sua saúde.

Portanto, volto a frisar, o Colágeno Hidrolisado BellaCare é vendido apenas no site oficial!

Ao entrar em contato com o fabricante, relatando a minha ótima experiência e falando do meu blog, recebi um link com desconto especial para você, minha leitora. Vou deixar aqui embaixo para você aproveitar:

Mas é bom se apressar. Eles me disseram que o link não ficaria ativo por muito tempo!

BellaCare funciona mesmo? Ele é realmente o melhor colágeno hidrolisado do mercado?

Minha amiga, peço que pare para pensar em todas as coisas que você viveu até aqui. Agora me responda com sinceridade: qual foi a última vez que você parou para cuidar de si mesma? Qual foi a última vez em que você simplesmente pegou seu cartão de crédito e decidiu comprar um presente par você mesma? Aposto que faz um bom tempo, não é?

Você vive se preocupando com o marido, com os filhos, com os boletos. Ou então com a faculdade, com o seu trabalho e todas essas coisas acabam vindo antes de você. Até quando essa situação vai continuar? Até quando você vai ser alguém que você não gosta de verdade, com um corpo que não te agrada ao olhar?

Eu vivi isso na minha pele

Eu tinha vergonha do meu corpo. Para você ter noção, minha amiga, eu me declarava como uma pessoa caseira. Mas não é porque eu realmente amasse ficar o tempo todo em casa. Era só porque eu tinha vergonha de sair na rua ou mostrando as minhas rugas e marcas de expressão, ou então usando uma quantidade gigante de maquiagem para tentar esconder.

Os dois cenários eram horríveis porque eu estava me escondendo do mundo, fosse em casa ou sob camadas e camadas de maquiagem. Decidi dar um basta nisso. Queria poder usar aquele vestido mais curto sem passar vergonha. Queria poder sair de cara limpa na rua sem me sentir exposta e envergonhada. Quando eu falo sobre isso me vem lágrimas nos olhos, porque só eu sei o que passei. Por isso eu entendo que você talvez esteja passando pela mesma situação.

Por isso mesmo eu te peço: dê uma chance a você mesma. Só você tem o poder de mudar a sua vida e a sua relação com seu próprio corpo. Você, mais do que ninguém, merece uma nova chance.

Vou deixar o link promocional do BellaCare aqui embaixo. Clicando nele você vai ser redirecionada para o site oficial do BellaCare. E já vai com o desconto exclusivo para você, minha amiga leitora. Você pode mudar de vida, tudo isso está a um clique de distância.

Confira o vídeo a seguir, relacionado a esse tema, para aprender ainda mais:

Para mais conteúdo, clique aqui.

🥇 Tratamentos caseiros para dor de garganta 🤔

Olá meninas! Hoje trouxe um assunto que, tenho certeza, faz parte da rotina de muita gente, ainda mais com esse inverno: a dor de garganta. A causa desse problema pode ser devido a um quadro infeccioso ou inflamatório, ou então, pode até mesmo ser a resposta do organismo a algum tipo de irritação.

É um mal-estar bem comum e pode atingir com mais facilidade as pessoas que acabam forçando a voz sem tomar os devidos cuidados. Isso sem falar nas pessoas que ficam  expostas à friagem, o que é um prato cheio para a dor de garganta.

Ademais, a intensidade da dor de garganta varia muito e ela pode atingir também as pessoas que estão com a imunidade baixa. Os tratamentos tradicionais incluem antibióticos, anti-inflamatórios e analgésicos. No entanto, as dores de garganta mais simples podem ser tratadas até mesmo em casa.

Confira o vídeo que separei para você sobre o assunto:

Quais os melhores tratamentos caseiros para dor de garganta?

Pesquisei muito sobre esse assunto e trouxe uma listinha de tratamentos caseiros que são eficazes para casos leves de dor de garganta. Contudo, vale lembrar que só devem ser usados como único tratamento se a dor for leve e você não tiver febre. Caso contrário, além desses tratamentos, é preciso também procurar um médico, clinico geral ou otorrinolaringologista. Assim você poderá cuidar melhor da sua garganta e se curar rapidamente. Vamos à lista!

Gengibre

  • O gengibre é um ótimo remédio natural que atua como anti-inflamatório e combate alguns vírus. Você deve fazer o seu chá usando o gengibre fatiado. Ele é forte, então é bem importante adoçá-lo um pouco, de preferência com mel, que é um antisséptico natural.

Alho

  • Além de muito indicado para os incômodos na garganta, o alho é muito eficaz e não precisa ser consumido em forma de chá: você pode chupá-lo. Ele é muito eficiente porque tem um composto bactericida chamado alicina;

Cravo-da-Índia

  • Outro produto que é naturalmente antisséptico é o cravo-da-índia. Ele deve ser mastigado até que perca o seu sabor, mas não deve ser engolido. Além de atuar no combate de bactérias, o cravo também reduz a dor de garganta, pois tem um leve efeito anestésico;

Nebulização

  • Algumas vezes, o motivo da dor de garganta é o clima seco, especialmente quando se está no outono ou no inverno. Para umidificar as vias aéreas você pode preparar uma nebulização de eucalipto. É só ferver um pouco de água e acrescentar algumas folhas lavadas de eucalipto, ou então algumas gotas de essência dessa planta. Em seguida, você deve respirar esse vapor e passar algumas horas sem se expor a nenhum tipo de friagem. O mais indicado é fazer essa nebulização de eucalipto à noite, preferencialmente um pouco antes de dormir;

Chás

  • Se a dor de garganta for leve, você pode apostar em um chá de camomila, pois essa planta tem função analgésica. Esse chá vai ser suficiente se a dor for causada por irritações. Caso se trate de inflamação ou infecção, o chá diminuirá a dor, mas ainda assim será necessário tomar o remédio convencional;
  • A raiz de alcaçuz é incrível e traz os mesmos benefícios que o gengibre. Dessa forma, o seu chá também é capaz de aliviar a dor de garganta. O chá deve ser feito com lascas de canela, meia xícara de camomila desidratada, alcaçuz seco e cravos. Vale lembrar que esse chá deve ser tomado morno;

Gargarejo

  • Os gargarejos são receitas caseiras bastante conhecidas por grande parte das famílias e podem ser feitos com bicarbonato de sódio ou então com uma mistura de sal e água morna. Caso você prefira a opção do bicarbonato, basta usar meia colher de chá e a mesma medida de sal. O gargarejo deve ser feito três vezes ao dia. Você pode fazer o mesmo gargarejo sem o bicarbonato, caso prefira, também três vezes ao dia;
  • O limão e o mel não estão nos componentes das pastilhas e sprays para garganta sem razão: eles fazem com que essa área não fique mais dolorida. Antes de ir dormir, prepare meia xícara de água morna e acrescente uma colher de suco de limão e uma colher de mel. É só misturar bem e fazer o gargarejo.
  • Outra receita caseira utilizando mel é o mel com vinagre de maçã. Essa mistura vai fazer com que o pH da garganta fique equilibrado. Basta juntar uma colher de mel a uma colher de vinagre de maçã em uma xícara com água morna.

Como evitar a dor de garganta?

Você pode diminuir a ocorrência das dores de garganta, além de evitar que ela tenha muita intensidade. Uma das formas de prevenir é manter-se sempre hidratada. O quadro de desidratação facilita o aparecimento das dores de garganta. Você deve evitar também a fumaça do cigarro e, obviamente, não ser fumante. Procure não forçar a sua voz, manter as mãos sempre limpas; evitar friagem; não respirar somente pela boca, além de evitar ambientes com ar condicionado.

É verdade que certas profissões precisam fazer uso frequente da voz, como os locutores, os professores, os palestrantes, entre outros. Se esse for o seu caso, é imprescindível que você tome ainda mais cuidado com a sua garganta. No entanto, é só tomar bastante água ao longo do dia, além de comer maçãs e romãs regularmente.

Em relação a “não respirar pela boca”, o motivo disso é que a entrada de ar constante deixa a garganta ressecada, facilitando também a entrada de agentes poluidores no local. Basta fazer um teste: quando você respira pela boca por um longo período, a garganta fica ressecada e chega até mesmo a doer. Sem falar que leva um tempo considerável para que a saliva a hidrate novamente.

Infelizmente, as pessoas que apresentam problemas respiratórios tendem a ficar com o nariz entupido e, por isso, respiram pela boca. Portanto, É importante manter o nariz o mais livre possível. Uma das maneiras é fazer uso de descongestionantes; entretanto, ele deve sempre ser receitado por um especialista.

Outras informações importantes

As pessoas que sofrem de refluxo gástrico também precisam dar maior atenção às suas gargantas. Essa condição, eventualmente, leva o suco gástrico para a região e sua acidez pode provocar uma dor de garganta. Uma dica é se deitar apenas duas horas após a última refeição. Ou, caso não tenha esse tempo, você deve comer algo bem leve, além de buscar a orientação de um gastroenterologista.

Durante os meses mais secos do ano, é indispensável manter o ar mais úmido em casa. Para fazer isso, é só recorrer a um umidificador de ar ou então deixar uma bacia com água nos cômodos. Na hora de dormir, uma dica bem útil, é deixar uma toalha úmida na cabeceira ou próxima à cama.

Para não forçar a voz, evite os gritos. Quando notar que a garganta está irritada, é fundamental mantê-la hidratada e ficar o máximo possível em silêncio, ou então falando num tom baixo. Caso contrário, você irá forçar a sua voz e deixar a garganta propícia à dor ou inflamação.

Quando a dor de garganta se torna perigosa?

De modo geral, a garganta se recupera em até uma semana, ainda que se trate de uma infecção. Portanto, uma dor que não desaparece mesmo com a medicação pode indicar uma condição mais séria, como algum problema nas amígdalas. Também é muito importante retornar ao médico caso você tenha dificuldade para engolir ou para respirar, além de febre. Somente um profissional saberá exatamente o que deve ser feito e de que forma diagnosticar corretamente o problema.

Confira o vídeo a seguir, relacionado a esse tema, para aprender ainda mais:

Para mais conteúdo, clique aqui.

🥇 Tratamentos caseiros para melhorar a gordura no fígado 🤔

Olá meninas! Hoje trouxe um assunto bem interessante: a gordura no fígado. Muitas pessoas podem apresentar esse problema sem nem saber. Reserve uns minutinhos do seu dia para ler essa postagem e saiba tudo sobre isso.

A presença de gordura no fígado também é conhecida como esteatose hepática. Ainda que seja ocasionada devido à herança genética, ela também pode ser potencializada caso você tenha hábitos inadequados. A gordura no fígado pode ser controlada com o uso de remédios tradicionais, uma alimentação balanceada e também com alguns medicamentos caseiros, que você conhecerá a seguir.

Antes de abordar os tratamentos caseiros mais eficazes, vale ressaltar que nenhum o acompanhamento médico é fundamental aos pacientes hepáticos, e não deve ser abandonado de modo algum. As receitas caseiras, baseadas na alimentação, são apenas um complemento do tratamento tradicional. Em suma, o tratamento caseiro deve ser um complemento, e não a única forma de tratamento.

Quais os sintomas da gordura no fígado?

O grande problema dessa doença hepática é que ela é silenciosa e não apresenta muitos sintomas.  Os sintomas se apresentam apenas em casos em que haja inflamação no órgão. De modo geral, o sintomas mais comum é a dor no lado direito. No entanto, existem outros indícios de que há gordura no fígado, como:

  • Obesidade: as pessoas com gordura no fígado costumam ganhar peso, especialmente na barriga. Também é possível que o restante do corpo não mude, dando a impressão de barriga saliente;
  • Tremores musculares ou diminuição da musculatura também são sinais gordura no fígado;
  • Cansaço sem motivo e, por vezes, não ser apenas físico;
  • Mudanças de cor: as alterações no fígado, inclusive o acúmulo de gordura, fazem com que a pele e a urina mudem de cor. Em relação à pele, ela pode ganhar uma cor amarelada. Essa condição é chamada de icterícia.

Tratamentos caseiros para a gordura no fígado

É de conhecimento de todos nós que os alimentos têm a capacidade de melhorar nossa saúde. Se levarmos uma dieta balanceada, é possível reduzir a ocorrência de doenças e até mesmo curá-las. Separei várias receitas que eu encontrei enquanto pesquisava sobre o assunto. Tenho certeza que elas serão de grande ajuda. Dá uma olhada nas receitas que eu separei:

Chá de cardo-mariano

É só usar duas xícaras de água e 2 colheres de semente de cardo-mariano. Depois que a infusão estiver pronta, você deve deixar ela descansando por 15 minutos. É recomendado tomar esse chá meia hora antes de cada refeição, para potencializar seu efeito.

Chá de alface

Basta ferver um litro de água e esperar a água amornar. Em seguida, é só misturar cinco folhas de alface na água morna. O preparo demora entre 5 e 10 minutos e esse chá pode ser tomado ao longo do dia e de diversas formas, inclusive gelado.

Chá de carqueja

Será preciso 1 litro de água e 20 folhas de carqueja bem picadas. A infusão leva 10 minutos para ficar pronta e dura somente 24 horas. Esse é um chá que tem de ser refeito diariamente.

Chá de alface com maçã

Separe as cascas de uma maçã, 1 xícara de água e 1 folha de alface. Deixe as cascas de maçã e a alface em infusão na água por 10 minutos. É indicado tomar o chá quando estiver morno. Procure não preparar grandes quantidades de chá de alface com maçã, pois ele só pode ser tomado na hora em que for preparado.

Chá de chapéu-de-couro

Deixe em infusão 20 folhas de chapéu-de-couro em 1 litro de água. Esse chá deve ser tomado 3 vezes por dia.

Chá de cebola

Basta 1 litro de água e 4 cebolas grandes. As cebolas devem ser cozidas por 10 minutos e esse chá pode ficar na geladeira por até um mês. Vale lembrar que deve ser tomado apenas quantidades pequenas ao dia.

Suco de lima da Pérsia

Adicione no liquidificador 100 ml de água e uma lima da Pérsia cortada em pedaços, sem remover a casca. Você deve tomar esse suco por 21 dias, sempre em jejum.

Todas essas ervas mencionadas podem ser compradas em feiras livres ou em casas especializadas em ervas. No caso de serem colhidas, é fundamental saber se houve dedetização recente naquela área.

Quais as causas da gordura no fígado?

Geralmente a pessoa engorda quando apresenta algum problema hepático, mas vale ressaltar que a obesidade também pode ser um fator causador da gordura no fígado. Além disso, existem certos remédios que podem alterar a função desse órgão e facilitar o acúmulo de gordura. Alguns deles são: a aspirina, os asteroides e antibióticos do tipo tetraciclina.

Pessoas que costumam beber em excesso tendem a desenvolver gordura no fígado. Aliás, alguns podem acreditar que não têm esse risco por não serem alcoólatras, mas basta beber regularmente para ser um alvo em potencial da gordura no fígado.

Confira o vídeo que separei para você sobre o assunto:

Cuidados com a alimentação

Além dos chás que beneficiam o fígado e diminuem a sua gordura, também é necessário também adotar certas mudanças alimentares, começando por não beber qualquer bebida alcoólica. Aliás, é recomendada moderação com o azeite de oliva: de preferência, uma colher de café.

Vale também apostar em fibras. Elas são importantes para que o fígado se mantenha saudável, mas não devem ser consumidas em excesso. Você pode encontrar fibras em diversas frutas e outros produtos naturais, além de biscoitos dietéticos.

Não é preciso que você deixe os alimentos gordurosos totalmente de lado. No entanto, eles não podem ser consumidos todos os dias. Se alimentar constantemente de pizzas, queijos amarelos e outros alimentos gordurosos contribui para o acúmulo de gordura hepática.

Por outro lado, é super importante que as pessoas que apresentam problemas no fígado consumam uma quantidade maior de produtos naturais. Dentre eles os legumes, a carne branca, frutas e verduras. Além disso, é muito importante beber água várias vezes ao longo do dia.

Outras precauções

Primeiramente, você evitar doenças hepáticas com a prática regular de exercícios, para que possa manter sempre o peso ideal. Também é importante não exagerar no açúcar e nos produtos industrializados. Além disso, é sempre importante manter o acompanhamento com um nefrologista.

É interessante que todos façam exames hepáticos uma vez por ano. Caso você tenha parentes com gordura no fígado, é ideal acompanhar com maior frequência.

Se você sentir dores no lado direito e apresentar outros sintomas mencionados, é essencial que vá rapidamente ao pronto-socorro. É provável que o médico solicite o TGO. Esse exame é feito para conferir a quantidade dessa enzina presente no órgão. Algumas pessoas podem até mesmo ficar internadas.

Vale lembrar que não existe cura para o fígado gorduroso, mas é possível ter uma boa qualidade de vida. Basta seguir o tratamento indicado pelo seu médico e unir a ele os tratamentos caseiros que eu listei aqui. Além disso, uma prática constante de exercícios ajuda a melhorar a saúde de modo geral.

Confira o vídeo a seguir, relacionado a esse tema, para aprender ainda mais:

Para mais conteúdo, clique aqui.

🥇 Opções naturais para tratar a ansiedade 🤔

Olá meninas! Hoje eu trouxe um assunto bem importante e que, tenho certeza, está presente em nossa rotina: O transtorno de ansiedade. Ele está na lista das doenças psiquiátricas mais conhecidas e, infelizmente, é uma das mais diagnosticadas. Esse é um quadro em que a pessoa sente constante medo, se preocupando com situações hipotéticas que, aliás, podem nunca vir a acontecer.

No entanto, é muito importante diferenciar o transtorno de ansiedade da ansiedade normal. Diferente do transtorno, no caso de ansiedade normal, a pessoa pode ficar apreensiva por causa de alguma situação pontual, como um encontro, uma entrevista de emprego, uma viagem, entre outras. Porém, o transtorno de ansiedade desperta uma preocupação com algo inexistente: a pessoa pode ficar com medo de perder o emprego, de ter um mal súbito, de perder algum familiar ou ente querido sem que haja qualquer motivação para  que aquele medo surgisse.

Um médico psiquiatra é quem faz o diagnóstico do transtorno de ansiedade e o controle desse transtorno é feito com o uso de medicamentos chamados de ansiolíticos. Contudo, muitas opções naturais podem ajudar quem está enfrentando a ansiedade, ainda que não sejam eficazes sozinhas. Vale ressaltar a importância de um acompanhamento psiquiátrico, que deve ser feito com seriedade e seguido à risca.

Opções naturais para aliviar o transtorno de ansiedade

Incluir carnes magras na dieta é uma boa opção, devido a uma substância que elas contêm: a taurina. O seu benefício é fazer com que o neurotransmissor chamado de Gaba funcione melhor e, por conseguinte, faça com que a sensação de ansiedade seja inibida. ótimas opções de carnes magras são o frango e também as variedades de peixes.

Ainda que os carboidratos sejam vistos como vilões do aumento de peso, eles são ótimos para o transtorno de ansiedade. Basta consumir com moderação para que não afete seu peso.  O motivo de eles serem indicados é que os carboidratos aumentam a disposição, visto que é transformado em açúcar em nosso organismo. Ótimas opções são a batata, a massa, o pão, o mel, a aveia e o arroz.

Pessoas que sofrem com o transtorno de ansiedade precisam tornar o consumo de frutas um hábito, principalmente limão, kiwi, laranja, abacaxi, morango e acerola. Essas frutas diminuem no organismo os níveis de cortisol, que é diretamente associado ao stress.

Além disso, também é indicado consumir bastante maçã, visto que ela promove bem-estar e é rica em vitamina B1, B6, zinco, selênio e outras substâncias benéficas à saúde. A serotonina, que é um hormônio associado ao prazer, pode ser estimulado com o consumo de banana. Pode ser comendo a fruta natural ou em forma de vitaminas ou sobremesas.

Os ovos e os laticínios são alimentos maravilhosos para abrandar o quadro do transtorno de ansiedade. O motivo disso é que eles contêm um aminoácido chamado de triptofano, que estimula a produção de serotonina e, dessa forma, ajuda a melhorar o humor.

Finalmente, é aconselhável também o consumo de chocolate. A maioria das pessoas relaciona o chocolate à alegria. Esse alimento realmente ajuda a diminuir os níveis de ansiedade. Entretanto, ele precisa ser 70% de cacau ou mais. Dessa forma, você estará ingerindo menos gordura e mais chocolate puro, estimulando a serotonina. Procure optar sempre por chocolate amargo e consumir por volta de 30 g diariamente.

Confira o vídeo que separei para você sobre o assunto:

Quais os sintomas do transtorno de ansiedade?

Diversas áreas podem ser afetadas quando a pessoa desenvolve esse transtorno. Alguns dos sintomas mais comuns da ansiedade são:

  • Respiração curta;
  • Irritabilidade;
  • Falta de concentração;
  • Boca seca;
  • Ataque de pânico;
  • Dificuldade para dormir;
  • Cansaço;
  • Falta de ar;
  • Hipervigilância;
  • Pensamentos indesejados;
  • Tremedeira, dentre outros.

Muitas pessoas que apresentam esse transtorno podem acabar em hospitais se não realizarem o controle da doença de forma adequada. Isso ocorre porque a condição psiquiátrica faz com que elas acreditem que estão sofrendo de algo físico. Um exemplo são casos em que a pessoa sente falta de ar devido à ansiedade e pode ter uma crise tão séria que precise ser levada ao hospital. Geralmente, a crise desaparece e o médico não encontra nenhum indício físico de doença. Sendo assim, ele prescreve calmantes ou então ansiolíticos, visto que o mal não é físico, mas psicológico.

Alimentos que não devem ser consumidos

Alguns alimentos devem ser evitados, caso a pessoa sofra com transtorno de ansiedade, pois fazem com que os sintomas aumentem. Os principais deles são os que contêm cafeína. A cafeína é um estimulante, portanto impede que a pessoa consiga relaxar. A cafeína tende a deixar a pessoa em alerta constante. Isso faz com que ela fique ansiosa e desenvolva preocupações desnecessárias, com cenários hipotéticos.

Quais as formas de tratamento?

O consumo dos alimentos que foram indicados nesse artigo é apenas uma forma de deixar o tratamento psiquiátrico mais completo. Portanto, não se deve usar apenas a alimentação como forma de tratamento! Os tratamentos à base de remédios não devem ser ignorados de forma alguma.

Além de ansiolíticos, os médicos também podem prescrever antidepressivos, inibidores seletivos de serotonina e também tratamentos para dor neuropática. É totalmente aconselhável abandonar o fumo e também diminuir o máximo possível o consumo de bebidas alcoólicas, visto que esses dois fatores são agravantes do quadro.

A prática de esportes é outra forma complementar para que se diminua o transtorno de ansiedade. Ao realizar atividades físicas, o organismo produz mais serotonina, ainda mais quando é um exercício que a pessoa goste.

Para as pessoas que não tem preferência por nenhum esporte ou então não querem frequentar uma academia, a solução é começar a fazer caminhadas ao ar livre. Caminhar três vezes por semana é bastante eficaz no aumento dos níveis de serotonina. Procure dar preferência a lugares arborizados, onde mais pessoas estejam praticando atividades físicas.

O tratamento do transtorno de ansiedade conta também com terapia, que pode ser em grupo ou mesmo individual. Geralmente a terapia é feita de forma semanal. Além de focar no combate do problema em si, é também um momento em que a pessoa pode falar dos seus sentimentos, progressos, das suas recaídas e receber o apoio necessário do terapeuta, para que se sinta amparada e possa seguir em frente.

Consumo de chás

O consumo frequente de chás calmantes também é bastante positivo no combate à ansiedade . O chá de mulungu é um ótimo exemplo. Para prepará-lo, basta deixar sua casca em infusão. Além de combater a ansiedade, ele também melhora o sono.

O chá de maracujá também é bastante eficaz para combater o transtorno de ansiedade, além de ser muito saboroso. É preciso ferver as suas folhas, que podem ser encontradas em lojas de produtos naturais. Vale lembrar que não se deve tomar mais de duas xícaras de chá de maracujá durante o dia, visto que ele provoca sonolência.

Outra boa escolha, aliás, é o chá de melissa, que é feito a partir das flores de erva-cidreira. A sua contraindicação é para quem costuma ter pressão baixa. Sua vantagem é que ele não provoca sono, fazendo apenas com que a pessoa se sinta mais relaxada.

Confira o vídeo a seguir, relacionado a esse tema, para aprender ainda mais:

Para mais conteúdo, clique aqui.

🥇 Micose nas unhas – Causas e Tratamentos 🤔

Olá meninas! Hoje trouxe algo que é bastante comum, mas que geralmente acabamos não comentando. Isso faz com que a gente não busque uma solução e só agrave as coisas: a micose. A Onicomicose é um dos nomes da conhecida micose, que é uma infecção causada pela proliferação de fungos. Esses fungos pertencem a um grupo chamado de dermatófitos, que causam outras infecções, como nos pelos do corpo e na pele. Um outro exemplo disso são as frieiras.

Existem outros fungos que também causam micose na unha, como as leveduras. De modo geral, elas causam onicomicose nas unhas das mãos e os dermatófitos  são os responsáveis por provoca a onicomicose nas unhas dos pés.

A onicomicose é uma doença bastante comum, cujo sintoma costuma ser mais estético do que clínico. Geralmente nota-se o escurecimento e o engrossamento das unhas. No entanto, é possível sentir dor, desconforto e  até mesmo ocorrer o apodrecimento da unha.

Quais os tipos de Onicomicose?

Existem diversos tipos, mas os mais comuns deles são:

  • Onicomicose subungueal proximal

São menos comuns e se parecem com a subungueal distal. A diferença é que ela começa pela área da cutícula e se estende em direção à ponta das unhas. Ela ocorre geralmente em pessoas imunossuprimidas, sendo mais comum em pessoas que possuem o vírus HIV.

