đŸ„‡ Sibutramina – Vale a Pena o Risco? đŸ€”

VocĂȘ precisa emagrecer? A luta contra a balança Ă© algo que vocĂȘ vive diariamente? Sabemos como pode ser difĂ­cil emagrecer e no caminho para isso, a gente topa qualquer coisa.

Entretanto existem algumas coisas que a gente se propĂ”e fazer, podem fazer muito mal a nossa saĂșde. E Ă© por isso que vocĂȘ tem que ler este artigo.

Por outro lado, vocĂȘ pode ter começado a a usar sibutramina recentemente e sentiu que o seu corpo começou a apontar alguns efeitos colaterais que vocĂȘ nem sabia serem possĂ­veis? Cuidado. VocĂȘ pode adoecer.

Agora vocĂȘ quer saber se vocĂȘ estĂĄ sendo prejudicado pelo uso de Sibutramina?

Portanto leia este artigo até o fim. Do contrårio, é por sua conta em risco.

O que Ă© a Sibutramina?

A Sibutramina Ă© um remĂ©dio que pessoas obesas e obesas-mĂłrbidas usam para aumentar rapidamente a sensação de saciedade, o que evita ingerir alimentos sem necessidade, facilitando a termogĂȘnese, promovendo a perda de peso.

É um remĂ©dio fortĂ­ssimo e tarjado, que nunca deve ser usado sem receita mĂ©dica.

Entretanto a Sibutramina não deve ser usada apenas com o fim de emagrecer, sendo que um dos seus efeitos colaterais é a eliminação do peso.

Portanto a função dele não é emagrecer, se não tratar problemas como o colesterol alto, a diabetes, e hipertensão.

Qual a origem da Sibutramina?

Primeiramente, no começo dos testes com Sibutramina, ele era indicado como um antidepressivo.

Entretanto, com o decorrer das pesquisas, foi identificado que ele promovia perda de peso e que talvez para este fim fosse mais funcional.

Logo depois, os efeitos da Sibutramina se devem a forma como ela muda a interação entre os neurÎnios que tem ligação com a noradrenalina, serotonina e dopamina.

Do mesmo modo, essa conexão altera a ordem que o cérebro havia dado no inicio, e este tipo de efeito começou a ser indicado para tratar obesidade em pessoas que não conseguem reduzir o índice de massa corporal para níveis seguros para o corpo e possuem outras doenças por conta da obesidade.

O que a obesidade faz?

Em sĂ­ntese, a obesidade interfere em vĂĄrios aspectos da vida do ser humano. Ela compromete:

  • CĂ©rebro: pessoas acima do peso tĂȘm duas vezes mais chances de sofrer um acidente vascular cerebral (AVC), devido aos altos nĂ­veis de colesterol apresentados. TambĂ©m sĂŁo mais propensas a desenvolverem problemas psicolĂłgicos, como ansiedade e depressĂŁo.
  • Coração: atravĂ©s do acĂșmulo de placas de gorduras no interior das artĂ©rias dificulta a circulação de sangue eleva a aterosclerose.
  • FĂ­gado: que acaba sendo um dos ĂłrgĂŁos mais afetados com o excesso de peso, pois nĂŁo consegue metabolizar toda a gordura ingerida, ficando parte dela acumulada. Com o tempo, esse acĂșmulo pode ocasionar esteatose hepĂĄtica, cirrose e atĂ© mesmo cĂąncer de fĂ­gado.
  • PĂąncreas: o excesso de peso faz com que o suprimento normal de insulina nĂŁo supra o aumento da demanda (devido ao alto consumo de alimentos ricos em carboidratos). Com isso, a entrada da glicose nas cĂ©lulas fica prejudicada e seus nĂ­veis aumentam.
  • Aparelho reprodutivo: nas mulheres, o excesso de peso causa redução da fertilidade. Nos homens, pode causar queda da produção de espermatozoides e impotĂȘncia sexual.

Portanto ela  pode ser classificada em trĂȘs tipos:

  • HomogĂȘnea: onde a gordura Ă© encontrada em todo o corpo, de forma homogĂȘnea;
  • AndrĂłide: ocorre mais quando hĂĄ um acĂșmulo de gordura na regiĂŁo do abdĂŽmen e no tĂłrax, aumentando os riscos de doenças cardĂ­acas;
  • GinecĂłide: Ă© o que chamamos popularmente de “formato de pera”, mais presente em mulheres com um acĂșmulo de gordura concentrado nas nĂĄdegas, quadril e coxas, aumentando as chances de prevalĂȘncia de artrose e varizes.

Juntamente com a classificação por IMC – (Índice de Massa CorpĂłrea)

  • IMC 1: entre 25 e 29,9 kg/mÂČ = Sobrepeso
  • IMC 2: entre 30 e 34,9 kg/mÂČ = Obesidade grau I
  • IMC 3 – Entre 35 e 39,9 kg/mÂČ =Obesidade Grau II
  • IMC 4 += 40 kg/mÂČ = Obesidade Grau III.

Quais são os fatores que levam alguém a ser obeso?

