🥇 Conheça as indicações e efeitos colaterais da Losartana 🤔

O que é Losartana?

Losartana é um medicamento que funciona para combater problemas de pressão arterial. É um medicamento fácil de encontrar em farmácias e drogarias, e que tem um valor acessível, que se aproxima de R$10,00.

Contudo, é possível encontrar variações do valores de estabelecimentos para estabelecimento. Via de regra, cada caixa do Losartna contém 15 comprimidos.

Entretanto, a forma de tomar desses medicamento devem seguir a risca as orientações na bula.

Como funciona o Losartana?

A ação do Losartana acontece principalmente nos vasos sanguíneos, e age diminuindo a resistência para fazer com que o sangue flua com mais facilidade. Portanto, melhora significativamente a circulação do sangue.

E é exatamente isso que faz com que a pressão arterial permaneça estável. Afim de atingir o efeito máximo da medicação é muito importante usar o medicamento nos horários certos.

A sua ação, enfim, demora de 3 e 6 semanas para que os pacientes consigam perceber os efeitos.

Como posso iniciar o tratamento com o Losartana?

Primeiramente antes de começar o tratamento com Losartana é importante consultar a opinião do seu médico. Contudo, o fabricante, através da indicação da bula, aconselha o início do tratamento com 50 mg ao dia.

Via de regra a manutenção do tratamento varia entre 25 a 100 mg, entretanto qualquer medicamento deverá ser usado apenas com orientação do seu médico especialista. Apenas ele poderá verificar as condições de saúde.

Portanto, não respeitar essa orientação poderá colocar em risco a efetividade do tratamento e a saúde do paciente.

Quais são os efeitos colaterais de Losartana?

A maior parte dos medicamentos sempre podem vir a causar algum tipo de efeito colateral. Isso é algo realmente esperado quando consumimos qualquer que seja a substância.

Da mesma forma, no caso da Losartana foram verificados os seguintes efeitos colaterais: dor peitoral, cansaço, fraqueza, anemia, diarreia, dores na região das costas, sensação de ter contraído gripe e bronquite.

Portanto, se  ao iniciar o tratamento você perceber algum desconforto que pareça estar fora do normal vá par ao médico! Apenas ele poderá te ajudar a identificar os sintomas.

É importante dizer que sempre que iniciar um novo tratamento, ao surgir qualquer sintoma o paciente deverá estar atento.

Veja aqui: Como Tratar a Diabetes Gestacional?

Quais são as contraindicações da Losartana?

Da mesma forma que os efeitos colaterais, Losartana tem contraindicações. Não é indicado para mulheres gestantes ou lactantes não devem fazer o uso desse medicamento em nenhuma hipótese.

O cuidado nesse período da vida da mulher é redobrado, pois além do organismo estar passando por inúmeras transformações, muitas substâncias podem ser repassadas ao bebê através do sangue e do leite.

Então há muita vigilância sobre qualquer tipo de medicamento administrados por mulheres grávidas, uma vez que tudo que ela ingere pode afetar negativamente a geração do feto ou o desenvolvimento do bebe que mama.

Se houver qualquer suspeita de gravidez antes do início do tratamento, não hesite em fazer um teste de gravidez, o mais seguro é o teste de sangue.

Se uma gravidez foi descoberta após o início do tratamento, pare imediatamente a administração do medicamento e marque uma consulta o quanto antes com seu médico ginecologista ou obstetra.

Losartana e o Câncer

Alguns estudos científicos apontaram uma contribuição do uso do Losartana em pacientes que estão em tratamento de câncer de mama e de pâncreas.

O estudo apontou que o Losartana atuou como um facilitador da dilatação dos vasos sanguíneos localizados próximos ao local do tumor, fazendo com que a ação da quimioterapia fosse mais eficaz nessa região.

Ainda serão necessários mais estudos para comprovar esses benefícios, mas a comunidade científica já atua na observação do tratamento combinado para que possa comprovar ou não essa ajuda.

Todas as notícias de auxílio no tratamento ao câncer são feitas com muita responsabilidade e cuidado para não nutrirem falsas esperanças as pessoas que lutam contra essa doença.

Por isso é preciso a realização de estudos sérios e que realmente comprovem a melhoria no tratamento. Sempre questione a comprovação científica de qualquer informação que poderá comprometer sua saúde de alguma forma.

Informações gerais para os pacientes

É sempre importante ressaltar a importância de acompanhamento médico antes de administrar qualquer tipo de medicamento.

As informações que constam na bula são baseadas em casos mais comuns, ou seja, não possuem informações suficientes para levar em conta as condições individuais de cada paciente.

Nunca faça automedicação e não aconselhe ninguém a fazer, essa atitude pode prejudicar tratamentos e colocar em risco a saúde das pessoas.

Outra questão importante é a responsabilidade na administração do Losartana, o paciente deverá seguir rigorosamente as indicações do seu médico.

Se por acaso vier a esquecer de tomar, calma!

Se por acaso houver superdosagem entre em contato com seu médico sem hesitar. Sempre carregue consigo informações sobre as medicações que você ingere, pois além dos efeitos colaterais comuns podem surgir outros.

Em casos de acidentes, essas informações poderão auxiliar na decisão médica mais assertiva para garantir sua saúde

Como todo medicamento, o Losartana deverá ser guardado em local adequado, longe do alcance de crianças, com abrigo do sol e sem umidade.

Não consuma medicamentos que possuírem o lacre de segurança violado ou danificado.

Portanto sempre compre em farmácias e drogarias que você confia. Nunca aceite remédio de outras pessoas pois a eficácia da ação do Losartana não depende apenas do remédio, mas das suas condições.

Bula e Informações

Para informações sobre opções genéricas desse medicamente consulte um médico especialista. Só substitua medicação se seu médico indicar.

A bula com as principais informações sempre estará dentro da caixa, mas se por algum motivo ela for extraviada, consulte a bula na internet.

Busque por informações do laboratório fabricante para garantir fidelidade da informação.

A manutenção da saúde também está atrelada a uma boa alimentação e à prática de exercícios físicos regulares.

Com ajuda do seu médico monte um programa de exercícios que poderão contribuir para a circulação sanguínea e se alimente de maneira saudável. Comunique seu médico sobre o histórico de saúde dos seus familiares próximos.

Para mais conteúdo, clique aqui.

Leave a Reply