  • Onicomicose subungueal distal

É o tipo mais comum de micose, onde a infecção começa pela ponta da unha. Começa com o dedão, levando a uma descoloração esbranquiçada, amarelada ou de coloração castanha na ponta ou nas laterais da unha. Ela se estende até à cutícula e em alguns casos, a unha costuma até mesmo cair.

  • Onicomicose superficial branca

É mais comum em crianças. Ela causa o aparecimento de manchas esbranquiçadas na unha, geralmente mais perto da cutícula. Se não for feito o tratamento adequado, as manchas se espalham por toda unha, que se tornará áspera e quebradiça.

Confira o vídeo que separei para você sobre o assunto:

As unhas

As unhas são células mortas, formadas principalmente por queratina, que é diferente da queratina presente na superfície da pele e dos cabelos.

As unhas começam a se formar já no útero. Cada uma tem uma raiz, na base da dobra com a cutícula. As células das unhas são formadas e acumulam camadas de queratina no seu interior. A função das unhas é cuidar das partes externas dos dedos e ajudar nos movimentos, como pegar pequenos objetos. Além de ter um papel fundamental na sensibilidade dos dedos.

É muito importante saber que as unhas podem servir como indicadores de como anda a sua saúde. Quaisquer mudanças na coloração, no formato, na velocidade de crescimento ou na espessura podem ser sinais de doenças na tireoide, diabetes, psoríase, baixa imunidade, HIV, uso de drogas imunossupressoras, além de problemas de circulação das pernas. Portanto é super importante estar atenta a elas sempre.

Como nos contagiamos com a micose?

O tipo de fungo que causa a micose é encontrado, quase sempre, em ambientes úmidos e quentes, que oferecem o ambiente propício para o seu crescimento. um exemplo disso são os banheiros, chuveiros e piscinas. Por esse motivo não é nada recomendável ficar descalça nesses locais.

O contato com o fungo, geralmente, não é o suficiente para contrair micose. Ela se desenvolve quando há algum tipo de lesão entre a unha e a pele. Desse modo o fungo consegue entrar por baixo da unha. Além disso, é preciso mais de uma exposição da pele para que o fungo da micose possa se multiplicar e atingir novas áreas.

O contágio é mais comum nas unhas dos pés, visto que elas geralmente ficam mais expostas do que as mãos a locais úmidos com fungos. Calor, sombra e umidade é o que um fungo necessita para que possa se proliferar.

Os dedos dos pés são a parte do corpo mais distante do coração. Por esse motivo, não costumam ser bem vascularizados. Isso torna mais difícil para os anticorpos chegarem com facilidade às unhas dos pés.

As unhas contaminadas geralmente apresentam manchas brancas ou amarelas, e também podem assumir uma aparência espessa e se tornarem facilmente quebradiças e deformadas.

Sintomas da micose

  • Alterações na aparência das unhas, seja na espessura ou na coloração;
  • Infecções secundárias;
  • Espessamento das unhas;
  • Unhas quebradiças;
  • Unhas distorcidas.
  • Unhas opacas e sem brilho.
  • Escurecimento das unhas.
  • Mau cheiro nas unhas.

Micose dói?

As micoses na unha geralmente não costumam causar dor. No entanto, é possível que isso aconteça em casos bem avançados do problema.

A Micose de unha é contagiosa?

Sim. A micose pode ser transmitida de uma pessoa para outra, no entanto, é pouco provável que isso aconteça. Compartilhar objetos usados para cortar ou lixar as unhas pode se tornar um meio de transmissão. Portanto, procure higienizar muito bem esses objetos antes e depois do uso.

Diagnóstico

Os sintomas da onicomicose são parecidos com lesões na unha causadas por determinadas doenças, como psoríase, eczemas, traumas, líquen plano, deficiência de ferro, entre outras.

O fato é que metade das lesões na unha não são causadas por essa doença. Há alguns casos em que não basta só olhar para descobrir se o paciente possui onicomicose ou não.

Nesses casos, é preciso provar que existem fungos antes de começar o tratamento antifúngico. Uma raspagem na unha deve ser feita, para que seja colhida uma amostra para fazer exames à procura de fungos.

Micose tem cura?

Sim.  O fungo que causa a micose pode ser exterminado com o uso de remédios antifúngicos e também de tratamentos caseiros. No entanto, é preciso ser paciente, visto que o tratamento é um pouco demorado.

Quais os tratamentos?

A micose de unha acaba sendo difícil de ser tratada devido ao crescimento lento e do pouco fluxo sanguíneo na região. Nos últimos anos, os tratamentos tem melhorado cada vez mais, com a introdução de medicamentos orais que se mostraram mais efetivos.

O tratamento para micose nas unhas pode ser feito com o uso de remédios específicos que devem ser receitados por um médico, como o Fluconazol e o Itraconazol.

No entanto, existem tratamentos tópicos, com aplicações de pomadas ou esmaltes como o Loceryl, Micolamina, Fungirox, entre outros. Além disso, existem tratamentos feitos com laser de raios infravermelhos.

Por fim, também, existem alguns tratamentos naturais que já se provaram bastante eficazes.

Quais os tratamentos caseiros?

Esses tratamentos podem ser feitos quando você não tem tempo ou dinheiro para consultar um médico. Podem também ser feitos junto com o uso de medicamentos que você esteja tomando para esse problema.

  • Suco de limão

Um bom método é deixar as unhas afetadas pela micose de molho no suco de limão por alguns minutos.

  • Óleo de melaleuca

Basta misturar uma gota desse óleo com uma colher de outro óleo, como o de soja ou de oliva. Em seguida, é só aplicar nas unhas afetadas.

  • Vinagre de maçã

Junte uma colher de bicarbonato de sódio a meio copo do vinagre de maçã. Em seguida, é só deixar as unhas afetadas pela micose de molho nesta mistura por alguns minutos.

Caso opte por fazer esses tratamentos caseiros, procure fazê-los diariamente, por um período de uma a duas semanas.

Confira o vídeo a seguir, relacionado a esse tema, para aprender ainda mais:

🥇 Como acabar com o mau hálito 🤔

Você percebe que as pessoas se afastam de você quando você fala com elas? Constantemente você percebe que alguém vira o rosto para não te ouvir falar de tão perto?

Você pode estar sofrendo com mau hálito. E isso é algo muito sério e que precisamos falar sobre.

O mau hálito pode não ser falta de higienização bucal. A maior parte dos casos de mau hálito apenas acontecem por conta de secura na boca que, que não tem a irrigação natural adequada, o que aumenta a produção de bactérias e causa um cheiro terrível.

Entretanto, se você está passando por essa situação constrangedora saiba de uma coisa: ninguém vai vir te falar porque as pessoas se sentem envergonhadas disso.

Portanto neste artigo você descobrirá quais são as causas e o que fazer para se livrar de uma vez por todas do mau hálito! Vamos lá? Está pronto?

Como saber se tenho mau hálito?

Primeiramente, se você acha que pode estar sofrendo de mau hálito, será necessário perguntar para uma pessoa de confiança.

Não tem outro jeito: você vai ter que confiar nela e ela vai ter que ser sincera com você a ponto de te dizer se está sentindo um cheiro ruim vindo de sua boca.

Entretanto o mais importante é você procurar um dentista. Apenas ele poderá analisar a sua situação e te indicar um tratamento adequado para o seu caso.

O dentista é especificamente treinado para avaliar os problemas relacionados ao seu hálito e ele poderá te dizer se existe alguma causa fisiológica como deficiências renais, ou hepáticas ou até mesmo diabetes.

Quando uma pessoa está sofrendo de diabetes elas podem até eliminar um cheiro pelas vias pulmonares. Nesses casos o dentista é hábil em orientar alguns exames específicos e encaminhar o paciente para outros especialistas.

Entretanto, para uma análise profunda e precisa, será necessário fazer um exame detalhado sobre cada parte que da sua boca, como língua e dentes. Isso poderá dizer se existem resíduos, placas bacterianas ou até bactérias acumuladas que causam mau odor.

Quais são as Causas e tipos de Mau Hálito?

Primeiramente: existem diversos fatores que podem levar uma pessoa a desenvolver mau hálito (também conhecido como halitose) entretanto, a maior parte dos casos está relacionada a língua.

A língua é tecnicamente um órgão muscular de que fica dentro da boca totalmente coberto por papilas gustativas.

Entretanto, as papilas por sua vez são terminações nervosas que, quando estimuladas, comunicam o cérebro com as informações sobre o gosto das coisas.

Na parte de cima da língua é onde ficam as papilas, e elas possuem pequenas aberturas nas suas formas. Dentro delas ficam acumulados alguns alimentos e também restos de células mortas e que caem naturalmente.

Portanto os resíduos que ficam acumulados na língua acabam se tornando alimento para bactérias e elas fermentam formando o enxofre. E é exatamente isso que causa o mau hálito!

O mau hálito, também, pode ser causado por fatores externos como:

  • Má higiene;
  • Doenças bucais como a gengivite e periodontite;
  • Próteses dentárias;
  • Amígdalas;
  • Infecções no sistema respiratório;
  • Boca seca;
  • Diabetes;
  • Doenças renais;
  • Estresse;
  • Dietas restritivas;
  • Mudanças hormonais;
  • Distúrbios pulmonares;
  • Distúrbios gastrintestinais.

A placa bacteriana, é  conhecida por se juntar naturalmente na boca e gerar o hálito bem forte e fedido. Por isso precisamos dar uma atenção especial a ela e removê-la todos os dias com a escovação e uso do fio dental.

A boca seca é também um grande problema, pois é a saliva que remove as partículas e resíduos da região e se isso não acontece, eles continuam fazendo festa ali.

Contudo, isso pode ser causado pelo consumo de alguns remédios, cigarro e até dormir com a boca aberta.

Qual a ligação do estômago com mau hálito?

Como você pode observar o mau hálito pode ter diversas origens.

Entretanto, você sabia que o mau hálito pode estar relacionado a problemas no estômago? Cerca de metade da população brasileira sofre de mau hálito por conta de variados fatores como alimentares, bebidas e cigarros.

Apenas dez por cento deles são por conta de de outros problemas de saúde coma diabetes, problemas renais ou até de fígado.

Contudo, o número de pessoas que sofre de mau hálito por conta apenas de problemas no estômago é muito menor. Entretanto certamente isso é uma grande preocupação para maior parte da população afetada.

Quais são os tipos de mau hálito?

Ok, talvez você não saiba que existam diferentes tipos de mau hálito. Entretanto, os diferentes tipos de odores estão relacionados às suas origens.

Veja os 5 principais tipos de odores mau cheirosos que estão afetando o perfume da sua boca:

Mau hálito frutado: quando este tipo de cheiro surge na boca, ele pode estar indicando um inicio de diabetes. O cheiro surge, por causa do açúcar que tem no nosso sangue sobe e as células de açúcar começam a queimar gordura para conseguir energia e leva ao mau cheiro.

Mau hálito de naftalina: geralmente ocorre por conta de alergias, por conta de congestionamento nasal ou até por sinusite.

Essas inflamações fazem que as bactérias da boca transformem as proteínas do muco em escatol que que fede mesmo, cheira forte e de longe.

Mau hálito de fralda suja:  daqui para frente é importante é importante dizer que os tipos ficam piores e precisam de mais atenção. Este tipo pode indicar que há uma amigdalite.

Que é causada causada por bactérias e detritos que podem ficar presos nas amígdalas, formando uma placa de cheiro forte.

Mau hálito de leite azedo: É uma indicação de possível intolerância à lactose, de que o seu corpo não está processando corretamente as proteínas lácteas.

Procure logo um médico, se o cheiro ruim estiver junto de sintomas como diarreia, cólicas e gases.

Mau hálito de cheiro podre: Deve-se ficar muito atento se sua boca estiver causando esse tipo de odor. Pode ser um sinal de algo grave, como infecções ou doenças pulmonares.

Esse cheiro é pior do que de uma halitose comum e, nesse caso, é preciso ir a um dentista para realizar de exames.

Portanto fique sempre atento aos odores que o seu hálito revela! Eles definem como está a sua saúde.

Existe prevenção contra mau hálito?

Claro que sim! Você pode se ajudar muito se cuidar com algumas coisas simples do seu dia a a dia. Vamos lá:

  1. O básico: escova de dente e fio dental;
  2. Limpeza da língua e das amígdalas;
  3. Beber bastante água;
  4. Não utilize só as pastilhas;
  5.  Hábitos alimentares;
  6. Deixe de fumar;
  7.  Visitar o dentista;

Lembre-se que grandes resultados são obtidos com pequenas mudanças. Portanto comece hoje mesmo a cuidar melhor do seu hálito.

Como acabar com o mau hálito?

Existem vários tratamentos para isso. E eles podem variar até de dieta balanceada ao uso de laserterapia e eletroterapia, que renovam as glândulas salivares.

Entretanto, o primeiro passo é sempre o diagnóstico: da onde o mau hálito está vindo? O que há por trás deste cheiro? A recomendação final vem sempre do dentista e considerando o seu histórico de saúde.

Portanto, antes de qualquer exame, ou tratamento é de suma importância checar: hálito  saliva, enxofre na respiração,  presença de ronco e apneia.

E se você decidir fazer isso em casa, aqui vão algumas dicas:

Para voltar ao menu inicial, clique aqui.

🥇 Alimentos para baixar a pressão 🤔

O que é pressão alta?

A pressão alta é uma doença bastante comum, que atinge cerca de 2 milhões de brasileiros por ano. Ela faz com que o sangue circule com maior pressão do que o normal. É fundamental mantê-la controlada sempre, pois o aumento da pressão pode causar problemas cardiovasculares e levar à morte. Quando o quadro de pressão alta é diagnosticado logo no começo, pode ser tratado rapidamente.

O maior vilão por trás do aumento da pressão arterial é o sódio. No entanto, reduzir o consumo de sódio para baixar a pressão arterial nem sempre resolve.

Nesse caso é indicado incluir alimentos que ajudam a baixar a pressão, pois, além de possuir pouca quantidade de sódio, também fornecem bons índices de cálcio, magnésio e potássio.

Separei uma lista com os alimentos mais indicados para baixar a pressão arterial. Dessa forma, você poderá levar uma vida mais saudável trazendo ainda mais sabor às suas refeições!

Confira o vídeo que separei para você sobre o assunto:

Frutas

  • Banana

o consumo de banana baixa a pressão arterial e também ajuda a repor as energias que você gasta. Além disso também diminui a sensação de stress. A banana é uma fruta muito versátil e pode ser usada em diferentes tipos de refeições, tanto nos pratos salgados quanto nas sobremesas.

  • Abacate

Só a metade de um abacate já possui uma alta presença de minerais e gorduras saudáveis para o coração. Esses minerais e gorduras boas também melhoram a saúde como um todo. O abacate pode ser utilizado em receitas doces e salgadas, desde amassadinho no prato com um pouco de açúcar, até o delicioso guacamole.

Um abacate também pode ser misturado a saladas, molhos, mousses de abacate ou até mesmo shakes.

  • Kiwi

Essa fruta fornece cálcio, magnésio e potássio em uma quantidade ideal para o dia a dia. De moro geral, pode ser encontrado durante a maior parte do ano.

Além de baixar consideravelmente a pressão, o kiwi possui uma boa quantidade de vitamina C. Aliás, o Kiwi é ainda mais poderoso do que as laranjas na quantidade de vitamina C. Pode ser usado para fazer pratos doces e salgados, bem como sucos, sorvetes e saladas de fruta.

  • Uva-passa

Apesar de geralmente ser consumida apenas em época natalina, a uva passa é indicada para os hipertensos. Ela reduza pressão arterial devido aos antioxidantes que são encontrados na casca da uva. O consumo ideal é uma colher de sopa de uva-passa diariamente.

  • Pêssegos e nectarinas

Um pêssego ou nectarina tem a quantidade certa de cálcio, magnésio, e potássio para uma pessoa. Fatias de pêssego fresco são deliciosas. Os pêssegos podem ser congelados, assim como as nectarinas, e podem ser usados para fazer sucos, vitaminas, ou até mesmo acompanhar outras refeições.

Verduras e legumes

  • Pimentão Vermelho

Um copo com pimentão vermelho equivale a 1% de cálcio, 4% de magnésio, e 9% de potássio. Você pode armazenar o pimentão vermelho na geladeira por até 10 dias. Procure mantê-lo sempre seco, mas sem deixar que ele desidrate. O pimentão vermelho pode ser congelado, para que possa ser usado futuramente.

Uma dica é deixá-lo já picado em cubinhos e congelado. Dessa forma fica bem mais fácil de usar em suas receitas. Esse é um legume que vai super bem em diversas receitas, como sopas, arroz, carnes, molhos de tomate e omeletes.

  • Beterraba

A beterraba é uma forte aliada no tratamento da pressão alta, pois diminui a pressão do coração, quando ele se contrai. Ela pode ser consumida cozida, em saladas, bolos e sanduíches, crua ou cozida. Seu suco também é uma ótima opção e pode ser usado como corante em bolos e doces.

  • Couve

A couve pode ser consumida crua ou cozida. Em qualquer uma das opções ela continuará fornecendo bons níveis de cálcio, magnésio e o potássio necessários para o dia-a-dia. A couve é muito consumida, pois tem uma grande quantidade de antioxidantes que ajudam a proteger as células.

O ácido alfa-linolênico, que está presente nela, é uma ótima fonte de gorduras que atuam como anti-inflamatório.

  • Brócolis

O brócolis é rico em cálcio, magnésio e potássio na quantidade ideal para o dia-a-dia. Ele é uma ótima fonte de fitonutrientes que ajudam a combater o câncer. Por possuir uma grande quantidade de fibras, o brócolis é um alimento importante, que sacia e diminui a sensação de fome.

Ele pode compor saladas ou até mesmo ser servido acompanhando carnes, massas ou molhos.

Peixes

  • Salmão

O salmão contém grandes quantidades de potássio. Além disso, possui diversos elementos benéficos à saúde, como ácidos graxos, ômega 3, etc. Eles ajudam a estabilizar o colesterol no sangue, diminuindo as chances de desenvolver doenças cardiovasculares.

  • Tilápia

Uma porção de 113 g irá fornecer boas porcentagens de magnésio e potássio na quantidade ideal para o dia. A tilápia tem um sabor suave e pode ser encontrada o ano todo nas versões fresca ou congelada. Ela pode ser assada ou cozinhada com temperos que realcem ainda mais o sabor.

Esse peixe apresenta níveis super baixos de toxinas ambientais e é uma ótima escolha sustentável.

Sementes

  • Sementes de girassol

Elas baixam a pressão arterial e são uma grande fonte de magnésio. No entanto, é importante frisar que as sementes de girassol devem ser consumidas sem sal, visto que sua finalidade é baixar a pressão. As sementes podem ser usadas em saladas, em iogurtes ou com quinoa.

  • Soja

Essa é mais uma incrível fonte de potássio, que pode incorporar as mais diversas receitas com diferentes temperos. Altamente nutritiva, a soja pode ser consumida de diversas formas saudáveis.

  • Oleaginosas

As nozes, amêndoas e avelãs ajudam muito a baixar a pressão arterial, pois apresentam uma grande concentração de polifenóis e ácido alfa linolênico. Procure fazer um mix delas e consumir pequenas porções ao longo do dia. Isso tornará sua saúde ainda melhor.

Demais alimentos

  • Chá-verde

Ele possui os polifenóis que são os principais agentes indicados no combate à pressão alta. No entanto, pessoas muito sensíveis à cafeína ou outros elementos que compõem o chá verde devem evitá-lo. Especialmente se for consumido à noite, visto que a cafeína presente nele pode fazer com que a pessoa perca o sono.

  •  Lombo de porco

O lombo de porco é benéfico para quem sofre de hipertensão. No entanto, é muito importante escolher um corte magro, com pouca gordura.

O ideal é comer o lombo cozido em uma panela de pressão ou assada no forno, com alguns condimentos.

  • Iogurte natural

Ele possui uma boa fonte de cálcio, magnésio e potássio.  Pode ser consumido em qualquer hora e qualquer refeição. Além disso, pode ser acrescentado a ele sementes ou granola, para deixar essa opção ainda mais saudável.

  • Feijão branco

Duas colheres cheias de feijão branco fornecem a porcentagem ideal de cálcio, magnésio e potássio.

O feijão branco tem muito destaque entre os vegetarianos, sendo cozido e usado nos principais pratos da dieta dos brasileiros.

  • Chocolates

O chocolate possui elementos chamados de flavonoides. Eles formam o óxido nítrico, que dilata os vasos sanguíneos, o que ajuda o coração a se manter saudável sempre.

  • Batata doce

Meia batata doce com casca proporciona quantidade necessária para um dia. A batata doce possui um elevado teor das vitaminas A, C, E e vitaminas do complexo B, que são essenciais para a pele e para a formação do colágeno.

A batata doce pode ser usada em saladas ou acompanhando os pratos principais.

  • Clara de ovo

Não tem nada de colesterol e também ajuda a acabar com as enzimas que estreitam os vasos sanguíneos. Ela age como os medicamentos usados por hipertensos.

No entanto, vale ressaltar que não deve ser consumida em excesso, pois pode acabar prejudicando os rins. É uma questão de equilíbrio.

Espero que tenha gostado dessa lista que separei. Tenho certeza que agora você pode incorporar alguns desses alimentos à sua dieta e torná-la ainda mais saudável, nutritiva e saborosa.

Confira o vídeo a seguir, relacionado a esse tema, para aprender ainda mais:

Para mais conteúdo, clique aqui.

🥇 Cuidados que se deve ter com a moleira do bebê 🤔

Olá meninas! Hoje vim falar sobre os cuidados com a moleira do bebê. Tenho certeza que esse post será muito útil para as minhas amigas mamães de primeira viagem.

Os cuidados com um recém-nascido vão bem além de comprar roupinhas, fraldas, berço, etc. Uma das partes mais sensíveis do bebê é a moleira.

O que é a moleira?

É aquela parte macia, flexível e alta da cabeça do bebê. Ela pode ser facilmente sentida quando apalpamos com as mãos. No entanto, existe a segunda parte da moleira, que os pais não notam. Essa parte é chamada de fontanela pelos médicos.

A maior preocupação dos pais de primeira viagem é importante, mas não deve ser excessivo. A moleira tem a finalidade de proteger a cabeça do bebê. Afinal, quando o bebê nasce, o seu crânio ainda não se formou por completo.

Os ossos geralmente ainda estão moles e imaturos. Por esse motivo, na hora do parto, ao passar pelo canal vaginal, o cérebro do bebê acaba ficando protegido, pois é uma parte flexível.

Assim, ao nascer e à medida que a criança vai crescendo, o cérebro tem mais espaço para se desenvolver.

Confira o vídeo que separei para você sobre o assunto:

Observações importantes aos pais

Por vezes os pais se preocupam quando o bebê chora excessivamente, ou mesmo enquanto dorme.  A moleira costuma pulsar rápido ou devagar. Alguns chegam até mesmo a levar o filho no pediatra por causa disso.

No entanto não é motivo para se preocupar em excesso. Afinal, isso é completamente normal e comum em todos os recém-nascidos. Deve ser dado maior atenção em casos em que aparecerem outros sintomas como febre, ou então se a pulsação da moleira for intensa.

Motivos de preocupação

Os pais devem realmente se preocupar caso:

  •  A moleira estiver inchada ou levantada: se estiver acompanhada de febre, pode ser um quadro de meningite. O pediatra deve ser consultado de forma imediata.
  •  Se a moleira estiver afundada: se for acompanhada de diarreia, pode indicar desidratação no bebê.
  •  Fechamento precoce da moleira: a moleira do bebê não pode fechar antes que a criança complete seis meses. Caso isso ocorra, ela pode apresentar algum problema congênito. Em alguns casos, é preciso até mesmo recorrer a cirurgia.
  •  Demora para fechar a moleira: geralmente esse acontecimento costuma indicar um quadro de hidrocefalia.

O tempo normal para que a moleira feche é quando os ossos do crânio do bebê se encaixam de forma correta e se juntam em uma parte só. Isso ocorre entre dos 11 aos 15 meses, visto que esse é o tempo que o cérebro dos bebês leva para crescer cerca de 10 centímetros.

Problemas na moleira

Cranioestenose: essa é uma situação onde a moleira se fecha antes do tempo normal. Isso acaba gerando deformidades no crânio da criança, visto que o cérebro acaba sem espaço para crescer. Além disso, a cranioestenose, também pode causar lesões neurológicas.

Normalmente isso ocorre mais em meninos do que em meninas. Em cerca de 2.000 nascimentos, ocorrem três casos de cranioestenose. O tratamento para esta situação é feito somente através de cirurgia.

Plagiocefalia Posicional: essa é uma deformidade que faz com que o crânio fique assimétrico. Geralmente sua causa se deve ao posicionamento do bebê no útero, de um parto demorado ou então uma gravidez gemelar.

Braquicefalia: nesse caso a cabeça do bebê adquire um comprimento maior que o normal. Isso faz com que ela fique mais pontuda em cima e achatada na região inferior.

Escafocefalia: nesse quadro, a cabeça da criança é mais longa e desproporcionalmente estreita.

Em alguns casos, a assimetria pode desaparecer com o tempo, mas os cuidados devem ser tomados, evitando que esta perdure para sempre. É super importante não deixar o bebê deitado numa mesma posição com a cabeça, por muito tempo.

Cuidados importantes

É super importante que os pais não pressionem a moleira do bebê com tiaras, faixas ou acessórios (no caso de meninas), pois isso pode marcar a cabecinha dos bebês.

Um detalhe importante a se observar é que na região da cabeça, normalmente os bebês são mais quentes. Mas nada para se preocupar: isso é sinal de saúde. Caso o bebê não tenha essa característica, um pediatra também deve ser consultado.

Por isso, os pais devem sempre estabelecer uma relação de confiança com o pediatra, assim como empatia e proximidade. Dessa forma podem sempre tirar as dúvidas, por mais pequenas e insignificantes que possam parecer.