Portanto, existem alguns fatores que influenciam diretamente se vocĂȘ tende a ser obeso ou nĂŁo. Alguns deles sĂŁo:

  1. GenĂ©tica: esse Ă© um dos fatores mais importantes. Eles definem a quantidade de gordura corporal que vocĂȘ armazena no corpo e influencia na forma de converter os alimentos em energia, tambĂ©m em como serĂĄ a queima dela nos exercĂ­cios.
  2. Estilo de vida da família: é bem provåvel que uma pessoa obesa, tenha pais obesos também. O motivo? Além da genética, os integrantes de uma família geralmente tem o mesmo håbito alimentar.
  3. Inatividade: o sedentarismo Ă© e sempre serĂĄ um aliado da obesidade. Pessoas sedentĂĄrias tendem a ficar paradas e nunca queimam calorias;
  4. Alimentação pobre em vitaminas e ricas em gordura: mais explicado, impossĂ­vel nĂŁo Ă©? Se vocĂȘ quer emagrecer, cortar fast food e bebidas hipercalĂłricas Ă© o mĂ­nimo;
  5. Doenças: a obesidade pode acontecer por doenças como a síndrome de Prader-Willi e Cushing, etc
  6. Medicamentos: podem causar ganho de peso se nĂŁo for compensado por meio de dieta ou atividade.
  7. Idade: conforme envelhecemos acontecem algumas mudanças nos hormĂŽnios, a quantidade de mĂșsculo no corpo diminui com a idade. Uma menor massa muscular diminui o metabolismo. Se nĂŁo acontecer um controle do que come, provavelmente, ganharĂĄ peso
  8. Gravidez:na gravidez, a mulher aumenta de peso. Algumas mulheres tĂȘm dificuldade para perder o peso depois da gestação. Esse ganho contribui para a obesidade.
  9. Tabagismo: parar de fumar para algumas pessoas, pode causar um ganho de peso levando a obesidade.
  10. InsĂŽnia:nĂŁo dormir suficiente ou dormir demais pode alterar os hormĂŽnios que aumentam o apetite.

Quais sĂŁo os efeitos colaterais da Sibutramina?

Primeiramente este Ă© um tĂłpico muito importante e sĂ©rio. Talvez vocĂȘ precise ler mais de uma vez para analisar se o que vocĂȘ estĂĄ sentindo se devem ao fato de ter passado a consumir Sibutramina recentemente. Os efeitos colaterais podem incluir:

  • Dores de cabeça;
  • PrisĂŁo de ventre;
  • Boca seca;
  • Ansiedade;
  • Mudança no paladar;
  • Aumento da pressĂŁo;
  • ConstipaçÔes;
  • Dores musculares;
  • InsĂŽnia;
  • NĂĄuseas;
  • Tonturas;
  • Aumento de suor;
  • AlteraçÔes de humor;
  • PalpitaçÔes;
  • Aumento do batimento cardĂ­aco;
  • PalpitaçÔes;
  • Desmaios rĂĄpidos;
  • AVC;
  • Enjoo;
  • VĂŽmitos;
  • ConvulsĂ”es;
  • DormĂȘncias;
  • Rinite;
  • Sinusite;
  • Entupimento do nariz;
  • InflamaçÔes na garganta.

E a gente tem que dizer que o uso de sibutramina estĂĄ associado a ataque cardĂ­aco, AVC e derrames. Sendo que em muitos paĂ­ses do mundo, ela Ă© proibida.

Portanto apenas tome ela se um médico realmente indicar. Do contrårio, fique longe! Pode não ter volta.

Sibutramina tem contraindicaçÔes?

Enfim, ela Ă© contraindicada para quem jĂĄ tem histĂłrico de diabetes mellitus tipo 2 com outro fator de risco, como hipertensĂŁo ou colesterol.

Por outro lado ele Ă© contraindicado para pessoas com doenças cardĂ­acas, problemas como anorexia nervosa ou bulimia, grĂĄvidas, mulheres amamentando, pessoas com doenças do coração, glaucoma, dependentes quĂ­micos, crianças com menos de 12 anos, pessoas que tĂȘm convulsĂ”es, com rins ou fĂ­gado que nĂŁo funcionam adequadamente.

Portanto pessoas com problemas mentais e quem faz uso de medicamentos como descongestionantes nasais, antidepressivos, antitussĂ­genos ou supressores do apetite.

Como emagrecer sem Sibutramina?

Entretanto, como vocĂȘ pode perceber, a Sibutramina tem muitos riscos para a sua saĂșde. Ela nĂŁo Ă© indicada para a maior parte das pessoas que tem histĂłrico familiar de problemas cardĂ­acos ou de pressĂŁo alta.

Por isso, como vocĂȘ poderia vir a emagrecer sem Sibutramina? Existem algumas opçÔes, mas todas elas incluem uma dieta mais equilibrada e atividade fĂ­sica regular.

Sim, vocĂȘ nĂŁo vai emagrecer da noite para o dia. Mas vocĂȘ nĂŁo corre risco de morrer comendo frutas, legumes, sementes e fazendo uma caminhada/corrida por 50 minutos por dia todas as manhĂŁs, nĂ©?

A gente quer as coisas rĂĄpido demais. VocĂȘ tem quantos anos? Pense em quanto tempo demorou para vocĂȘ engordar e chegar no peso que tem hoje.

O processo de perda natural, com dieta e exercĂ­cios pode ser o mais demorado e difĂ­cil. Mas definitivamente Ă© o mais seguro.

Para mais conteĂșdo, clique aqui.

Leave a Reply