🥇 Fibromialgia: O que é, Causas e Tratamentos – Saiba tudo AQUI! 🤔

Rate this post

Olá meninas! Hoje o assunto é Fibromialgia. Provavelmente você é ou então você conhece alguém que está sempre com dores no corpo. O grande problema é que, por não ter diagnóstico ou nenhum motivo aparente, pode parecer que não se trata de nada sério, Pelo menos nada que precise de uma atenção médica.

Aí é que mora o perigo. Muitas pessoas acabam até achando que a outra pessoa está inventando dores, mas isso é uma tremenda injustiça. Isso porque a Fibromialgia é uma doença silenciosa, que ainda não tem cura e não é muito conhecida pelas pessoas.

Talvez o nome não pareça tão estranho assim, ainda mais se você acompanha as notícias e está sempre sendo informada de alguém que teve de se afastar das atividades devido à Fibromialgia. Pois então, este texto tem o objetivo de esclarecer um pouco mais sobre essa doença, para que você possa se informar ainda mais sobre ela.

Se você não sabe do que se trata, ou então deseja saber ainda mais, esse texto é para você. Basta acompanhar até o final para saber tudo sobre esse mal silencioso, que é a fibromialgia. Vamos lá?

O que é a Fibromialgia?

A Fibromialgia é uma doença crônica e isso, infelizmente, significa que ela não tem cura. Mas isso não quer dizer que as pessoas que tem essa doença tenham que ficar sofrendo. O ideal é que o diagnóstico seja feito de forma rápida, quanto mais cedo melhor. Isso irá facilitar a investigação dos médicos por métodos que possam aliviar as dores o quanto antes.

A dor principal da Fibromialgia atinge todo o corpo. Isso faz com que as pessoas que sofrem com essa doença fiquem impossibilitadas de desempenhar as atividades que costumavam fazer antes.

Qual é o diagnóstico da Fibromialgia?

O diagnóstico da Fibromialgia pode levar até mesmo anos para ser realizado. Isso acontece porque mesmo os exames não fazem com que seja fácil detectar algo anormal acontecendo. Muitas vezes esse quadro deixa os médicos até mesmo sem saber o verdadeiro motivo das dores.

Dessa forma, não é possível diagnosticar de onde vem as fortes dores que os pacientes sentem. No entanto, isso não quer dizer que a pessoa terá que viver sem saber o que tem. Ocorre que, mediante algumas consultas e analisando os sintomas relatados pelos pacientes, o médico poderá chegar ao diagnóstico da Fibromialgia.

Portanto, quanto antes ele for feito,mais facilmente o paciente irá se adaptar à doença, se acostumar com o tratamento e amenizar os efeitos dele. Tratamento este, aliás, que deverá ser feito pelo resto da vida.

Trata-se de uma doença não escolhe sexo nem idade. Ou seja, pessoas que qualquer faixa etária podem sofrer com ela. No entanto,  os casos de Fibromialgia são mais comuns em pessoas entre 30 e 50 anos de idade. Mas ela também pode se desenvolver em crianças, que deverão realizar um tratamento adequado. Dessa forma, as dores dessa doença poderão ser aliviadas.

A Fibromialgia é uma doença curável?

Infelizmente, não. A Fibromialgia ainda não tem cura. Ainda assim, seu tratamento é extremamente eficaz e as pessoas conseguem levar uma vida normal, mesmo portando a doença.

No entanto, vale ressaltar que, às vezes, as dores podem ser tão fortes que nem os medicamentos são capazes de amenizar o sofrimento dos pacientes. Nesses casos, é necessário procurar o seu médico responsável. Dessa forma, ele poderá recomendar um analgésico que seja mais potente e adequado para esse caso.

Quais são os sintomas da Fibromialgia?

Por muitos anos, era extremamente difícil diagnosticar essa doença. Muitas pessoas acreditavam que as dores que os pacientes sentiam não eram reais. Isso porque não eram capazes de identificar o que estava causando dor neles. Contudo, hoje em dia já é bem mais fácil conseguir um diagnóstico preciso. Isso se deve aos sintomas da Fibromialgia, que foram descobertos ao longo dos anos, como:

  • Dores nas articulações, nos músculos, e em todo o corpo. Isso sem apresentar nenhuma causa específica, como batidas, acidentes, e outros motivos que possam ser os causadores dessas dores;
  • Cansaço. A pessoa apresentar um cansaço excessivo quando realiza pequenas atividades físicas, ficando sem disposição para fazer qualquer coisa;
  • Perda de concentração, de foco, e alguns problemas de memória;
  • Dores na cabeça que continuam por muito tempo, mesmo depois de ter tomado remédio;
  • Dormência e formigamento nas mãos e nos pés;
  • Palpitações;
  • Problemas de sono.

Quais são as causas da Fibromialgia?

Não existe nenhuma causa  que seja específica da Fibromialgia. Ainda assim, existem algumas pessoas que se encontram em grupos de risco, como no caso das mulheres com idade entre 30 e 50 anos. Afinal, essa é a faixa etária na qual mais se identificam os casos de Fibromialgia.

Contudo, essa doença pode ser causada por três fatores:

Genética – Isso significa que, caso alguém da sua família tenha essa doença, é bastante provável que você seja diagnosticado com a Fibromialgia. As chances são maiores do que com qualquer outra pessoa;

Infecções e doenças causadas por vírus – Nesse caso, a Fibromialgia pode ser causada por essas doenças virais.

Sedentarismo, problemas de sono, má alimentação e falta de atividades físicas – Esses fatores também já foram assimilados às pessoas que apresentaram essa doença.

Qual é o tratamento para a Fibromialgia?

O tratamento da Fibromialgia é uma combinação de diversos tratamentos. Isso porque, além do remédio para aliviar as dores, também é feito todo um trabalho de fisioterapia, além de um plano de atividades moderadas, para que os músculos não sejam forçados.

As massagens e a acupuntura também são bastante indicadas para o tratamento da Fibromialgia. Isso porque elas conseguem relaxar o corpo. Com isso, os músculos ficam mais soltos, leves e menos tensos, o que faz com que as dores, quando ocorrem, ocorram em menor intensidade.

Para que o paciente possa ter uma vida normal, mesmo depois de ter sido diagnosticado, também são recomendadas terapia ocupacional e a prática de alguns métodos que ajudem a aliviar o stress e a diminuir a quantidade de pensamentos negativos.

O mais importante de tudo é não desanimar nunca. Muitas pessoas, por saberem que é uma doença incurável, acabam tomando o diagnóstico como uma sentença de morte, mas a verdade está longe disso. É totalmente possível conviver com a doença e sem sentir dor a todo momento. Basta receber o diagnóstico o quanto antes e trabalhar no tratamento. Lembre-se que você é muito mais forte do que pensa.

Confira o vídeo a seguir, relacionado a esse tema, para aprender ainda mais:

Para mais conteúdo, clique aqui.

Leave a Reply