Aconselha-se que as pesquisas em busca de um bom pediatra comecem no segundo trimestre de gravidez, pois a mãe está disposta fisicamente. Dessa forma, assim que você encontrar um profissional adequado para o filho,você não precisará se preocupar a medida que a data do nascimento vai chegando.

No caso de existirem muitas opções de pediatras na cidade, a mãe e o pai pode pedir referências aos parentes e amigos próximos. No caso de os pais terem um plano de saúde, é sempre necessário que consultem a relação de médicos da cobertura do plano para verificar qual deles poderá melhor atender o seu bebê.

Vale lembrar também…

Os cuidados valem tanto para os pequenos, quanto para a mãe. E isso tem que começar bem antes do bebê nascer. A mãe deve fazer o pré-natal de forma correta, fazendo os exames de ultrassom e também verificando sempre a saúde do (a) filho (a).

É super importante que o pai também se cuide, alimentando-se de forma correta, informando-se sobre os procedimentos pós-parto da mãe. Além disso, vale se inteirar sobre como será a rotina com o bebê, como o seu sono, vacinação, frequência de consultas ao pediatra, itens do quarto da criança que precisa comprar, entre outras coisas.

Os dois podem e devem participar de todos os cuidados com o bebê, especialmente a própria mãe. Aliás, nos primeiros dias ou meses, ela vai estar debilitada por conta do processo do parto. Além disso, vale levar em conta também a baixa repentina dos hormônios, o cansaço e amamentação. Que, aliás, pode ou não ser dolorida e difícil. É super importante considerar o bem-estar de todos os moradores da casa. Dessa forma, certamente a criança crescerá forte, equilibrada, saudável e muito  feliz.

Confira o vídeo a seguir, relacionado a esse tema, para aprender ainda mais:

Para mais conteúdo, clique aqui.

🥇 Saiba tudo sobre a Levotiroxina sódica – Suas aplicações e possíveis efeitos colaterais 🤔

Olá meninas! Hoje vou falar sobre a levotiroxina sódica. Ela é um medicamento sintético da tiroxina, que é indicado para o tratamento do hipotireoidismo.

Primeiramente, antes de continuar, vamos entender como ocorre o hipotireoidismo. A glândula da tireoide desempenha um papel super importante no corpo: ela é responsável pela produção de hormônios.

No entanto, algumas vezes essa glândula começa a produzir menos hormônios do que o ideal. É aí que acontece o diagnóstico de hipotireoidismo (ou seja, o organismo fica lento). A glândula da tireoide, que faz parte do sistema endócrino, fica localizada na região anterior do pescoço, ao redor da traqueia.

Seu tamanho médio normal nas mulheres é de 10 a 15 mL. Ela produz dois hormônios importantíssimos: triiodotironina e a tetraiodotironina, (T3 e T4), que controlam a forma como cada célula do corpo irá gastar energia metabólica. Toda essa produção é comandada pela hipófise, uma glândula no cérebro.

Esses hormônios de T3 e T4 são controlados pelo TSH, que funciona como se fosse uma espécie de alarme. Ele sinaliza quando esses dois hormônios estão em baixa ou em alta. Em suma, seus níveis devem estar sempre normais, nunca em menor ou maior quantidade.

E quando essa glândula produz uma quantidade de hormônios maior do que o necessário, provoca no organismo o chamado distúrbio do hipertireoidismo.

Confira o vídeo que separei para você sobre o assunto:

A levotiroxina sódica emagrece?

A maioria das pessoas que usam esse medicamento de forma contínua e receitada pelo médico, afirmam que sim, conseguiram emagrecer. No caso do hipotireoidismo, o organismo fica lento, e portanto mais propenso ao acúmulo de gordura.

Uma vez que os hormônios estejam estabilizados com a levotiroxina sódica, o corpo passa a queimar as gorduras que estavam acumuladas, dando a ideia de emagrecimento. Portanto, esta é apenas uma consequência do remédio, e não a seu foco principal.

Qualquer pessoa pode usar?

Definitivamente não. Algumas pessoas que estão acima do peso acreditam que podem usar o medicamento para emagrecer, sem  nenhum risco. No entanto, isso pode ser extremamente perigoso para a saúde. A levotiroxina sódica é indicada somente para pacientes que apresentem  hipotireoidismo.

O uso excessivo e indiscriminado desse medicamento pode não somente causar efeitos colaterais perigosos para a saúde, como também desregular os hormônios de uma pessoa que estava saudável.

Quais os efeitos colaterais da levotiroxina sódica?

Assim como qualquer medicamento químico, a levotiroxina sódica também pode apresentar efeitos colaterais. Vai depender de como cada organismo reage, mas os  principais sintomas podem ser:

  • Reação alérgica;
  • Urticárias (grande irritação na pele, coceira);
  • Inchaço no rosto, nos lábios, na língua ou na garganta e dificuldades em respirar normalmente;
  • Batimentos cardíacos descompassados ou rápidos;
  • Febre;
  • Hipertermia;
  • Insônia;
  • Diarreia;
  • Vômito;
  • Alteração de apetite;
  • Ciclo menstrual afetado;
  • Em casos raros, pode causar até mesmo a perda óssea.

Vale ressaltar que esse medicamento é contraindicado para pessoas que tiveram infarto recentemente, glândula da tireoide com produção excessiva de hormônios, bem como insuficiência da glândula suprarrenal.

É importantíssimo que gestantes, lactantes, crianças e idosos sejam imprescindivelmente orientados pelo médico, antes de fazerem uso desse medicamento. Nos casos de pacientes com histórico de hipertensão arterial, tuberculose, asma ou diabetes, antes de começar o uso do medicamento, é preciso que essas patologias sejam tratadas.

Alguns pacientes acabam associando o ganho de peso descontrolado com o uso desse medicamento, no entanto, os médicos e especialistas afirmam que essa informação não procede.

O que realmente faz com que o peso aumente é o problema na tireoide (hipotireoidismo). Como já citei, o metabolismo fica mais lento que o normal, e isso favorece o acúmulo de gorduras no corpo.

Por fim, o hipotireoidismo e o hipertireoidismo, são condições bastante delicadas, e que precisam ser tratadas de forma correta, fazendo sempre um acompanhamento e também fazendo uso dos medicamentos prescritos pelo médico de sua preferência.

Fatores de risco do hipotireoidismo

Existem alguns fatores como doenças autoimunes (condição onde o próprio corpo ataca as suas células), que podem estar relacionadas ao distúrbio da produção de hormônios. Essa é uma condição em que os médicos ainda não sabem explicar e determinar as causas com precisão.

Existem casos em que o paciente precisa passar por um procedimento cirúrgico, para que possa ser retirada uma parte da tireoide. Nesse caso, porém, é necessário fazer uma reposição hormonal pelo resto da vida, para que a perda dessa parte da glândula possa ser compensada.

Além disso, outros fatores de risco são:

  • Ser do sexo feminino;
  • Ter 60 anos de idade ou mais:
  • Possuir alguma doença autoimune;
  • Possuir histórico familiar de doença autoimune;
  • Fazer uso de algum medicamento que afete a produção dos hormônios da glândula tireoide;
  • Ter passado por sessões de radioterapia;
  • Ter realizado alguma cirurgia de retirada de parte da tireoide;
  • Ser gestante, lactante ou ter dado à luz no período dos últimos seis meses.

Quais os sintomas do hipotireoidismo?

  •  Fadiga;
  •  Sensibilidade grande ao frio;
  •  Prisão de ventre;
  •  Pele ressecada em excesso;
  •  Ganho de peso em curto espaço de tempo;
  •  Rosto inchado;
  •  Rouquidão;
  •  Sensação de fraqueza nos músculos;
  •  Colesterol alto;
  •  Rigidez, dores e sensibilidade nos músculos;
  •  Queda de cabelo;
  •  Batimentos cardíacos acelerados e descompassados;
  •  Ansiedade ou depressão;
  •  Problemas relacionados à memória;

Os sintomas do hipertireoidismo, geralmente são o extremo oposto ao hipotireoidismo: perda de peso rápida, taquicardia, arritmia, palpitações cardíacas, aumento da fome, ansiedade, nervosismo, irritabilidade, tremor nas mãos.

Além disso, suor excessivo, intolerância ao calor, funcionamento do intestino alterado, glândula tireoide visivelmente alterada, fadiga e fraqueza nos músculos, pressão alta, insônia, cabelo quebradiço, inquietação, dentre outros.

O que deve ser feito?

Nesses casos, você deve consultar um endocrinologista, para que ele possa recomendar o tratamento mais adequado e realizar os exames necessários para que possa ser feito o controle dos hormônios. Nos dois distúrbios, o médico deve ser consultado frequentemente, para que os hormônios se mantenham controlados.

Não só a levotiroxina sódica, mas qualquer medicamento não deve ser usado por conta própria, tampouco tomar uma dose acima do recomendado.  Além de ser extremamente prejudicial à saúde, isso pode desencadear outros problemas no organismo que antes estavam em perfeitas condições.

Confira o vídeo a seguir, relacionado a esse tema, para aprender ainda mais:

Para mais conteúdo, clique aqui.

🥇 Dieta Ravenna: perca peso com a mente 🤔

Olá meninas! Hoje eu trouxe uma dica muito legal. Você já ouviu falar da Dieta Ravenna?  Ela é uma forma de alimentação hipocalórica que ajuda a alcançar o peso ideal. Essa dieta tem como base não comente a nutrição, mas também os pilares da psicologia e da medicina.

Nas últimas três décadas, muitas pessoas conseguiram uma perda de peso inacreditável ao frequentarem os diferentes centros do Dr. Máximo Ravenna. Além disso, esses pacientes conseguem manter o peso mesmo depois de anos. Esse fator é o que de fato garante a eficácia nessa forma de se alimentar.

O que é dieta Ravenna?

Alguns anos atrás, o psicólogo argentino Máximo Ravenna desenvolveu um método semelhante à maneira pela qual outras áreas lidam com vícios, como o cigarro, álcool ou jogos de azar. Vendo de perto, o psicólogo afirma que essas doenças não são tão diferentes assim da compulsão que as pessoas tem em relação à comida.

A metodologia dessa dieta considera as razões psicológicas que faz com que a maioria das pessoas não consiga perder peso. Trata-se, portanto, de uma terapia que considera as pessoas com excesso de peso como viciados em alimentos, que tem recaídas e problemas para superar essa compulsão.

Confira o vídeo que separei para você sobre o assunto:

Como funciona a dieta Ravenna?

Primeiramente, a pessoa precisa estar ciente do seu excesso de peso e aceitar que a solução depende apenas dela mesma. A partir desse primeiro passo fundamental, alguns princípios básicos passam então a ser trabalhados:

  • Corte: nessa primeira etapa a pessoa precisa cortar os excessos e a compulsão nas refeições, bem como diminuir o número de refeições diárias.
  • Medida: Diminuindo o tamanho das porções a cada refeição e encontrar uma medida adequada.
  • Distância: como o próprio nome sugere, consiste em tomar distância dos excessos, por meio de certas ações.

Limite de calorias por dia

Seguindo a Dieta Ravenna, o consumo diário é reduzido a 600 calorias! Mas pode ficar tranquila, amiga, você não vai ficar morrendo de fome. Aliás, o grande segredo para que a dieta Ravenna funcione é que a mente precisa ser trabalhada constantemente: desde a sua manutenção básica, passando pelo comportamento alimentar até chegar no comportamento da pessoa em todos os âmbitos.

O que precisa ser feito é mentalizar que alguém que costuma ingerir 4.000 ou até mesmo 5.000 calorias diárias consegue reduzir para 500. Sabe por quê? Porque quanto mais a pessoa come, mais ela vai precisar comer. Quanto mais temos, mais queremos. Seguindo essa mesma linha de pensamento, quanto menos comemos, menos vamos querer comer.

Primeiramente, deve ficar claro para você que a dieta Ravenna é uma dieta de baixa caloria, mas que você pode optar por limitar as calorias a 600, 800 ou até 1000. Tudo isso vai depender do que você considera o peso ideal para o seu corpo.

Amiga, sabe qual é a melhor notícia? O tempo que o corpo leva para se adaptar. Aposto que você deve ter imaginado que levaria semanas para o seu corpo se acostumar. Saiba que o tempo que leva para que seu corpo se ajuste a uma alimentação de 600 calorias por dia é de 24 a 48 horas!

O principal é manter sua mente focada para não consumir nada acima da meta. Quer um exemplo? Quando você vai ao restaurante e tem uma cestinha de pães. Sabe por que eles estão lá? Porque o pão aguça o apetite!

Sim, existem diversos alimentos que estimulam o seu apetite. É por isso que, logo no começo, você precisa retirar as farinhas da sua alimentação.

Trabalhando o emocional na dieta Ravenna

Você precisa mostrar à sua mente que você pode e vai emagrecer sem precisar  passar por uma cirurgia. Sem ter que tomar quaisquer cápsulas. Saiba que você é dona de seu comportamento em relação à comida e que a comida não precisa ser comida por você naquela hora. Trabalhe sua mente e volte a acreditar na sua autoestima.

Não se sobrecarregue com o estigma de que uma pessoa gorda não pode voltar a ser magra. A pessoa gorda já foi magra e quer voltar a ser o que ela já foi. Para isso, você precisa passar por uma fase de manutenção. Uma ótima alternativa é participar de grupos para pessoas que estejam com o mesmo problema.

Os viciados em comida precisam consultar um terapeuta?

Você precisa estar perto de alguém que viva na pele os mesmos problemas que os seus. Pode ser um terapeuta ou mesmo um grupo que apoie seu emagrecimento. Muitas vezes uma pessoa gorda acaba se deprimindo pelo seu passado. Por isso mesmo encontrar grupos de pessoas com os mesmos problemas será de grande ajuda.

Com um terapeuta, o objetivo é acabar com o prazer que uma pessoa obesa almeja por meio da comida e que a leva a transgredir a dieta. Essa pessoa aprende a repensar a alimentação e a considerar as consequências de uma refeição inadequada.

Comer menos não apenas reduzirá a saciedade e o apetite, como também vai estimular diferentes neurotransmissores, para que você se sinta mais feliz, melhore seu sistema imunológico e gere mais endorfinas.

O que se come na dieta Ravenna?

O principal fator da Dieta Ravenna é entender que as farinhas são um perigo para a sua dieta, portanto, evite-as a todo custo. Os carboidratos possuem uma substância que gera insulina, e isso faz com que, ao invés de saciar, te deixa ainda com mais fome.

Os alimentos nos quais se essa forma de alimentação se baseia são:

  • No café da manhã: cereais, frutas, algumas fatias de peru ou iogurte.
  • – No lanche: Mussarela, peru, 1 iogurte + 1 cítrico ou pêra.
  • Nas Refeições e jantares: 1 prato (sobremesa) de legumes e tomate (cru e / ou cozido) com 1 colher de chá de azeite, além de poder varias entre os seguintes alimentos:
  • Sal moderado
  • Vinagre ou limão
  • Carne sem pele
  • 1 filé de pescada grelhada
  • 1/2 lata de cavala natural
  • 1 omelete de queijo francês
  • 1 bife de carne grelhada
  • Laticínios: queijo magro
  • Clara do ovo.
  • Carnes sem gordura
  • Frango sem pele, grelhado ou assado
  • Peixe fresco ou embalado na hora
  • Vegetais crus ou cozidos, sozinhos ou em preparações como saladas, assados, puré, como guarnição, etc.
  • Frutas
  • Métodos de cozimento: cozidos, assados ou grelhados.
  • Água mineral com ou sem gás.
  • Sucos e refrigerantes sem açúcar.
  • Café, chá e infusões.

Saiba que depende apenas de você obter o corpo ideal. Mentalize isso e saiba que dizer adeus às farinhas é o primeiro passo. Você consegue, tenho certeza!

Confira o vídeo a seguir, relacionado a esse tema, para aprender ainda mais:

Para mais conteúdo, clique aqui.

🥇 Você conhece o ômega 3? Saiba tudo aqui! 🤔

Olá meninas! Hoje vou falar sobre um assunto bem bacana que vai ajudar a manter a sua saúde.

Você sabia que algumas gorduras são essenciais para que nosso organismo funcione de forma adequada? Essas gorduras específicas fornecem ao organismo os elementos que ele precisa para executar tarefas complexas. Algumas delas nosso corpo produz por conta própria.

No entanto, algumas delas só são obtidas quando consumimos determinados alimentos. Esse é o caso do ômega 3. Considerado uma “gordura boa”, o ômega 3 só é obtido com a ingestão, por exemplo, de peixes de águas profundas.

Além de ser essencial para o bom funcionamento do corpo, o ômega 3 também protege o corpo de doenças e inflamações. Além, também, de limpar estruturas importantes, como as veias e as artérias.

Tenho certeza que você já deve ter ouvido falar no ômega 3. Mas será que você conhece todos os benefícios que ele traz à sua saúde? Esse post é para você, minha amiga, que já ouviu falar, mas não conhece todos os benefícios do ômega 3.

Pesquisei muito sobre o assunto e trouxe para você diversas informações. Depois de ler, tenho certeza que você vai fazer questão de incluir o ômega 3 na sua rotina.

O que é ômega 3?

O ômega 3 é uma gordura poli-insaturada, que quando ingerida traz inúmeros benefícios ao nosso corpo. Ele faz parte do grupo dos ácidos graxos e se divide em três tipos diferentes: o ALA (ácido alfa-linolênico), o EPA (ácido eicosapentaenoico) e o DHA (ácido docosa-hexaenoico).

Para que serve o ômega 3?

Confira o vídeo que separei para você sobre o assunto:

Como eu disse anteriormente, o ômega 3 é essencial para manter o bom funcionamento do seu corpo. Para você ter ideia da importância desse componente, ele é imprescindível para ajudar no trabalho dos receptores, que estão na parte externa das células.

O ácido graxo que é o ômega 3 ajuda a produzir hormônios responsáveis pelo controle da contração e do relaxamento das paredes das artérias. Além disso, esses hormônios estão relacionados também a questões ligadas ao metabolismo, coagulação e processos inflamatórios.

Quais os benefícios do ômega 3?

Quando as pessoas pensam em ômega 3, a primeira coisa que vem à mente é a sua capacidade de proteger o coração de infartos, controlando o nível de colesterol no sangue e ajudando a dissolver as placas de gordura das artérias.

Mas, além disso, você sabia que essa gordura poli-insaturada tem muitos outros benefícios que nem todos conhecem? Separei vários benefícios para que você conheça, olha só:

Ajuda a perder peso

  • Um benefício bastante desconhecido do ômega 3 é a sua capacidade de auxiliar na perda de peso. Isso ocorre porque esse ácido graxo ajuda a combater processos inflamatórios, e esses eventos acabam desequilibrando o controle da fome e da saciedade.
  • Além disso, esses processos inflamatórios podem, ainda, fazer com que seu corpo se torne mais resistente à insulina. Isso acaba criando novos depósitos de gordura no corpo, devido ao excesso de açúcar no sangue, além de favorecer a retenção de líquidos.
  • Quando a pessoa consome muitos alimentos ricos em ômega 3, ou utiliza suplementos ricos nesse composto, ela ajuda a manter esses processos inflamatórios sob controle, fazendo com que o corpo funcione muito melhor.
  • Essas gorduras boas são digeridas de forma lenta pelo corpo, o que dá uma sensação de saciedade muito maior.

Controle da diabetes

  • Consumir ômega 3 regularmente também ajuda a manter equilibrados os níveis de glicose no organismo, visto que esse composto reduz a quantidade de insulina que é liberada no organismo, o que faz com que o açúcar existente no organismo seja reduzido.
  • Essa quantidade também se torna menor quando a pessoa está em jejum. Isso evita os picos glicêmicos que podem dar mais fome ou então desestabilizar a taxa de glicemia de quem tem diabetes.

Acelera o metabolismo

  • Essas gorduras boas que compõem o ômega 3 estimulam a queima de gordura, pois deixam o metabolismo mais acelerado. Além disso, fazem com que o corpo use mais energia para realizar os seus processos essenciais.

Previne o surgimento do câncer

  • Os ácidos graxos que estão presentes no ômega 3 previnem o aparecimento de certos tipos de câncer, como o de mama, de próstata e de intestino. Essa gordura boa pode, inclusive, impedir que a doença (no caso de já ter se instalado) evolua para um quadro de metástase e acabe atingindo outras partes do corpo.

Possui ação anti-inflamatória

  • O ômega 3 ajuda também a impedir o surgimento de diversos processos inflamatórios, como os que surgem nas articulações e causam problemas como a artrite reumatoide. Além disso, também previne outras doenças, como o lúpus, a psoríase e a doença de Crohn, que é caracterizada por um processo inflamatório do intestino.

Evita a depressão

  • O ômega 3 também é muito eficiente no combate à depressão, graças a ação de ácidos graxos que mantém estáveis os níveis da dopamina. Além disso, estimula o crescimento dos neurônios no córtex frontal e melhora o fluxo de sangue no cérebro.
  •  O consumo regular de ômega 3 também potencializa o efeito dos ansiolíticos e antidepressivos tradicionais, melhorando até mesmo os sintomas do transtorno bipolar.

Melhora a função cognitiva

  • O consumo regular de ômega 3 melhora a função cognitiva, pois mantém o funcionamento do cérebro a pleno vapor. Além disso, previne, também, o risco de desenvolver doenças degenerativas, tais como o mal de Parkinson, a doença de Alzheimer, e a esclerose múltipla. Também atua na prevenção do surgimento de dificuldades de aprendizagem.

Regula a pressão arterial

  • Limpando as artérias das placas de gordura, o ômega 3 ajuda a prevenir o risco de hipertensão arterial. Isso ocorre porque ele afasta completamente o excesso de pressão sobre veias e artérias.

Protege a retina

  • Finalmente, o ômega 3 é excelente também para a saúde dos olhos. Seus compostos protegem a retina e também previnem doenças e lesões que levariam à perda da visão.

Como obter o ômega 3?

O ômega 3 é uma das gorduras boas que não pode ser produzida por nosso corpo. Para conseguir essa substância, você deve ingerir certos alimentos que contém quantidades suficientes desse composto.

O ômega 3 pode ser obtido nos peixes de água fria (arenque, sardinha, salmão, atum, bacalhau, linguado e pescadinha). Também nas oleaginosas (nozes, pistache, avelãs e amêndoas), arroz selvagem, óleo de canola, semente de chia, linhaça, couve e camarão.

Além dos alimentos, existem outras opções para quem não consegue ter uma alimentação rica dessa forma. Justamente para esse público foi criado o suplemento de ômega 3. As cápsulas contém a quantidade ideal de ômega 3 que o corpo precisa e devem ser ingeridas todos os dias, seguindo a prescrição do seu médico.

Confira o vídeo a seguir, relacionado a esse tema, para aprender ainda mais:

Para mais conteúdo, clique aqui.

🥇 Womax Plus Funciona? → Anvisa, Bula, Preço e Onde Comprar! 🤔

Olá meninas! Hoje eu vim falar sobre um assunto super comum nos dias de hoje: o esforço que nós, mulheres, fazemos para perder peso. Sei bem que perder peso nem sempre é algo fácil de se conseguir. Na verdade, é o extremo oposto, na maioria das vezes.

Nesse post vou falar tudinho sobre a minha experiência com o Womax Plus e se ele funciona ou não. Afinal, você sabe que sou super sincera, né?

Para certas pessoas, é algo simples, talvez devido à predisposição genética. Ou então devido à sobra de tempo e dinheiro para conseguir alcançar esse objetivo. No entanto, para outras pessoas, é bem diferente. A maioria acaba não tendo nem tempo nem dinheiro para conseguir coisas milagrosas. Outras, talvez, prefiram não se arriscar nas cirurgias.

Minha trajetória

Para mim, particularmente, emagrecer nunca foi algo muito simples. Não só pela falta de tempo (trabalho, faculdade, família, etc.), mas também pela predisposição genética, que sempre foi o motivo de eu brigar com a balança.

Em suma, tudo colaborava para que eu ganhasse peso diariamente. Passei boa parte de minha vida tentando alcançar o peso ideal, mas nada funcionava. Eu passava o dia pesquisando formas saudáveis de emagrecer. Tentei dietas malucas que me deixaram doente, exercícios, e nada.

Até que, inesperadamente, conheci o Womax Plus. Uma amiga me apresentou e disse que para ela tinha funcionado quase como mágica. Pesquisei sobre ele, conferi o Reclame Aqui e vi que a reputação era muito boa.

Resolvi então dar uma chance e fazer meu pedido. Confesso que mas primeiras semanas não senti resultado, mas depois da 4ª semana a diferença foi incrível.

Eu quase chorei de alegria quando completei 12 semanas usando o Womax Plus. O motivo? Eu tinha conseguido eliminar 24 kg! Sério, eu nem acreditei. Finalmente, depois de tentar as coisas mais malucas, eu consegui meu tão sonhado peso ideal.

Foi isso que me fez criar esse post aqui no blog. Eu transformei a minha vida e quero que você também possa fazer o mesmo com a sua!

Quando entrei em contato com o fabricante, falei da minha experiência e do meu blog. Como eles adoraram, criaram um link exclusivo para que eu publicasse aqui no blog. Assim você, minha amiga leitora, pode aproveitar todos os benefícios com um descontinho maravilhoso! Vou deixar o link aqui embaixo:

Ah! Eles me falaram que esse link não vai ficar disponível por muito tempo, então é bom aproveitar o quanto antes!

O que é o Womax Plus?

O Womax Plus é um produto totalmente natural, feito com ingredientes rigorosamente selecionados. Esses ingredientes não só contribuem para o funcionamento correto de todo o metabolismo, como também ajudam a eliminar aquelas gorduras indesejadas.

Em suma:

  • O Womax Plus protege e nutre seu corpo com ingredientes que fazem seu corpo funcionar bem;
  • Além disso, também acelera o seu metabolismo e elimina as tão indesejadas gorduras localizadas de forma fácil.

Aliás, essas são só algumas das inúmeras vantagens proporcionadas. Cheguei a usar vários cremes e géis redutores de medidas, mas foi tudo sem sucesso.

O motivo foi bem simples: meu médico disse que não adiantava eu tentar tratar a gordura localizada de fora para dentro. Disse que eu tinha que procurar algum remédio em forma de cápsulas. Somente dessa forma eu conseguiria eliminar meus quilos extras de forma eficaz e saudável.

Não é a toa que esse produto virou um sucesso na internet. É muito comum ver discussões e enquetes no Facebook sobre esse produto. Isso sem falar do tanto de celebridades que usaram e aprovaram o produto, como a atriz Solange Couto.

Como foi a minha experiência com o Womax Plus?

Como eu falei lá em cima, eu consegui eliminar 24 KG com o Womax Plus. Isso foi quase um milagre. Não sou de ficar fazendo propaganda de produto, não, mas eu faço questão de recomendar esse, porque de fato funciona.

E quando eu digo que mudou, foi radical mesmo. Antes de começar com o Womax Plus, minha rotina era quase desumana. Afinal, eu tinha que me virar nos 30 para conseguir dar conta de trabalho, faculdade, casamento. Eu tenho só 1,65 m de altura e pesava 85 kg.

Para você ver como o fator genético acaba afetando. Com a minha torina e a correria eu deveria ser um palito! Mas nada me fazia emagrecer nem um quilinho que fosse.

Penei muito até achar o Womax Plus. Aderi a várias dietas. Uma delas me deixava morta de fome o dia todo, o que só aumentou meu stress e minha vontade de comer. Era tampar de um lado para descobrir o outro. Um verdadeiro beco sem saída.

Finalmente, depois do Womax Plus consegui meus tão sonhados 61 kg. Aliás, minha autoestima foi nas alturas e isso me fez um bem que você não imagina. Vou deixar aqui o link com desconto que eu consegui para você, minha amiga leitora:

Womax Plus no Reclame Aqui

Claro que eu, desconfiada que sou, fui logo procurando o Womax Plus no Reclame Aqui. Queria estar totalmente segura para fazer a compra, afinal, valorizo meu dinheiro. Fiquei de boca aberta quando vi que não tinha nenhuma reclamação desse produto.

Esse foi o último teste para eu finalmente dar uma chance para o Womax Plus, e também uma nova chance para mim mesma. Separei para você alguns depoimentos de pessoas que também usaram o Womax Plus, olha só:

Depoimentos do Womax Plus

Confira o vídeo que separei para você sobre o assunto:

Qual o tempo de entrega do Womax Plus?

Sei que essa é uma dúvida super comum quando a gente vai comprar algo. Aliás, foi a minha dúvida também. me surpreendi positivamente com o tempo de entrega. Recebi o produto super rápido!

No site oficial a informação é de que a entrega pode levar de 5 a 10 dias úteis em média. Mas tudo depende do estado ou cidade onde você reside. Mas posso garantir que a entrega é sempre bem rápida.

Afinal, Womax Plus funciona mesmo?

Primeiramente quero agradecer pelo tempinho que você dedicou lendo até aqui, Sei que com a nossa correria fica difícil parar para ler uma postagem assim.

Posso te garantir que o Womax Plus funcionou, e muito, para mim e para muitas amigas minhas. Caso tenha alguma dúvida sobre o produto, pode deixar aqui nos comentários que eu vou ter o maior prazer em responder.

Vou deixar novamente o link com desconto que consegui direto com o fabricante:

Confira o vídeo a seguir, relacionado a esse tema, para aprender ainda mais:

Para mais conteúdo, clique aqui.

🥇 Zumbido no ouvido – Saiba como se livrar deste incômodo 🥇

Olá meninas! No post de hoje eu vou falar sobre um incômodo que muita gente apresenta, mas nem sempre acabam tratando e o quadro se agrava: o zumbido no ouvido.

Muita gente ouve alguns ruídos em seu ouvido, ainda que o ambiente esteja em completo silêncio. Geralmente, esse barulho incessante parece vir de dentro da cabeça e pode acompanhar uma leve tontura. Algumas vezes ocorrendo nos dois ouvidos simultaneamente, outras vezes apenas em um.

Isso se chama zumbido no ouvido e qualquer pessoa pode desenvolver essa condição, sendo bem mais comum em adultos. Ainda que seja bastante incômodo, saiba que são diversos os fatores que podem causá-lo, mas que isso tem solução.

Peço uns minutinhos do seu tempo, minha amiga, para que leia esse post até o final. Assim, você vai aprender tudo sobre esse mal que aflige muitas pessoas e o que fazer para revertê-lo.

Quais são os sintomas?

Sei que vai soar bem óbvio afirmar que o principal sintoma é um tipo de barulho dentro do canal auditivo, certo? No entanto, esse barulho se apresenta de forma diferente para cada pessoa: para algumas, ele é mais alto e não dá um minuto de sossego, estando sempre presente; para outras pessoas, o zumbido pode acontecer com intervalos e ter um som mais baixo, quase imperceptível.

Geralmente, as pessoas que tem zumbido no ouvido também relatam ouvirem cliques, como quando estalamos os dedos, além de sons musicais: nesse caso, é bem comum que o quadro não tenha a ver com problemas auditivos, mas com distúrbios de fator psicológico. A pessoa pode notar o zumbido nos dois ouvidos ao mesmo tempo, ou então perceber de um lado, e depois de outro.

O que provoca essa condição?

As razões para o zumbido no ouvido são muito distintas. Por isso separei algumas delas:

  • Traumatismo na cabeça;
  • Doença de Ménière;
  • Bebida em excesso;
  • Colesterol elevado;
  • Problemas no osso do ouvido;
  • Excesso de cera;
  • Problemas na articulação da mandíbula;
  • Problemas psiquiátricos;
  • Pressão alta,
  • Problemas de circulação;
  • Perda de audição devido à idade.

Existem ainda outras causas possíveis para a sensação de zumbido no ouvido, como tumores, problemas metabólicos, lesões no pescoço, ouvir música muito alta, mudança no metabolismo, entre outros.

Por fim, vale ressaltar que existem alguns remédios cujo uso por tempo prolongado podem apresentar zumbido no ouvido. São eles os oncológicos (vincristina e mecloretamina), aspirina em excesso, antidepressivos (sertralina e fluoxetina), além de antibióticos (eritromicina, vancomicina, poliximina B e neomicina).

O indicado é sempre recorrer a um bom otorrinolaringologista para que possa diagnosticar corretamente.

Relação entre o zumbido no ouvido e o psicológico

Distúrbios de ansiedade também podem causar os zumbidos no ouvido. Mesmo que a causa se origine de um problema psiquiátrico, fato é que o sintoma é físico e que pode debilitar a pessoa. Portanto é muito importante um acompanhamento psiquiátrico.

Além do mais, as pessoas que apresentam zumbido no ouvido por motivos físicos, também podem acabar desenvolvendo ansiedade: justamente por ficarem em alerta para perceber se há algum zumbido ou não, essas pessoas desenvolvem ansiedade. Algumas, inclusive, chegam a um ponto em que costumam não saber mais quando é só uma impressão e quando estão realmente ouvindo o barulho nos ouvidos.

Em suma, essa condição pode trazer diversos danos psicológicos à pessoa. Aqueles que sentem tontura juntamente com o zumbido, tendem a ficar inseguros em sair de casa. Nesse caso, a pessoa pode desenvolver a síndrome do pânico ou até mesmo se tornar depressiva.

Confira o vídeo que separei para você sobre o assunto:

Qual o tratamento adequado?

O tratamento pode ser feito com o uso de ansiolíticos. Eles servem para que a pessoa fique menos ansiosa e, dessa forma, reduzem o zumbido que é causado pela ansiedade. Se a pessoa tem pressão alta ou outra condição que afete o ouvido, também precisará ser tratada. Afinal, é super importante levar uma vida saudável.

As pessoas que apresentam esse problema auditivo devem evitar álcool, café, produtos que contenham cafeína, cigarros e edulcorantes artificiais. Se o zumbido tem como origem a perda auditiva, pode ser necessário o uso de um aparelho auricular. Quando a causa é a circulação sanguínea, o médico pode prescrever vasodilatadores.

Existe uma terapia que é bastante funcional para o zumbido no ouvido: a terapia do som. Nessa terapia a pessoa recebe estímulos auditivos leves e o objetivo é fazer com que a sensibilidade diminua. É importante frisar que a pessoa não vai ter a audição diminuída, apenas o incômodo por causa desse tipo de som contínuo e baixo, geralmente constante.

A cura total é possível, mas os tratamentos geralmente são combinados e, quando a pessoa abandona os bons hábitos, há chances de o zumbido voltar. Uma pessoa que se recuperou totalmente do zumbido, mas que deixa de dormir adequadamente, pode voltar a ter barulhos no ouvido. O tratamento mais recomendado é o Programa Restauração auditiva.

Como prevenir o zumbido nos ouvidos?

As pessoas podem evitar esse problema auditivo de diversas formas, sendo uma delas a retirada da cera excessiva. É indicado usar o cotonete uma vez por semana, e vale frisar que ele precisa ser passado de maneira leve: nunca force o cotonete para dentro do ouvido. Além de correr o risco de se machucar, isso pode levar a cera para áreas mais profundas.

Também é indicado não usar fone de ouvido por muitas horas seguidas. Para as pessoas que adoram ouvir música o dia todo, vale a pena tirar o fone de tempos em tempos e deixar o ouvido livre e o som tocando de forma ambiente. Aliás, um fator muito importante também é cuidar com o volume. Quando se ouve música alta com frequência, você corre o risco de danificar seu canal auditivo. Isso pode fazer com que você comece a ouvir zumbidos nos ouvidos.

Ademais, é muito importante evitar o uso excessivo de aspirina. O zumbido nos ouvidos é o seu principal efeito colateral. Se você tem dores com muita frequência, a dica é sempre procurar um especialista ao invés de se automedicar.

Existem tratamentos naturais?

Sim! Saiba que muitos alimentos podem diminuir ou até mesmo acabar com o zumbido no ouvido. No entanto, é preciso ingeri-los de forma regular. O abacaxi não somente favorece a circulação sanguínea como também combate as inflamações.

A ginkgo biloba, aliás, é outro composto que melhora o sistema circulatório, inclusive do ouvido. Geralmente, ela é comercializada em cápsulas e pode ser facilmente encontrada em farmácias ou nas casas de produtos naturais.

O alho é um analgésico e traz conforto para quem apresenta zumbido no ouvido. Ele precisa ser ingerido cru e a pessoa pode mastigá-lo ou colocá-lo em saladas, torradas, etc. Não utilize ele assado ou cozido, visto que ele só tem propriedades se consumido cru.

Ademais, existem outros produtos naturais que combatem o zumbido: mirra, raiz de bardana, casca de pimenta malagueta, raiz-amarela e folhas de espinheiro.

Uma mistura de mel e gengibre também favorece o ouvido. Ela é usada para cuidar da garganta, uma região que é conectada ao ouvido. Os resultados são excelentes. Você deve ferver uma colher de mel em uma xícara de água com pedaços de gengibre. É só tomar algumas colheres de chá durante o dia.

Confira o vídeo a seguir, relacionado a esse tema, para aprender ainda mais:

Para mais conteúdo, clique aqui.

🥇 Lib Power Funciona? → Anvisa, Bula, Preço e Onde Comprar! 🥇

Olá meninas! Tenho quase certeza que você veio ler esse post para saber mesmo se o  Lib Power funciona mesmo, né? Dediquei esse post para você, minha amiga leitora, que tem um parceiro passando por problemas como ejaculação precoce, baixa libido ou disfunção erétil.

Sei muito bem que não é nada fácil, pois eu mesma já passei por situações semelhantes com o meu marido. Tenho certeza que esse post vai ser de grande ajuda. Depois me diz lá nos comentários o que achou, ok?

Como eu disse, eu e meu marido já sofremos muito com esses problemas, mas felizmente tudo isso ficou no passado e hoje levamos uma vida sexual super ativa. Vou dar mais detalhes sobre como isso aconteceu ao longo desse post, então acompanhe até o final para saber a melhor alternativa.

Passamos por diversos episódios constrangedores até que ele finalmente concordasse em procurarmos uma solução. Nós dois começamos a pesquisar inúmeros produtos na internet, mas ficamos com muito medo de apelar para o tradicional Viagra, por conta dos efeitos colaterais que ele pode causar.

Pois bem, finalmente, depois de pesquisarmos muito, encontramos a solução definitiva. Na verdade, chegamos a testar dois produtos: o Lib Power e o Big Size.

O resultado com cada um deles foi completamente diferente. O primeiro a testarmos foi o Lib Power e agora vou fazer um relato sobre como foi nossa experiência e o que nos fez recorrermos a um segundo produto.

Lib Power

O Lib Power é um produto que promete acabar com a disfunção erétil e também com a ejaculação precoce. Esses dois problemas vem tentando ser resolvidos há muito tempo, por diversos produtos no mundo todo e agora, esse produto acabou entrando na batalha para acabar com esses problemas que vêm atingindo cada vez mais homens.

Lib Power foi o primeiro produto que decidimos testar. Vimos diversos anúncios desse produto e, no começo já me pareceu um produto bom. No entanto, os resultados não foram tão satisfatórios como esperávamos.

Nossa experiência com Lib Power ?

Na época em que compramos o Lib Power, estávamos sofrendo muito com impotência e falta de libido do meu marido. De repente minha vida parecia ter se transformado em um pesadelo. Como uma coisa tão boa, tão prazerosa como o sexo podia gerar tanto constrangimento e frustração?

Meu marido comprou o Lib Power e usou durante 4 semanas. O resultado? Nada aconteceu. Tudo ficou na mesma. Isso foi extremamente frustrante porque eu realmente tinha acreditado que aquele tal de Lib Power mudaria nossa vida sexual.

Depois dessa decepção e perda de dinheiro, ficamos um tempão sem sabermos o que fazer. Não desisti e continuei pesquisando diversos produtos que pudessem resolver de uma vez por todas esse problema. Encontrei por acaso um produto que estava fazendo um tremendo sucesso na internet e muita gente tinha falado muito bem dele: o Big Size.

Big Size

Ele é um produto que vem mudando a vida de muitas pessoas no país inteiro. Inclusive, foi o segundo e definitivo produto que nós usamos para resolver o problema do meu marido.

Ele tem ingredientes totalmente naturais, portanto, não possui nenhum tipo de efeito colateral. Esse foi o motivo definitivo para testarmos o Big Size.

Ao pesquisar, vi que ele é um dos melhores e mais aclamados produtos do mercado. Aliás, é fácil encontrar vários depoimentos bem positivos falando do Big Size na internet.

Confira o vídeo que separei para você sobre o assunto:

Nossa experiência com o Big Size

Depois daqueles péssimos resultados com o Lib Power , finalmente encontramos o Big Size. Nós vimos vários depoimentos positivos e ficamos cada vez mais instigados com ele. Até que finalmente decidimos comprar, afinal, que mal faria? Dessa vez, testamos sem muita pretensão ou entusiasmo, mas eu nem podia imaginar o que estava por vir.

Já nos primeiros dias de uso notei que meu marido estava bem mais disposto fisicamente e sexualmente também. Depois de algumas semanas, tudo já estava resolvido. De uma vez por todas. Eu mal conseguia acreditar que finalmente alguma coisa tinha funcionado.

O comparativo dos resultados de um produto para o outro foram totalmente diferentes, até porque um funcionou e o outro não. O Big Size realmente nos conquistou e reverteu uma situação que parecia não ter solução. Eu nunca fui de ficar fazendo propaganda de produto nenhum, mas o Big Size realmente fez uma diferença gigantesca na nossa vida sexual.

Eu poderia até dar mais detalhes do que aconteceu quando o ‘gigante acordou’, mas acho melhor deixar nossa intimidade um pouco de lado (risos).

Muita gente já me perguntou no e-mail se tem algum link promocional que tenha aquele desconto maravilhoso que só eu consigo para você minha amiga leitora.

Na verdade não tinha nenhum. Mas, como meu blog ficou famoso e comentei com o fabricante que iria contar a verdade sobre como eu e meu marido tínhamos conseguido reverter os problemas na cama, eles me passaram um link com um desconto exclusivo.

Mas se eu fosse você corria comprar para aproveitar esse preço, porque o fabricante me disse que o link ficaria apenas por um tempo no ar.

Quais as vantagens do Big Size?

Com o uso dele, meu marido me disse que notou muitas vantagens. Listei a maioria deles para você conferir:

  • Combate da impotência sexual;
  • Aumento da virilidade;
  • Aumento do desempenho e desejo sexual;
  • Acaba com a ejaculação precoce;
  • Ajuda a obter muito mais prazer na cama;
  • Aumenta a produção de testosterona no homem;
  • Aumenta a produção de esperma;
  • E muitos outros.

Existem muitas outras vantagens, mas a mensagem é essa. Ele realmente funciona e vai deixar a sua vida sexual melhor do que era antes!

E os efeitos Colaterais?

Por ser um produto totalmente natural, o Big Size não apresenta nenhum tipo de efeito colateral. Portanto, pode ser usado diariamente, sem medo!

Como fazer o pedido com desconto?

VOu deixar aqui o link que eu consegui com o fabricante. Clicando nele você vai ser redirecionada para o site oficial, para que possa comprar com total segurança e já com o desconto aplicado!

Em quanto tempo recebo o Big Size?

O nosso chegou em menos de uma semana! Fui consultar no site do fabricante e ele informa que os pedidos são entregues pelos correios em até 10 dias uteis. Ah e não precisa se preocupar com medo de anunciar para todas as pessoas que vocês estão passando por problemas na cama. Ele vai em uma embalagem totalmente discreta.

Tenho certeza que sua vida vai mudar depois do Big Size! Me conta depois o que você e seu parceiro acharam!

Confira o vídeo a seguir, relacionado a esse tema, para aprender ainda mais:

Para mais conteúdo, clique aqui.

🥇 SlimCaps funciona de verdade? [DESCUBRA AQUI] 🤔

Olá, você está procurando o melhor produto para a perda de peso, não é mesmo?

Foi justamente pensando nisso que eu decidi escrever esse artigo. Ao longo dele eu vou fazer uma comparação dos dois melhores produtos para emagrecer que usei: o SlimCaps e o Womax.

Esses dois são produtos completamente naturais em sua composição e também são os mais famosos atualmente. Já adianto que essa fama toda não é sem motivo. Os dois produtos fizeram efeito em mim, mas um deles realmente superou todas as minhas expectativas.

Ao pesquisar sobre a obesidade, para escrever este artigo, eu confesso que os números me deixaram chocada. O número de pessoas que sofrem de obesidade é de aproximadamente 700 milhões de pessoas ao redor do mundo! O pior de tudo é que dentre todos esses números, 25 milhões de casos ocorrem aqui, no Brasil.

Aliás, esses 25 milhões representam 18,5% da população do país. 85% das pessoas com obesidade, sofrem de outras complicações como:

  • Pressão alta;
  • Dores nas articulações dos joelhos;
  • Dores nas articulações dos tornozelos;
  • Alto índice de colesterol;
  • Doenças vasculares.

Essas complicações listadas acima representam apenas alguns dos riscos que as pessoas acima do peso podem correr. São diversas doenças e complicações originadas desse problema. Aliás, problema esse que vem aumentando cada vez mais com o passar do tempo.

Isso sem falar nos casos cirúrgicos. A estimativa de pessoas que recorrem a cirurgias vem aumentando assustadoramente:

Só em 2017 foram realizadas 105.642 mil cirurgias bariátricas!

E esses números só aumentam com o passar do tempo. É claro que para que a pessoa tome a decisão de realizar uma cirurgia bariátrica, é porque não conseguiu eliminar o excesso de peso de nenhuma outra forma. O procedimento tem suas restrições e em alguns casos a pessoa tem que tomar remédios e repor vitaminas para o resto da vida.

Voltando a falar dos produtos que eu testei: o SlimCaps e o Womax:

Esses dois produtos são completamente naturais e os mais famosos da atualidade. E, como eu disse, né, eles estão fazendo muito sucesso e por ótimas razões.

Um bom exemplo disso é que é muito comum você achar diversos debates e discussões sobre esses dois produtos em sites e em grupos de emagrecimento no Facebook e no Whatsapp.

Enfim, o SlimCaps e o Womax  são realmente os melhores. Aliás, para ser bem sincera, foram os únicos que realmente fizeram algum efeito.  No entanto, como apenas um rei pode ser coroado, no caso dos emagrecedores naturais vale a mesma regra.

Ou seja: apenas um deles pode ser coroado como o melhor.

Eu tenho certeza absoluta que esse artigo, além de te ajudar muito, também vai fazer com que você poupe tempo e dinheiro. Afinal de contas, eu precisei testar esses dois produtos para ter certeza de qual deles é o melhor. Portanto, o período necessário para conseguir comprovar os resultado foi um pouquinho demorado.

Por isso, quero fazer um pedido especial: procure ler atentamente o conteúdo e, se possível, deixe seu celular no silencioso e também feche as outras abas da internet. Fazendo isso, tenho certeza que esses 5 minutos de leitura podem realmente transformar a sua vida. Afinal, sei bem que emagrecer não é uma tarefa nada fácil de ser realizada. Eu mesma já sofri muito com o meu excesso de peso, e não quero de jeito nenhum que você tenha de passar por isso.

Justamente por isso eu quero te ajudar a descobrir se o SlimCaps funciona ou então se o Womax é a sua melhor opção. Vamos lá?

Já adianto que vou começar falando do primeiro produto que eu comprei e consegui testar, que foi o SlimCaps.

O que é SlimCaps?

Esse produto foi o primeiro que eu cheguei a comprar e testar. Na época eu ainda estava pesquisando muito sobre alguma coisa que pudesse me ajudar a emagrecer de forma saudável. Eu já tinha pesquisado outros produtos, mas confesso que não me passaram nenhuma confiança, até que achei o SlimCaps.

Pelo fato de ser um produto 100% natural, eu resolvi comprar. É isso mesmo: se você ainda não conhece, saiba que esse produto é de fato natural, ou seja, todos os ingredientes que foram usados na sua fórmula são de origem natural. Convenhamos que isso é um benefício e tanto, visto que não é um produto cheio de conservantes e ingredientes desconhecidos.

Depois de pesquisar exaustivamente, eu decidi fazer o meu pedido e então fiz o teste desse produto durante 4 semanas. Quero deixar bem claro que eu segui o tratamento exatamente como indicado pelo fabricante. Passado esse período de quatro semanas eu tinha eliminado cerca de 4,5 kg. O resultado era realmente positivo, mas confesso que eu ainda queria mais.

Meu marido costuma falar que  eu sou uma dessas pessoas difíceis de agradar, e ele realmente tem razão. Eu fiquei feliz de ter perdido esses quilinhos, é claro, mas eu queria perder ainda mais.

A verdade é que eu queria eliminar ainda mais medidas, para chegar no peso ideal.

Quero deixar bem claro que esse produto de fato me ajudou a emagrecer. No entanto, levando em conta a minha experiência, os resultados foram muito bons, mas eu queria algo ainda melhor.

O resumo da ópera é que, no meu caso, o produto não atendeu completamente as minhas expectativas. Confesso que elas eram bem altas e a culpa é toda minha rsrs. Quero deixar claro que esse foi o meu teste com o produto, e que cada pessoa tem um organismo diferente, que reage de diferentes formas. Pode ser que você adquira esse produto e ele te faça perder ainda mais peso do que eu, por que não?

Ficou curiosa? Quer saber se o Womax me fez perder mais medidas do que o SlimCaps? É só continuar aqui comigo, acompanhando esse artigo até o final, combinado?

                 

O que é Womax?

O Womax Também é um produto completamente natural e foi o segundo produto que eu testei. Isso foi logo depois que eu terminei o teste com o SlimCaps.

O Womax é um complemento alimentar em forma de cápsulas, que oferece ao seu corpo um emagrecimento realmente rápido, seguro e saudável. Por ter uma composição rica em fibras, o Womax promove também uma maior saciedade.  Isso faz com que o seu cérebro acredite que já está satisfeito, evitando dessa forma que você busque comida a todo instante e engorde cada vez mais.

Ele é 100% natural e também é extremamente rico em vitaminas. Essas vitaminas são responsáveis por promover a saúde do seu corpo como um todo, aumentando consideravelmente a disposição que você precisa para o seu dia a dia.

Eu pesquisei e vi que ele parecia ser ainda mais completo e notei que muito mais pessoas estavam apostando nele. Isso foi o que realmente me fez dar uma chance ao Womax de uma vez por todas.

Qual a composição do Womax? (BULA)

O Womax é um produto totalmente natural, e leva em sua composição os seguintes ingredientes:

  • Goji Berry: Um excelente ajudante para quem deseja emagrecer, pois contém alta concentração de fibras, que ajudam na saciedade, e diminui o apetite. Além disso atua na diminuição da compulsão por doces e é extremamente rico em vitamina C, que auxilia na queima de gordura durante a prática de exercícios físicos.
  • Cafeína: tem o papel de termogênico, acelerando o metabolismo.
  • Chá verde: É um poderoso ingrediente que trabalha na diminuição da retenção de líquidos, pois tem ação diurética.
  • Vitaminas B6 e B12: As vitaminas B6 e B12 melhoram a forma como o metabolismo lida com as gorduras;
  • Óleo de Cártamo: Além de auxiliar na queima da gordura existente, é também uma ótima fonte de energia.

Minha experiência com Womax

Segui o tratamento à risca no período de 4 semanas – O mesmo período em que testei o SlimCaps – e os resultados que eu tive foram muito diferentes e me surpreenderam muito mais do que eu esperava.

Depois desse período de 4 semanas eu já tinha eliminado 8 kg!

A diferença foi realmente inacreditável em comparação ao produto anterior.

Eu vi vários outros depoimentos, para confirmar se outras pessoas tinham conseguido resultados tão bons quanto os meus e, o que me deixou ainda mais surpresa: os resultados eram muito parecidos.

Então, levando em conta o meu teste e os depoimentos que eu vi, o Womax funcionou de forma melhor e proporcionou resultados bastante parecidos entre as pessoas que usaram.

Como eu já disse, eu consegui perder 8 kg em 4 semanas tomando o Womax.

No entanto, não foi só isso. Eu consegui esse resultado apenas nas primeiras 4 semanas. Depois disso eu continuei com o tratamento e consegui alcançar resultados ainda melhores!

Por isso mesmo eu resolvi comprar o Womax e com ele eu perdi 11 kg em 5 semanas.

E em aproximadamente 10 semanas eu já tinha conseguido perder um total de 17 kg.

Resumindo: eu passei de horríveis 75 kg para maravilhosos 58 kg.

E o Grande Vencedor é…

Se você leu até aqui, tenho certeza que sabe quem, afinal de contas, foi o ganhador, não é mesmo?

Se você votou no Womax, acertou em cheio!

Eu tive a oportunidade de testar esses dois produtos e também fui conferir a reputação e o depoimento de ambos os produtos, mas o Womax funciona melhor que o SlimCaps e que qualquer outro produto dessa categoria.

Se uma amiga minha me pedisse a indicação de um produto para emagrecimento, com toda a certeza eu indicaria o Womax.

Além disso, eu consegui um link exclusivo para você, que é leitora do meu blog! Clicando nele você consegue fazer a compra do seu Womax com um desconto incrível, olha só:

BOTAO Womax

Mas aproveite, porque o fabricante me disse que esse link não vai ficar muito tempo no ar!

Como o Womax funciona?

O Womax age acelerando o metabolismo de forma intensa. Esse processo acelera a perda de calorias e, como consequência, aumenta cada vez mais a queima da gordura corporal.

Além disso, quando as cápsulas são digeridas no estômago, elas formam uma espécie de gel, que mantém o estômago preenchido por um tempo bem maior, fazendo com que a fome diminua consideravelmente.

Além de ajudar a controlar o seu apetite, você passará a consumir menos calorias do que o normal, devido à sensação de saciedade. Isso também vai ajudar muito a manter sua alimentação saudável, pois o uso de Womax irá inibir aquela vontade de comer doces fora de hora.

Quais os benefícios do Womax?

O Womax oferece diversos benefícios a você e a sua saúde. Separei uma lista com os principais deles:

  • Ajuda emagrecer;
  • Inibe o apetite no dia-a-dia;
  • Diminui a fome;
  • Os benefícios ao organismo começam já no primeiro dia de uso;
  • Acelera o metabolismo para que passe a queimar gordura rapidamente;
  • Tem ação desintoxicante no corpo todo;
  • Aumenta a energia e disposição;
  • Reduz a gordura localizada;
  • Possui uma fórmula completa e com vários aminoácidos;
  • Retarda o envelhecimento da pele por efeitos externos;
  • Controla ansiedade de forma natural;
  • Inibe a absorção de gordura dos alimentos.

Além desses benefícios que podem ser calculados, existem alguns outros que são incríveis, como:

  • Dá maior disposição no dia a dia para resolver os problemas;
  • Mais paciência para superar os obstáculos da sua vida e da família;
  • Muito mais força de vontade que as outras pessoas que estão sempre cansadas;
  • Uma vida sexual mais ativa, o que faz com que você se sinta ainda mais completa;
  • Menor chance de desenvolver doenças cardíacas;
  • Ter menos chance de desenvolver diabetes;
  • Diminui as chances de desenvolver alguns tipos de câncer, pois você estará cuidando diretamente da sua saúde.

Para quem o Womax é indicado?

O Womax é indicado para todas as pessoas que querem perder peso de forma saudável, e que possuem dificuldade em alcançar essa meta. Por qualquer motivo que seja, mas principalmente para as pessoas que possuem um metabolismo lento, afinal, isso dificulta o processo de perda de peso.

O produto vai fazer com que seu metabolismo acelere e funcione de forma  muito mais rápida e saudável. Com isso você irá perder o peso muito mais facilmente.

Womax e Anvisa

Por ser um produto feito a partir dos melhores ingredientes selecionados e completamente naturais, o Womax é um produto que foi testado e aprovado pela ANVISA. Portanto, seu uso não apresenta nenhum tipo de risco, pelo contrário, irá fazer com que você fique ainda mais saudável.

A única restrição é quanto a gestantes, lactantes e pessoas alérgicas a crustáceos. Nesses casos específicos, é aconselhado consultar o seu médico antes de começar a utilizar o Womax.

Womax no Mercado Livre

Não recomendo que você compre o Womax no Mercado Livre, OLX, ou sites similares. A única forma de adquirir o Womax com total segurança é através do site oficial. Esses outros sites, em grande parte dos casos, oferecem falsificações do produto que, além de não fazer nenhum efeito, ainda oferecem sérios riscos à saúde.

Para comprovar que o produto que você comprou no site oficial é original, confira estes detalhes:

Womax no Reclame Aqui

Ao fazer uma extensa pesquisa sobre esse produto pela internet, fiquei muito surpresa ao notar que não havia nenhum tipo de reclamação do Womax no Reclame Aqui. Pelo contrário, em todos os sites que eu li sobre esse produto, ele é sempre muito elogiado. As pessoas realmente comprovam os resultados, e agora eu também!

 

 

Depoimentos de quem usou o Womax

Além do meu caso de sucesso, eu trouxe outros casos para você dar uma olhada.

Pode conferi-los logo abaixo:

Como adquirir o Womax ?

Para garantir o seu Womax é muito simples. Basta clicar no link promocional que eu vou deixar aqui embaixo. Depois disso, você será redirecionada para a página oficial do produto, para que possa efetuar a compra já com o desconto aplicado, de forma totalmente segura e prática.

Depois que acessar o site,  você só precisa escolher a quantidade que você deseja e fazer o seu pedido. Lembrando que quanto maior a quantidade, maior vai ser o seu desconto!

Feito isso é só aguardar a entrega na sua casa, sem esforço nenhum. Geralmente a entrega leva de 5 a 10 dias úteis, dependendo do Estado em que você reside. Mas no meu caso chegou antes de completar esses 10 dias, foi super rápido.

Womax vale mesmo à pena?

Primeiramente eu agradeço de coração a você, minha amiga, por ter lido até aqui e dedicado seu tempo com esse artigo. Sei que é muito difícil parar, com a correria do dia-a-dia. Mas eu tenho certeza que esses minutinhos vão mudar a sua vida.

O Womax funcionou perfeitamente comigo e com muitas outras pessoas, assim como eu mostrei ali em cima nos depoimentos. Aliás, também tem muitos artistas que usaram e aprovaram o Womax.

Para responder rapidamente a pergunta: SIM. Vale muito à pena. E eu não digo  que funciona somente pelos diversos benefícios que eu notei no meu corpo, mas principalmente no bem que fez à minha autoestima.

 

 

Eu tinha virado a maior inimiga do meu espelho de casa quando estava bem acima do peso. Já não sabia mais o que fazer para perder peso e confesso que estava até mesmo considerando uma cirurgia. Foi quando conheci o Womax e tive minha vida melhorada completamente.

Hoje em dia sou apaixonada pelo meu corpo e espero, de todo o meu coração, que você sinta o mesmo em relação ao seu corpo. Se você não sente, agora já sabe o que fazer. A mudança só depende de você e está a um click de distância. Você merece o melhor que a vida tem a oferecer, com um corpo na medida certa!

 

Para voltar ao início do artigo, clique aqui https://www.mulherk.com.br/slimcaps-funciona/

🥇 Power Blue Hard funciona ?- Bula, Preço, onde comprar 🤔

Olá meninas! Hoje vim até aqui dar um conselho de amiga.

Talvez você já tenha ouvido falar do Power Blue Hard e veio conferir se ele funciona, não é? Não se preocupe, esse segredo fica só entre nós!

Primeiramente, a boa notícia é que eu já adianto que ele funciona sim! E nesse post vou explicar tudo o que descobri e o a experiência que eu e meu marido tivemos depois dele. Posso adiantar que a mudança foi muito maior do que eu esperava.

Finalmente seu marido vai poder se ver livre de uma vez por todas da tão temida impotência sexual.

Minha trajetória

Me casei com o meu marido há mais de 10 anos, e nunca tivemos nenhum tipo de problema em relação ao sexo. Sempre fomos muito ativos sexualmente, por isso nos surpreendeu totalmente quando fomos vítimas dos problemas de ereção.

Conversamos bastante e ele tomou a decisão de procurar seu médico de confiança, para que pudesse ajudar. A noticia que ele recebeu não foi das melhores: ele foi diagnosticado com disfunção erétil.

Esse tipo de coisa sempre abala a gente, né? Fiquei até meio sem chão. Pensa, 10 e tantos anos juntos e nunca tinha acontecido nada parecido. E então, do nada, disfunção erétil? Por fim, não nos demos por vencidos. Decidimos logo correr atrás de alguma coisa inovadora e que pudesse trazer uma resposta imediata para esse problema pelo qual ele essava passando.

Se você acompanha meu blog sabe que eu sou a maluca da pesquisa na internet, né? Pois bem, decidi ir atrás de uma solução que fosse definitiva no combate desse mal que é a disfunção erétil! Pesquisei vários produtos, até que finalmente encontrei o Power Blue Hard.

Claro, continuamos pesquisando, pesando todos os prós e contras, até que decidimos juntos que esse seria o melhor tratamento. Por fim, compramos.

Nossa experiência com o Power Blue Hard

Claro que por se tratar de algo nesse sentido, até fico constrangida de contar. Mas conversei com meu marido e ele disse que não se importava que eu escrevesse no blog sobre nossa experiência.

Bom, por onde começar. Pela primeira noite de uso, é claro. A diferença já foi nítida, você acredita?! Eu também quase não acreditei, sinceramente. Fiquei com medo que fosse só mais um produto para tirar dinheiro das pessoas, mas estava totalmente enganada.

O Power Blue Hard não só surtiu efeito, como também tratou de uma vez por todas os problemas relacionados a impotência sexual e resolvemos de vez essa situação incomoda para ele, mas também incômoda para mim.

Desculpe mas não vou entrar nos detalhes íntimos da nossa relação, até porque nem seria apropriado, né, mas só posso garantir que não somente resolveu o problema como nos deu uma qualidade de sexo muito superior à que tínhamos até então.  E olha, fica cada vez melhor, você não tem noção da mudança.

Meu marido agora demonstra uma disposição muito, mas muito maior na hora do sexo e a ereção também dura bem mais do que antes. Isso foi fato comprovado, então posso afirmar com toda a certeza.

Então minha amiga, se você precisa de algo que resolva de vez, não tenha dúvida: Power Blue Hard é a solução! Nenhum outro produto disponível chega aos pés dele. Nem perca seu tempo e dinheiro procurando outros que prometem e não cumprem.

Confira o vídeo que separei para você sobre o assunto:

Como ele produz esse resultado? Como funciona?

Quando eu ainda estava me informando, descobri algo que foi o que me fez decidir por comprar ele: o Power Blue Hard é um produto 100% natural!

Ele foi desenvolvido para ser usado por homens que apresentam esses problemas de ereção ou ainda os que apresentam impotência sexual ou baixa libido.

Ele tem ativos em sua composição que agem diretamente na intensidade e no tempo da ereção. Isso torna o sexo um momento bem mais prolongado e com muito mais prazer para ambos.

Tantos benefícios… faltou algum?

Sei que você provavelmente está pensando que os benefícios chegaram ao fim, mas ainda não! Vários depoimentos dizem que:

  • Power Blue Hard dá muito mais energia durante o ato sexual;
  • Combate o mal da ejaculação precoce, que assombra tantos casais;
  • Além de proporcionar uma melhora gradativa no desejo sexual, aumentando a libido.

É Tanta coisa boa. Tem que ter algo ruim, né? Quais os efeitos colaterais?

É aí que tudo fica ainda melhor. Fui procurar logo os efeitos colaterais, porque sou dessas. Imagina a minha cara quando vi que não tinha nenhuma chance de efeito colateral! Nadinha!

Sabe por quê? Porque, como eu falei antes, ele é um produto totalmente natural!Claro, é importante saber se ele não tem nenhuma doença crônica, mas, caso contrário, é só mandar ver e usar o Power Blue Hard sem medo!

Quem já usou, pode dizer:

Como usar o Power Blue Hard?

O procedimento é bem simples: é só tomar duas capsulas antes de dormir, durante 90 dias!

E mais! Caso seu namorado ou marido ache que não fez nenhum efeito (pode ter certeza, isso não vai acontecer) a Power Blue Hard faz o ressarcimento do valor total da compra. Ou seja: o risco na compra dele é zero!

Power Blue Hard no Reclame Aqui?

Como você sabe que sou a louca das pesquisas fui correndo no Reclame Aqui antes de comprar. Mais um motivo para ter comprado: não tem nenhuma reclamação do Power Blue Hard por lá. Isso só garante ainda mais a procedência e a eficácia desse produto maravilhoso.

Quer comprar agora? E um descontinho, que tal?

Eu mandei meu depoimento de uso para a empresa e eles adoraram. Como falei que tinha um blog onde iria relatar nossa experiência com o Power Blue Hard, eles me deram um link exclusivo para você, minha leitora, comprar com um desconto incrível. Vou deixar o link aqui embaixo, mas é bom se apressar.

Eles me disseram que o link ficaria no ar por um tempo limitado:

Amiga, usa e depois deixa aqui nos comentários o que você achou! Vai ser ótimo ouvir de você. Lembre-se que você e seu companheiro estão muito perto de conseguirem de volta a energia na cama que achavam que já não tinham mais. Agora que você já conhece o Power Blue Hard, só depende de você!

Confira o vídeo a seguir, relacionado a esse tema, para aprender ainda mais:

 

Para mais conteúdo, clique aqui.

🥇 Colágeno Hidrolisado → Sanavita ou BellaCare ? Saiba aqui! 🤔

Olá meninas! Hoje vim aqui falar desse queridinho que é o colágeno. Sério, depois que eu conheci o colágeno, não quis saber de outra coisa nem daquele monte de cremes que prometem deixar a pele linda, mas que não adiantam nada.

Antes de conhecer o colágeno, eu realmente acreditava nesses cremes, mas me desapontei profundamente e fui pesquisar mais a respeito, para saber por que não fazia efeito. Na verdade a resposta foi bem mais simples do que eu imaginava: as rugas e linhas de expressão surgem de dentro para fora e eu estava tentando combater de fora para dentro.

Faz todo o sentido não ter dado certo, não é? Hoje vou falar para você a minha experiência com o os dois tipos de colágeno hidrolisado que testei, um deles é uma espécia de shake e o outro vem em cápsulas. Peço uns minutinhos da sua atenção lendo esse artigo porque eu tenho certeza que vai ser super útil para você!

O que é Colágeno Hidrolisado?

Primeiramente, para que você possa entender o que é colágeno hidrolisado, vou mostrar de onde ele vem. Não sei se você já sabia, mas o colágeno é uma proteína que tem origem animal. Ele é encontrado na carne bovina, no peixe, em alguns vegetais e em grãos que inserimos diariamente em nossas refeições.

Algumas de nós comem carne mais regularmente do que outras, mas eu sei bem que isso acaba ocasionando outros problemas, como a obesidade.

Por esse motivo, quando consumimos uma pequena porção de carne, muitas vezes o nosso organismo não consegue reter a quantidade suficiente de colágeno que é necessária.

Isso acaba gerando deficiência de colágeno em nosso organismo e reflete no enfraquecimento dos cabelo, unhas e ossos. Além de marcas de expressão, rugas, celulite e flacidez.

Em relação ao colágeno hidrolisado, estou falando de dois tipos específicos: o do tipo 3 e 1, que são específicos para combater esses problemas que eu citei.

Quando o colágeno se torna hidrolisado, as enzimas do colágenos são quebradas em pequenas partes. Isso permite que o nosso organismo absorva esse colágeno de forma bem mais rápida. Aliás, isso tudo sem a necessidade de ingerir grandes quantidades de carne ou peixe.

Quais os benefícios de consumir Colágeno Hidrolisado?

Em suma, ingerindo a quantidade necessária de colágeno hidrolisado, você poderá:

  1. Eliminar as rugas e as marcas de expressão;
  2. Melhorar a elasticidade da pele;
  3. Dar suporte aos ossos;
  4. Dar força e melhorar a aparência dos leitos ungueais;
  5. Engrossar o cabelo fino e diminuir a queda de cabelos;
  6. Melhorar a circulação sanguínea do corpo todo;
  7. Aumentar a produção de glicina, que ajuda na construção de músculos e ajuda o organismo a queimar gordura durante o sono.
  8. Reconstruir a pele afetada pelas estrias, celulites e flacidez.

Minha experiência com o colágeno hidrolisado Sanavita?

Algo que me chamou a atenção logo de cara no colágeno Sanavita é que ele não vinha em capsulas, mas em pó, como se fosse um suco, e tinha que ser misturado na água. Achei super diferente, um pouco estranho até, mas decidi testar.

Assim que abri o pacote do suco Sanavita, percebi que o cheiro não era muito bom e meu estômago até ficou embrulhado. Eu tinha escolhido o de sabor chocolate, por ser mais neutro e me arrependi. O cheiro lembrava qualquer coisa menos chocolate, era artificial demais. Disse a mim mesma que era só o cheiro e que o gosto poderia ser melhor: errei de novo.

Assim que eu misturei a medida na quantidade de água indicada, senti a mistura endurecer dentro do copo, como se eu tivesse feito uma gelatina em pó. Foi muito difícil de mexer aquilo, e depois que eu terminei de diluir o pó, beber foi deprimente. Além de ter um gosto forte e totalmente sintético, não era fácil de engolir. Não era um suco, mas também não dava para mastigar. Era quase como se eu tivesse tomando uma geleia.

Para ajudar, meu marido entrou na coxinha e sentiu o cheiro daquilo. Pronto, tirou sarro de mim dizendo que eu era maluca. Como eu sou persistente, tomei aquilo e continuei tomando por mais um tempo. Finalmente, consegui tomar o colágeno hidrolisado da Sanavita por um mês.

Além dessa experiência desagradável, lembro da demora que foi para receber o produto. Em suma, gastei R$ 130, 00 em um suco que, além de (muito) ruim, era caro.  Fui procurar as reclamações no Reclame Aqui e vi que muita gente estava reclamando tanto do gosto quanto da falta de resultados.

Resumo da ópera: perdi tempo, dinheiro e as celulites e estrias continuaram onde sempre estiveram.

Minha experiência com o colágeno hidrolisado da BellaCare

Depois dessa experiência trágica, fiquei com receio de perder dinheiro de novo comprando o colágeno hidrolisado da BellaCare. Me admiro comigo mesma de ter tentado novamente depois da decepção com o colágeno da Sanavita. Mas sou brasileira e não desisto nunca. Tentei de novo.

Dessa vez, felizmente, tudo foi diferente já no começo. Fiz a compra pelo site, foi tudo super seguro e o produto chegou antes do prazo previsto. A melhor parte: não era pó de suco com cheiro de tudo-menos-chocolate!

O Colágeno Hidrolisado da BellaCare vem em cápsulas, o que é bem melhor de usar, convenhamos. Foi realmente amor à primeira vista com aquelas cápsulas, porque olha, minha amiga, só de lembrar daquele pó grudento e naquela sensação de tomar geleia, meu estômago revira.

Era só tomar duas cápsulas ao dia e pronto. Sem segredo. Vou contar rapidamente os resultados que percebi com o Colágeno Hidrolisado da BellaCare:

Resultado na primeira semana de uso:

  • Redução da flacidez no rosto;
  • Redução na flacidez abdominal;
  • Seios mais firmes e para cima;
  • Redução dos pés de galinha;
  • Redução do bigode chinês;
  • Suavização das linhas de expressão;
  • Celulites e estrias eliminadas por completo.

Isso sem falar que minha autoestima ficou lá em cima e pude voltar a

  • Usar mais vestidos curtos, pois agora mostram minhas pernas sem estrias;
  • Usar meu batom vermelho preferido sem medo de destacar as rugas ao redor dos lábios;
  • Mostrar mais a barriga, que agora está bem mais durinha sem flacidez;
  • Ter disposição para caminhar, dançar e fazer atividades físicas;
  • Me amar muito mais e conseguir tempo para investir em mim mesma.

Realmente era o que eu precisava para levantar minha autoestima e passar a me amar mais.

Confira o vídeo a seguir, relacionado a esse tema, para aprender ainda mais:

Presentinho para você!

O BellaCare só pode ser adquirido no site oficial, por questão de segurança. Se você precisar cobrar alguma garantia, isso só será possível comprando no site oficial.

Além disso, quando eu entrei em contato com a empresa, falando que eu tinha um blog e que iria relatar minha experiência, eles me autorizaram a divulgar esse link que garante um desconto exclusivo para você, minha leitora.

É só clicar que você será redirecionada para o site oficial e poderá adquirir o Colágeno Hidrolisado BellaCare já com o desconto aplicado! Ah, é melhor se apressar porque não sei quanto tempo esse link vai ficar no ar, eles só me disseram que seria uma oferta por tempo limitado, então corre aproveitar!

É só acessar o link que você já estará participando da promoção.

Ah! já ia esquecendo: Pode ficar tranquila que ele é um produto é 100% natural, por isso não apresenta nenhum tipo de efeito colateral. A única questão é quanto a gestantes, lactantes e crianças, que devem verificar com seu médico antes de começar a tomar. Além disso, o BellaCare também não tem glúten!

Tenho certeza que você vai mudar a sua vida para melhor depois que experimentar o BellaCare. Se gostou da dica deixa um comentário que eu respondo rapidinho!

Confira o vídeo que separamos para você sobre o assunto:

Para mais conteúdo, clique aqui.

🥇 Combatendo a Obesidade de forma Saudável 🤔

Olá meninas! Hoje trouxe um assunto bem interessante e que, tenho certeza, vai ser de grande ajuda: o combate à obesidade. Você sabia que no Brasil, a cada cinco pessoas, uma está acima do peso?

É claro que, quando falamos sobre obesidade, temos que lembrar de todas as complicações que podem surgir devido a ela. Os problemas da obesidade abrangem diversos campos, como:

  • Físico: diabetes, doenças respiratórias, doenças cardiovasculares, problemas nas articulações, além de problemas digestivos, entre outros;
  • Psicológico: baixa autoestima, depressão, ansiedade, distúrbios alimentares, etc.;
  • Sociais: isolamento da sociedade, discriminação no local de trabalho entre outros.

Quais as maneiras de combater a obesidade?

Em primeiro lugar, você precisa saber se faz parte dos grupos de risco. Procure descobrir se há casos de obesidade na sua família, desde pais até irmãos, tios, avós.

Vale frisar também que não basta ter apenas a predisposição genética para que você apresente obesidade. É preciso que você tenha maus hábitos alimentares, não pratique exercícios, etc. Enfim, são diversos os fatores que contribuem para o surgimento da obesidade.

Procure calcular o seu IMC e, se possível, meça a circunferência da sua cintura. Lembre-se que o mais importante de tudo é levar uma vida saudável para viver mais e melhor. Portanto, antes de mais nada, responda às perguntas que eu irei fazer:

Por que eu quero perder peso e melhorar minha forma física?

Não existe motivação melhor ou pior para perder peso. Ninguém além de você tem o direito de julgar ou invalidar quaisquer que sejam suas razões. Vale desde motivos mais gerais, como a perda de peso para evitar problemas de saúde, como os que eu citei lá no começo, até a vontade de emagrecer para caber em um determinado vestido. Sua motivação é você quem faz!

As duas razões são legítimas e você, mais do que ninguém, deve encorajar a si mesma. A motivação é fundamental para que você possa continuar o seu caminho, mesmo que algumas coisas não saiam conforme o planejado. No entanto, não se coloque para baixo nem se aterrorize para conseguir alcançar o seu objetivo. Essa nunca é a melhor opção. Principalmente se for com crianças. A motivação sempre deve ser maior do que qualquer recriminação.

Algumas vezes, acaba sendo ainda mais eficaz manter o foco na aptidão física, querendo melhorar a sua saúde, seus músculos, sua resistência, do que na perda de peso em si. Afinal, começando uma academia ou exercícios para melhorar suas condições físicas, certamente fará com que, como consequência, você perca peso.

Na maioria das vezes isso também ajuda nos seus sentimentos mais subconscientes, te ajudando a se manter motivada e focada sem desistir.

Confira o vídeo a seguir, relacionado a esse tema, para aprender ainda mais:

O que posso mudar na minha dieta?

Muitas pessoas acabam deixando a maior parte do foco no que mudar em sua dieta, o que comer e o que não comer para ter sucesso na perda de peso. Não existe uma resposta específica para essa questão, afinal, cada organismo reage de uma forma diferente. Você precisa começar uma autoavaliação: seja crítica e avalie seus hábitos alimentares.

Para ajudar, você pode separar um caderno para isso: anote nele tudo o que você comer durante o dia e qual a quantidade aproximada. Dessa forma você poderá avaliar de forma mais impessoal seus hábitos de alimentação e perceber as falhas. Outra dica é planejar menus para o dia ou para a semana. Dessa forma você pode variar a comida durante os dias de semana sem cair naquela mesmice.

Existem diversos vídeos na internet ensinando a fazer menus saudáveis sem ter de abrir mão da carne, por exemplo, nem de uma guloseima uma vez ou outra. É claro que qualquer coisa em excesso faz mal. Você não pode viver só de junk food, mas também não precisa viver só de salada. As duas coisas farão mal e te deixarão com falta de vitaminas no corpo.

Além disso, você pode consultar um endocrinologista e um nutricionista para avaliar seus hábitos e se reeducar. A escolha de mudar tem que ser feita por você. Isso tem que ser uma decisão inteiramente sua, tudo o que eu posso fazer é te ajudar por meio dessas dicas.

Vale ressaltar que não existe uma dieta perfeita para todos. Como eu disse, cada corpo é diferente e também reage de forma diferente.

Procure mudar seus hábitos alimentares aos poucos, e não de forma radical. Insira novos alimentos aos poucos, substitua alguns outros, até que você consiga alcançar uma refeição que julga equilibrada.

Que atividade física devo escolher?

O importante não é a quantidade de esforço que você vai precisar fazer em cada exercício. Não é necessário começar algo exótico, como escalada, ou stand up paddle. O que importa mesmo é começar!

Primeiramente, você tem que escolher uma atividade que respeite sua condição física e de saúde. É preciso dosar o peso que as articulações irão receber, para não sobrecarregá-las. Se você tem pressão alta ou diabetes, pode conversar com seu médico sobre as atividades físicas mais aconselháveis.

Comece aos poucos, para que você respeite o ritmo do seu corpo, mas também para que ele vá se acostumando ao ritmo dessa nova atividade física. É claro que no começo podem surgir alguns incômodos ou dores, afinal, seu corpo estava acostumado ao sedentarismo e vai reclamar dessa mudança. Cabe a você dosar para que essa mudança seja feita de forma gradual, mas constante.

Você pode começar com pequenas caminhadas, pode andar de bicicleta ou então começar praticando pequenas corridas no seu bairro. Vale lembrar que muitas atividades que são feitas em grupo, como aeróbica ou dança, são excelentes, pois o apoio de outras pessoas irá te incentivar a continuar focada nos seus objetivos. Se prefere atividades ao ar livre, você pode sair para nadar, por exemplo, correr em um parque, fazer aulas de spinning, lembrando sempre de respeitar a carga máxima indicada pelo profissional.

Existem diversas atividades as quais você pode começar para combater a obesidade. Procure algo que você realmente goste, ou então, se ainda não descobriu nada, tente alguma delas! Se você não gostar pode parar e tentar uma outra! O importante é continuar sempre em frente, buscando sempre uma vida com saúde e disposição!

Confira o vídeo que separamos para você sobre o assunto:

Para mais conteúdo, clique aqui.

🥇 Alimentação saudável: Dicas e orientações 🤔

Olá meninas! Hoje vim falar para vocês sobre alimentação saudável. Mas calma! Sei que quando a gente fala em alimentação saudável, a primeira coisa que vem em mente é a famosa dieta. Pode respirar aliviada porque não é nada disso.

No artigo de hoje, vamos ver juntas que se alimentar de forma saudável vai muito além de fazer uma dieta restrita ou ter que levar uma vida de atleta olímpico. Quer saber mais? Vem comigo!

O que é alimentação saudável, afinal?

O que caracteriza uma alimentação saudável? Algumas pessoas acreditam que seja composta apenas de carne branca, pão integral e vários vegetais, outras pessoas acreditam que para se alimentar de forma saudável , elas devem aderir a uma restrita dieta vegetariana.

Saiba que existem várias boas praticas para assegurar uma alimentação saudável.  Primeiramente, preciso frisar que qualquer extremo é ruim. É claro que a chave da alimentação saudável não está nas refeições cheias de gordura hidrogenada dos fast-foods, nem nas frituras. Tampouco está numa dieta composta só de salada e vegetais.

As duas formas vão deixar seu organismo carente de vitaminas e farão com que você adoeça. Para ser sincera, não existe uma resposta única para essa questão. Algumas pessoas se saciam com muito pouco, outras precisam consumir grandes quantidades de comida para se sentirem totalmente satisfeitas, pelo simples fato de termos organismos que funcionam de formas diferentes.

A maioria dos nutricionistas recomendam, no entanto, que deixemos o método tradicional de apenas três refeições diárias (café da manhã, almoço e jantar), para comermos mais vezes, em menor quantidade.

Confira o vídeo a seguir, relacionado a esse tema, para aprender ainda mais:

Ingerir alimentos mais vezes e em menor quantidade é bastante vantajoso para quem deseja reduzir o peso , pois a ingestão frequente de alimentos faz com que o corpo gaste mais energia para queimar as calorias. Em suma, quando comemos de forma frequente, nosso corpo entende que pode queimar rápido as calorias, visto que em breve terá mais alimento.

Quando comemos em intervalos grandes, além de acabarmos comendo em maior quantidade, nosso corpo acaba não gastando muita energia queimando as calorias e acaba poupando essa energia, porque entende que levará bastante tempo até que receba mais alimento.

Existe uma hora certa para comer?

Geralmente a gente se pergunta se o correto é comer só quando temos fome ou em horários pré-determinados. Muita gente não tem fome pela manhã nem à tarde, mas acabam comendo bolos ou doces o dia todo. Portanto, a resposta correta para essa pergunta é comer em horários definidos.

É importante saber diferenciar fome de apetite. A fome é totalmente instintiva e não é racional. Seu cérebro entende que seu estoque de energia está acabando e você precisa se alimentar para repor esse estoque.

Já o apetite não tem nada a ver com a fome. Ele é aquela sensação de olhar um pedaço de bolo confeitado, ou um docinho e salivar. Diferente da fome, o apetite pode ser completamente controlado e até mesmo ignorado. É só o desejo de comer determinado alimento, ainda que a reserva de energia seja grande.

Aprender se o que você está sentindo é fome ou apetite ajuda muito. Principalmente na hora de escolher entre comer ou não determinado prato.

Comer rápido ou devagar?

Muita gente questiona se há realmente uma grande diferença entre se alimentar de forma rápida ou se alimentar de forma mais controlada. Quando comemos devagar, sabemos que cada mordida foi completamente digerida para então passarmos à próxima.

Comer mais devagar faz com que você se sinta saciada mais rapidamente do que comendo rápido. Seu corpo leva um tempo entre ingerir o alimento e receber a informação no seu estômago, portanto, quando comemos rápido, muitas vezes acabamos comendo até nos sentirmos empanturrados.

Reeduque seu paladar

Mesmo durante uma dieta, comer tem que ser sinônimo de prazer, e não de punição por algo. Até as refeições vegetarianas ou dietéticas podem ser bastante saborosas. Aliás, quer uma sugestão? Vá até um restaurante vegetariano e prove a comida.

Ainda existe um preconceito muito grande em relação à comida vegetariana. Algumas pessoas acreditam que será sem sabor ou sentirão a falta da carne. Muitas vezes, justamente por não levar nenhum tipo de carne, a cozinha vegetariana se destaca nos temperos e utiliza proteínas de forma sem igual, para que você se sinta saciada da mesma forma.

Procure fazer das refeições um momento de tranquilidade e de conexão consigo mesma. Coma devagar, sinta os ingredientes da comida e faça mais do que comer: saboreie os alimentos.

Sei bem que com a nossa correria diária, muita gente acaba comendo algo rapidamente no escritório ou na empresa, isso quando não acabam pulando uma refeição. Ainda que você tenha muito trabalho a fazer, você precisa estar ciente de que a alimentação é fundamental.

A alimentação incorreta vai piorar tudo, pois comprometerá sua saúde, sua produtividade e sua capacidade de foco. Se você não valorizar seu corpo, mantendo-o alimentado e revigorado, ninguém vai fazê-lo por você. Cuida dele, cuide de si mesma!

Sugestão de Refeições

Sua alimentação tem que ser bastante variada. É muito importante variar, para que você não enjoe de determinado prato. Suas refeições precisam:

  • Incluir frutas, legumes, derivados do leite e pães (principalmente o pão integral).
  • O ideal é se alimentar de 3 a 6 vezes por dia, em menores quantidades.
  • O café da manhã é fundamental. Ele precisa incluir cereais, proteínas e frutas (por exemplo: iogurte branco granola e frutas).
  • Se alimente entre o café da manhã e o almoço. Pode ser frutas, ou pãezinhos em pequenas quantidades.
  • Quanto ao almoço, deve-se sempre procurar evitar as frituras. Você também precisa incluir no almoço um vegetal ou uma fruta.
  • À tarde, procure fazer um lanche (frutas, legumes, iogurte, etc.). Isso fará com que você sinta menos fome no jantar.
  • O jantar é fundamental também, nunca deixe passar batido. Pode ser frio ou quente. À noite, contudo, deve-se sempre evitar o consumo de alimentos pesados, como feijão e carne vermelha. Um exemplo de jantar ideal é um peixe grelhado com uma salada de legumes.

Procure sempre variar, mas nunca esquecer de fazer as refeições diariamente. Dessa forma seu organismo vai melhorar e seu corpo permanecerá sempre saudável.

Confira o vídeo que separei para você sobre o assunto:

Para mais conteúdo, clique aqui.

🥇 Renova 31 Funciona → Anvisa, Bula, Preço e Onde Comprar 🤔

Olá meninas! Nesses últimos meses várias pessoas vieram me perguntar “Ka, esse colágeno hidrolisado tipo 3 e 1 funciona mesmo? Você já testou o Renova 31?”.

Sou sempre muito sincera com as minhas análises e sempre sigo à risca os tratamentos conforme indicado. Afinal, não tenho como dar minha opinião se não usar certinho como o indicado. Enfim, decidi usar e vou contar como foi a minha experiência.

Vale lembrar que eu fiz o tratamento com o Renova 31 durante 3 meses. Por isso, se você está pensando em comprar esse produto, não recomendo que faça isso antes de ler minha análise. Prometo que vai ser bem esclarecedora!

O que é Renova 31? 

O Renova 31 é um poderoso colágeno hidrolisado do tipo 3 e 1, que vem no formato de cápsulas.

Atualmente o Renova 31 é considerado a melhor solução.  Inclusive, é recomendado por médicos e dermatologistas no tratamento da flacidez, rugas e celulites.

Eu conheci o Renova 31 depois que uma amiga minha me contou que estava eliminando as celulites com um produto natural em cápsulas.

Na hora, fiquei meio cética, mas super curiosa. Afinal, que mulher não gostaria de se ver livre, de uma vez por todas, das terríveis celulites? Fui logo fazendo uma entrevista e foi então que ela me falou mais sobre o Renova 31.

Pesquisei na internet o produto e os benefícios. Depois desse dia, uma enxurrada de anúncios começou a tomar conta das redes sociais. Toda hora eu via um anúncio do produto no Facebook e decidi pesquisar a fundo sobre esse composto. Afinal, além de ser desconfiada, sei valorizar meu dinheiro.

Afinal, acabei descobrindo que a composição do Renova 31 é a mais eficaz para combater as celulites e li diversos artigos, como esse aqui mesmo, falando super bem desse produto. Decidi comprar para testar e ver no que dava. Comprei logo 3 potes.

A compra foi super tranquila, o site é totalmente seguro e a entrega foi bem rápida.

Recebi os potes em apenas 5 dias úteis. Já no dia seguinte comecei a tomar, seguindo as recomendações exatamente como estava no rótulo.

Renova 31 1 pote

Minha experiência com o Renova 31

Para falar a verdade nos primeiros 15 dias não percebi nenhuma diferença e comecei logo a desconfiar do produto. Achei que ele não acabaria coisa nenhuma com as celulites e que minha amiga estava doida.

No entanto, eu me enganei. Depois do primeiro mês fui notando a diferença que aumentava cada vez mais e depois desses 3 meses de tratamento eu tinha ficado completamente livre das celulites.

Aliás, entrei em contato com o fabricante contando minha experiência e dizendo que eu tinha um blog. Consegui um desconto maravilhoso para você, minha leitora. É só clicar no link que vou deixar aqui embaixo para comprar o seu já com o desconto aplicado:

Renova 31 funciona mesmo? 

Inegavelmente funciona. O Renova funciona super bem porque a sua composição é rica em vitaminas C e E, contém substâncias que aceleram a produção do colágeno, o que garante uma pele mais saudável e bonita. As cápsulas não só deixam a pele mais bonita, como também auxiliam na prevenção de gordura localizada, celulite e flacidez, fazendo com que a circulação sanguínea e a flacidez melhorem.

O poder antioxidante do Renova 31  combate principalmente a formação de radicais livres no organismo, inibindo a absorção de toxinas e ainda elimina as impurezas que podem prejudicar o aspecto “casca de laranja” da pele.

É recomendado para você que:

  • Tem aquele aspecto de casca de laranja na pele;
  • Apresenta flacidez;
  • Deseja uma pele mais bonita e saudável;
  • Deseja eliminar as rugas;
  • Deseja fortalecer as unhas e os cabelos;
  • Deseja ser mais feliz e ter muito mais autoestima.

Olha só os depoimentos que eu separei para você:

Quais os efeitos colaterais?

Nenhum. É isso mesmo, o Renova 31 não possui nenhum efeito colateral, pois  sua composição é 100% natural e não dá margem a nenhum efeito adverso. Esse produto é destinado ao público feminino e pode ser usado por qualquer pessoa, sem medo.

No caso de gestantes ou lactantes, crianças menores de 12 anos, idosas, pessoas com doenças pré existentes ou que fazem uso contínuo de algum medicamento, é aconselhável consultar seu médico antes de começar o uso. Além disso, ele não contém glúten.

Bula e como tomar

A indicação de uso do Renova 31 é duas vezes ao dia, sendo uma cápsula pela manhã e outra à noite, antes das refeições. A recomendação é utilizar o produto ininterruptamente por 3 meses. Algumas pessoas já veem resultado com 2 semanas de uso, outras acabam demorando mais tempo. 

É importante entender que cada organismo é único e reage de forma diferente.

Cada frasco contém 60 cápsulas, portanto, você precisa adquirir 3 unidades para ter o seu tratamento completo. Vale ressaltar, inclusive, que não se deve utilizar dosagens maiores que a recomendada pelo fabricante.

Veja alguns depoimentos que separei para você:

Se você é daquelas que tem que ver para crer, eu te entendo porque também sou assim. Por isso trouxe depoimentos de pessoas que utilizaram e aprovaram, assim como eu, o Renova 31:

depoimento renova31

depoimento renova 31

Renova 31 no Reclame Aqui:

Ao procurar as reclamações sobre o Renova 31 no Reclame Aqui, fiquei muito surpresa de perceber que não havia nenhuma!

Algumas amigas minhas compraram o Renova 31 no Mercado Livre e na OLX e não obtiveram resultados, por se tratar de falsificações. Por isso é super importante comprar apenas no site oficial!

Para que você possa comprar de forma segura e confiável, vou deixar aqui embaixo o link direto para o site do Renova 31:

RENOVA31 ANVISA:

O Colágeno hidrolisado Renova 31 tem aprovação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária para ser comercializado no Brasil, portanto, é um produto certificado e com seus resultados comprovados.

Como adquirir meu Renova 31?

Assim que acessar o site, é só escolher a quantidade de potes (quanto mais potes você comprar, mais barato fica) e clicar no botão: “Comprar Agora”.

Em seguida, é só preencher seus dados corretamente e efetuar o pagamento. Outro detalhe importante: é aconselhável fazer a compra no cartão de crédito, pois, além de ser bem mais seguro, o tempo de processamento é bem menor e você receberá o produto em casa muito mais rapidamente.

Depois do Renova 31 minha autoestima ficou nas alturas! Agora já não tenho mais vergonha de usar aqueles vestidos mais curtos e me sinto bem mais leve. Sei que você também quer transformar a sua vida. Esse é só o primeiro passo!

Para mais conteúdo, clique aqui!

🥇 Herus Caps funciona? → Anvisa, Bula, Preço e Onde Comprar! 🤔

Herus Caps: Você conhece?

Em relação à saúde sexual masculina, o problema da disfunção erétil ou então da baixa libido acabou se tornando algo bastante comum.

Falo por experiência própria, pois isso aconteceu no meu casamento. Percebi que meu marido pouso a pouco começou a perder a vontade de fazer sexo. Tudo isso porque ele não conseguia ir até o fim e se sentia extremamente constrangido com essa situação.

Não me dei por vencida e fui procurar uma solução. Conversei com diversos médicos e vários deles sugeriram o uso do Herus Caps.  Ele é um estimulante que também atua no tratamento desse mal conhecido como disfunção erétil.

Vou te falar tudo o que eu descobri sobre o Herus Caps, mas antes, é preciso que você saiba do que se trata a disfunção erétil. Dessa forma, você aprende tudo o que precisa sobre o assunto.

O que é a disfunção erétil?

A disfunção erétil é incapacidade de alcançar ou manter uma ereção que permita uma relação sexual satisfatória para o casal.

Ainda que possa ocorrer em qualquer idade, geralmente a disfunção erétil é mais comum em homens a partir dos 45 ou 50 anos.

A idade acaba sendo um dos principais fatores. Afinal, com o envelhecimento, as características da ereção vão sendo alteradas:

  • O tempo necessário para obter uma rigidez completa do pênis aumenta;
  • A fase de manutenção da ereção é encurtada;
  • O período refratário acaba sendo prolongado.

O mecanismo da ereção está estritamente ligado à vascularização do pênis e é regulado pelo fluxo de sangue presente no corpo cavernoso (os dois cilindros dilatáveis ​​que ficam dentro do pênis).

Quando o pênis está flácido, o sangue flui através das artérias e flui, na mesma extensão, através das veias.

Durante a ereção, essa situação de equilíbrio é alterada pelo aumento do suprimento de sangue no pênis e por sua vez, uma redução simultânea da saída venosa.

É uma um tipo de mecanismo eletro-hidráulico: após um estímulo erógeno, seja visual, tátil ou mesmo imaginário, algumas áreas do cérebro são ativadas. Essas áreas, por sua vez, estimulam as estruturas vasculares do pênis por meio das fibras nervosas da medula espinhal.

Isso faz com que as veias se dilatem, levando um fluxo sanguíneo maior para o pênis e ocasionando a ereção, que é mantida até a hora em que ocorre a ejaculação.

Quais as possíveis causas da disfunção erétil?

Esse mecanismo de ereção pode ser alterado por diversos fatores. As causas que podem levar à disfunção erétil são divididas em psicogênicas, endócrinas, neurogênicas, vasculares e iatrogênicas.

É muito importante frisar que dentre as diferentes causas possíveis, algumas delas não podem ser modificadas, pois estão ligadas a alguma patologia, ao passo que outras são modificáveis porque estão relacionadas a fatores de comportamento.

Existem ainda condições de predisposição que, embora não sejam as causas diretas da disfunção, podem aumentar os seus riscos. Logo mais vou falar sobre um produto que ajudou meu marido de forma instantânea, o Herus Caps.

Quais as condições prévias da disfunção erétil?

O hábito de fumar já torna a pessoa um possível alvo fácil para a disfunção erétil; a quantidade de cigarros fumados diariamente e a duração desses hábitos de tabagismo estão ligados diretamente à disfunção.  Existem ainda outras predisposições como a obesidade, o alcoolismo crônico e também uso de drogas.

Durante anos, acreditou-se que os fatores psicológicos eram a causa mais comum da disfunção erétil. Hoje,no entanto, dados epidemiológicos apontam que, muitas vezes, a disfunção erétil é determinada ou acompanhada por certas alterações orgânicas.

Os mecanismos que levam os fatores psicológicos a desenvolver a disfunção erétil ainda não são amplamente conhecidos. No entanto, sabe-se que o stress desempenha um papel fundamental no desenvolvimento deste problema.

Existe ainda uma condição particular chamada de “ansiedade de desempenho”, que acaba inibindo a ereção e é bastante frequente entre os jovens nas primeiras experiências sexuais, enfrentando um novo parceiro ou após a ocorrência de uma primeira falha nas relações sexuais.

Confira o vídeo a seguir, relacionado a esse tema, para aprender ainda mais:

Causas endócrinas (hormonais)

As doenças de origem endócrina que estão mais relacionadas ao início da disfunção erétil são o hipogonadismo e a hiperprolactinemia.

No hipogonadismo, existe uma redução nos níveis de testosterona, que é resulta no declínio do desejo sexual e reduz a atividade erétil.

No caso da hiperprolactinemia, ocorre um aumento na prolactina, o que acaba levando a um déficit erétil, que está associado à redução da libido e também à infertilidade.

Muito mais poder nas ereções com Herus Caps

Causas neurológicas

Dentre as doenças neurológicas do sistema nervoso central, as que podem estar relacionadas à disfunção erétil são:

  • A esclerose múltipla;
  • A doença de Alzheimer;
  • A doença de Parkinson.

Lesões da medula espinhal, geralmente ligadas a acidentes com veículos motorizados, embora não tão comum, também são uma causa de deficiência erétil.

A recuperação da potência sexual pós-trauma vai depender do nível e da extensão da lesão. Além disso, os nervos periféricos que atuam na ereção podem ser afetados em diversas situações patológicas, principalmente no caso da diabetes.

O que é Herus Caps?

O Herus Caps é  um suplemento, quando usando de maneira a se ingeri, e um estimulante, quando usado em formato de gel, que suplementa ou então aumenta o estímulo durante as relações sexuais.

O uso do Herus Caps é indicado para pessoas que estão passando pelas dificuldades da disfunção erétil. Sei que isso afeta os relacionamentos e por isso trouxe para você, minha amiga leitora essa dica.

Sei muito bem que a disfunção erétil deixa o homem frustrado e envergonhado por acreditar que não pode mais desempenhar seu papel na cama como fazia antes. Isso gera diversos problemas não só para ele, mas para você, esposa ou namorada também. Tudo isso pode ser resolvido com o Herus Caps.

Depoimentos de Quem Já Usou:

 

Quais as contraindicações do Herus Caps?

O Herus Caps não apresenta nenhuma contraindicação, pois trata-se de um medicamento totalmente natural, tanto na forma de suplemento quanto em gel. Não existe nenhum motivo para se preocupar.

Quando perguntei aos médicos sobre possíveis remédios, a maioria deles me disse que o melhor de todos era o Herus Caps.

Questionei o motivo de ser o melhor e a resposta foi que, por ser um medicamento totalmente natural, ele possui uma eficácia muito maior se comparado aos outros medicamentos, que acabam tratando por um tempo, mas depois tudo volta a complicar.

Consegui um desconto diretamente com o fabricante do Herus Caps para presentear você, minha amiga leitora. É só clicar no link abaixo e aproveitar o valor já com o desconto aplicado:

 

Confira o vídeo que separei para você sobre o assunto:

Para mais conteúdo, clique aqui.

🥇 Thermatcha funciona mesmo? [ Meu Relato Pessoal ] 2019 🤔

 Provavelmente você já ouviu falar bastante sobre o Thermatcha, pois ele tem feito um sucesso muito grande em pessoas que desejam emagrecer.

Talvez você seja uma mulher parecida comigo, que há tem o hábito de tomar chá verde todos os dias, mas que percebe que depois de um tempo o efeito vai passando e você vai ficando sem muita reação.

E garota, eu bem sei como o chá verde tem um gosto terrível. Sério, eu quase vomitava para tomar. Mas eu ia firme porque precisava perder uns quilinhos e não tinha outro jeito.

Eu notava que ele me ajudava a ir no banheiro mais vezes ao dia, percebia que ele era realmente bom eliminando xixi e tirando o liquido do meu corpo. Mas ele parava por ai, nada de incrível.

 

Eu já estou usando Thermatcha há 3 meses e preciso te contar algumas coisas sobre o produto!

Eu sempre tive vontade de emagrecer, porque você sabe, quem é gordinho é assim desde sempre. As vezes eu tentei tomar alguns remédios que sempre me davam ruim…

Eu não conseguia seguir uma dieta como as minhas amigas faziam de não comer isso, não comer aquilo. Nada disso! Eu não tinha nenhuma disciplina para aquelas loucuras de contar pontinhos.

Eu tentei academia, personal e sempre assim: começava, dois dias, terminava em McDonalds.

Isso mudou até que Thermatcha apareceu e eu mudei a minha forma de viver!

O que é Thermatcha?

Thermatcha é um emagrecedor natural poderoso, que me ajudou a perder mais de 10 kg em 40 dias e vai te ajudar a alcançar o seu peso ideal e o corpo que você sempre quis ter.

Sabe aquele monte de suco verde, suco amarelo, suco rosa, chá de não sei o que, chá de aquilo lá, aquelas coisas todas que tem gosto de terra e que você quase morre para tomar um único gole?

NUNCA MAIS AQUILO TUDO. NINGUÉM MERECE!

Thermatcha é totalmente natural, e é um chá verde extra power, totalmente turbinado com ingredientes que irão fazer você perder peso REALMENTE.

Ele tem uma poderosa ação antioxidante capaz de fazer você queimar peso, e a sua ação de estimular o organismo a ser mais e mais acelerado, gerando em você mais suor e por consequência: a gordura chora!

Você pode estar confiante: Thermatcha é a solução definitiva para toda mulher gordinha que precisa perder peso HOJE!

Quais são os benefícios do Thermatcha?

Logo no inicio eu percebi que o meu corpo estava melhor. As respostas eram mais rápidas, eu estava mais disposta, mais feliz e eu sentia que as minhas roupas estavam ficando L-A-R-G-A-S. Você entende a minha alegria agora?

Com o uso eu percebi que o Thermatcha me trouxe:

  • Um efeito emagrecedor intenso que me fez queimar 4x mais calorias;
  • Eu derretia a gordura, até mesmo em períodos em que estava dormindo;
  • O inchaço da barriga reduz muito rapidamente;
  • Ajuda a manter o colesterol controlado;
  • Melhora a digestão;
  • Elimina líquidos;
  • Tira do corpo qualquer tipo de toxina;
  • Diminui a ansiedade;
  • Deixa o sistema imunológico muito mais forte;
  • Dá muito mais energia e disposição;

E se eu te disser que você pode ter todos esses benefícios ainda hoje? E se eu te disser que você pode deixar de viver em cima de um prato de comida para viver a vida dos seus sonhos?

Se você se sente frustrada com o seu corpo: Thermatcha é a solução!

Depoimentos Thermatcha

Desde o inicio eu pensava: será que funciona mesmo?

Será que ele funcionaria comigo que estou tão acima do peso?

Todas essas perguntas estavam na minha cabeça e eu fiquei com elas por pelo menos 2 semanas de uso. Até que os resultados começaram a aparecer em mim!

A eliminação de líquidos começou de forma intensa e, na primeira semana, eu já vi que minha barriga tinha reduzido em mais de 50%.

E sabe aquela vontade de ficar beliscando alguma coisa a todo o momento? Passou! Transformou minha ansiedade e me deixou com mais energia e disposição para fazer outras coisas…

Inclusive, estou até com mais foco na academia!

Tudo o que precisei fazer foi cuidar um pouco mais da minha alimentação: diminuir frituras, refrigerantes e tomar muita água.

E para te incentivar, veja algumas fotos de depoimentos de nossas clientes que contam satisfeitas as suas transformações:

thermatcha-depoimentos

Thermatcha ANVISA

Assim como você eu fiz questão de saber se o Thermatcha tinha aprovação na Anvisa. Pode ficar tranquila, pois tem. sim. 

Eu pensei que não havia necessidade de um produto natural ter registro na Anvisa, mas ao consultar Thermatcha, descobri que ele tem registro tanto na Anvisa quanto no Ministério da Saúde.

Fiquei muito mais tranquila, pois agora tinha certeza de que ele era confiável.

Thermatcha tem efeitos colaterais?

Fique tranquila com relação a efeitos colaterais. Ele é realmente natural e você vai perceber isso no seu dia a dia.  Então, Thermatcha não oferece nenhum tipo de efeito colateral ou contraindicação.

As unicas condições em que Thermatcha não é recomendado são:  se você for gestante ou lactante ou ainda estiver passando por algum tipo de tratamento, primeiro converse com seu médico antes de usar.

Thermatcha é vendido no Mercado Livre?

Preste muita atenção nisso que eu vou te falar agora: Thermatcha não é vendido legalmente no Mercado Livre.

Este produto tem que ser comprado apenas no seu site oficial. Sendo que o Mercado Livre é realmente uma fábrica de produtos falsos que são vendidos por pessoas má intencionadas.

Por mais barato que ele esteja, você estará colocando a sua vida em risco. O fabricante não autoriza a venda fora do site oficial,  por isso não brinque com a sua saúde!

Compre Thermatcha apenas no seu site oficial, o link vai estar no fim da página!

Thermatcha tem garantia?

Esse também foi o ponto que me chamou muita atenção na hora de comprar: se eu comprasse e não gostasse dos resultados, em até 30 dias, a empresa comprava os potes de mim ainda que vazios.

Ou seja, eles garantem o funcionamento do produto porque de fato, funciona.

E isso me ganhou de vez, afinal não tem risco nenhum. Se eu achasse que não tinha conseguido o que eu queria, era só enviar um email e receber meu reembolso integral sem burocracia.

Onde devo comprar Thermatcha?

Por isso, se você está ai se sentindo para baixo por estar acima do peso, preste muita atenção:

  • Você não precisa mais estar assim: pois Thermatcha pode te ajudar a eliminar o peso de forma rápida, segura, natural e sem risco financeiro;
  • Pois você pode emagrecer até 10kg em apenas um mês: e isso não é conto da carochinha. O Thermatcha passou por vários testes na Anvisa e no Ministério da Saúde para chegar onde está e a nossa ideia é te entregar o melhor.

Por isso minha amiga, você tem a opção hoje de começar a sua mudança de vida. Se você está pronta para ser a mulher que você nasceu para ser, clique no botão abaixo e compre ainda hoje Thermatcha. 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Confira o vídeo que separamos para você sobre o assunto:

Para mais conteúdo, clique aqui.

🥇 Maca X Power funciona mesmo? [ Meu Relato Pessoal ] 2019 🤔

Olá meninas! Hoje vou falar sobre perda de libido e também como recuperá-la de uma forma simples e natural. Já passei por isso com meu marido e sei que talvez você também passe pela mesma situação. Mas fique tranquila que isso tem solução!

Sei bem que não tem nada pior para um homem do que perder a sua virilidade e ver que o seu relacionamento está acabando por ter deixado de ser sexualmente ativo.

Era dessa forma que meu marido se sentia durante o período em que vinha sofrendo as consequências da impotência sexual e da falta da libido. E o pior era que o problema não se limitava a isso. Ele não tinha como recorrer aos medicamentos convencionais, como o viagra, pelo fato de oferecerem um grande risco à saúde.

Conversamos bastante sobre isso. Ele experimentou alimentos e chás afrodisíacos, mas tudo sem sucesso. EU sentia que meu casamento estava desmoronando e simplesmente não conseguia fazer nada para ajudar.

Nessa busca desenfreada para encontrarmos uma solução para essa situação tão crítica, encontramos um suplemento natural: o Maca x Power. Demos uma chance, afinal já tínhamos tentado de tudo, e os resultados foram surpreendentes!

Esse produto não só resolveu o problema de forma totalmente efetiva, como melhorou a disposição dele durante o dia. Foi uma mudança gigantesca na nossa rotina. Depois do Maca x Power a libido ficou lá em cima! Eu nem acreditei que um suplemento natural fosse capaz de fazer tudo o que fez por nós e pelo nosso casamento.

O que é Maca x Power?

Esse produto, que com certeza irá solucionar todos os problemas relacionados a impotência sexual e baixa libido, é um suplemento natural que se tornou a opção número um de milhares de brasileiros quando começam a sentir a baixa na potência sexual ou então a falta de interesse no sexo.

Isso tudo porque nós descobrimos que, além de aumentar a potência e o desejo sexual, ele ainda faz com que as ereções durem mais tempo.

Ele é um suplemento totalmente natural, ou seja, não oferece nenhum risco à sua saúde, como os outros produtos disponíveis no mercado, que afetam diretamente a saúde do seu sistema cardíaco e podem levar a problemas graves. Esse é o principal diferencial do Maca x Power.

Confira o vídeo a seguir, relacionado a esse tema, para aprender ainda mais:

Quais os efeitos do Maca x Power?

Como é feito a base de ervas medicinais, esse suplemento aumenta de forma considerável o desejo sexual. A diferença já pode ser notada a partir do uso da primeira cápsula.

É algo realmente surpreendente, principalmente quando seu marido ou namorado começa a sofrer com esses problemas e você pensa que nunca mais vai poder aproveitar o sexo da forma como aproveitava antes, nem com aquela intensidade.

Maca x Power não só aumenta a libido, como também faz com que a pessoa sinta uma carga extra de energia, causada por vários estimulantes sexuais naturais que fazem parte da fórmula do Maca x Power.

As ervas contidas na fórmula desse suplemento são usadas por diversas tribos indígenas da região dos Andes há séculos. É uma tradição consumir a maca peruana, que é o principal ingrediente, em rituais de virilidade dessas tribos.

Maca x Power – Principais benefícios

A primeira coisa que você tem que saber sobre esse suplemento é que o desempenho sexual do seu companheiro vai se tornar melhor do que você é capaz de imaginar  com esse suplemento. Ele não só potencializa as ereções, mas também aumenta o controle que se tem das ejaculações, o que impede também que elas acabem sendo precoces.

Além de todos esses benefícios, o uso diário do Maca x Power também combate a impotência sexual. Em outras palavras, ele irá combater e ainda evitar que os problemas sexuais retornem no futuro. E isso nenhum outro produto do mercado oferece, principalmente o clássico Viagra, que pode causar sérios riscos à saúde.

Contei a experiência do meu marido com o produto diretamente no site do Maca x Power e disse que era blogueira e que queria compartilhar essa experiência incrível com vocês. Por isso, consegui um desconto maravilhoso para as minhas leitoras. É só clicar no botão abaixo.

Você será redirecionada para o site oficial e poderá comprar já com o desconto exclusivo.

Quais os efeitos colaterais do suplemento?

Primeiramente, como já tínhamos testado alguns produtos antes e que inclusive alguns deles causaram diversos desconfortos, fui logo procurando saber todos os possíveis efeitos colaterais do produto. Pois eu fiquei pasma quando vi que não tinha nenhum efeito colateral e quis entender o motivo.

Por ser um produto totalmente natural, ele não oferece nenhum risco à saúde e pode ser consumido sem medo.

Só é recomendado que gestantes, lactantes e pessoas que fazem uso contínuo de alguma medicação consultem seu médico antes de começarem o uso do suplemento.

Quem pode usar Maca x Power?

Algo que me surpreendeu muito é que esse produto não é exclusivo para o uso dos homens! Pois é, mulheres também podem aproveitar vários benefícios do produto.

Assim como os homens, nós mulheres também podemos ser vítimas da baixa libido. Por isso é importante identificar quando aquela indisposição é só algo pontual e quando começa a se tornar frequente. É aí que entra o Maca x Power: ele auxilia a nós, mulheres, a recuperarmos nossa libido como nunca antes!

Veja agora alguns depoimentos que separei para você:

Como usar o suplemento?

Para que se possa aproveitar todos os benefícios que o suplemento oferece, é essencial que sejam consumidas duas cápsulas ao dia antes do almoço.

Justamente por se tratar de um suplemento natural, ele tem que ser absorvido de forma adequada pelo organismo, dessa forma a melhoria do desempenho sexual vai ocorrer da forma totalmente natural.

Maca x Power funciona?

Com certeza funciona. Aliás, além dos resultados incríveis que o meu marido conseguiu com esse suplemento, vimos que o Maca x Power tem uma taxa de 99% de satisfação entre todos os que utilizaram para resolver os problemas de desempenho sexual.

Os resultados são tão certos, que o fabricante ainda fornece uma garantia especial para aqueles que o utilizam. Se a pessoa não ficar satisfeita depois de 2 meses de uso do produto, ela pode solicitar o reembolso e será devolvido 100% do valor investido no suplemento.

Como adquirir Maca x Power?

Agora que já contei a minha experiência e a do meu marido com esse suplemento incrível, tenho certeza que você quer saber como adquirir.

Vou deixar aqui embaixo o link com aquele desconto super especial que eu consegui para você, que é minha leitora assídua.

É só acessar o link e seguir o passo a passo no site oficial, com total segurança.

Posso dizer com toda a certeza que meu casamento foi salvo graças ao Maca x Power. Tenho certeza que você pode melhorar e muito o seu relacionamento com esse suplemento. A mudança só depende de você!

Confira o vídeo que separei para você sobre o assunto:

Para mais conteúdo, clique aqui.

🥇 Como curar hemorroidas rápido com remédios caseiros 🤔

Olá meninas! Esse post é para a gente falar de um assunto delicado: as hemorroidas. Não se costuma falar muito sobre essa situação, mas é super mais comum do que você imagina. Aliás, você sabia que metade da população do mundo sofre de algum sintoma ligado a hemorroidas? A estimativa é que 10% das pessoas que sofrem e não procuram tratá-las, terão que realizar uma cirurgia para se livrar delas. É de assustar, né?

Por isso é muito necessário ficar por dentro do assunto e saber não apenas o que é, mas também como curá-las, para que que você possa se livrar desse incômodo de uma vez por todas.

O que são hemorroidas?

As hemorroidas são veias varicosas, que acabam se distendendo dentro do ânus. Essas veias são revestidas com válvulas que fazem com que o sangue flua em apenas uma direção, que é de volta ao coração.

Se uma pressão excessiva for aplicada nessas válvulas, o sangue pode acabar indo em outra direção, ou então ficando estagnado em um lugar só. Se essas veias estiverem cheias de sangue e forem localizadas no ânus, resultarão em hemorroidas.

As paredes inflamadas dessas veias são muito frágeis e, por isso, mais propensas a ruptura e sangramento. O sangue estagnado acaba formando coágulos, que costumam causar bastante dor e, em casos graves, uma cirurgia pode ser necessária.

Imagem relacionada

Como saber se tenho hemorroidas?

Devido aos sintomas irritantes, Essa é uma condição bastante fácil de detectar:

No caso das hemorroidas internas:

  • Coceira na área ao redor do ânus
  • Dor na área do reto, principalmente em maiores períodos sentada;
  • Você pode ver sangue tanto no papel higiênico quanto nas fezes, além de  sentir dor durante a evacuação.

Já as hemorroidas externas têm como sintoma principal o inchaço. Além disso, você perceberá a aparência de um caroço próximo ao ânus.

Saber identificar qual o tipo de hemorroida que você tem é super importante. Dessa forma você poderá iniciar o tratamento mais adequado.

Como eliminar as hemorroidas internas com remédios caseiros?

Pesquisei bastante sobre esse assunto e separei para você algumas dicas. São bastante simples e você pode fazer os procedimentos em casa, o que é ainda melhor.

  • Banhos de Assento para Hemorroidas

Esse é um método muito efetivo, pois ele atua não apenas como um anti-inflamatório, mas também como um sedativo.

Você irá precisar dos seguintes ingredientes:

  • 2 litros de água fervente;
  • 1 colher de sopa de hamamélis;
  • 1 colher de sopa de cipreste;
  • 3 gotas de óleo essencial de limão;
  • 3 gotas de óleo essencial de alfazema.

Misture os ingredientes na água fervente. Coe bem a água e preencha pelo menos 10 cm da bacia ou local onde será feito o banho de assento. Aguarde a água amornar e por fim sente-se, lembrando que suas nádegas e genitais precisam ficar encobertos pela água.

A posição adequada é com os joelhos levantados, a fim de que você exponha melhor a área do ânus à água. Mantenha nessa posição por cerca de 15 minutos ou até que a água esfrie por completo.

  • Aloe Vera, ou babosa:

É bem provável que você certamente conheça essa planta. Saiba que ela tem inúmeros benefícios, e é considerada o remédio caseiro perfeito para aliviar os sintomas de hemorroidas, como a coceira, o inchaço e a queimação. Antes de usar, você deve ter certeza de que não apresenta nenhum tipo de alergia à babosa.

Pegue uma folha de babosa, remova cuidadosamente os espinhos e lave bem. Use uma colher a fim de remover a polpa e por fim aplique o líquido ao longo do dia diretamente nas hemorroidas. Aliás, a área a ser aplicada deve ser higienizada com bastante cuidado antes de cada aplicação.

Confira o vídeo que separei para você sobre o assunto:

Alimentação ricos em fibras

As hemorroidas quase sempre surgem quando há prisão de ventre.O consumo de fibras é essencial para combater a prisão de ventre. Uma dieta com um alto teor de fibras irá ajudar a eliminar as fezes de forma muito mais fácil. Afinal, ficarão mais macias e não irão ferir a parede do ânus na evacuação.

Quais os alimentos mais ricos em fibras?

Frutas: Ainda que não apresentem os níveis de fibra dos cereais, todos os frutos possuem muita fibra, especialmente a maçã, laranja, kiwi, banana, figo, morango e pera.

Legumes: Eles são alimentos ricos em fibras (grão de bico, lentilhas, soja, feijão, etc.). A saber, entre todas as leguminosas, as que possuem maior valor de fibras são: o grão de bico e feijão.

Frutos secos: Eles são muito ricos em fibras, além de contribuírem também para gorduras saudáveis. O ideal é consumir de forma natural, sem acrescentar sal nem fritar.

Grãos integrais: É o grupo de alimentos que fornece a maior quantidade de fibra. A aveia é a mais indicada, pois é a que tem a maior quantidade de fibra solúvel.

Remédios naturais para hemorroidas externas

A natureza está sempre ao nosso alcance e oferece opções incríveis para as mais diversas enfermidades. Nela você encontra igualmente diversos remédios para a cura das hemorroidas. Para o caso das hemorroidas externas, existem muitos remédios naturais que ajudam no combate.

Resultado de imagem para hemorroidas

Quais os remédios naturais para curar hemorroidas externas?

  • Alho: O alho atua como um antibacteriano natural, aliás, é um dos melhores que existem. A maneira de usar é na forma de supositório. O alho irá combater todas as bactérias existentes, evitando uma infecção. Pegue um dente de alho e faça três cortes pouco profundos, no entanto, tome cuidado para que o alho permaneça inteiro. Lubrifique com gel de aloe vera e use como supositório 3 ou 4 noites seguidas.
  • Tomate Maduro: Divida um tomate ao meio e aplique com pressão sobre o esfíncter anal. Assim como o alho, o tomate é outro antibacteriano natural, que garantirá a limpeza do local.
  • Batata: Ajuda a desinchar hemorroidas. Corte um pedaço de batata no formato de um supositório e utilize durante a noite. Isso ajudará a reduzir as inflamações internas e externas. Além disso, tratá bastante alívio.
  • Cenoura e Beterraba: Você deve descascar esses dois legumes e ralar, em seguida esmague e coloque um pouco de água, para  que forme uma pasta. Em seguida, aplique sobre a área inflamada no reto usando uma gaze. Isso ajuda a reduzir a inflamação e reduzir a coceira em questão de minutos.
  • Óleo de linhaça: Com óleo de linhaça é possível reduzir a inflamação. Você precisa mergulhar um pedaço de algodão no óleo e, em seguida, aplicar diretamente na área afetada.
  • Alho, louro e cravo: Esses 3 componentes têm excelentes propriedades anti-inflamatórias e curativas.

Você deve levar 3 dentes de alho, 3 cravos, 2 folhas de louro e meio litro de água. Aqueça a água até que esteja fervendo, e então coloque os cravos, os dentes de alho e o louro. Deixe ferver por cerca de trinta minutos e deixe descansar por 15 minutos.

Passado o tempo, com uma peneira, coe bem a preparação. Quando o líquido estiver frio, mergulhe uma bola de algodão e coloque como uma compressa na região.

Confira o vídeo a seguir, relacionado a esse tema, para aprender ainda mais:

🥇 Teste de gravidez caseiro funciona mesmo? Quais os tipos? 🤔

Oi meninas! O post de hoje é sobre uma situação que, tenho certeza, já aconteceu com você também: é só a menstruação atrasar um pouco para começarmos a pensar na possibilidade de gravidez, não é mesmo?

Não apenas a ansiedade toma conta da gente, como também acabamos recorrendo a testes de gravidez alternativos, e bem mais baratos, para que a gente possa esclarecer a dúvida. Na internet mesmo, em uma simples busca, é possível encontrar diversos testes aos quais as mulheres nessa situação recorrem.

As receitas mais caseiras dos testes de gravidez vão sendo passados através das gerações, de mãe para filha e assim por diante. Isso vem de um tempo em que os testes de gravidez ainda nem existiam, ou então eram extremamente caros. No entanto, muitas mulheres ainda hoje recorrem a esses tipos de teste.

Qual a origem dos testes caseiros?

Muitos dos testes de gravidez caseiros provém de costumes do antigo Egito, os quais as mulheres utilizavam para saber se estavam esperando um filho. Antes de mais nada é preciso ressaltar que nenhum deles garante 100% de eficácia.

Apenas um teste de farmácia, ou então por meio de exames de sangue é possível assegurar com total certeza o fato de estar grávida ou não. No entanto, vale à pena tentar, a mérito de curiosidade.

Quais são os testes mais comuns?

  • Teste da agulha (ou teste marroquino): pegue um pote de vidro com tampa, deposite um pouco da sua urina e em seguida coloque dentro dele uma agulha de costura e tampe-o.

Aguarde cerca de 8 ou 9 horas, e observe se a urina mudou de cor. Em caso positivo, pode ser que você esteja grávida. Caso não haja mudança de cor, é provável que o resultado seja negativo.

  •  Teste da fervura da urina: em uma panela de alumínio, deposite a urina e leve-a ao fogo.

Se a urina ferver igual leite, com bolhas e uma espécie de nata, pode ser que você esteja grávida. Caso formem apenas bolhas de fervura, o resultado possivelmente é negativo.

  • Teste do cotonete: este teste é indicado apenas para mulheres que tenham o ciclo menstrual regulado.

Pegue um cotonete e insira-o cuidadosamente até o colo do útero, verificando se há presença de sangue. Caso haja, isso pode indicar uma possível gravidez.

  • Teste com cloro ou água sanitária: deposite sua urina em um copo descartável. Logo após, adicione um pouco de cloro ou água sanitária. Observe se o líquido muda de cor, ou apresenta efeito de fervura.

Em caso positivo, pode ser sinal de gravidez.

  • Teste com pasta de dente: misture um pouco de creme dental branco em num frasco com um pouco de urina. Observe se mudou de cor, ou se apareceram bolhas.

Se um dos dois acontecer, isso pode indicar gravidez.

  • Teste do vinagre: deposite um pouco de urina em um copo ou recipiente descartável. Em seguida coloque um pouco de vinagre e por fim misture com uma colher descartável.

Se essa mistura mudar de cor, você pode estar grávida.

Qual a eficácia desses testes?

Por serem testes caseiros, e não se basearem em dados científicos, não se pode confiar 100% que sejam seguros. No entanto, ao longo dos anos, essas informações têm passado entre as famílias de geração em geração.

Existem mulheres que afirmam que os testes funcionam de verdade, outras não. Seja como for, aguarde até dez dias de atraso menstrual.  Então procure fazer um teste de farmácia, ou de sangue para se certificar de que está grávida.

Se a ansiedade for muito grande em saber se está esperando um bebê, atente-se aos sinais do seu corpo, como:

  • Sono excessivo;
  • Mamas doloridas;
  • Cólicas na região do útero;
  • Vontade de comer algo diferente;
  • Pequenos enjoos;
  • Aumento ou diminuição repentino da libido;
  • Cansaço;
  • Sensibilidade (choro);
  • Irritabilidade sem motivo aparente, entre outros.

Procure conversar  sempre com o seu médico ginecologista, para que possa verificar a data da sua última menstruação, e a possível gravidez ter ocorrido antes, durante ou depois do seu período fértil.

Confira o vídeo que separei para você sobre o assunto:

Alguns desses testes caseiros são infalíveis?

A resposta com certeza é não. Afinal, trata-se de métodos simples, utilizando ingredientes caseiros, e podem não ser capazes de detectar com precisão se realmente existe o aumento do hormônio da gravidez na urina (HCG – gonadotrofina coriônica humana).

Especialmente se o atraso menstrual ainda for precoce, como de 2 a 5 dias. Nesse caso ainda não se pode detectar uma gestação. Em suma, cada mulher precisa conhecer o seu organismo, os sinais que ele apresenta quando está no período fértil, como maior lubrificação vaginal, aumento do desejo sexual, entre outros.

O método mais eficaz para confirmar uma gravidez é, sem dúvida, um exame de sangue. Os níveis de HCG estarão evidentes na corrente sanguínea, onde o corpo se prepara para receber e prosseguir com a gestação. Dessa forma os resultados serão precisos e confiáveis.

Menstruação atrasada nem sempre é sinal de gravidez

Existem outras razões para a menstruação atrasar, não somente por causa de uma gravidez:

  • Ciclo menstrual desregulado;
  • Stress;
  • Ansiedade;
  • Depressão;
  • Interrupção da pílula anticoncepcional;
  • Infecções;
  • Anemia;
  • Doenças do útero ou dos ovários;
  • Desregulação hormonal,
  • Erros de cálculo da última menstruação;
  • Obesidade;
  • Magreza excessiva;
  • Distúrbios na alimentação;
  • Atividade física em excesso;
  • Hipertireoidismo ou hipotireoidismo;
  • Amamentação;
  • Menopausa precoce ou normal;
  • Amenorreia (ausência e menstruação).

Uma parcela pequena de mulheres não conseguem detectar a gravidez, justamente por continuarem menstruando durante os primeiros meses de gestação. Não é uma causa comum, mas também não é nada impossível de acontecer. Afinal, cada corpo se comporta de um jeito e reage aos hormônios de formas diferentes.

Se o sangramento for incomum, excessivo e muito escuro, é necessário procurar um médico na mesma hora, para que possa descartar a possibilidade de uma possível hemorragia.

Algumas doenças como o mioma, síndrome dos ovários policísticos, útero ou ovários invertidos, infecções ou até mesmo doenças sexualmente transmissíveis, podem fazer com que a sua menstruação atrase, por poucos dias ou até mesmo durante meses.

Assim sendo, somente um médico poderá avaliar cada caso, o histórico da paciente, os seus sintomas, o tempo que a menstruação está atrasada, se já tem filhos, se pretende engravidar, se toma algum medicamento, quantos parceiros sexuais possui e entre outros.

Cada gestação é única, assim como cada mulher. Se a gravidez for realmente comprovada, você precisa passar a tomar todos os cuidados, afinal está carregando uma vida dentro de você.

Em suma, vale à pena fazer os testes por curiosidade; para aliviar a sua ansiedade, mas, mais uma vez preciso frisar, nada substitui os testes de farmácia ou os exames de sangue.

Confira o vídeo a seguir, relacionado a esse tema, para aprender ainda mais:

Para mais conteúdo, clique aqui.

🥇 Remédios para ereção funcionam?- Anvisa, Bula, onde comprar! 🤔

Oi meninas! O post de hoje é para você que está passando por um momento delicado com o seu parceiro, relacionado à vida sexual de vocês. Aliás, não tem motivo para pânico e já quero adiantar que pesquisei a fundo sobre esse assunto para esclarecer vários pontos para você.

Primeiramente, o que você precisa saber é que é normal que o corpo do homem deixe de produzir alguns hormônios com o passar do tempo, o que acaba mesmo dificultando um pouco tanto na libido, que é o desejo sexual, quanto na hora de manter a relação sexual.

Quais as causas desses problemas?

 Pesquisando, vi que as causas da baixa libido ou até mesmo da disfunção erétil podem ser diversas, dentre elas, as principais são:

  • Seu marido/namorado pode estar com o nível de testosterona muito baixo;
  • O corpo dele pode estar precisando de certas vitaminas e sais minerais;
  • Pode ser por falta de atividades físicas;
  • Isso pode ser causado também por problemas de obesidade, e principalmente gordura na barriga;
  • Ele pode estar ansioso ou estressado;
  • Ou então, seu parceiro pode estar deprimido.

Esses fatores que eu citei são apenas alguns dos que contribuem para que ele não tenha um bom desempenho na cama. Isso, além de deixar você e ele frustrado, acaba afetando as outras áreas da vida de vocês, como a saúde e até mesmo a carreira profissional de vocês.

É muito fácil perder a calma nessa hora e se entregar ao desespero. Muitos homens acabam recorrendo à clássica “pílula azul do viagra”, mas a maioria dos homens acaba passando mal com ela, pois geralmente fazem uso de algum ansiolítico, antidepressivo, ou então algum remédio para pressão alta ou para o coração.

Se você precisa de um melhor desempenho do seu parceiro, não pode simplesmente ficar de braços cruzados. Afinal, não fazer nada é ruim. No entanto, deixar que ele apele para remédios como o Viagra, é pior ainda, pois a vida dele acaba ficando em risco, então o que fazer? Por isso mesmo escrevi esse artigo! Para ajudar a salvar a relação de vocês da mesma forma que eu salvei a minha.

Quais são os tipos de remédio para ereção?

Atualmente, existem diversos remédios disponíveis para tratar esse tipo de problema. Desde os mais famosos como o viagra, até alguns remédios de origem mais suspeita, que são vendidos em sites como o Mercado Livre.

Sempre que se pensa no uso de algum remédio para ereção, o paciente também deve considerar seu histórico de vida.

Afinal, não é qualquer tipo de remédio que vai funcionar. inclusive, alguns, além de não surtirem efeito, ainda são altamente prejudiciais para o organismo. Se o seu parceiro, além da disfunção erétil, apresenta:

  • Pressão alta;
  • Problemas de coração;
  • Problemas no fígado;
  • Problemas na Tireoide;
  • Obesidade (em qualquer nível);
  • Faz uso contínuo de algum outro remédio;
  • Apresenta ansiedade;
  • Tem depressão;
  • Tem problemas relacionado à sua saúde mental,

Então 90% dos remédios tradicionais para tratamento da disfunção erétil não servem para ele! E, mais grave ainda, caso ele insista em usar, esses remédios tradicionais podem inclusive levá-lo a uma parada cardíaca ou até mesmo à morte, pois vão diretamente contra a sua condição clínica.

É por esse motivo que muitos homens vem optando por remédios naturais para ereção.

Remédios naturais para ereção funcionam?

Essa dúvida ainda assola muitas pessoas. Existem muitos homens que ainda são totalmente resistentes e deixam de acreditar em remédios naturais. Acabam procurando os remédios tradicionais, mas, em contrapartida, são vítimas de todos os males que citei ali em cima.

Antes de tudo, algo que tem que ser considerado é que a natureza é infinitamente mais antiga do que nós.

Ela tem todas as respostas para as nossas perguntas, basta olhar ao redor.

Trazendo um exemplo simples: pense na maioria dos remédios convencionais, nos cosméticos, e produtos de beleza. De fato, muitos deles tiveram origem a partir das plantas!

Quando unimos a natureza com a tecnologia da nossa ciência moderna, chegamos a um produto que é totalmente natural e que age diretamente nas causas da disfunção erétil.

Nesse sentido, a maior parte dos produtos naturais usados para isso tem como seu principal ingrediente a Maca Peruana.

Confira o vídeo que separei para você sobre o assunto:

A Maca Peruana é uma erva que se originou nos Andes do Peru, e é consumida há muitos e muitos anos pelos índios da região nos seus rituais de fertilidade e virilidade.

A ciência decidiu estudar de perto esse curioso ritual indígena e descobriu que a Maca Peruana é 200x mais potente que o melhor viagra disponível no mercado atualmente.

E o melhor de tudo, por ser completamente natural, não tem risco de desencadear nenhum efeito colateral.

Para que o processo de consumo se tornasse ainda mais fácil, a erva foi compactada em forma de cápsulas, para que o organismo possa absorver de forma rápida, na hora em que é necessário, ou seja, na hora do sexo!

Quais os benefícios dos remédios naturais para a disfunção erétil?

É claro que o principal deles é que seu parceiro vai poder manter uma relação sexual que será extremamente prazerosa para vocês dois, sem vergonha ou frustrações, e ainda sem precisar ficar com medo de um ataque cardíaco ou algo parecido justamente na hora H.

Além disso, os remédios naturais trazem diversos outros benefícios, como:

  • Voltar a ter uma ereção cheia e prolongada;
  • Aumento da quantidade de esperma;
  • Aumento do tamanho do pênis ereto;
  • Maior disposição na hora do sexo;
  • Muito mais disposição para as atividades do dia a dia;
  • Ereção forte, duradoura e dura como pedra;
  • Aumento da taxa de testosterona;
  • Aumento da libido;
  • Melhora significativa da circulação sanguínea.

Este são só os benefícios técnicos que esses remédios naturais proporcionam. Além disso, quando ele começar a consumir remédios à base de Maca Peruana todos os dias, ele:

  • Se sentirá muito mais seguro;
  • Diminuirá a sensação de fracasso na vida;
  • Irá prosperar ainda mais no seu trabalho por estar mais disposto;
  • Terá um ânimo bem maior para fazer as coisas que ele antes não conseguia;
  • O tornará muito mais atraente sexualmente, pois os hormônios conversam entre si e você saberá o quão potente ele será na cama;
  • Fará com que ele se sinta mais jovem e mais experiente no sexo;

Por isso vim conversar com você hoje, minha amiga. Sei que você pode convencê-lo a procurar uma alternatida muito mais saudável e natural, para o bem de e e também para o seu!

Depoimentos de quem usa remédios naturais para disfunção

Todo homem em algum momento da sua vida vai passar por esses problemas. A vida é muito corrida e coisas assim acontecem o tempo todo. Por isso mesmo, resolvi trazer esses depoimentos de homens que transformaram a vida e os relacionamentos depois que passaram a usar remédios para tratar a disfunção à base de Maca Peruana.

Remédios naturais para disfunção tem alguma contraindicação?

Como eu falei anteriormente, por ser um remédio totalmente natural, não existe nenhum tipo de contraindicação quanto ao seu uso.

Só indico que, caso seu marido ou namorado faça uso contínuo de algum remédio, ele converse com o médico antes, mas fora isso, é só aproveitar.

Meu marido sofria desse problema até que eu convenci ele a procurar algo natural, afinal, não queria que ele usasse algo que poderia fazê-lo ter uma parada cardíaca, ou até morrer!

Qual a forma de consumo destes remédios? Todo mundo pode usar?

É super simples. É só ele consumir uma cápsula ao dia, logo pela manhã. Claro, vale lembrar que ele precisa também cuidar mais da alimentação e procurar manter uma torina de exercícios, para que o desempenho fique cada vez melhor.

Dessa forma a libido dele vai aumentar muito e tenho certeza que você vai sentir uma diferença gigantesca na hora do sexo. Por falar nisso, pode ter certeza que a frequência também vai aumentar muito mais!

Qual é o melhor remédio natural para disfunção?

Eu e meu marido pesquisamos alguns remédios naturais para disfunção erétil e vimos que existem muitos disponíveis, o que significa que as pessoas já estão abrindo os olhos para os riscos que o Viagra vem apresentando.

Mas o lado ruim de ter tantos disponíveis é saber qual deles é o melhor. Pesquisamos muito, testamos alguns que acabaram não surtindo efeito. Até que encontramos um que tem uma fórmula americana e que recém chegou ao Brasil.

Demos uma chance a ele e foi surpreendente. Aliás, aqui no Brasil ele é vendido com o nome de Big Size – Pura Maca Peruana e a adesão já é surpreendente. Ele é um remédio totalmente natural e composto da mais pura Maca Peruana, agindo diretamente no combate à disfunção erétil.

Como foi a nossa experiência

No mesmo dia que ele começou a tomar nós vimos a diferença. Eu nem acreditei que todos aqueles problemas estavam a um comprimido de desaparecer! Nossa relação é outra, mudou totalmente para melhor.

Esse produto que eu falei acabou de ser lançado, então, se você ainda quer aproveitar o valor especial de lançamento, é só correr e clicar no link que eu vou deixar aqui embaixo.

Tenho certeza que ele vai transformar a relação de vocês! Saiba que essa situação pela qual vocês estão passando é passageira, e está, sim, a um comprimido de distância de acabar. Dê essa chance a vocês assim como eu fiz, e tenho certeza que vocês não vão se arrepender. Vocês merecem viver o melhor do sexo!

Confira o vídeo a seguir, relacionado a esse tema, para aprender ainda mais:

Para mais conteúdo, clique aqui.

🥇 Creme para rugas e efeito anti-idade funciona?→ Anvisa, Preço e Onde Comprar! 🤔

Olá meninas! Esse post é para você, que comprou um creme para rugas da revistinha, já está no segundo potinho e nada de ter a tão prometida melhora nas marcas de expressão. Eu acredito e compartilho da sua indignação. Também já fui compradora assídua desses cremes.

Mas hoje eu vim trazer uma notícia definitiva: esses cremes contra rugas e com efeitos anti-idade não funcionam!

Trouxe esse assunto à tona nesse post porque sempre recebo e-mails de pessoas que compram cremes que prometem verdadeiros milagres, mas que só fazem as pessoas gastarem dinheiro à toa.

O motivo disso é que as rugas surgem de dentro para fora, sendo assim, não adianta tentar resolver o problema interno, com um creme que é aplicado externamente.

Se você ficou interessada, tenho certeza que vai amar esse artigo do início ao fim. Trouxe várias dicas e informações para você conseguir uma pele lisinha, de uma vez por todas.

Primeira questão: o que são rugas?

Sabe quando as juntas já não são mais as mesmas, você sente os ossos estalarem com mais frequência e essas coisas? É seu corpo manifestando sinais de envelhecimento. Da mesma forma acontece com as rugas: elas são o resultado da sua pele te dizendo que está envelhecendo. Elas começam a surgir a partir dos 30 anos de idade. Primeiramente surgem pequenas rugas no rosto, e com o aumento delas, você começa a adquirir um semblante triste, desanimado e envelhecido.

Quando falamos de rugas, vale ressaltar a máxima de que prevenir é sempre melhor do que remediar. É muito mais fácil prevenir o surgimento das rugas do que tratar as que já existem. Ainda assim, se você já tem rugas e quer prevenir, ao mesmo tempo em que trata as rugas que já tem, continue a leitura que eu vou te falar muito mais sobre isso.

O que faz um creme anti-idade?

os cremes anti-idade agem de fora para dentro e não são capazes de eliminar as rugas por completo. Existem até alguns cremes mais caros que minimizam a aparência das rugas na pele, mas, além de não ser uma solução definitiva, fará com que você gaste muito dinheiro em algo que é meramente provisório. Assim, um bom creme anti-idade faz o seguinte:

  • Uniformiza o tom da pele da pele;
  • Estimula a produção de colágeno hidrolisado;
  • Restaura a firmeza e a elasticidade da pele;
  • Rejuvenesce a pele seca e sem brilho;
  • Hidrata a pele, deixando-a mais macia;
  • Retarda o aparecimento natural das rugas.

A maioria doa cremes e também de alguns cosméticos para maquiagem usam como base o que os cientistas chamam de “retinol”, que atua como rejuvenescedor. No entanto, existem pessoas que dizem que o retinol de fato funcionou para elas e existem pessoas que alegam não ter funcionado. Ou seja, isso varia duma pessoa para a outra.

O que realmente funciona para eliminar as rugas?

Separei as alternativas que realmente funcionam no combate às rugas, olha só:

  1. Botox: é um tratamento caro, um pouco invasivo que funciona aplicando uma toxina botulínica, que age paralisando a região da aplicação. É um bom tratamento,mas é  bastante caro e tem que ser aplicado pelo menos duas vezes por ano. Isso sem falar que a partir da terceira aplicação, os resultados não são mais garantidos.
  2. Cirurgia plástica: é com toda a certeza o método mais eficaz para eliminar as rugas, no entanto, é totalmente invasivo, doloroso e principalmente: caro. Muito caro. Ao longo dos anos o efeito da cirurgia vai deixando de existir e a pele volta a ser como era antes.
  3. Colágeno hidrolisado: que é um tratamento incrível, de baixo custo e que traz resultados melhores, principalmente porque age de dentro para fora. Os efeitos levam em torno de 3 meses para surgir, mas eles aparecem sem que seja necessário realizar procedimentos invasivos como os que você viu acima.

Estes três métodos dos quais eu falei são os mais conhecidos dentre os que dão maior resultado, mas além deles também existem outros, como:

  • Acupuntura facial;
  • Ginástica facial;
  • Patches antirrugas;
  • Laser;
  • Peeling químico;
  • Preenchimento e terapia celular.

No entanto, todos esses tratamentos são externos ao fator que ocasiona as rugas e marcas de expressão. O que precisamos entender é que as rugas ocorrem de dentro para fora, portanto, a forma mais inteligente de atacá-las é dessa mesma forma. Por isso mesmo falarei do uso do colágeno hidrolisado.

O que é colágeno hidrolisado?

O colágeno hidrolisado é uma proteína que tem origem animal e que proporciona mais firmeza à pele, especialmente nas partes do nosso corpo em que os ossos não sustentam. Essa proteína é abundante em mamíferos, e encontra-se em todo o nosso corpo, em locais como ossos, tendões, cartilagens, veias, pele, dentes, mas também nos músculos e na camada córnea dos olhos.

O colágeno representa de 25-30% das proteínas presentes no nosso corpo, mas alguns tipos de colágeno hidrolisado são mais abundantes do que outros. No entanto, assim como acontece com todas as outras substância, ao atingirmos a idade adulta, por volta dos 30 anos, nosso corpo começa a diminuir a produção de colágeno, e é nessa hora que você precisa começar a suplementá-lo.

Os diferentes tipos de colágeno

Você sabia que não existe apenas um, mas três tipos de colágeno hidrolisado? Antes de fazer minha pesquisa eu acreditava que havia apenas um! Olha só quais são eles:

  1. Tipo 1: esse é o mais comum e está presente nos ossos, tendões e na pele;
  2. Tipo 2: esse tipo é produzido por condrócitos e está presente nos discos invertebrados da coluna, nos nossos olhos e em toda a cartilagem;
  3. Tipo 3: esse tipo de colágeno é o que está presente nos órgãos mais importantes do nosso organismo, como as veias do coração, os braços, a medula óssea, as artérias, o fígado, o útero, o intestino e os pulmões.

Ou seja, o colágeno hidrolisado, além de estar presente em todo o nosso corpo, tem funções importantíssimas, como manter os órgãos funcionando corretamente e também mantê-los saudáveis.

Confira o vídeo que separei para você sobre o assunto:

Qual é a indicação de uso para cada tipo?

Como são colágeno hidrolisados diferentes, existem também diferentes recomendações para cada um deles. Dessa forma:

  • Os colágeno hidrolisados 1 e 3: são super indicados para a saúde dos cabelos, pele, unhas e ossos.

Ao tomar uma cápsula de Colágeno hidrolisado pela manhã, junto com a vitamina C, você vai:

  1. Eliminar as rugas e as marcas de expressão;
  2. Eliminar as celulites;
  3. Eliminar as estrias;
  4. Melhorar a elasticidade da sua pele;
  5. Fornecer maior suporte aos ossos, visto que 36% deles é composto por colágeno hidrolisado desta categoria;
  6. Dar força e melhorar a aparência dos leitos ungueais;
  7. Engrossar o cabelo fino e diminuir a queda de cabelos;
  8. Melhorar a circulação sanguínea de todo o seu corpo;
  9. Aumentar a produção de glicina, que ajuda na construção de músculos e faz com que você queime gordura durante o sono.

Se você tomar os devidos cuidados com a saúde e mantiver a suplementação de colágeno hidrolisado, você vai notar a diferença na sua pele. Suas linhas de expressão irão suavizar, a pele ficará com mais elasticidade e viço.

Na mesma ideia, você tem o Colágeno hidrolisado tipo 2:

Tomando-o de forma separada do colágeno hidrolisado tipo 1 e 3,  à noite, você irá:

  1. Conseguir reforçar de 50 a 60% da proteína da cartilagem;
  2. Recompor até 90% do colágeno hidrolisado nas articulações;
  3. Reduzir os estalos dos joelhos e pés;
  4. Colaborar com a firmeza das costas, mandíbulas e articulações;
  5. Incluir na sua ingestão diária glucosamina, condroitina e ácido hialurônico.

Afinal, qual o melhor tipo de colágeno hidrolisado contra rugas?

O melhor tipo para que você possa combater a celulite é o composto de colágeno hidrolisado 3 e 1,  que atua na renovação, rejuvenescimento e na transformação da pele. Para você que sofre com as marcas de expressão e rugas, com o bigode chinês, com as celulites e demais problemas relacionados, não há opção melhor!

Colágeno hidrolisado e composto de vitaminas funciona?

Quando se fala de colágeno hidrolisado é super importante saber se ele é um composto rico em vitaminas C e E juntamente com o colágeno hidrolisado 3 e 1. Ao ingeri-lo, você colabora com a produção em alta escala de colágeno hidrolisado no seu organismo e deixa sua pele muito mais firme.

Quais os benefícios do colágeno hidrolisado além de acabar com as rugas?

Dentre tudo o que falamos, os benefícios mais importantes são:

  • Menor flacidez no rosto;
  • Redução da flacidez na região abdominal;
  • Seios mais firmes e para cima;
  • Eliminação dos pés de galinha;
  • Eliminação do famoso bigode chinês;
  • Redução das marcas de expressão;
  • Redução das celulites.

Sem contar os benefícios que não podem ser medidos, tais como:

  • Você vai ter a liberdade para usar aquele vestido mais curto, que mostra as pernas, sem medo da celulite;
  • Você pode usar aquele batom vermelho que destaca seu rosto sem ter medo das marcas de expressão;
  • Você pode ter uma barriga mais durinha sem aquela flacidez;
  • Você terá mais disposição para caminhar, dançar, brincar mais;
  • Você ter mais disposição para cuidar de você mesma, sempre se colocando em primeiro lugar.

Se você quer ter sua vida transformada e sua autoestima lá em cima, invista no colágeno hidrolisado! Você não precisa de cirurgia ou botox para se sentir linda novamente. As cápsulas de colágeno farão isso com o mínimo de esforço. Vale a pena cuidar de si mesma! Conheci o colágeno hidrolisado perfeito e nesse post AQUI compartilho todas as informações.

Tenho certeza que você vai amar!

Confira o vídeo a seguir, relacionado a esse tema, para aprender ainda mais:

Para mais conteúdo, clique aqui.

🥇 Ventosaterapia – Saiba tudo sobre esse tratamento 🤔

Esses dias eu li sobre um tratamento que era feito séculos atrás e que voltou a ser bastante procurado, chamado de Ventosaterapia.

Ele serve para melhorar a circulação no corpo, amenizar algumas dores e muito mais.

Esse tratamento é caracterizado por manchas vermelhas que ficam nas costas depois de cada sessão: o lado bom é que elas desaparecem logo e os resultados dessa terapia são sempre muito elogiados.

Como o próprio nome diz, ela é feita com a aplicação de ventosas, ou seja, é um tratamento que utiliza a sucção da pele para que você obtenha resultados.

Para conseguir fazer isso, o especialista aplica nas costas do paciente um tipo de copo diferenciado: é ele que vai formar o vácuo e, consequentemente, a sucção da pele.

Como consequência, há o aumento de tamanho dos vasos sanguíneos, o que proporciona maior circulação de sangue, e diminui vários tipos de dores.

Contraindicações

Esse tratamento não deve ser feito por pessoas que estejam passando por algum tipo de tratamento oncológico.

Devido à alteração que ocorre nos vasos sanguíneos, ele acaba criando maiores condições para que, as células do câncer, migrem para outros órgãos.

A técnica também não é recomendada para quem tem histórico de convulsões, está com fraturas na área de aplicação da Ventosaterapia.

Entretanto, para quem possui varizes nem para quem apresenta distúrbios hemorrágicos e trombose.

Existem alguns outros casos em que a terapia com ventosas não é indicada:

  • Como em locais que estejam infeccionados;
  • Durante a gravidez;
  • Quando a pessoa tiver com febre;
  • Quando a pessoa tiver hemofilia e também tromboflebite.

Existem ainda situações nas quais a Ventosaterapia pode não apresentar muitos resultados, ou ainda ter um número alto de reações adversas, como depois de praticar exercícios físicos.

Quando a pressão alta não estiver sendo tratada e nos locais em que não houver bastante músculos. Nesses casos, as pessoas até podem se submeter à ventosaterapia, mas é preciso que um médico autorize a prática.

Confira o vídeo a seguir, relacionado a esse tema, para aprender ainda mais:

Equipamentos para realizar a Ventosaterapia

Em alguns casos, esse tratamento é feito utilizando copos de vidro, com uma pequena vela acesa no seu interior.

A vela irá sugar o oxigênio daquele copo e a partir desse ponto você começará a notar a sucção na sua pele.

Outro método, considerado o mais utilizado, é o que utiliza uma ventosa de silicone, e nesse caso a vela não é utilizada.

O terapeuta só precisa apertar esse copo antes de inseri-lo na pele: o silicone comprimido vai fazer com que ocorra o vácuo.

Existe ainda a técnica de ventosa eletrônica que algumas clínicas usam. Ela consiste no uso de copos ligados a uma máquina que realiza o processo se sucção.

É eficaz contra a celulite?

Sim, pois a aparência de buracos pode ser perceptivelmente neutralizada com a técnica da Ventosaterapia e isso se deve à melhora na circulação.

Se o sangue da região das pernas e do bumbum estiver circulando melhor, a tendência é que as inflamações que causam a famosa celulite fiquem bem menos visíveis.

Por isso mesmo a Ventosaterapia vem sendo cada vez mais oferecida em clínicas estéticas.

Marcas roxas

Vale ressaltar que a Ventosaterapia não é um dos tratamentos mais indolores.

Muitas pessoas sentem incômodos enquanto a pele está sendo sugada e, ao final das sessões, a região fica dolorida durante quase uma semana.

Além da pele dolorida, as manchas roxas também são consequência desse tratamento.

O local onde a ventosa foi aplicada ganhará uma coloração arroxeada de hematoma.

Para que você possa diminuir esses efeitos, é indicado tomar banho morno logo depois da Ventosaterapia.

Entretanto, ajuda se fizer aplicação de óleo de rosa mosqueta, que você pode comprar em qualquer farmácia.

O banho morno vai amenizar a dor e o óleo de rosa mosqueta vai ajudar a neutralizar as manchas roxas que ficam no local de forma mais rápida.

Os terapeutas possuem algumas técnicas para evitar esses efeitos colaterais e uma delas é movimentar de forma constante as ventosas.

Assim, elas sugam áreas diferentes da pele e isso evita grande parte das dores posteriores em uma região específica.

Se o paciente prefere não ter as marcas roxas depois do tratamento, pode solicitar que seja feito dessa forma ao terapeuta.

Relação com o sono

A pressão que as ventosas fazem acabam relaxando os músculos, o que é essencial para uma boa noite de sono.

Dessa maneira, pessoas com altos níveis de stress costumam fazer a Ventosaterapia como alternativa para as massagens.

Isso é o que as deixam mais calmas e tendo noites mais tranquilas.

Os problemas de ordem muscular também podem ser tratados com a Ventosaterapia.

Algumas pessoas que tiveram lesões e estão em fase de recuperação ou então que precisam prevenir algumas  dores, podem desfrutar dessa técnica chinesa.

É o que ocorre muito comumente entre os nadadores: como eles precisam evitar cãibras e desgastes, essa terapia entra como parte da sua preparação.

Devido ao relaxamento que a técnica proporciona, alguns pacientes acabam utilizando esse tratamento somente pela sua condição psicológica.

Quanto tempo dura o tratamento?

A duração comum de uma sessão de Ventosaterapia geralmente não passa de 15 minutos, mas a regularidade com que devem ser feitas vai depender da condição do paciente.

Entretanto, normalmente, o tratamento é feito durante dois meses, com uma sessão por semana.

Aliás, algumas outras partes do corpo podem receber as ventosas. Além  do uso mais comum, nas costas, elas também podem ser inseridas no peito ou nas coxas.

Onde fazer a  Ventosaterapia?

Muitas clínicas particulares oferecem a Ventosaterapia como opção, mas os pacientes precisam ser criteriosos. Esse é um tratamento dolorido e que, se não for realizado de forma correta, pode até causar bolhas de sangue.

Sendo assim, quem procura pelo tratamento com ventosas deve sempre pesquisar a reputação da clínica, além de avaliar se o profissional realmente demonstra conhecer efetivamente a técnica.

Portanto é importante conferir se o ambiente é adequado em questões como higiene e conforto.

Antes de começar a Ventosaterapia, é muito importante questionar o especialista sobre quaisquer recomendações adicionais.

Esse profissional por sua vez precisa questionar o paciente sobre a sua condição de saúde.

Antes de aceitar as aplicações,  ele deve saber se o paciente possui anemia, se a pessoa está menstruada, se ela sofre de algum tipo de alergia, se ela tem úlcera.

Todas essas condições não são indicadas para a aplicação da Ventosaterapia.

Se o profissional não fizer esse tipo de pergunta, ele não conhece a Ventosaterapia a ponto de saber suas contraindicações.

Nesse caso, sugiro que procure um outro profissional.

Curso para Ventosaterapia

Primeiramente, a aplicação das ventosas é uma forma super comum de tratamento, principalmente em quem pratica esportes.

Por isso, assim, é super natural que cada vez mais profissionais queiram ser aptos a realizar essa técnica. Para isso existe um curso específico para Ventosaterapia.

Alguns dos tópicos desse curso abordam assuntos como: a forma correta de deslizar a ventosa pelo abdômen, técnicas de deslizamento, ventosa seca nas costas.

Bem como a Medicina Tradicional Chinesa e suas interpretações, indicações e contraindicações da terapia, ventosa seca nos membros inferiores, interpretação de ventosas, procedimentos da Ventosaterapia e muitos outros tópicos.